terça-feira, 25 de outubro de 2016

SAÚDE E EQUILÍBRIO - Como praticar Ho'Oponopono

Como praticar Ho'Oponopono


Estamos em um tempo onde podemos contar com ferramentas tão simples para alcançar a cura que, pelos nossos velhos padrões, fica difícil acreditar que com tanta simplicidade podemos chegar a resultados tão positivos. Parece que a velha história de que tudo precisa de enorme esforço para acontecer, ainda tenta nos puxar para a velha energia.
Quando li a primeira vez sobre o Ho’oponopono, é claro que achei tudo tão simples e os resultados descritos tão grandes que me admirei um pouco, mas graças ao Grande Mistério, resolvi arriscar, afinal era tão simples, porque não tentar... E como já contei aqui, os resultados foram tão imediatos e surpreendentes que a partir de então nunca mais parei de fazer, naquela forma que aprendi. E passei a divulgar nos meus trabalhos e para meus amigos recebendo sempre um retorno muito positivo.

Como muitas pessoas tem se interessado por essa cura e me feito perguntas de como praticar, entendi que essa é uma oportunidade de divulgar algo simples, mas... que pode fazer a diferença na vida de muitas pessoas...
O que nos impede de ter uma vida plena, onde podemos exercer nossos Dons e desfrutar de toda felicidade que vem de estamos cumprindo o nosso propósito divino, sem esforço e com leveza, é o fato de estarmos presos ao passado em muitos nós que criamos ao longo das nossas vidas... À medida que desmanchamos esses nós que nos prendem ao passado, podemos estar mais inteiros e presentes para servir nesse momento tão especial do Planeta.

Antes esse era mesmo um processo demorado e muitas vezes muito doloroso, o que fazia com que muita gente desistisse dessa liberação.
Agora, temos muitas ferramentas disponíveis, onde essa liberação e cura das experiências passadas podem acontecer de forma suave e muito rápida.
E o Ho’oponopono é uma dessas ferramentas.
É claro que não adianta a gente limpar o que nos prende ao passado se continuamos a criar, no presente, os mesmos padrões que vão nos manter presos às mesmas velhas histórias. Por isso, é bom estarmos atentos ao que estamos criando no nosso presente... entendendo que está nos sendo dada a oportunidade de limpar todo um passado... para que possamos começar um novo tempo, sem culpas... medos... com mais Luz... Consciência e Amor .

Coloco abaixo um texto do Artista Plástico Al McAllister, que mostra de forma bem simples e clara, como praticar o Ho’oponopono. Ele também tem se dedicado a divulgar o Ho'oponopono, por também ter se maravilhado com este processo.

Como praticar o Ho’oponopono


Aqui você vai entender porque o intelecto não dispõe dos recursos para resolver problemas, ele só pode manejá-los. E manejar não resolve problemas.

Ao fazer o Ho’oponopono você pede a Deus, à Divindade, para limpar, purificar a origem destes problemas, que são as recordações, as memórias. Você assim neutraliza a energia que você associa à determinada pessoa, lugar ou coisa. No processo esta energia é libertada e transmutada em pura luz pela Divindade. E dentro de você o espaço vagado é preenchido pela luz da Divindade. Então, no Ho’oponopono não há culpa, não é necessário reviver sofrimento, não importa saber o porquê do problema, de quem é a culpa, sua origem.

No momento em que você nota dentro de si algum incômodo em relação a uma pessoa, ou lugar, acontecimento ou coisa, inicie o processo de limpeza, peça a Deus:
Divindade, limpe em mim o que está contribuindo para este problema.

Então use as frases desta seqüência: Sinto muito. Perdoe-me. Te amo. Sou grato. várias vezes, você pode destacar uma que lhe toca mais naquele momento e repeti-la. Deixe sua intuição lhe guiar.

Quando você diz Sinto muito você reconhece que algo (não importa se saber o que) penetrou no seu sistema corpo/mente. Você quer o perdão interior pelo o que lhe trouxe aquilo.

Ao dizer Me perdoe você não está pedindo a Deus para te perdoar, você está pedindo a Deus para te ajudar se perdoar.

