quarta-feira, 3 de abril de 2013

OS EXERCICIOS COM OS MUDRAS PARA ABRIR E MANTER O BOM FINCIONAMENTO DOS CHACRAS

ABRINDO OS CHACRAS - USANDO OS MUDRAS!


 

Continuando a falar dos chakras, hoje vamos conhecer alguns exercícios que podem ser feitos por nós para abrir os nossos chakras. Mas você pode, claro, se perguntar: “porque fazer isso?” E eu explico: cada um dos nossos principais chakras tem uma função específica e quando estes estão em pleno equilibrio, nos sentimos bem, temos disposição e nosso corpo resiste bem a doenças, contudo, quando nossos chakras não estão devidamente equilibrados isso tudo acontece ao contrário.
É como se ao fazer esses exercícios o seu corpo recebesse uma “dose extra” de energia sua e da natureza a sua volta. Então vamos lá:

 

As meditacões chakrais usam os mudras, que são posições especiais da mão, para abrir chakras e os mantras que nos ajudam a concentrar naquilo que precisamos e assim levar energia aos chakras.
Antes de começar: medite lentamente, sinta sua respiração: fazendo inspirações e respirações, sempre pela boca. Não será fácil inicialmente, mas aos poucos você conseguirá. A respiração feita pela boca no inicio é bastante cansativa e produz certo desconforto, mas conforme você vai realizando esses exercício, a tendência é seu corpo se acostumar.
Entoe o canto: omane padame ommmmm várias vezes e vá treinando a sua respiração lentamente. Não tenha pressa para conseguir respirar corretamente. O importante é você ter total domínio de sua respiração, de forma a relaxar seu corpo e sua mente.
 
 
Abrindo o Chakra Raiz



[IMG]
Vamos começar pelo Chakra Raiz: encoste as pontas de seus dedos, do polegar as do dedo indicador. Enquanto isso cante o som LAM (usando sua respiração de forma firme, forte e deixe diminuir a intensidade lentamente).
Concentre em seu chakra raiz que fica entre seus orgãos genitais. Lembre-se que o elemento ligado a esse chakra é o Fogo.

 

Abrindo o Chakra Sacral

[IMG]
O próximo Chakra, conhecido como Chakra Sacral também chamado esplênico, sacro ou do baço, é responsável pela energização geral do organismo.Ponha suas mãos em seu colo, palmas acima, uma sobre a outra. Mão esquerda embaixo, sendo que seus dedos esquerdos devem tocar na parte traseira dos dedos da mão direita. As pontas de seus dedos polegares devem se tocar delicadamente enquanto você entoa o som VAM. Concentre-se em seu osso sacral.
 

Abrindo o Chakra Umbigo

[IMG]
O Chakra Umbigo está relacionado com as emoções.
Realize o exercício da seguinte maneira: encoste seu dedo polegar esquerdo sobre o ossinho do dedo indicador direito e repita esse movimento com seu dedo polegar direito. Una todos as pontas dos seus demais dedos como mostra a fotografia.

Concentre-se no chakra umbigo situado na coluna vertebral, um pouco acima do nível do Umbigo, enquanto isso entoe o som RAM.
O elemento relacionado a esse chakra é o Fogo.
 

Abrindo o Chakra do Coração

[IMG]
Sente-se de pernas cruzadas. Deixe as pontas de seu dedo indicador e do polegar se tocarem. Acomode sua mão esquerda sobre seu joelho esquerdo e sua mão direita na frente da parte mais inferior de seu osso do peito, pouco acima do pulmão.
Concentre no chakra do coração na coluna vertebral, no nível do coração e entoe o canto YAM.


 

Abrindo o Chakra da Garganta

[IMG]
O Chakra Laringeo está diretamente relacionado com a capacidade de percepção mais sutil, com o entendimento e com a voz.
Para abrí-lo faça o seguinte exercício: cruze seus dedos no interior de suas mãos, sem os polegares como se fosse alongá-los. Toque a ponta de seu polegar esquerdo ao direito e puxe-os para cima ligeiramente como se os levassem em direção a sua garganta. Concentre-se no seu chakra na base da sua garganta enquanto entoa o som HAM.



 
 

Abrindo o Chakra do Terceiro Olho

[IMG]
O sexto chacra situa-se no ponto entre as sobrancelhas. Conhecido como "terceiro olho" na tradição hinduísta, está ligado à capacidade intuitiva e à percepção.
Ponha suas mãos antes da parte mais inferior de seu peito. Faça com que seus dedos médios se toquem no alto, de forma que fiquem retos. Aponte-os para a frente. Os outros dedos devem ser são dobrados de forma que suas falanges se toquem. Os polegares apontam para você e se tocam no alto, como se formassem um coração.
Concentre-se no chakra do terceiro olho que está entre as suas sobrancelhas e entoe o som OM ou AUM.

 

Abrindo o Chakra Coroa

[IMG]
O sétimo é o mais importante dos chacras, situa-se no alto da cabeça e relaciona-se com o padrão energético global da pessoa. Conhecido como chakra da coroa, é representado na tradição indiana por uma flor-de-lótus de mil pétalas na cor violeta.
Ponha suas mãos antes de seu estômago. Deixe os dedos anelares apontarem acima. Cruze o resto de seus dedos, com o polegar esquerdo debaixo da direita.
Concentre-se no chakra no alto de sua cabeça entoando o canto AUM.

Atividade Inteligente e Amor Incondicional - 3° Chakra do Plexo Solar - Manipura Corpo Mental


3° Chakra do Plexo Solar - Manipura
Corpo Mental

Atividade Inteligente e Amor Incondicional
Elemento Fogo
Nota Musical Mi
Dez Pétalas
Cor predominante: amarelo
O terceiro chakra, também conhecido por Manipura, que significa em sânscrito, a cidade da jóia, é localizado no plexo solar. Fisicamente está correlacionado aos nossos sistemas: fisiológico, digestivo e ao sistema endócrino. É o responsável pela irrigação do nosso sistema digestivo. Comanda o pâncreas, o fígado, a vesícula, o baço, os rins, as supra-renais, o estômago, o duodeno, o cólon, o intestino delgado, a região mediana da espinha dorsal e o sistema nervoso. É a sede das emoções, onde residem as energias Yang (masculino) e Yin (feminino). Está associado à sabedoria espiritual e a consciência da universalidade da vida. Responsável por todas as doenças ligadas ao metabolismo e ao sistema nervoso. Também diabetes, pedras nos rins e na vesícula, hipotensão e hipertensão, obesidade, cansaço, fraqueza, osteoporose e úlceras estomacais. Relaciona-se com o corpo Mental e processos mentais inferiores, que são os instintos. Tornamos-nos racionais e intuitivos conforme evoluímos e temos esse corpo, que é o mental, equilibrado. É ele quem nos proporciona pensamentos claros, sensação de segurança e poder pessoal. Ele é a sede do nosso conhecimento, por isso é considerado o chakra das emoções inferiores. Quando está bloqueado, causa enjôo, medo ou irritação. Bem desenvolvido, facilita a percepção das energias ambientais. Para equilibrar este chakra o mantra que ressoa essa área de nossos corpos é RAM.

Localiza-se a quatro dedos acima do umbigo, abaixo do coração e é o chakra da mente racional, da vitalidade, da vontade, da ação, do poder e da autocura. Revela-nos o direito a existir e o nosso lugar no Universo, promovendo a auto-aceitação. Rege a nossa relação com o mundo circundante e permite-nos compreendê-lo com tudo o que se passa no exterior, a natureza, o cosmos, Deus e os outros homens. Garante a compreensão, a gestão e o controlo das emoções.

Sob o ponto de vista psico-emocional está ligado à mente objetiva, ao pensamento, à racionalidade, à personalidade do ser, à sua vontade. Ele nos fornece a sensação de completa satisfação e contentamento. É o centro que nos torna pacíficos e generosos, e que também sustenta nossa ascensão espiritual. Quando iluminado pela Kundalini, ele se expressa através da correta conduta e senso interior de moralidade, e nos dá equilíbrio completo em todos os níveis de nossa vida.

O desequilíbrio deste chakra acarreta disfunções como ansiedade, preocupação, baixa autoestima, ou seja, distúrbios emocionais que refletem obrigatoriamente um envolvimento da mente consciente, objetiva. Ninguém está ansioso sem saber a razão disso. A baixa autoestima é fruto de um autojulgamento em que o indivíduo se desvaloriza, não acredita em si mesmo ou acha que não merece ser feliz, ser bem sucedido, etc.

É extremamente ativo. Obteve um elevado grau de desenvolvimento na raça Atlante. Este chakra está peculiarmente relacionado aos chakras Cardíaco e frontal. O plexo solar é um reflexo do "coração do Sol", assim como o é também o Centro Cardíaco. Constitui o fator central da vida da humanidade. Nesse ponto a mente começa definidamente a funcionar, ainda que tenuamente. É o ponto de saída do corpo astral para o mundo externo e o instrumento através do qual flui a energia emocional. É o órgão do desejo, que deve ser controlado e transmutado em amor/aspiração. O plexo solar só entrou em funcionamento durante a época atlante. É o centro distribuidor de todas as energias que se encontram sob o diafragma. É o chakra mais separatista dos chakras porque se encontra no ponto médio, entre o Centro Laríngeo e o Centro Cardíaco – acima do diafragma – e os centros Sacro e Básico, abaixo do diafragma. É o centro do veículo etérico e através dele flui a "brilhante luz gerada na Atlântida" e se faz contato com a luz astral, portanto é o centro onde trabalha a maioria dos médiuns e atuam os clarividentes.

Está associado à sabedoria espiritual e a consciência da universalidade da vida. Ele é um órgão de síntese e recolhe em si mesmo todas as energias inferiores durante certa etapa do desenvolvimento superior do ser humano. Suas pétalas se estendem até o chakra cardíaco, significando com isso que a energia emocional representada pela ambição e pelo desejo, se esforçam para alcançar o caminho superior.

Este lótus aparece circundado por dez pétalas que variam do vermelho ao esverdeado. Sua função é a vontade e o poder. Está ligado à fisiologia da alma, ao campo das emoções e sentimentos primários e também ao sistema nervoso. Trata-se do centro da vontade ou do ego inferior. A assimilação deve ser compreendida num sentido mais amplo que inclui a assimilação mental e psicológica do conhecimento e da experiência.

É também ligado à visão e às energias psíquicas. Sendo assim, a pessoa que tem esse chakra desenvolvido terá maior sensibilidade para perceber as intenções dos outros, sejam boas ou ruins. O desenvolvimento desse chakra produz uma independência maior e irá coincidir com a adolescência.

