terça-feira, 25 de outubro de 2016

SAÚDE E EQUILÍBRIO - Enxaqueca com Aura eu vejo pontos de luz são luminosos e brilhantes - A ATM causa enxaqueca com aura?

Enxaqueca com aura
Resultado de imagem para TRATANDO DA ENXAQUECA COM AURA
A enxaqueca com aura é uma doença que se caracteriza por crises seguidas de enxaqueca com efeitos visuais e sensitivos e se caracteriza por duas fases distintas: A fase de aura (chamada aura de enxaqueca) e a dor de cabeça propriamente dita.
A fase da aura ocorre antes da fase da dor de cabeça e dura cerca de 15 a 20 minutos. A fase após a dor de cabeça é conhecida como a fase da resolução, é caracterizada pela dormência muscular, intolerância a alimentos, fadiga, dificuldade de concentração. Essa ainda é uma fase pouco estuda, mas acredita-se que tudo isso ocorra porque o organismo está se recuperando da crise que passou. A enxaqueca com aura é uma doença que não tem cura. Mas apresenta alguns sintomas característicos, como:
Barulhos no ouvido
Dificuldade na hora de falar
Sensibilidade à luz
Fadiga
Aumento da micção
Vômitos, náuseas, e perda de apetite
Tontura
Dificuldade para realizar movimentos com os olhos
Manchas brilhantes, visão borrada
Transpiração excessiva
Formigamento em várias regiões do corpo como cabeça, lábios, língua, braços, mãos ou pés
Alucinações como, por exemplo, sensação de estar caindo
CAUSAS DA ENXAQUECA COM AURA
Os motivos pelos quais a enxaqueca com aura acontece, ainda não estão muito esclarecidos, mas sabe-se que ela está totalmente relacionada com o estreitamento dos vasos sanguíneos da cabeça. Isso faz com que pessoas que apresentem quadros de enxaqueca com aura sejam mais propensas a desenvolver risco de AVC.
Resultado de imagem para TRATANDO DA ENXAQUECA COM AURA
FATORES QUE FAVORECEM O APARECIMENTO
Alguns alimentos do dia a dia podem favorecer o aparecimento da enxaqueca, como por exemplo:
Resultado de imagem para TRATANDO DA ENXAQUECA COM AURA
Queijos amarelos envelhecidos
Frutas cítricas (principalmente laranja, limão, abacaxi e pêssego)
Linguiças, salsichas e alimentos de coloração avermelhada, em conserva
Frituras e gorduras
Chocolates
Café, chás e refrigerantes à base de cola
Bebidas alcoólicas como vinho, cervejas e chope.
Hábitos de saúde também podem interferir, como ficar mais de 5 horas sem se alimentar, ou dormir mais ou menos que de costume. Mudanças bruscas de temperatura também podem interferir, como por exemplo, entrar diretamente em ambiente muito frio estando em um lugar muito quente.
Mulheres também estão mais predispostas a apresentar enxaqueca com aura, por conta da maior variação hormonal, seja por conta de menstruação ou ao chegar a menopausa com a reposição hormonal.

DICAS PARA ALIVIAR A ENXAQUECA

GELO E ÁGUA
Nas regiões que doem, como a frontal da cabeça, podemos aplicar uma compressa gelada ou uma bolsa de gelo, que proporcionam uma sensação refrescante na pele; além disso, a terapia com gelo ajuda a aliviar a dor, mas não deixe por mais de 20 minutos seguidos em contato com a pele.
Beba água para hidratar o corpo, já que a desidratação é um dos fatores que ocasionam a enxaqueca, também evite consumir bebidas com cafeína, que podem piorar a dor e são desencadeiam a enxaqueca em muitos dos casos.
RELAXAMENTO
Pratique o relaxamento quando estiver na cama e feche os olhos; é importante querespire profundamente e se concentre em relaxar um grupo muscular por vez, até que haja relaxado todos os músculos do corpo.
enxaqueca -  makelessnoise

DIETA

A dieta pode desempenhar um papel fundamental na prevenção e alívio da severidade de uma enxaqueca, por exemplo:
O cálcio tem propriedades antiespasmódicas e ajuda a aliviar a enxaqueca nas mulheres que passam pelo período pós-menopausa, e combinado com vitamina D, reduz significativamente a frequência, severidade e duração das dores de cabeça; os dois compostos podem ser encontrados em vegetais verdes, como espinafre, brócolis e couve, e alimentos fortificados com cálcio, como cereais. É importante evitar produtos lácteos, como queijos e leite.
O ômega-3 do azeite de peixe e as gorduras mono insaturadas do azeite de oliva podem ter um impacto benéfico nas dores de cabeça que tem como causa a enxaqueca. Adicione à sua dieta peixes, sementes e óleo de linhaça, óleo de canola e nozes.
Se você tem níveis de magnésio muito baixos e sofre de enxaqueca recorrente, é necessário que consuma alimentos ricos em magnésio ou suplementos, para prevenir a aparição da dor e aliviar episódios de enxaqueca.
O gengibre tem um efeito anti-inflamatório e anti-histamínico e pode inibir a dor de cabeça, se é ingerido assim que a dor começa.