Te amo transmuta a energia bloqueada (que é o problema) em energia fluindo, religa você ao Divino.

Sou grato é a sua expressão de gratidão, sua fé que tudo será resolvido para o bem maior de todos envolvidos.

A partir deste momento o que acontece a seguir é determinado pela Divindade, você pode ser inspirado a tomar alguma ação, qualquer que seja, ou não. Se continuar uma dúvida, continue o processo de limpeza e logo terá a resposta quando completamente limpo.

Lembre-se sempre: o que você vê de errado no próximo também existe em você, somos todos Um, portanto toda cura é autocura. Na medida em que você melhora o mundo também melhora. Assuma esta responsabilidade. Ninguém mais precisa fazer este processo, só você.

Aqui (mais uma vez) está a oração original da Morrnah, simples e poderosa:
Divino Criador, pai, mãe, filho em Um...
Se eu, minha família, meus parentes e ancestrais ofendemos à sua família, parentes e ancestrais em pensamentos, palavras, atos e ações do início da nossa criação até o presente, nós pedimos seu perdão...
Deixe isto limpar, purificar, libertar, cortar todas as recordações, bloqueios, energias e vibrações negativas e transmute estas energias indesejáveis em pura luz...
Assim está feito.

Como já disse aqui... me encantei com o Ho´ponopono e com os resultados muito rápidos, quando praticamos, é claro... E me deu muita vontade de conhecer mais sobre essa cura... No principio o que tinha disponível ainda era muito pouco... mas, como o Grande Mistério sempre nos traz aquilo onde focamos nossos pensamentos... assim está acontecendo.
Dessa vez veio como uma palestra do Jonh Curtin que foi a fonte de onde tirei muitas informações.

Como sabemos, nós criamos a nossa realidade com as nossas crenças.
Ao longo de todas as nossas existências até hoje, acumulamos uma quantidade enorme de crenças que são criadas quando pensamos a mesma coisa muitas e muitas vezes até que esse pensamento se cristalize...
Os pensamentos repetitivos viram crenças, que, consciente ou inconscientemente criam a nossa realidade.

É importante que a gente perceba que manifestamos tudo aquilo em que acreditamos. Então tudo que experienciamos na nossa realidade é fruto da nossa criação.

Uma amiga minha muito eficiente, vive se queixando que sempre atrai pessoas extremamente lentas para trabalhar com ela e que não conseguem acompanhar o seu ritmo, o que a deixa profundamente irritada, porque ela acaba tendo que assumir muito mais trabalho do que daria conta e com isso sempre tem coisas atrasadas, acumuladas, por fazer.
Ela se queixa como se o problema fosse das pessoas...
Outro dia ela falou que ia me contar o tanto de coisas que tinha a realizar e que estavam atrasadas. Eu respondi que me contar não ia adiantar muito, mas ela insistiu porque alegou que se sentiria aliviada ao contar.
Deixei então ela enumerar as muitas coisas e se queixar das pessoas lentas que sempre vinham trabalhar para ela... etc..
Até que perguntei:
- Por que você sempre atrai esse tipo de pessoa para a sua realidade, que gera esse tipo de reclamação?
Quantas e quantas vezes passamos pelas mesmas situações sem conseguir entender o motivo daquilo... com outras pessoas... outras circunstâncias, mas o resultado é o mesmo. Ficamos presos sempre nos mesmos pontos...
Primeiro preferimos culpar o outro... a vida... ou qualquer coisa que nos deixe imunes de responsabilidade.

Quando caminhamos mais um pouco no autoconhecimento, descobrimos que aquilo que acontece fora é só um reflexo do que temos dentro e entendemos que não vamos alcançar a cura limpando o espelho, porque ele apenas nos reflete.

Se eu tenho uma crença, consciente ou inconsciente de que as pessoas sempre vão agir de determinada forma comigo, vou sempre atrair pessoas que vão agir exatamente como eu espero que elas ajam... até que eu limpe esses pensamentos que criaram essa crença...
Entendendo como criamos a nossa realidade, podemos também assumir 100% de responsabilidade por tudo aquilo que nos acontece.
O que pode parecer um peso enorme, na verdade é a chave da nossa liberdade, uma vez que só podemos mudar a nós mesmos, mas... ao fazer isso, mudamos o mundo ao nosso redor.