Indivíduos dominados por este chakra, combaterão pelo poder pessoal e pelo reconhecimento, não se importando com aqueles que poderão perder com seus ganhos. Dormirá de seis a oito horas, de costas. Quando esse chakra apresenta um funcionamento insatisfatório, o indivíduo tende a ficar preso numa rotina inapropriada e a ser incapaz de perceber o modo pelo qual poderá realizar a mudança criativa em sua vida.

Já o equilíbrio desse terceiro chakra é o dom, isto é, servir sem esperar recompensas. E, quem estiver com esse chakra e com o chakra umbilical equilibrados, terá alegria e paixão de viver.

Depois do estágio do que é meu, a criança entra num outro processo de desenvolvimento da individualidade. Esta é a fase de aprendizado que ensina os princípios básicos do fortalecimento pessoal e a capacidade de relacionamento interpessoal. É o centro do instituto de sobrevivência do corpo, já que ele corresponde à capacidade da pessoa aprender a confiar em seus próprios instintos para direcionar sua vida.

Durante este estágio, a criança exercita seu poder de escolha, aprendendo a emitir opiniões e preferências. O aprendizado do relacionamento com os outros começa nesta fase e inclui aprender a maneira de reagir contra sentimentos de intimidação.

É crucial que a criança sinta nesta época, que suas expressões de individualidade são respeitadas e aceitas, pois isso se tornará a base para a autoconfiança, para o amor próprio e para a crença em si mesma. Essas são as gotas de sabedoria associadas a este chakra, adquiridas em primeiro lugar.

Devemos constantemente proteger mentalmente nosso plexo solar, pois por ele também entram os sentimentos desequilibrados e desqualificados oriundos do exterior como: inveja, raiva, ódio, etc., o que faz do plexo solar uma região do corpo particularmente sensível. Na linguagem energética, é a principal área receptora das primeiras impressões que temos em qualquer situação em que nos encontremos, incluindo as primeiras impressões sobre as pessoas que nos cercam. A famosa reação visceral ou instinto visceral, muito adequadamente denominado, é uma resposta altamente intuitiva vinda das impressões recebidas através do nosso plexo solar. Sua natureza sensível goteja impressões no nível energético, que inevitavelmente provam ser mais precisas do que qualquer impressão física.

Essa é mais especificamente a atividade da intuição. O plexo solar é o centro da intuição que orienta a atividade da vida humana. O tipo de orientação ou de resposta característica da intuição do plexo solar, é um tipo tão natural que muitas pessoas reagem a ela o tempo todo sem pensar qual é sua origem.

Por exemplo, em qualquer situação que envolva a interação humana, nossos instintos estão sempre em estado de alerta, para percebermos se podemos ou não confiar nas pessoas, com as quais estamos interagindo ou nas informações que estamos recebendo. Automaticamente nós analisamos a resposta que estamos recebendo nessas interações sociais e raramente observamos que mentalmente estamos nos perguntando, "posso confiar nessa pessoa? Ou o que estão me dizendo é verdade?"

Para cada pergunta em nossa mente há sempre uma resposta. A resposta pode vir na forma de sensação ou da conhecida reação visceral. A fonte dentro de nós, que está fornecendo estas informações é a nossa intuição. E a nossa intuição busca essas informações nas informações energéticas, que penetram no nosso sistema energético através do plexo solar.

Em parte, a intuição do plexo solar, serve para nos ajudar com dados relativos à sobrevivência. Informações que são básicas para a vida diária, tais como confiar mais nas pessoas, instruções mecânicas, orientações que são básicas para a vida diária, tais como conselho sobre empreendimentos de negócios. Até mesmo reações viscerais que nos ajudam na contratação de empregados, vem através do canal da intuição do plexo solar.

 
É essencial para a criação a todos os níveis de saúde, emocional, psicológica, física e mental, assim como habilidades para uma vida saudável, que as pessoas se sintam adequadamente fortalecidas para ter poder de decisão sobre suas próprias vidas. O processo de decisão deveria com muita propriedade ser considerado como uma capacidade fundamental para a sobrevivência. A capacidade de cumprir esse papel está enraizada na crença pessoal de ser capaz de interagir com as pessoas em situações básicas da vida sem medo de manipulação ou vitimização. Isso também inclui o desenvolvimento de uma dose essencial de autoconfiança que torne possível exercitar o processo decisório que faz parte da vida de todas as pessoas. A intuição que vem deste chakra é o auxílio natural nesse processo de autofortalecimento. É a capacidade de confiar em seus próprios instintos.

Há certos padrões de medo e de raiva que podem se tornar parte da psique de um indivíduo e interferir ou impedir que este ciclo de amadurecimento se desenvolva completamente. Esses padrões de negatividade afetam a vida inteira da pessoa, causando sérios e limitantes problemas de comportamento. Eles têm sua raiz na falta de uma base sólida de poder pessoal.

Em adultos, a falta de poder pessoal gera inseguranças e crises internas, desde a incapacidade de confiar nos outros até a incapacidade de confiar em si mesmo ou procurar maneiras de atender às suas próprias necessidades emocionais. Os padrões de medo e de raiva que indicam que a pessoa está sofrendo de uma tremenda falta de poder pessoal são estes:

* Medo de intimidação, que impede a pessoa de estabelecer relacionamentos ou situações baseadas em igualdade.

* Medo de assumir responsabilidade por si mesmo, por suas necessidades, por seus compromissos, por suas finanças, por seus pensamentos, por suas atitudes e ações pessoais.

* Ressentimentos por ter que assumir responsabilidade por outra pessoa que não tem condições emocionais ou se recusa a assumir responsabilidade por si mesmo. O ressentimento aumenta quando a pessoa também se sente incapaz de desafiar o parceiro irresponsável e assim, permanece numa situação insustentável por achar melhor não desafia-la.

* Medo pelo fato de acreditar que não é capaz de lidar com o processo de tomada de decisões na própria vida.

* Raiva por ter seu poder de escolha desrespeitado, limitado forçosamente ou invalidado pelos outros.

* Raiva diante da sensação de abandono ou negligência. Isso freqüentemente ocorre em pessoas que desenvolvem o padrão de se dedicar completamente aos outros, enquanto negam suas próprias necessidades pelo medo de não serem amados.

* Medo de ser criticado ou necessidade de criticar os outros para se sentir forte.

* Raiva e frustração por ser incapaz de se libertar do controle da expectativa dos outros.

* O padrão de descontar a raiva em vítimas indefesas, por não ter suficiente coragem para desafiar a origem de sua própria raiva.

* Medo do fracasso.

É de crucial importância observar que a qualidade da saúde é afetada não só pelos nossos medos e por sentimentos de raiva, como também pela maneira como nos comportamos ao conviver com estes padrões negativos. Liberar a raiva de maneira inadequada, maltratando os filhos ou cônjuge, através de drogas ou alcoolismo, favorece o ciclo mortal de culpa, de ódio por si mesmo e a perda do respeito próprio. A saúde não pode ser criada na vida de uma pessoa quando, internamente, ela se envergonha de seu comportamento na vida.

As disfunções mais comuns criadas pela energia desses padrões negativos específicos são: artrite, úlceras e todos os problemas relacionados com o estômago. Problemas intestinais e no cólon, incluindo câncer, pancreatite, diabete, câncer no pâncreas, problemas nos rins, (também relacionados com o umbilical), problemas de fígado, incluindo hepatite, problemas de vesícula, disfunção nas glândulas supra-renais, indigestão crônica ou aguda, anorexia e bulimia, náusea e gripe.

INFLUÊNCIA NO EMOCIONAL:
 
Quando equilibrado: impulso para vivenciar as emoções, tomar conhecimento do outro, colocar o ego no mundo expressando fortemente as qualidades do ser, vontade forte para comando e liderança, poder de se relacionar e digerir o meio assimilando e aprender. Amor à vida e abertura para experimentá-la com plenitude, propósito definido de ação, intuição, ternura, boa vontade, reverência e lealdade. Quando em desequilíbrio: egoísmo, negação da participação ativa na convivência, amor possessivo e ciumento, preconceito, cólera, ira, enganos, poder que humilha, conclusões precipitadas, intransigência, timidez, ausência, falta de força para digerir a vida.

INFLUÊNCIA NO FÍSICO: Quando em desequilíbrio: má digestão, ansiedade, diabetes, toxinas, problemas de pele, de fígado, de pâncreas, úlceras, hérnia de hiato, gastrites, problemas de assimilação, cálculos de vesícula. Quando em equilíbrio: integridade na ação, tolerância, serenidade, equilíbrio, flexibilidade, força, bons relacionamentos, pureza e abnegação.

O Uso das Cores Para a Cura

O amarelo claro é a cor da mente. Trata-se de uma cor útil para usar quando se realiza algum tipo de trabalho ou estudo que envolva a memorização dos fatos. Pastas, acessórios ou lâmpada amarela no local de trabalho ou escrivaninha auxiliam na eficiência. Para se transmitir a energia de cura ao chakra do plexo solar, o dourado e o rosa são as melhores cores. O dourado deve ser visualizado na forma da luz do sol pura e branda. A luz do sol verdadeira no chakra plexo solar pode ajudar no metabolismo, na visão e em todos os sentidos do bem-estar do corpo físico.
4° Chakra Cardíaco – Anahata
Corpo Astral ou Intuicional

Harmonia e Ascensão
Elemento Ar – Nota Musical Fá – 12 Pétalas
Cor predominante: verde

O quarto chakra, também conhecido por Anahata significa, em sânscrito, o som não produzido. Esse chakra situa-se na região do tórax, entre a quarta e a quinta vértebra. Corresponde ao plexo cardíaco, centro energético do amor e está ligado ao timo, que é a glândula responsável pelo funcionamento do sistema imunológico. Ele rege os pulmões, o coração, os braços e as mãos. Sua função é o amor e está ligado às emoções superiores, afetos e sentimentos. Nele residem, por exemplo, a bondade, a piedade, a afeição e também o ódio. Em suma, todas as emoções sujeitas à vontade. As emoções violentas e descontroladas afetam diretamente a fisiologia do coração, que pode sofrer até mesmo uma parada, provocando a morte. Esse chakra é o filtro que mantém o equilíbrio entre os três chakras que se localizam acima dele que são elétricos e frios e os três da parte inferior do corpo, que são magnéticos e quentes. Para equilibrar este chakra o mantra que ressoa essa área de nossos corpos é PAM.