Enxaqueca com Aura eu vejo pontos de luz são luminosos e brilhantes

Resultado de imagem para TRATANDO DA ENXAQUECA COM AURA
Eu enxergo pontos de luz brilhantes e coloridos, depois vem a dor de cabeça que é uma enxaqueca insuportável, o que é isso?
O nome desse fenômeno é Enxaqueca com Aura.
De 10 a 12 por centro da população tem ou já teve enxaqueca. Desses, apenas 10 a 15% tem a Enxaqueca com Aura. Isso representa 1% da população.
Você deve estar pensando: 1% e eu sou o(a) sortudo(a) a ter isso?
É, presentinho sacana, né?
Resultado de imagem para TRATANDO DA ENXAQUECA
Bem, devo dizer que a internet hoje possui centenas de páginas escritas por especialistas, não é o caso dessa matéria.
Eu sou um sortudo desses 1%, vou relatar o meu caso, sem um pingo de preocupação médica, pois não o sou! Então, não cobrem termos técnicos, menos ainda “consulta on-line grátis”, pois sou apenas uma vítima também.
Se você chegou até aqui nessa matéria, então deve ter Enxaqueca com Aura também! Ou é muito curioso(a)!
Se você acabou de descobrir que tem isso… calma, a notícia só piora. Grande parte das pessoas que sofrem disso acabam sofrendo também problemas de hipertensão, ataques cardíacos (AVC) e derrames.
Vou cortar os pulsos! Não! Calma! Apesar de não ter um remédio para isso é possível viver bem e de forma saudável, na verdade… conviver com isso é a palavra certa.
Como tudo começa?
Com um ponto de luz em determinado lugar na visão. Ele vai crescendo. Crescendo. Até aqui nenhuma dor existe.
Vai ficando colorido… chega a ser até bonito! É verdade! Ao menos comigo é assim:
Na maior parte das vezes eu percebo a ocorrência da aura somente quando está no quadro 3, antes é até meio imperceptível na rotina do dia-a-dia. Essa fase demora uns 5 minutos mais ou menos.
Depois disso o brilho parece parar de crescer, mas começa a ganhar cores do arco-íris, claras, suaves e estáticas. Depois piora!
É, o colorido toma conta da visão. Não posso dizer que fico cego, pois não fica tudo preto, fica uma festa de cores brilhantes, vivas, piscando, é extremamente difícil ilustrar isso, a imagem acima não reflete com exatidão o que vejo, foi o mais próximo que consegui chegar com o uso do Photoshop.
Mas, enfim, é isso!
Esse trajeto leva mais uns 15 minutos, ou seja, entre o ponto de luz ao brilho total que toma conta de visão leva em torno de 20 minutos.
Aí em aproximadamente 3 minutos tudo acaba, é rápido, some, a visão volta ao normal. Esse momento é crítico! Eu tenho que ser muito rápido!!
Pois ao acabar a visão brilhante e voltar a enxergar novamente eu tenho uns 2 minutos mais ou menos para correr até um dipirona mais próximo.
30 ou 40 gotas é o que tomo. E a dor de cabeça começa. Em uns 20 minutos depois eu tomo mais 25 gotas. E a dor aumenta. Muito!
Aí sou um imprestável que mal abre os olhos. Dor na lateral da cabeça, logo acima das orelhas, que emendam com o fundo dos olhos e vai até a nuca.
Mas sou expert no assunto, já deixo a 3ª dose de dipirona pronta! Mais 30 gotas ficam ao meu lado, no quarto escuro, olhos fechados.
É MUITO importante, digo para frisar mais uma vez: MUITO importante ter controle da temperatura.
Tem que esfriar o lugar! Serve qualquer coisa! Banho gelado, toalha úmida, ar-condicionado, ventilador direto… de preferência tudo isso!
Quanto mais quente mais sinto as veias saltarem no cérebro. Parecem crianças com foices pulando em uma tenda baixa… dá para imaginar essa cena? Parece que a cabeça vai explodir!!!
Então, parece que o clímax chegou, que não vai mais aumentar, está no topo da dor. É para isso que eu deixo a 4ª dose de dipirona ao lado! 30 gotas para dentro e mais 30 minutos de quarto escuro com climatização.
30 minutos passa? Não! Não passa! Apenas posso abrir os olhos e sair do quarto.
Algumas vezes passa em 3 ou 4 horas. Outras vezes demora até 3/5 dias.
Remédios apenas controlam e suavizam a dor, mas não tira.
E aí, como faz?
Busca a causa!!
Eu passei muita vergonha quando era criança. Não existia a internet, a Enxaqueca com Aura não era conhecida nem pelos médicos e é uma coisa rara.