Então... mãos à obra. O Ho’oponopono é uma ferramenta fantástica de limpeza de todo esse lixo das crenças acumuladas que guardamos no subconsciente e que ditam as nossas ações dia após dia.
Não podemos ser livres e expressar o Sagrado, enquanto estivermos presos a esse peso inútil que nos faz ficar dando voltas e voltas ao redor dos mesmos problemas.

Somos Seres perfeitos de Luz é nosso direito viver essa perfeição.

Uma das chaves do Ho'ponopono é você assumir 100% de responsabilidade sobre o que criou e continua criando a cada dia em sua realidade... outra é se dedicar a limpar essas criações, que são formadas a partir de pensamento errôneos sobre pessoas... situações... doenças...

Tudo que a principio pode parecer muito difícil... assumir tanta responsabilidade... limpar tanto lixo.... na verdade com Ho’oponopono pode ser feito de maneira muito simples.
E isso é o mais extraordinário.

Alguns passos para praticar o Ho´oponopono


Para os antigos Sacerdotes do Havaí o Ser Humano é constituído de 3 Eus:
- Eu Básico, mente subconsciente, onde guardamos todos os padrões que acumulamos ao longo de todas as existências. Ele é compartilhado por todos.
- Eu médio, mente consciente, a mente intelectual, o que vemos, sentimos e pensamos.
- Eu Superior, mente Superconsciente, a Divindade.

A mente consciente só pode atuar com o que busca no subconsciente, não tem nada original. Não tem nada sobre o que se embasar.
Só o Eu Básico pode se comunicar com o Eu Superior, a Divindade.

No Ho’ponopono o processo de cura não se dá mediante um ato consciente ou um ato mental. Quem cura é a Divindade... e essa cura se dá quando pedimos ao Eu básico que se conecte com a Fonte para nos curar, limpando todas as crenças errôneas... permitindo então que a Divindade flua através de nós.
Eles chamam o Eu básico de Ninho, que em espanhol que quer dizer criança, e para nos conectarmos com ele podemos imaginar que ele se encontra energeticamente na região abaixo do umbigo.

Eu gostei de o chamar de Ninho e tenho feito assim...

Então... quando alguém entrar em sua realidade e te trouxer algum "problema" você faz a cura ao assumir 100% de responsabilidade pelos pensamentos errôneos que criaram aquela situação e limpando esses pensamentos.

Você se conecta com o "Ninho" e fala:
"Ninho, por favor, peça à Divindade para limpar em nós todos os pensamentos errôneos que fazem com que vejamos essa pessoa, como qualquer coisa que não seja um Ser de Luz".

E repete mentalmente "Sinto Muito! Te Amo!" Imaginando que está falando para a pessoa. Tantas vezes quanto sentir necessário...
Sabendo que na realidade está curando você mesmo, porque toda cura é uma autocura.




"Pois embora você seja um Todo, você é também cada um que está dormindo na sua alma coletiva; e onde houver um que ainda dorme no sono turbulento da história, dorme também a parte de você que esse representa" Ken Karey

Tenho praticado Ho'oponopono da forma mais simples desde que recebi um e-mail contando sobre o Dr Len... e desde então tenho tido resultados surpreendentes. E mais informações estão chegando... algumas me tocam de uma forma bem viva... como a conexão com o "Ninho", porque veio de encontro a muitos sinais que eu vinha recebendo de que... é a pela pureza da criança que acessamos a Fonte...

Os resultados tem sido visíveis e crescentes, não só pela minha mudança diante da vida e das pessoas, mas especialmente no que se refere à minha percepção da Divindade fluindo e trazendo exatamente o que preciso para aquele momento, de uma forma que, se eu tentasse fazer por mim, não conseguiria com tanta precisão.