O chakra cardíaco relaciona-se com o corpo Psíquico ou Intuicional, pois representa o início da jornada espiritual e a conexão com o Eu Superior e com a Essência. Ele comanda a interação de amor com as pessoas, a natureza e o universo. A aura saudável traz relacionamentos fortes, seguros e positivos, é capaz de se amar e tem amor incondicional. Em desequilíbrio há ausência de relacionamentos íntimos ou, estes são problemáticos A pessoa não se ama, é egoísta e sem respeitar o espaço dos outros. Há raiva, ódio, inveja e ciúmes.

Por ser o chakra responsável pela irrigação do coração, é considerado o canal de movimentação dos sentimentos. Dessa forma, torna-se o chakra mais afetado por qualquer desequilíbrio emocional. Se bem desenvolvido, torna-se um canal de amor para o trabalho de assistência espiritual.
Quando existe um bloqueio nesse chakra, a pessoa sente depressão, angústia, irritação ou pontadas no peito, pois é ele quem comanda o coração, seu ritmo, válvulas e sangue, nervo craniano vago e os sistemas: circulatório, imunológico e endócrino e é ainda o responsável por todas as doenças neles instaladas. Todo e qualquer processo de cura tem sempre de começar pelo coração, pois ele é o elo que transforma as energias físicas dos chacras inferiores em energias espirituais, alimentando os chacras superiores. É a sede do amor, por si mesmo e pelos outros, da amabilidade e do saber perdoar. Seu desequilíbrio gera hostilidades, vontade egoísta, sentimentos de culpa e necessidade de controlar o outro.

A elevação das energias do chakra do plexo solar até o chakra cardíaco acontece em quem já está desenvolvendo a capacidade de pensar e atuar em termos de coletividade. As doenças do coração, sistema circulatório e sangue podem e devem ser tratadas através deste chakra. Diz-se que no coração encontra-se o antílope que é o símbolo mesmo do coração, muito aberto, muito sensível e muito inspirado. Um indivíduo ligado ao quarto chakra entra numa vibração de compaixão, de desprendimento, de sabedoria e de amor incondicional. Os apegos aos prazeres terrestres, honras e humilhações, não o preocupam. Portanto, vive em harmonia com os mundos interior e exterior.

O período onde estamos mais ligados a este chakra acontece dos nossos 21 aos nossos 28 anos, pois este é o período de seu desenvolvimento. A ligação glandular aqui se faz com o timo. Ele faz parte do sistema linfático, situado abaixo da tireóide e das glândulas paratireóides. Em seu livro "Cura Espiritual e Imortalidade", Patrick Drouot explica: "A atividade tímica e o funcionamento de nosso sistema de defesa imunológica são objeto de atenção considerável, especialmente com o drama da AIDS que destrói os leucócitos e também as células cerebrais humanas, causando deficiência imunológica, demências e outras desordens neurológicas. Já que uma percentagem de pessoas soropositivas não desenvolve a AIDS e só manifesta leves sintomas, pode-se deduzir daí que o corpo tem provavelmente mecanismos de proteção natural. Mais uma vez, agindo com técnicas mentais, terapias vibratórias, dedos de luz, arcos de luz, focalizando-os em certas pétalas do quarto chakra e agindo também sobre o tattwa correspondente ao nível etéreo e astral, é provavelmente possível influenciar a timosina, um hormônio complexo sintetizado pela glândula timo. Trata-se obviamente de uma hipótese que resta demonstrar no plano científico.

Os linfócitos T produzem moléculas do tipo hormonal, chamadas linfocinas que atacam todo invasor. Uma dessas moléculas é chamada interferon, composto utilizado com algum sucesso contra a proliferação das células cancerosas.

Elevando-se graças à vibração do quarto chakra, é possível dominar a arte da língua, a poesia e o verbo. O ser começa a dominar seu eu obtendo sabedoria e força interior. A energia Yin/Yang se equilibra. Um ser centrado no seu chakra cardíaco começa a evoluir, além dos limites de seu ambiente para tornar-se autônomo e sua vida se torna então uma fonte de inspiração para os outros.

A pulsação do chakra do coração saudável é a mesma pulsação dos batimentos cardíacos constantes. Esse ritmo de pulsação é universal, e quando o chakra está equilibrado, estamos em paz com os outros e com o ambiente.

O Uso das Cores Para a Cura

O verde-primavera cura a dor causada pelo fato de a pessoa ser muito vulnerável à vida, e ajuda a abrir o chakra cardíaco quando ele se tornou "endurecido" por experiências emocionais destrutivas. O rosa proporciona uma sensação de brandura e transmite consolo às pessoas cujos entes queridos retornaram ao mundo espiritual. O rosa-ametista fortalece o chakra do coração, no caso de a pessoa ter passado por doenças que causam debilidade física, ou por situações de tensão. Ele equilibra a pressão sangüínea.

INFLUÊNCIA NO EMOCIONAL:
Quando equilibrado: amor próprio e pela humanidade, verdadeira compreensão da compaixão e benevolência, aceitação, disponibilidade para o perdão, ajuda ao próximo, conscientização do outro e do grupo, assentamento na estrutura terrena, bondade, dá consistência e vitalidade às aspirações amorosas, sabedoria, visão intuitiva e aguçada, pacificação, ensinamentos e curas pelo amor e caridade, fé na vida e nas pessoas, temperamento ameno, inteligência transparente. Quando em desequilíbrio: baixa-estima, frieza, embotamento da emoção, indiferença, desprezo, angústias, depressão, desespero, sentimento de inferioridade, dificuldade de integração, radicalismos, ódio profundo, incapacidade de amar, de se emocionar, couraças, insatisfação.

INFLUÊNCIA NO FÍSICO:
Quando em desequilíbrio: doenças cardíacas, problemas em veias e vasos, distúrbios circulatórios e pressão, problemas pulmonares, asma, bronquites, depressões, angústias, dores de cabeça, constipação intestinal. Quando equilibrado: Amor, altruísmo, aceitação e compaixão.

ENERGIA EM EQUILIBRIO

CIRCULAÇÃO DE ENERGIA E SUAS IMPLICAÇÕES FÍSICAS

 
CIRCULAÇÃO DE ENERGIA

A energia cósmica nos vem da terra e do céu; penetrando em nós precisa ser distribuída por todo o corpo, para que não haja acúmulo de energia num determinado órgão e falte no outro.
A YOGA nos ensina a equilibrar a energia no sentido científico, dando-nos condições de conseguirmos mais paz e equilíbrio. Com a prática da YOGA vamos adquirindo sensibilidade. Ficamos conscientes do nosso próprio corpo, podendo aplicar a nossa experiência em nossa vida quando necessário. está em cada momento de nossa vida - no comer, no trabalho, em tudo quanto fazemos e pensamos.
Devemos harmonizar a energia para nos sentirmos bem.
Os espiritualistas a denominam fluídos, porém poucos são os que empregam meios para equilibrá-la.
O desenvolvimento material deve favorecer o desenvolvimento espiritual. Por exemplo, se uma pessoa trabalha somente visando o dinheiro, está errada, porque internamente ela entra em conflito, gerando desequilíbrio. Assim, também, não devemos cultivar somente a parte religiosa, esquecendo o corpo, mas procurar sabedoria dentro da religião e não apenas ficar na parte doutrinária e disciplinar.
Podemos equilibrar a energia através da alimentação e da YOGA


Alimentação
Muito importante é saber o tipo de alimentação que nos fornece energia.


Carne de gado. A energia da carne de gado circula do tronco para a cabeça, não descendo às demais partes do corpo. O acúmulo de energia provoca tensão no pescoço e dilata o coração. A forma que essas pessoas encontram para descarregar essa energia é a agressividade.
A carne de gado sob a forma de churrasco é mais prejudicial, devido ao fogo e o sal, que acumulam mais energia.
Pessoas intelectuais são muito tensas devido à alimentação incorreta e porque usam somente a cabeça e não o corpo.


Carne de Peixe: A carne de peixe dá mais energia para a cabeça e possue muito fosfato.


Carne de galinha de granja: Já é uma carne doente devido ao alimento artificial fornecido a elas, forçando o crescimento e aumento de peso. Preferir sempre as galinhas caipiras.


As frutas cítricas deixam as pessoas cansadas e moles.


O açúcar: É prejudicial porque desmineraliza o organismo, provocando catarro, etc.


Sabendo o tipo de alimentação que ingerimos é fácil notar em que órgão somos atingidos:


Cerveja ataca a bexiga e os rins. (É diurética).
Broto de feijão esfria o sistema digestivo.
Vinho e carne aceleram a energia no coração e na cabeça.
Queijo, leite e manteiga acumulam energia no fígado e provocam mucosidade nos brônquios, podendo ser causa de alergia.


As galinhas de granja e as frutas ácidas provocam ácido úrico que ocasiona reumatismo e artrite.


Evitar frituras, pimenta e bebidas alcoólicas, porque fazem subir a energia para a cabeça.


Todo alimento quente faz a energia subir e todo alimento frio faz a energia descer.


Os chás eliminam as gorduras e enfraquecem a bexiga.


Para as pessoas fracas é aconselhável tomar chá de trigo inteiro integral e chá de arroz, torrados.


Toda alimentação ácida enfraquece o sistema urinário, abaixa a pressão e desgasta o sistema nervoso.


A energia dentro do corpo pode estar
- Bloqueada.
- Em excesso.
- Em falta.
- Circulando normalmente.


Toda energia bloqueada causa mal estar. Todos nós temos muita energia bloqueada, que não circula, causando tensões, ansiedade, doenças físicas e psíquicas.


Excesso de energia.
Ex. Úlcera no estômago é excesso de energia. Câncer é acúmulo de energia deformando os tecidos. Caroço no seio no meio do mesmo é acúmulo de energia no estômago. Caroço no seio do lado de fora é acúmulo de energia na vesícula. Rosto inchado e vermelho significa excesso de energia ou excesso de líquido. Nariz vermelho é acúmulo de energia no coração.


Falta de energia
Rosto pálido significa pouca energia. Uma pessoa preguiçosa tem pouca energia.


Energia circulando
Para uma boa saúde física e mental a energia deve circular continuamente, e devemos praticar todos os nossos movimentos com ritmo.
Há desequilíbrio tanto na pessoa tensa como na pessoa relaxada. A saúde é ritmo, por isso quando praticamos nossos exercícios, devemos contá-los e fazer com rítmo para canalizar energia.
Todos os movimentos visam exercitar as articulações, tornando-as flexíveis e não permitindo seu endurecimento por depósitos de toxinas.
Uma falha na educação da criança é que não a ensinamos a relaxar, provocando mais tarde desequilíbrio na personalidade.
Através da pulsação podemos verificar o equilíbrio nos órgãos do nosso corpo.