Quem vai acreditar numa criança?
O oftalmologista indicou o neuro, que indicou o psicólogo, alegando que eu queria chamar a atenção.
Santa ignorância!
Tive momentos críticos, fui atacado por isso na hora do Rush, em plena Av. Ibirapuera (SP)… Tive que parar o carro onde deu! Cego, parado onde não podia parar e morrendo de medo de assalto.
Pior… sem nenhum dipirona por perto! A visão começou a voltar e eu acelerei para casa!
Não foi fácil… até que um dia, na Av. Morumbi, em um semáforo com a Chucri Zaidan… um jornal desses que dão de graça… tinha uma matéria sobre “Novidade na área de Enxaqueca”.
Lendo o texto… bumba! Era isso que eu tinha! Enxaqueca com Aura!
O texto foi escrito por um especialista. Era uma luz… para os meus pontos de luz!
Bem, resumindo, tal como muita enxaqueca comum, o gatilho que desenrola todo o procedimento pode vir de um alimento.
Tem gente que não pode comer pimentão, outros são alérgicos a amendoim, camarão… o meu caso tem ligação com tomate e seus derivados, como ketchup!
E não foi fácil identificar, pois não é comer e ter o problema depois.
Geralmente eu posso comer. Uma só vez em 15 dias.
Se eu comer 2 ou 3 dias qualquer coisa com tomate, como lasanha, lanche com ketchup, salada… o procedimento leva em média 3 dias.
Isso mesmo, leva uns 3 dias depois de comer o tal tomate que vem o problema.
Isso está relacionado a um problema de confusão no intestino, que cria problema na flora intestinal, depois passa a querer tratar o organismo com substâncias e tal… enfim, prometi não ser técnico, então não serei, enfim, entre comer o tomate e ter a aura, leva até 3 dias!
É, só isso! Para mim, essa é a causa natural que pode ser controlada.
Eu cortei radicalmente o tomate e tudo que se relacionava a ele.
Isso ajudou 50%. Fiquei meses sem ter nada.
Mas aí a coisa recomeça e você percebe que fez tudo direitinho.
O que mais pode ser?
Bom, no meu caso específico demorei muito para entender algo muito simples.
A coisa é tão boba que a gente nem dá atenção. Mas ali mora o inimigo.
Você nasce com uma dentição e nela há a sua arcada. Vem um dentista e promete deixar tudo lindo com o uso de um aparelho dentário.
Você adolescente acredita e usa! Paga por isso! O dentista lhe dá um sorriso lindo, fica com o seu dinheiro, mas… altera totalmente a sua “mordida” e isso implica em alterações na mandíbula.
Enxaqueca com aura por ATM disfunção temporomandibular
É, um acidente pode quebrar a mandíbula, ou já ter nascido com problema ou usar erradamente um aparelho, qualquer coisa assim pode causar A.T.M.
A A.T.M. é a Disfunção da Articulação Temporo-Mandibular.
Isso causa uma inflamação na região entre a testa e a orelha. E dói! Muito!
Tudo acontece ao “morder” errado; dormir com bruxismo, chiclete, estresse (comprimindo os dentes irritadamente) e coisas assim.
Eu já cansei de provar a mim mesmo que o uso da placa para dormir em dias mais tensos é fundamental.
Me afastei dos tomates (não radicalmente) e passei por um loooongo tratamento de A.T.M. e até hoje uso a tal placa para dormir.
Mas vale a pena!
Já tem 3 anos (hoje 2016) que não sei o que é ver pontos de luz, menos ainda ter as enxaquecas.
Espero que esta matéria possa ter te ajudado, como um dia aquele jornal no semáforo me ajudou!
Você não vai curar a enxaqueca com aura, mas certamente pode se livrar dela!
A ATM causa enxaqueca com aura, com certeza.
Infecção alimentar causa enxaqueca com aura.
Estresse, tabagismo, forçar a mandíbula (esportistas como boxe e Kendô por exemplo) também pode causar enxaqueca com aura.
Mas você pode se livrar dela!
Mantenha a calma, controle a temperatura ao seu redor, não abuse do dipirona excessivamente, busque um neuro, faça uns exames e consulte um dentista especializado em ATM.
Acredito que você resolverá seu problema!
Mas não deixe para “um dia” fazer isso, a enxaqueca com aura pode deixar sequelas na visão e até causar derrame.
Vá em busca da causa! Tenho certeza que poderá viver feliz, saudável e sem as dores!
Resultado de imagem para CAUSAS E CONSEQUENCIAS DE TER A AURA COM FURO