segunda-feira, 16 de junho de 2014

DESPERTAR DO CONHECIMENTO - O que é Xamanismo?

O PODER DO XAMANISMO

O que é Xamanismo?













O  xamanismo é a mais antiga prática espiritual, médica e filosófica dahumanidade, uma forma de se ligar o espírito com o universo, despertando-nos para nossa consciência cósmica de espíritos universais e é parte da nossa herança com o mundo espiritual.
 O interesse pelas práticas xamânicas advém do contacto com outras realidades, da obtenção de auto-conhecimento, da busca de poder e desenvolvimento pessoal e da profundidade e rapidez dos seus resultados.
Através destas práticas, o indivíduo estabelece contacto com outros planos de consciência, a fim de obter conhecimento, equilíbrio e saúde. O Xamanismo propicia tranquilidade, paz, confiança em si mesmo, profunda concentração, estimula o bem estar físico, psicológico e espiritual.
O xamanismo não discrimina sexo, idade, raça ou doutrinas religiosas. Por esse motivo, está disponível a todo ser humano que esteja em busca de si mesmo ou de algo maior para sua completa realização, seja como essência, seja como desenvolvimento mental e espiritual nesta vida.
O  xamã pode ser homem ou mulher. É o mago, o curandeiro, o bruxo,  o médico,  o terapeuta,    o  conselheiro, o  contador  de  histórias,    o    lider espiritual, etc.
Ele  é  o  explorador  da consciência humana.  O praticante é levado  a  sair do torpor convencional, reconhecendo os seus limites,  a  sua limitada  visão pessoal do mundo, buscando um plano mais universal.
O dom que possuímos e que por muitas vezes não o desenvolvemos por preconceito ou simples desconhecimento, tornando-nos cada vez mais indefesos, enfraquecidos no mundo totalmente vulnerável e desgastante em que habitamos.
A prática do Xamanismo é um caminho espiritual de busca de conhecimento para além da realidade quotidiana, em harmonia com a natureza e com os ciclos da vida. As visões e experiências do praticante levam-no a uma expansão da consciência, possibilitando-lhe profundas transformações.
Através de um chamado interior ele vive um confronto existencial que o força a sair de uma zona de conforto, do falso brilho, da alienação.
Reforçando a coragem e a determinação, o praticante mobilizado por visões, introvisões e vivências, expande a sua consciência, podendo processar transformações de profundas proporções na sua vida. O xamanismo resgata a relação sagrada do homem com o planeta.
Praticar xamanismo é ir em busca da excelência espiritual, é enxergar a realidade    existente    por   trás   dos  conceitos,  é  se    harmonizar    com   as marés naturais da vida. É trilhar o Caminho Sagrado, atravessando os portais da mente, das emoções, do corpo e do espírito.
A premissa básica é o  reconhecimento que todos fazemos parte da Família Universal e tudo está interligado.
O praticante compreende o “Espírito Essencial” que está dentro dele mesmo, na   natureza  e em todos os seres. Ele sabe quem ele é , e  como    se relaciona com o Universo.
O reconhecimento do caminho da verdade vem da expansão da consciência e a compreensão que o verdadeiro poder está dentro de cada praticante, e provém do desenvolvimento de seus próprios dons.
Hoje, no Planeta, a vibração está mais alta do que nunca. As pessoas se preocupam cada vez mais com o autoconhecimento e fazem a sí mesmo uma pergunta : “O que eu realmente devo fazer na vida?”Nesta busca deparam-se com barreiras, seja com relacionamentos, trabalho, saúde, carreira  e  etc.
O maior obstáculo para o crescimento é a inércia, que cria a insensibilidade, pois priva o indivíduo de novas possibilidades, cria passividade com relação à vida. Cria falta de vitalidade, limita a criatividade e predispõe ao papel de vítima. A consciência se limita a fugir, a ter medo. A vítima fica sempre vivendo as sombras do passado e com medo do futuro.
As práticas xamânicas compelem a mente a viver dentro do coração, até que a mente ignorante seja destruída. Isso se manifesta quando o ser se revela espontaneamente. Na verdade, o antigo modo de viver acaba, abrindo caminho para um jeito mais consciente.