MOVIMENTOS QUE AJUDAM A LIBERAR A ENERGIA ATRAVÉS DE MASSAGENS E EXERCÍCIOS


 

Conhecendo a localização dos meridianos podemos incentivá-los fazendo circular a energia bloqueda ou desbloqueando a energia.


1º. A própria pessoa bate dentro das coxas, ativando o funcionamento do pâncreas, fígado e estômago. Bater do lado de fora das coxas ativa o meridiano do fígado e vesícula; bater nas nádegas ativa os rins e a bexiga.


2º. Massagem em outra pessoa: Uma pessoa deita-se e a outra faz a massagem, batendo com as mãos abertas e relaxadas na altura dos rins, nádegas, coxas, pernas e pés. Se doer, bater devagar; depois aumentar gradativamente. O fato de bater, faz com que as células liberem a acidez e a eliminem, proporcionando uma sensação de bem estar.


3º. Continuando de bruços, para que a outra pessoa, com a mão ou o pé, colocados sobre as nádegas, as empurrem para que o corpo da pessoa deitada balance. O movimento é semelhante ao que se faz com o rolo de macarrão.


4º. Com a primeira pessoa deitada ainda de bruços, a segunda pessoa pisa-lhe o meio dos pés com o calcanhar, levantando e soltando o peso sobre os mesmos. Serve para fazer a energia descer da cabeça para as extremidades.


5º. Deitada de costas, a outra pessoa segurando os calcanhares, flexiona seus joelhos, até levantar suas nádegas do chão, fazendo compressão dos joelhos sobre a barriga, fazendo com que a outra pessoa ao mesmo tempo expire. Serve para liberar a energia no baixo-ventre, beneficiando a bexiga, útero e próstata.


6º. Deitada de costas, bater na barriga da pessoa deitada e pressionar levemente. Os efeitos são os mesmos do exercício anterior.


7º. Deitada de costas, flexionar um dos joelhos e fazer rotação em forma de círculo. Serve para relaxar a bexiga. Alternar os joelhos.


8º. Deitada de costas, flexionar uma das pernas, conservando o pé da mesma no chão, virar o joelho que está flexionado por cima da perna que está esticada.
Conservar as mãos e a cabeça no chão. Repetir várias vezes, alternando as pernas. Serve para fortalecer a bexiga, ou para tirar a preguiça ao levantar pela manhã, causada por ingestão excessiva de líquidos à noite.


9º. Deitada com as mãos entrelaçadas atrás da cabeça, pernas esticadas, flexionar uma das pernas e esticar novamente, soltando-a no chão relaxada, batendo o calcanhar. Alternar as pernas. Serve para ativar os meridianos dos rins e bexiga.
10º. Para irregularidades na menstruação, problemas de bexiga, tensão, bater com força na região abaixo do umbigo. Repetir várias vezes.


11º. Para afastar o sono e o desânirno bater nos braços na parte de dentro.


12º. Fazendo o exercício do passarinho abre o meridiano do coração, faz circular a energia na cabeça.


13º. Exercício para o abdômen. Serve para desbloquear a energia na coluna, fazendo com que as vértebras soltem o excesso de energia das mesmas.


14º. Sentada com os joelhos flexionados e abertos, bater desde as solas dos pés até as coxas. Relaxa a bexiga e os rins.

15º. Bater com os punhos fechados na cabeça serve para fazer tun- " cionar a memória.


16º. Sentada, mover os pés em forma de círculo. Relaxa o fígado e a vesícula.


17º. De joelhos, colocar a cabeça no chão. Outra pessoa bate com força nas nádegas. Serve para problemas genitais.


18º. Exercício respiratório. Deitada, joelhos flexionados, colocar a mão sobre o umbigo, inspirando e contando até 5, expirando e contanto até 5. Praticar pelo menos durante um minuto. Serve para aumentar a taxa de oxigênio, aumentando a concentração e ajudando a desligar-se dos problemas.


EXERCÍCIOS PARA AUMENTAR A ENERGIA


1º. Deitada de costas, flexionar os joelhos e deixá-los abertos, unir as plantas dos pés. Cotovelos no chão e as mãos no ar, as palmas viradas para cima. Respiração abdominal com ritmo. Conservar a posição pelo menos 5 minutos.


2º. De pé. Dobrar um pouco os joelhos, como quem senta numa cadeira, esticando os braços para os lados sem tensão, olhar uma das mãos, depois a outra, várias vezes.
Depois de praticarmos esses exercícios, se quisermos fortalecer um órgão que esteja fraco, devemos conduzir a energia acumulada, daquele que tem mais para aquele que tem menos, durante alguns minutos.



APETITE - O apetite depende da atividade física do indivíduo. O normal é comer moderadamente.


EVACUAÇÃO - O ideal é evacuar o menor número de vezes por dia. Se evacuar mais de uma vez e não sentir-se mal, não há problema.


COR - O ideal são fezes amareladas na consistência de banana.
Fezes pretas e duras não é bom. Indica possível falta de líquido no organismo.
Fezes vermelhas - provável sangramento do estômago ou dos intestinos.
Procurar saber se o paciente tem vermes ou não.


URINA - O ideal é urinar quatro a seis vezes por dia. Se a pessoa urina uma ou duas vezes por dia, e não sente ardor na uretra, nem queimação, não tem importância.
Urinar muitas vezes é fraqueza ou excesso de líquidos.
Urinar duas ou três vezes por dia com ardor, não é bom.
Urina amarela demais, com queimação, pode ser inflamação.
Urina branca - os rins não estão funcionando bem, porque não há descarga da sujeira do organismo. Frituras e alimentos quentes podem causar ardor ao urinar.
Urina branca também pode ser conseqüência de excesso de chá e refrigerantes.


MENSTRUAÇÃO -
O ciclo menstrual deve ser sempre regular, seja de 28, 26 ou trinta dias e deve durar quatro dias.
Menstruação adiantada, pode ser excesso de calorias.
Menstruação atrasada, pode ser causada por fraqueza.
Hemorragia nunca é menstruação normal.
Para pacientes com aparelho genital tenso, praticar o exercício do bambolê.


SUOR -
Uma pessoa normal sua no corpo inteiro. Cidades de clima úmido não permitem essa exsudação normal, causando várias doenças.
Suar só na cabeça, é excesso de energia na mesma.
Suar só na sola dos pés, é calor nos rins.
Suar só na palma das mãos, é calor na cabeça e no coração.
Se a pessoa sua bastante, toma bastante líquido, e não sente fraqueza, não há problema.


SONO -
Uma pessoa com boa saúde dorme bem e sem sonhos. Quando há sonhos durante a noite não há descanso na cabeça. O ideal é dormir 8 horas por noite.
Crianças devem dormir mais. De 12 a 15 horas. E não devem dormir tarde.
Criança que urina na cama pode ter como causa tensão nervosa ou fraqueza.
Pessoas com mais de 60 anos se satisfazem com 4 a 6 horas de sono.
Frituras e condimentos cheirosos, como canela, p. ex., provocam sonhos.


ESTADOS DE PULSAÇÃO

A pulsação pode ser:


1º. - Superficial onde anotamos febres, resfriados.
Média
Profunda
2º. - Freqüência - 72 a 76 pulsações por minuto - Normal.
3º. - Lisa (calma, tranquila) ou grossa (agitada, em ondas)
4º. - Cheia (excesso) Vazia (falta)
5º. - Longa Curta
6º. - Grande Pequena


Se a língua estiver como um mapa, falta vitaminas, organismo com excesso de acidez.
Vermelha ou rachada, excesso de energia.
Muita saliva - pâncreas fraco.
Boca amarga - problemas do fígado e vesícula.
Língua com camada branca - sinal de gripe.
Gosto adocicado - pâncreas.
Dor na gengiva - excesso de energia no estômago.
Gengiva sangrenta - excesso de energia, é necessário comer verduras e vitaminas.
Língua vermelha, lisa e brilhante - problemas do coração.


LÁBIOS
Vermelhos - excesso de energia.
Brancos - anemia.


NARIZ
A ponta do nariz indica doenças do coração e da cabeça.


Tratamentos indicados:

Dor localizada nos ossos e nádegas tem como causa: frutas ácidas, coalhada, yogurt, vinagre, limão e excesso de sal.
Orgão atingido: bexiga que enfraquecendo, não consegue eliminar a acidez.
O passo seguinte da doença é o reumatismo e artritismo.
Diagnose: pela pulsação constatou-se fraqueza nos rins.

Tratamento: Eliminar as causas citadas acima. Para fortalecer a bexiga, dar batidas.

Dor nas juntas, dor de cabeça.
Diagnose: pouca energia na cabeça.
Tratamento: bater nos braços, coxas, etc.


Varizes: Causa - rins fracos, não conseguindo eliminar os líquidos, provocando a dilatação dos vasos sanguíneos.


Tensão nervosa no pescoço.
Causa: carne de gado, queijo.
Tratamento: bater acima dos pulsos, bater abaixo do umbigo, e deitar para que outra pessoa bata nos ombros. Empurrar os ombros e peito.


Dor nos calcanhares e frio nas extremidades.
Causa: Frutas secas que também provocam a fraqueza nos rins.
Tratamento: Exercício do bambolê. Bater na bexiga e coxas.


Problema do coração: coração operado, e embolia cerebral.
Tratamento: Sacudir o braço segurando pelo indicador.


Hepatite: Devemos mudar a qualidade do sangue, observar a alimentação, e comer macarrão de arroz.


Labirintite: Excesso de líquidos.


Para abrir as narinas (desobstruir). Bater os pés, alternando-os.


Diabetes: Evitar frituras, gorduras, e açúcar.
Bater os pés alternados, para fazer funcionar o pâncreas.


Dor de cabeça pode ser provocada por tensão nervosa, fígado e bexiga.


Tratamento para tensão nervosa: Bater no peito e ombros.


Para problemas do fígado: bater nas pernas interna e externamente.


Para problemas da bexiga: bater nas nádegas.


Má circulação: podemos fazer exercício de socar. Comer arroz integral e feijão azuki, fortalece os vasos sanguíneos.


Mulher sem ovulação (estéril)
Causa: baixa temperatura no útero.
Suspender comidas e frutas ácidas e verduras ácidas, frituras e gelados..
Tratamento: bater na altura da bexiga, nas costas.


Inflamação na vagina: suspender churrasco, torradas e frituras.


Quando uma mulher não engravida, tendo como causa a tensão, é necessário bater em todos os meridianos, para desbloquear as energias.
Evitar frituras, comer menos salgado, isto é, diminuir o sal. Eliminar a carne e o açúcar da alimentação.
Recomenda-se comer ovos caipira, castanha de cajú e semente de gergelim.