Um livro... (A Estrela Semente) que chegou pelo correio enviado por um amigo, trouxe... e está trazendo informações preciosas que, em outra linguagem, falam das mesmas coisas que o Ho'oponopono sobre a Identidade Própria.... algumas vezes até me assusto com a precisão da informação que chega... exatamente naquela hora em que algum insight me faz perceber algo além... abro uma página desse livro e lá está a explicação exata daquilo... só que de uma forma que amplia ainda mais aquela percepção alimentando ainda mais profundamente a Alma .

Esse fluir da Divindade tem sido cada vez mais incrível... e se manifestado com extrema simplicidade, me mostrando que não podemos entregar a nada nem a ninguém o nosso poder de escolha... a não ser ao Grande Mistério.

Acredito que o Ho'oponopono da Identidade Própria... esse livro... assim como outras ferramentas preciosas, estão nos chegando nesses tempos de final de um grande ciclo, como um caminho muito mais simples e mais direto para restabelecer o fluxo da Divindade em cada um de nós.

Essas ferramentas, ao nos serem disponibilizadas, funcionam como preciosos guias para alcançarmos um propósito... e não para nos adaptarmos a elas... e nem nos prendermos aos passos que elas nos ensinam como se fossem regras fixas, entendendo que esses passos... são um caminho para nos facilitar chegar a um resultado e não uma forma de nos prender ao caminho... deixando em segundo plano o objetivo.

Podemos imaginar que precisamos desses passos todos definidos... porque eles funcionariam como um tipo de mapa para nos conduzir a algo que queremos alcançar e não sabemos como, ou não nos lembramos...

Pegamos o mapa e o seguimos à risca, ou não... de acordo com nossa intuição... Esses mapas v êm para nos ensinar detalhadamente e da forma mais precisa... facilitando a jornada, onde cada um atua de acordo com sua experiência... e intuição.

Pode ser que precisemos, durante muito tempo, seguir o mapa detalhadamente, porque senão nos perderíamos no caminho... ou seriamos desviados por outros chamados... Pode ser que depois de algumas vezes que seguimos detalhadamente aquele mapa a gente descubra um atalho que torna o caminho mais rápido.

Pode ser também que ao seguirmos o mapa uma vez, nos recordemos que já estivemos naquele lugar onde o mapa nos levou e que não precisamos mais seguir exatamente daquela forma porque descobrimos um acesso mais direto...

E mais uma infinidade de possibilidades que v êm do fato de sermos todos um em essência... experienciando a vida nas mais variadas formas... que advêm de vivências acumuladas ao longo de muitas existências...

Quando essas ferramentas nos chegam para nos lembrar de Quem somos... elas v êm de pessoas que acessaram a Fonte e nos trouxeram um mapa precioso para chegar até Ela, com a intenção de nos facilitar o caminho e nunca de nos prender a ele.

Podemos correr o risco de criar com esse caminho as mesmas armadilhas que ele nos ensina a evitar...

Creio que A Divindade não se adequa a nada preconcebido... e a partir do momento que Ela flui em cada um de nós, vai se expressar de formas diversas... ora mais simples ora mais sofisticada. Trazendo a cada um a linguagem que vai ter significado para essa pessoa.

No caso do Ho'ponopono, a limpeza das memórias se dá para que a Divindade Flua...

Podemos seguir caminhos traçados, quando nos sintonizamos com eles... até que esse fluir se estabeleça... então o caminho passa a ser direto como uma fonte que jorra sem impedimentos e sem regras...

Acredito que quando pensamos que uma coisa "só" funciona se for feita exatamente daquela determinada forma, isso pode vir de um padrão antigo, onde muitas vezes nos ensinaram que as coisas só funcionavam se seguíssemos a risca o que nos mandavam seguir... Já fomos submetidos a esse tipo de crença pelas muitas religiões que queriam nos controlar... E se acreditamos assim o Universo vai responder assim às nossas crenças.


Ho'oponopono... e outras ferramentas dessa nova energia... são caminhos para a liberdade.

...e você de tenra idade, não fará com que as pessoas à sua volta fiquem felizes ao fazer aquilo que você pensa que elas querem que você faça. Somente sendo você mesmo é que você poderá dar aos outros as suas maiores dádivas. Fazer menos seria traição, a ele e a você....