Pressão alta: praticar movimentos com os braços bem relaxados como se fossem mangas de camisa. Balançar batendo na altura dos rins.
Transferir num balanço contínuo, o peso do corpo, do calcanhar para a ponta do pé, e vice-versa.


Pressão baixa: Bater palmas e bater nos braços.


Pessoa reumática com mãos inchadas deve bater nos meridianos dos rins.


Câimbras: Quando for causada por excesso de ácido, batendo no local, as câimbras cedem. Se for provocada por anemia, é necessário comer feijão e beterrabas.


Frieira: é problema do aparelho urinário.


Joanetes: Problema do pâncreas e sistema urinário.
Tratamento: Espetar um palito no local para eliminar o excesso de energia.


Intestino solto: Fazer contração do ventre.

Sinusite: Chutar e bater com o pé, alternando-os.


Dor de garganta: Problema dos rins.
Tirar a dor do ombro - a causa pode ser tensão nervosa. Para auxiliar a soltar a tensão, sacudir e empurrar o braço para cima, segurando o cotovelo dobrado.
Para relaxar o pesçoco - sacudir os braços, puxar os dedos com força. Geralmente ajudado por outra pessoa.
Pressão alta, assim como pressão baixa, podem provocar zumbido no ouvido. É problema renal.
O uso de gersal e ameixa salgada deve ser moderado, porque prejudica os rins. 




 

AURA NOSSO ESCUDO PROTETOR - CONHECENDO POUCO MAIS.......

 APRENDENDO A VER A AURA!!
 
 
 
O que é aura?
 

A aura é um campo energético que envolve o nosso corpo físico e nos dá toda a leitura emocional do nosso corpo físico. Nossos medos, nossas angústias, nossas raivas, enfim, todo o emocional. Nossa aura tem 7 faixas, cada faixa tem uma cor, cada cor está relacionada com a cor dos nossos chackras. Assim, quando você está de bem com a vida, num estado de espírito muito bom, as cores da aura são bem vivas e bem fortes.
A forma e a cor da aura refletem o estado físico, mental e emocional da pessoa. Problemas de ordem física e/ou psicológica, ao alimentar sentimentos negativos, dariam à aura uma cor escura, como o marrom; cores claras significariam que a pessoa goza de boa saúde emocional. A aura é visualizável quando a vibração está dentro do espectro da luz entre o vermelho e o violeta. Emoções conscientes tendem a modificar a cor da pele da pessoa observada, dando às vezes uma impressão de alteração da sua textura. Estados emocionais semi-conscientes teriam maior propensão a projetar um halo luminoso, de uma distância de alguns centímetros até um metro do corpo, o que cria um efeito de campo detectável por quem esteja próximo, uma explicação para produção de simpatias ou antipatias, aparentemente gratuitas, mas que são efeitos de um fenômeno similar à influência de um campo magnético.
A existência da aura já foi provada cientificamente.
 
 
Exercícios para ver a aura
  Método 1 
 
Fixe seu olhar em uma cartolina de cor azul por 5 minutos, evitando ao máximo piscar os olhos. Em seguida, olhe para a pessoa que deverá estar na frente de um fundo branco. Você verá a imagem da sua aura. 

Método 2 
 
Esta técnica é bem simples pois você usará sua intuição. Coloque-se na frente da pessoa. Fixe seu olhar nos intercílios (entre os olhos). Conte até 5 e feche os olhos por alguns segundos.
Depois, fixe sua atenção no alto da cabeça da pessoa que está na sua frente. Conte até 5 novamente. Feche os olhos e pergunte a si mesmo, mentalmente: "Qual a cor da aura que vejo?".

Como fortificar sua aura?-
 
Tome cuidado com sentimentos constantes de ciúme, raiva, ódio ou inveja, pois estes podem atuar negativamente sobre o equilíbrio do seu campo energético.
- Tente combater ao máximo as situações de estresse, se possível através de exercícios físicos ou de relaxamento, como a meditação.
- Caminhe todos os dias pela manhã (se possível por 20 minutos).
- Viva situações que salientem o seu lado alegre.
- Uma vez ao mês, faça o banho de água com sal.
- Faça orações, pois estas expandem seu corpo físico, já que a prece serve como um oxigênio
da alma.
Entenda o significado das cores da sua aura:
 
Verde:
Autoconfiança, capacidade de resolver problemas e de perdoar e de amar a paz; sensibilidade. É organizador, planejador e estrategista. A predominância da cor verde na aura das pessoas indica saúde e vigor. Esse tom costuma aparecer com grande intensidade na região da cabeça, pois está associado á atividade mental. Nos animais, a aura verde indica mansidão. Nas plantas, demonstra a emissão de fortes ondas de energia positiva, sendo muito comum nos vegetais dotados de propriedades curativas. Os objetos de aura verde são de uma autêntica fonte de positividade. Costumam apresentar esse tom depois de terem sido tocados por pessoas que estão de bem com a vida.
 
Amarela:
 Capacidade de dar e receber; ter esperanças; a saúde e a família desempenham um papel importante. Tem o dom de trabalhar em grupo harmoniosamente. O amarelo é uma das cores cinestésicas do espectro; isso significa que uma pessoa com aura desta cor tem uma reação física antes de ter uma resposta emocional ou intelectual. Quando ele entra numa sala cheia de gente, sabe de imediato se quer permanecer ou não. A predominância da cor amarela na aura das pessoas indica inteligência, facilidade para se comunicar e para aprender e supremacia da razão sobre a emoção. Nos animais, pode ser sinal de doença, debilidade física ou tristeza.
Nas plantas significa falta de vitalidade, especialmente se a tonalidade do amarelo for muito fraca. Já os objetos de aura amarela costumam ser dotados de pouca energia ou emitir vibrações ruins.
 
Azul:
Capacidade de cura através das próprias energias mentais e espirituais; age sobre os outros de modo agradável e calmante; altos ideais de vida; sinceridade. O Azul personifica as características do cuidado e do carinho. É a cor da aura que mais se preocupa em ajudar os outros. Predominância da cor azul na aura das pessoas indica paz interior, harmonia, saúde equilibrada. Bem estar, descanso e autoconfiança. Geralmente se manifesta com maior intensidade após um ato sexual satisfatório e durante o sono. Nos animais, a aura azul é sinal de felicidade e de satisfação com o tratamento que vêm recebendo do dono. Nas plantas, indica propriedades tranqüilizantes e analgésicas. Nos objetos, pode ser interpretadas como uma emanação de fluidos positivos.
 
Laranja:
Sua busca espiritual é, na verdade, uma busca de um sentido de vida além de si mesmo. A predominância da cor laranja na aura das pessoas indica capacidade de realização, sensualidade, boa saúde, versatilidade e dinamismo. Nos animais é sinal de manifestação dos instintos (fome, sede, desejo sexual). Nas plantas, indica a produção de sementes ou o nascer das flores. Nos objetos, expressa um grande potencial energético (é comum na aura de sinos e de objetos religiosos em geral).

Dourada:
 Adora saber como e por que uma determinada coisa funciona, e lança mão de uma paciência infinita. A espiritualidade, para a pessoa de aura dourada, é o estudo da ordem superior do universo e de leis e princípios que o governam. Ele quer entender a organização mental, as leis ou as probabilidades que geraram a ordem no interior do caos espiritual. A predominância da cor dourada na aura das pessoas indica espiritualidade elevada e prosperidade. Ela surge com mais intensidade na região do tórax, pois está associada ao amor, qualidade inerente ao centro energético do coração. Nos animais, o dourado expressa felicidade. Nas plantas, simboliza suavidade e fluidos positivos. Nos objetos, mostra que foram tocados por uma pessoa bem intencionada.
 
Vermelha:
 Ênfase no modo de vida material; sucesso alcançado através da dedicação pessoal completa; saúde física estável; tendência à irritabilidade quando contrariada. A predominância da cor vermelha na aura das pessoas indica vitalidade, excitação coragem e forte energia sexual. Porém se estiver muito concentrada num determinado ponto, pode ser sinal de um distúrbio. Nos animais, exprime instinto e vigor, ao passo que nas plantas está associado ao crescimento. Nos objetos, indica que eles foram tocados por alguém que estava entusiasmado ou ansioso e que os deixou impregnado dessa energia.

Violeta:
Espiritualidade bem desenvolvida; inspirações criativas; capacidade de transformar os sofrimentos pessoais em fatores positivos para o próprio destino. O violeta é a cor do espectro mais próxima do equilíbrio psíquico, emocional e espiritual em vigor no planeta neste momento. A predominância dessa cor na aura das pessoas é expressão de poderes mediúnicos, capacidade de compreensão, saúde e mentes equilibradas.Quando surge nos animais, a aura violeta significa satisfação e fidelidade. Nas plantas, é sinal de uma força positiva tanto que as violetas e as flores de lótus que simbolizam a espiritualidade, costumam ter a aura dessa cor. Nos objetos, indica uma forte concentração energética, e, geralmente se manifesta depois que o objeto foi tocado por uma pessoa espiritualmente evoluída.
 
Prateada:
Um curandeiro, médium natural. Utiliza energia para transformar luz em raios que curam, seu maior desafio é aprender a se conhecer e descobrir seus dons especiais.
Anil Índigo:
A aguda perspicácia intelectual é um dos aspectos mais gratificantes e mais exasperantes, é brilhante e inquiridor, com uma inteligência que vai muito além dos conceitos mais tradicionais.

Cristal:
 A predominância dessa cor (uma espécie de névoa brilhante e branca) na aura das pessoas indica dons telepáticos, poder de cura, para normalidade, pureza e bondade. Costuma se manifestar com maior força nas mãos de massagistas e outras pessoas que lidam com cura. Nos animais é sinal de capacidade de adaptação. Nas plantas, a aura cristal tanto pode significar positividade quanto falta de vigor e vulnerabilidade. E, nos objetos, a aura cristal, expressa o poder de receber e emanar energias.
 
Banho de água e sal
O banho de água e sal é excelente para você expandir sua aura.
Primeiramente, tome o seu banho de costume, deixando ao lado um balde com água morna e sal. De cócoras, jogue a água do balde do pescoço para baixo com ambas as mãos. Não é necessário jogar na cabeça, pois nada de ruim permanece nesse ponto do nosso corpo. Na moleira localiza-se o chackra (ponto energético) do astral.
 
Mentalize uma oração. 
 
Oração para Limpeza Espiritual e Energética
Eu, (  ), solicito à Deus encarecidamente e humildemente,
que todos os trabalhos espirituais energéticos negativos, pensamentos sentimentos negativos, energias negativos, invejas, feitiços, encantamentos, magias, invocações ou conjurações   feitos para minha pessoa (N.C.), sejam à partir
deste instante, desmagnetizados,desfeitos, destruídos, desmaterializados e desenergizados, em todos os tempos, todos os espaços e em todas as dimensões, se for da vontade de Deus.

Que Assim Seja!
Assim Será!
Assim É!
 
 DEUS, LUZ, DEUS, LUZ, DEUS!

 (Nome completo da pessoa que esta fazendo a oração)
 
 
 
 
Também não há necessidade de esfregar a água e o sal, já que o banho não atua no corpo físico, mas sim no corpo astral. Jogue a água com sal sobre o seu corpo, concentrando uma atenção toda especial em seu chackra solar, localizado no umbigo, por onde é absorvida maior quantidade de energia negativa. Após jogar a água em seu corpo, permaneça mais um pouco de cócoras. Depois, abra a torneira do chuveiro e tome um segundo banho normalmente. Para se enxugar, dê batidinhas de leve com a toalha e se vista preferencialmente com roupas claras.

O PODER DA ORAÇÃO - PARA SUPERAR O MEDO

ORAÇÃO PARA SUPERAR O MEDO

 


 Deus, dê-me toda a força e segurança do teu amor.
Ea certeza de que estás comigo..
Peço-te ajuda e proteção de tua assistência e tua misericórdia...
Tira de mim o medo que me invade, Ilumina meu espírito com a tua luz...
Que eu possa Senhor, perceber a tua grandeza e tua presença suavizando meus problemas,
acalmando o meu espírito, aumentando a minha fé..... Senhor Jesus fica comigo para que eu não me desespere... Levanta o meu espírito quando o encontrares abatido.... Ajuda-me a seguir-te sem vacilar e sem olhar para trás..... Entrego-te toda a minha vida e a vida de toda a minha família..... Livra-nos de todo mal dirigido a nós.. .. Amém

NOSSO PODER CRIADOR - O PODER DA MENTE: EMOÇÃO E SENTIMENTO

O PODER DA MENTE: EMOÇÃO E SENTIMENTO

Os maiores sábios de todos os tempos utilizaram-se de um único poder para a realização de suas proezas: o Poder Criador Universal presente em todas as coisas. O Todo que comporta tudo em seu interior é essa Essência Cósmica Criadora que cria universos paralelos e interligados.

Na natureza, forças elementais regem ciclos de nascimentos e mortes, num ir e vir constante. No homem, a Essência Cósmica Criadora está em sua própria consciência. Em outras palavras, somos co-criadores de nosso próprio destino. Infelizmente, quase sempre criamos coisas indesejáveis, inconscientemente, por desconhecermos algumas regras básicas da criação intencional. É necessário então compreender o modo de ação no processo criativo.

Na verdade, o Poder Criador é inerente a todo ser humano e de extrema simplicidade em seu “modus operandi”. O que é necessário para que eu, você ou qualquer outra pessoa possa usufruir positivamente de tal poder, consiste, simplesmente, em aprender e praticar determinadas técnicas que o canalizem de forma apropriada. O princípio básico, necessário para uma canalização eficaz desse Poder Infinito, consiste em conhecer e aprender a utilizar corretamente o poder da sua mente. Dominando algumas técnicas básicas através da imaginação disciplinada, podemos nos tornar aptos a gerenciar e direcionar o processo criativo para a realização dos nossos desejos e metas.

Vejamos como isso funciona: a mente é uma só em sua essência, mais possui duas funções distintas: o consciente e o subconsciente. O consciente é a parte racional da mente. Ela é seletiva, analítica, objetiva, dedutiva. É formada pelas emissões neuroniais emitidas pelos nossos cinco sentidos. Por outro lado, o subconsciente é a porção subjetiva de nossa mente. Ela é impessoal e não seletiva e cumpre as ordens estabelecidas pelo consciente. Tudo o que a mente consciente aceita como verdadeiro, a mente subconsciente produz como realidade, evento e circunstância. Dessa forma, refletimos como espelho aquilo que nós mesmos emitimos, porque sempre entramos na frequência dos pensamentos predominantes, conscientes ou inconscientes, que retivermos em nossa consciência.

Quando enviamos um pensamento energizado pela força de uma grande emoção, produzimos uma energia que imediatamente passa a impulsionar o processo criativo, resultando numa teia de acontecimentos que culminarão na realização de tal pensamento. Nosso sentimento é o campo magnético que atrai e repele energias. O pensamento predominante ou a atitude mental é o estopim do processo criativo, que sempre produz conseqüências relacionadas com a natureza de sua criação. Os pensamentos são magnéticos e oscilam em diferentes freqüências, conforme a sua natureza. Então, quando você pensa emite para o Universo, freqüências de vibração oscilantes que vibram em diferentes níveis. Quase sempre são dissipados por conterem baixa energia em sua formação. Isso ocorre com a maioria dos nossos pensamentos cotidianos. No entanto, quando nos concentramos em algo através da emissão de pensamentos repetidos, relacionados a esse algo, formamos uma concentração de energia. Ao alimentar essa energia através da imaginação disciplinada e da vontade, dominamos parte do processo criativo e somos capazes de co-criar, a maneira de Deus. Isso ocorre pelo fato de que os nossos pensamentos são potencializados através da concentração da energia da emoção.


Ao dar sentimento ao pensamento, alimentamos a semente e fornecemos a energia e o solo propício capazes de fazê-la germinar, crescer, florescer e frutificar a seu tempo. Então, desse ponto de vista não seria correto afirmar que atraímos o que pensamos e sim: atraímos o que estamos sentindo. Nosso sentimento verdadeiro é sempre lido e interpretado, literalmente, pela Sabedoria Universal, que nos dá um retorno proporcional àquilo que enviamos ou sentimos. E, tudo o que emitimos é, quase sempre multiplicado, de acordo com os princípios universais básicos de crescimento e expansão.

Assim sendo, deve-se tomar muito cuidado ao aplicar as técnicas de controle mental ou métodos de ativação da Lei da Atração em nossa vida. Desejar uma coisa e sentir outra pode reforçar o sentimento e produzir conseqüências desastrosas. Por exemplo: ao pensar em adquirir saúde, motivado por um temor da doença, acarreta-se um sentimento negativo que provavelmente atrairá doenças, já que o poder da emoção é muito maior que a força do pensamento ou do desejo.

Com muita sabedoria, há milhares de anos um homem escreveu uma frase espantosamente verdadeira que retrata o que acabamos de frisar: "O que eu temo, me sobrevém e o que receio, me acontece". Tal citação faz parte de um dos livros da Bíblia atribuído ao profeta Jó. De forma análoga o profeta David, pai do grande sábio Salomão, afirmava: “abyssus abyssum ínvocat” (o abismo, atrai o abismo). Pense bem nisso: o que tememos, irremediavelmente, atraímos.
Eu mesmo, ansioso por utilizar o Poder Criador, prematuramente, no início de meus estudos, na década de 90, muitas vezes, senti na pele a amarga experiência de obter, exatamente, o contrário daquilo que eu imaginava obter, com grande esforço mental e nenhum sentimento concreto. Muitas vezes, até tentei abandonar meus estudos acerca do poder da mente por causa disso. Comprovei, por experiência própria, o quão difícil é a tarefa de mudar nossos padrões de pensamentos, hábitos e crenças. Ainda agora, reconheço estar muito distante de ter um domínio completo sobre isso. Por isso, na categoria de humilde aprendiz, sugiro que você seja sensato o suficiente para aceitar que tem muitas qualidades, mas também, muitas limitações. Esse é um fator fundamental para desencadear o processo de crescimento interior. Todas as grandes religiões do mundo ensinam isso.

O segredo para utilizar corretamente o poder da sua mente é apenas isso: Emoção e sentimento. Essa é a Lei. Analise e você perceberá que as emoções geram sentimentos de natureza semelhante. Até mesmo os mais céticos doutores da ciência tradicional admitem isso. Aceite a realidade de que o Universo é muito maior do que seus pensamentos e suas convicções mesquinhas. É necessário humildade para reconhecer que a grande realidade que nos cerca foge inteiramente a nossa compreensão. Não podemos compreendê-la em sua totalidade devido às nossas limitações. No entanto, podemos usufruir das bênçãos emanadas do Cosmos para todos os homens, sem distinção. Basta estarmos alinhados a Ele para recebermos o nosso quinhão. O alinhamento se faz através das nossas emanações de sentimentos puros e verdadeiros. Para todo aquele que entra nessa sintonia, as correntes universais que visam o bem-estar, a harmonia, a paz interior, a expansão, o crescimento estarão sempre à disposição e circulando em suas vidas.

Não existe nenhum obstáculo que possa impedir a manifestação do Princípio Criador. Nada é difícil para a Fonte Primeira de onde tudo provém. Basta criar e emocionalizar o seu desejo, sonho ou projeto coerente, que o Universo fará o resto. Peça e receberás já dizia o Grande Mestre Jesus.

Gerencie a sua mente para que a mesma passe a produzir bons frutos. Não é necessário viver policiando seus pensamentos o tempo todo. É preciso apenas seguir os seus sentimentos mais elevados e dar a sua atenção a isso. Experimente! O mínimo que poderá acontecer é você ser uma pessoa mais equilibrada e feliz. Se isso não bastasse, você será surpreendido por uma avalanche de benesses fluido do nada, em sua direção.

Atenha-se a essa realidade: você é energia vibrante e a sua vibração está alinhada aos seus padrões de conduta e crença, atraindo realidades energéticas com padrões semelhantes. A sua motivação está devidamente alinhada ao seu padrão de auto-estima. Baixa auto-estima gera desmotivação. Então; o segredo inicial para aumentar o seu padrão de vibração, consiste em reprogramar a sua vida de tal forma que, paulatinamente, sua auto-estima seja estimulada. Paulatinamente!


Nada que tenha sido considerado como verdade por longo tempo, pode ser erradicado da noite para o dia. A persistência aliada a uma paciência esperançosa é o segredo para transmutar estados de espírito e hábitos negativos em fatores positivos. Todo o círculo energético que cria seu mundo e a sua experiência de vida no agora, teve uma origem idealizada, seguida de uma aceitação consciente ou inconsciente da sua parte. Então, a persistência em gerar emoções positivas será a sua melhor arma para eliminar o fluxo e o refluxo de vibrações negativas. Apegue-se a tudo o que possa fazer sua freqüência vibratória se elevar, tais como: orações, meditações, pensamentos positivos. Eles são fatores que poderão alterar, paulatinamente, seu campo vibratório, já que a sua força criadora é, sempre, alimentada pelo seu sistema de crenças.

Concentre a sua atenção em novos conceitos sublimes e elevados, através da imaginação disciplinada, e, produza ações que gerem emoções positivas que o Universo, de sua parte, entrará em ação imediata para proporcionar circunstâncias semelhantes em sua vida. 



Fonte: http://www.acasadoaprendiz.com.br/poder_da_mente.html

SOMOS PURA ENERGIA EM VIBRAÇÃO

ESTADOS VIBRACIONAIS DE ENERGIA

A Ciência Moderna aceita, hoje, que a matéria é energia concentrada. Tal energia não é tangível. Constitui princípio abstrato. Daí se conclui que, tanto o mundo material quanto os ambientes extrafísicos são originários da mesma fonte, ou seja, de alguma forma de energia que se desdobra em umas partes que compõem o Universo físico, e noutras partes que servem de base para experiências para-psíquicas, os pensamentos e os atributos conscienciais. Ao falarmos sobre as Energias que nos são conhecidas, diremos que todas são gradações de uma única, que é a Energia Divina. A Energia Divina deu origem a todas as outras energias, que nada mais são que desdobramentos adaptados às condições peculiares de cada corpo, ou espaço. A Energia Divina se divide em Cósmica (ou ativa) e Universal (Perene).

A Energia Cósmica é derivada da Energia Divina, que por sua vez é o mental divino em ação constante. É um dos dois pólos da energia divina. Aleatoriamente, é classificada como um pólo negativo, em função de, no macro (Deus) a encontrarmos em correspondência com a energia negativa do homem (micro). O homem tem a compor todo o seu lado carnal e energético, um pólo positivo e outro Negativo. Logo, o Macro tem na Energia Cósmica o seu pólo negativo e na Energia Universal o seu pólo positivo. Se o pólo negativo do homem o movimenta e lança seu emocional em vibrações desordenadas que lhes despertam as sensações viciadas, até que não possa mais dar vazão ao seu acúmulo, temos que a energia cósmica é, no macrocosmo, negativa, pois ela assume a aparência de tormentas energéticas cósmicas, sempre que há um acúmulo de elétrons numa determinada região do universo.

Enquanto não houver a dispersão total desse acúmulo, as tormentas não cessarão. E o mesmo processo acontece nos seres humanos: enquanto as vibrações desordenadas não forem descarregadas do nosso todo espiritual (aura) estaremos suscetíveis a explosões emocionais. Não existe diferença entre o funcionamento de um átomo, de uma célula humana, de um ser humano, ou do Universo. Tudo é Energia, e nós não passamos de uma molécula energética viva, no vivíssimo Todo Divino, que é Deus.

''Eu sou você por inteiro e você é parte de mim "aplica-se ao Deus -Energia. O homem é parte desse Deus. Vivemos porque somos animados por essa energia macro e micro-cósmica, ao mesmo tempo. Enquanto energiza um sol, também energiza um átomo que mantém seus elétrons girando à sua volta incessantemente. Um átomo contém essa energia; um gene também a contém. Se desintegrarmos esse átomo, um corpo menor ainda se nos apresentará em seu lugar, pois, se o Universo é o infinito, a menor partícula não pode ser encontrada. Se assim é, porque assim é Deus: o micro e o macro. Ele É origem, meio e fim.

Existem duas maneiras de percebê-la: através da contemplação e do tato. Ao contemplarmos uma estrela, lá ela estará; ao contemplarmos nosso semelhante, também estará lá, e a maioria de nós sequer se dá conta disso. Podemos senti-la nos momentos de grande reflexão interior. Quando nos interiorizamos, somos envolvidos, pouco a pouco, por ondas energéticas, luminosas e coloridas que alteram todo o nosso magnetismo elevando nossa vibração à medida que vamos alcançando um maior poder absorver essa energia divina. Ela inunda o nosso ser de tal forma, que qualquer sensação, por mais tormentosa que seja, é amortecida. É a resposta da energia (o Todo) ás vibrações de fé, que fortalecem o mental superior (a Parte).
Nosso racional deixa de pulsar, o emocional é isolado e a consciência deixa de receber Energias Viciadas que surgem das vibrações dos próprios seres humanos, que as alimentam a partir do plano carnal, intensificando-as quanto no plano espiritual, com a plena vivificação de todos os vícios originado na mais poderosa fonte de energias, que é a fonte dos desejos humanos que todos possuímos em nosso negativo.

Essa poderosa fonte energética somente é neutralizada, quando transformadas em virtudes divinas. Quem pensa que pode orar no templo e blasfemar na rua sem viciar seu magnetismo pessoal, não terá outro magnetismo que não aquele existente no pólo negativo das energias espirituais. Fora de nós não existe o céu e muito menos o inferno. Mas ambos existem dentro de nós. Vibrando positivamente abriremos o céu, vibrando negativamente abriremos as portas do inferno (nossos instintos mais ocultos).

Se Deus é uno na origem, é dividido na forma positivo e negativo, porque somente no choque de duas energias se faz a Luz (Vida) ou se movimenta algo mais leve em volta de algo mais pesado (gravidade) ou se solidifica algo etérico (corpos celeste) ou se consegue misturar vários elementos que, puros na origem, quando misturados passam a dar forma a outros tipos de energias ( vegetal, animal, aquática etc. ). Energia positiva é o corpo. Energia negativa a intensidade das suas irradiações, que tanto podem ser frias ou quentes (Vibrações altas ou baixas). Energia positiva é estabilidade Energia Negativa ação. Sejamos energias no caráter (forma) e negativos nas ações (movimentos).

Essa mesma Energia Divina que alimenta nosso ser imortal pode deixar de ser sentida e absorvida quando caímos demais na escala vibratória. Assim, quanto mais formos descendo nessa escala, menos energia iremos absorvendo e, dependendo do quanto descemos, nosso cordão mental poderá se atrofiar, até tornar-se invisível aos olhos mais elevados.

Assim como tudo na vida é energia, nossos pensamentos, quando são proferidos, se transformam em "energia pura" e seguem o caminho que escolhemos. Se falarmos de alguém, julgando os seus atos, essa energia segue até a pessoa e volta para nós em forma de julgamento, porque está escrito que "todo aquele que julgar será julgado com a mesma medida", e caso as suas palavras forem de pura difamação, o mal que você causar na vida daquela pessoa vai voltar em breve para a sua vida, e muitas vezes, até em dobro. É o preço da "liberdade".
A Energia Universal - É no meio da Energia Universal que tudo se movimenta, lenta ou rapidamente, de acordo com a força que o impulsiona. Por ser do mental divino, imanta nosso mental divino e alimenta o todo espiritual e corpóreo com seu magnetismo, irradiação e grau vibratório por nós alcançado no atual estágio evolutivo. Ela pode ser sentida, pois é viva e se derrama do mental divino por todo o Universo; ela é super sensível às nossas vibrações energéticas mentais, e "sente" quando estamos tentando nos aproximar, ou nos colocar em condições de senti-la e absorver-lhe quantidades consideráveis em nosso todo espiritual. A Energia Universal somente poderá ser captada quando se conseguir medir as vibrações mentais No ser humano, tanto na carne como no espírito, apenas o mental pode recebê-la, assim mesmo só o mental superior. Ela emana, para todo o espiritual e corporal, uma energia vibratória sutilíssima, impossível de ser captada por instrumentos disponíveis atualmente.

Para captá-la seria necessário purificar a água, a terra e o fogo das suas viciações elementares, e com um sensor muito apurado, medir a sua vibração. Os animais irracionais, possuem um sentido do que é esse sensor, ele se traduz na capacidade de sentir a aproximação de outro ser vivo, ainda que não esteja no seu campo de visão.

A Energia Celestial energiza apenas corpos celeste e não o vácuo que existe entre as galáxias. A sua função principal é proteger um corpo celeste das oscilações bruscas na corrente contínua de energia cósmica. A Energia Galáctica é a energia que mantém a galáxia ordenada. A Energia Estelar é aquela que se forma a partir da produção de elétrons em grande quantidade, em função da queima do seu núcleo energético desequilibrado. É mais um composto de energias do que uma energia propriamente dita. Em uma galáxia, encontraremos todos os elementos originais que formam o Universo. A Energia Solar é a incandescência do elemento Fogo e vários outros elementos desconhecidos do ser humano. O Sol é um ponto de força (chacra) de uma galáxia.

No nosso mental estão gravados os códigos genéticos que permitem nossa adaptação aos vários estágios da evolução humana. Quando ativamos o Amor, o canal coletor deste padrão vibratório na energia divina passa a nos energizar cada vez mais, até alcançarmos o poder total de captação desse padrão. Mas, se a energia não se multiplicar em nossos semelhantes, através das nossas ações, logo nos tornaremos estéreis nas coisas do amor, uma vez que a energia acumulada passará a atormentar o emocional. Todo acúmulo sem vazão seja ele positivo ou negativo, transforma-se num tormento insuportável. Se ativarmos o canal de Conhecimento este nos inundará com uma energia que dá sustentação ao crescimento intelectual... Mas se o conhecimento adquirido não for utilizado, essa energia irá se dispersar e um imenso vazio se formará em nosso intelecto após alguns anos.

As energias poderão ser canalizadas através de nosso sexo; plexo solar, do coração, da garganta, da cabeça ou de outro plexo menor com diferentes resultados. Os órgãos físicos receberão estas energias automaticamente, mecanicamente.
Mas nossos centros superiores somente receberão as energias por meio do esforço consciente. Ou seja, as pessoas somente receberão Consciência Superior se buscarem Consciência Superior. É uma Lei Cósmica. Faz parte da Evolução da Humanidade estas fases iniciáticas de misturas do joio e do trigo também na questão das energias precipitadas nestes períodos. A medida que as humanidades evoluem, elas vão discriminando entre uma energia e outra, suas fontes; e, ao mesmo tempo, os efeitos dessas energias tanto na natureza inferior como na natureza superior.

A faixa em que se encontra um espírito está relacionada com seu magnetismo, que nada mais do que a condensação das energias absorvidas por ele. Quanto mais sutil for seu magnetismo mais ele se elevará na faixa vibratória; quanto mais denso mais fortemente ele será atraído para baixo. Somente quando isto acontecer, estará livre do círculo reencarnatórios, reiniciando sua longa jornada. Um ser humano que vivenciou com muita intensidade o ódio sua condensação energética em seu magnetismo pessoal torna-se viciada, impedindo sua sutilização (atração para a Luz) Ele será então atraído para o pólo negativo (Trevas) Aquele que vivenciou várias virtudes (fé, amor ao próximo, caridade) acumulou em seu magnetismo pessoal, energias muito sutis e será atraído para o pólo positivo (Luz).

Talvez pensem que basta ser bom e humilde para se sustentar no magnetismo Ultra-concentrado e ao mesmo tempo ultra energizado. Na verdade, não é assim. O magnetismo de um ser humano está concentrado no seu mental. Para alcançar as esferas superiores da Luz é preciso um forte poder mental de ordem virtuosa. Precisamos ascender e evoluir em todas as energias virtuosas, pois alguém que seja apenas bom e humilde poderá não saber compreender o porquê de um seu semelhante estar padecendo o horror das trevas da ignorância. Por isso, ele deve vivenciar as coisas da Razão, ou da Lei, pois sem elas, ele se deixará abater, tendo todo seu magnetismo dispersado em poucos instantes. Do mesmo modo, alguém que já vivenciou as energias da Razão, ou da Lei, precisa vibrar nas coisas do Amor sob o risco de se tornar frio e não dar uma segunda oportunidade a quem fraquejou em determinado ponto da sua longa jornada.

A Energia Humana é sustentada pela energia divina e é a condensação das quatro energias elementais puras. Estas energias dão origem ao corpo humano. O alimento é um tipo de energia, pois suas vitaminas e proteínas sustentam nossa carne (saúde). Outro tipo de absorção de energia através do corpo físico é através dos sentidos. Uma irradiação de ódio que alguém nos envia, chega até nós sob a forma de vibrações de origem ígnea, pois o ódio é destruidor. A inveja é de origem terrena, porque visa levar para o seu vibrador aquilo que nos pertence. A paixão é de origem aquática, porque busca envolver o objeto desejado. O desejo é de origem aérea, porque quer intensificar-se na troca de energias com o objeto desejado. Se elevarmos os padrões vibratórios dos nossos sentidos suprafísicos, poderemos desenvolver a sensibilidade e a percepção dos sentidos inerentes tanto à carne, quanto ao espírito. Isso nos tornará mais sensíveis aos padrões vibratórios mais sutis, permitindo (percepção) diferenciá-los quando positivos ou negativos.

Se a energia humana é mais densa do que a espiritual, não significa que seja mais forte, pois esta lhe é anterior e superior. Enquanto a energia humana é o veículo a espiritual é o passageiro. Na evolução um complementa a outra e ambas são imprescindíveis. Aquele que pouco usa a sua força mental, é altamente energizado por energias físicas ou carnais. A Energia física é um meio do ser humano evoluir e ascender, ou regredir e cair, porque pode também ser utilizada para vivenciar a energia negativa. Ela fornece meios para a realização das mais torpes, ou mais nobres ações humanas. Ela também sustenta nossas expressões mais triviais, tais como falar, cantar, andar, sem que tenhamos que alterar a forma física do nosso corpo . Num ser que seja apenas espírito, isso não acontece, porque ele é o que o vibra e vibra o que é.
A Energia Mental que não se confunde com a mente humana. Nela temos todas as fontes de energia. O corpo espiritual as libera através dos nossos pontos de força (mente, olhos, palavra, coração, umbigo, sexo, mãos, e pés). Daí, os chacras dos hindus. A energia mental é a maior fonte de energias a nossa disposição sendo superior a todas as outras fontes, uma vez que, se a usarmos com racionalidade colocaremos todas as outras energias a nosso serviço.
Energia Racional é a energia da capacidade de pensar do ser humano Todo animal o possui em menor ou maior grau, mas somente o ser humano o tem totalmente aberto. Quanto mais for, maiores serão suas irradiações e maior a sua absorção das energias positivas pelo seu todo espiritual, através dos cordões energéticos no topo da sua cabeça. Mas, para que tal evolução aconteça, é preciso que a capacidade de raciocinar (outro dom) tenha evoluído também. Numa criança o choro é a saída para um problema de certa grandeza, pois ela não possui uma forte energia racional. Logo, o emocional supre essa deficiência no seu todo espiritual as suas atitudes são mais emocionais do que racionais. Pouco a pouco o dom do raciocínio vai sendo ativado e o emocional vai cedendo lugar ao racional. Mas isto só acontecerá se for desbloqueada a sua fonte de energia.

Classificamos as energias emocionais como desejos e as energias racionais como vontade. Um desejo é apenas uma emoção, porém uma vontade é um raciocínio, e como tal, é uma fonte inesgotável de energia colocada à disposição do seu possuidor para que alcance o objetivo, que é materialização dessa vontade. . . Se raciocinarmos demais, nosso emocional vai sendo anulado pouco a pouco, chegando mesmo a ficar adormecido. Logo, todo o nosso conhecimento será de ordem racional, pois não aceitaremos conhecimentos de ordem emocional. O emocional sempre perde, é subjugado pelo racional, pois a Energia Emocional é ativada a partir dos nossos desejos. São desejos humanos, portanto carnais a sua não realização acarreta uma vibração em todo o nosso espiritual, até que seja descarregada seja de forma satisfatória ou não.

O que não é energia? A consciência.
A consciência é mais do que energia. Ainda que fosse só energia, esta não existe sem um substrato, daí a existência do ego e dos veículos para a sua manifestação. Energia Consciencial - É a maneira como a pessoa se apresenta. Como nós somos. Somos nós.

Holossoma - (Holo =Todo, Somo = Corpo) São instrumentos, corpos ou veículos pelos quais o ego (consciência) se manifesta nos universos físicos e extrafísicos. Partindo dessa premissa, a individualidade humana não se limita ao corpo humano visível no estado da vigília física ordinária. Ela é constituída de pelo conjunto de elementos que se encaixam uns nos outros, coexistindo em harmonia, e que, sob certas condições, podem ser dissociados. As projeções da consciência são justamente conseqüências da dissociação desses corpos ou veículos associados, interatuantes, coincidentes, justaponíveis, alinhados, interpenetrados ou coexistentes. Os veículos da manifestação da consciência intrafísica, no estado de coincidência, coexistem ou coabitam o mesmo local ou espaço na terra, contudo, cada um vibra em freqüência própria, ou dimensão de existência individualíssima e diversa. O Homem é um ser multidimensional.
Temos 4 corpos que interagem entre si...O Corpo físico (soma) O holochacra que fica a 1,5 a 2 cm de distância do nosso corpo físico desenhando ele) o psicossoma (sede das nossas emoções) e mentalsoma (nosso corpo mental) Neste momento estão todos alinhados, porém quando dormimos nos projetamos para outros lugares através do psicosssoma). Esses veículos são reais, cada qual ao seu modo, e não constituem fumaça que se perde no espaço. Soma - Corpo físico é o lado mais místico e mais primitivo perto dos outros veículos que a consciência pode se manifestar. Limita em muito a manifestação da consciência;, sente-se aprisionado.

Holochacra - Está a meio centímetro do soma. Está dentro e fora do corpo. Tem um brilho natural. É um veículo que dá vitalidade. Está sempre absorvendo, mexendo com as energias.

Mentalsoma - onde se situa a sede no para-cérebro do psicossoma. Entra em contato com o para-cérebro do psicossoma e do para-cérebro para o cérebro do intrafísico.

Instrumentos

Evidentemente, o corpo humano (soma) o holochacra, o psicossoma ou mesmo o mentalsoma, não são , cada qual isoladamente - e nem mesmo quando em conjunto na condição da coincidência de todos os corpos, ou o corpo unificado - a consciência, ou o ego propriamente dito. Tais veículos constituem apenas meros instrumentos, pois não pensam por si.
Estado Vibracional - Não tem forma. Como o pensamento. Condição no qual o holochacra e o psicossoma aceleram as vibrações a fim de escaparem às vibrações lentas do corpo humano. O estado vibracional advém da intensificação do desprendimento ou liberação das energias conscienciais. Para melhor exemplificar o Estado Vibracional, comparemos os nossos corpos físicos a um ventilador, onde as hastes ( holochacras ) seriam a velocidade da nossas vibrações. Se jogarmos qualquer objeto em direção as hastes do ventilador, se este estiver em velocidade lenta, a possibilidade que entre em seu corpo danificando-o é imensa. Mas, se pelo contrário, o colocarmos em velocidade máxima, qualquer objeto atirado na sua direção será repelido. A velocidade que damos a nossa vibração é que impede ou acessa as entradas de outras energias.
Técnica de Circulação Fechada de energias - Dinamização do estado vibracional. É o controle consciente dos movimentos energéticos a partir da própria pessoa, da sua cabeça até os seus pés e mãos e o retorno à cabeça. Se nada sentirem nas primeiras tentativas, não se impressionem. Insistam que acabarão sentindo. Isso é inevitável porque pertence ao desenvolvimento da para-fisiologia de todos nós.

Dirijam o fluxo (ou influxo) de suas energias, pela impulsão da vontade, dos pés até a cabeça. Sintam toda a sua energia concentrada no alto da cabeça. Coloquem toda a energia no alto da cabeça e deixe-a lá em cima, como uma bola de luz. Façam-no lentamente. Se não sentirem nada, não se impressionem, a prática vai lhes mostrar toda a realidade energética. A energia está aí, senti-las é questão de prática.

Repitam 10 vezes o mesmo procedimento, sentindo e discriminando o fluxo das energias varrendo as várias partes e órgãos do seu corpo. Aqui começam os desbloqueios, as compensações e a eliminação das despotencializações das suas energias em todos os seus centros e pontos energéticos.
Continuem os mesmos movimentos: subindo e descendo. Agora aumentando gradativamente a velocidade ou rítmo da impulsão do fluxo das energias. Prossigam, aumentando, agora, ao máximo, a intensidade (ritmo ou volume) do fluxo das energias. Esse fluxo passará a compor circuitos cada vez maiores e mais potentes e vocês perceberão isso.

Instalem, por fim, o Estado Vibracional através da vibração do holochacra, nosso segundo corpo energético. Concentrem-se nele e sintam-no se acelerando mais e mais. Vibrando rápido. O fluxo e o circuito fechado desaparecerão e toda a sua psicoesfera tornar-se-á completamente acesa, feérica ou incandescente com as energias vibrantes.

A instalação em si mesmo o estado vibracional dará a você a motivação e autoconfiança para usar as próprias energias conscienciais e permitir distinguir as energias externas que recebemos. Sana distúrbios orgânicos, mini-doenças, pequenas indisposições; desbloqueia os chacras e bloqueia completamente a entrada de energias indesejáveis ao seu mundo interior, ampliando as suas autodefesas energéticas.

Em qualquer situação de perigo ou queda de vibração ou ambiente de baixa energia usem a Técnica de Circulação das Energias. Nossa vida é o tempo toda energética. Todo mundo usa energia, consciente ou não e nunca saberemos quando precisaremos usar as nossas defesas energéticas.

Lúcia Abduche

Fonte: