sábado, 8 de julho de 2017

SAÚDE E EQUILÍBRIO - Auriculoterapia - Tratamento para Vícios

Auriculoterapia - Álcool, cocaína, nicotina e heroína



Tratamento do vício em cocaína através de acupuntura auricular

Resultado de imagem para Auriculoterapia - Tratamento para Vicios

Avants e colaboradores realizaram um estudo controlado e randomizado cujos resultados indicam que a acupuntura auricular é uma terapia efetiva para a dependência de cocaína. Ainda que trabalhos preliminares houvessem relatado constatações similares, os estudos realizados até agora não puderam encontrar um benefício com esta terapêutica. Este trabalho, de bom esboço, apoia uma terapia não tradicional, para uma patologia para a qual não foram encontradas até agora boas soluções com os tratamentos convencionais.

A Acupuntura Auricular

Imagem relacionada

O uso de cocaína é um problema médico, científico e humanístico geral, independente de suas implicações estritamente médicas ou de saúde coletiva. Tem trazido consigo o desafio de encontrar uma cura possível. Por isso, mais além das teorias, os métodos e suas aplicações, existem poucos tratamentos realmente eficazes. Nenhum fármaco demonstrou ser útil nesta patologia e somente os tratamentos psicossociais tem demostrado alguma efetividade.

Devido à falta de tratamentos convencionais efetivos, estão sendo desenvolvidos, cada vez mais, tratamentos alternativos e entre eles aparece a acupuntura auricular.

Ainda que os primeiros estudos (não randomizados, não controlados) tenham indicado que a acupuntura poderia ser efetiva para tratar a dependência de cocaína, os estudos controlados realizados até agora não mostraram resultados positivos. A dificuldade em provar a eficácia desta terapêutica reside, em parte, na complexidade de avaliar esta modalidade de tratamento em estudos controlados.

Avants e colaboradores publicaram recentemente um estudo randomizado e controlado onde avaliaram a eficácia da acupuntura auricular para tratar a dependência de cocaína em pacientes viciados em cocaína e opióides, sob tratamento com metadona. Eles centraram seus esforços em formar grupos controle realmente válidos e assim sustentar os resultados. Para isto consideraram primeiro que as sessões de acupuntura fossem acompanhadas de momentos relaxamento, o que por si só pode ter um efeito terapêutico. Ademais, foi proposto que a inserção de agulhas pode ter um importante efeito placebo. Por isto, utilizaram-se dois grupos controles, sendo que em um foi realizada a inserção de agulhas em sítios inativos segundo os princípios da acupuntura. O outro grupo controle recebeu tratamento com sessões de relaxamento somente. 

Obteve-se como resultado principal (outcome primário) o consumo de cocaína durante o tratamento, detectado mediante a realização periódica de teste de detecção de metabólitos da cocaína, na urina dos pacientes. 

Neste estudo foram incluídos 82 pacientes dependentes de cocaína e opióides, pertencentes a um programa de tratamento de viciados em opióides que estavam em período de acompanhamento com metadona. Excluíram-se pacientes que tinham dependência a outras substâncias além da cocaína, opióides ou nicotina, os que estavam sob algum tratamento para a dependência de cocaína, os que haviam começado alguma medicação psiquiátrica nos 90 dias prévios ao início do estudo e os que haviam realizado algum tratamento com acupuntura no mesmo período. Os pacientes que assistiram a menos de 4 das 8 sessões iniciais e os que compareceram a menos de 1 sessão semanal foram catalogados como "de tratamento incompleto" e foram diferenciados para a análise dos resultados.

Dividiram-se os pacientes de forma randomizada (mediante um sistema informatizado) em três grupos, comparáveis em idade, sexo e porcentagem de HIV positivos:

- Grupo 1: recebeu acupuntura auricular. Nestes pacientes foram inseridas agulhas em 4 das 5 zonas auriculares especificadas pela National Acupunture Detoxification Association (NADA) (a zona simpática, a do pulmão, a do fígado e a shen men). Inseriam-se 3 a 5 agulhas de cada lado, que penetravam a cartilagem auricular de 1 a 3 mm. 

- Grupo 2 (controle): a estes pacientes foram inseridas agulhas porém em zonas inativas segundo o protocolo da NADA (sobre a hélix). As agulhas foram inseridas no subcutâneo (não penetravam na cartilagem).

- Grupo 3 (controle): neste grupo foram realizadas sessões de relaxamento mediante a utilização de música e vídeo.

Todos os pacientes realizaram os tratamentos diariamente (de segunda a sexta), em sessões de 40 minutos e durante 8 semanas. Os que recebiam tratamento com agulhas desconheciam se este era acupuntura ou não. Todos os acupunturistas eram profissionais experientes.

De todos os pacientes foram tomadas amostras de urina 3 dias por semana, e nelas procuravam metabolitos de cocaína (benzoileconin). Quando se encontravam mais de 300 ng/ml deste metabolito considerava-se que a amostra era positiva.

A idade média dos pacientes foi de 37± 6 anos, e 47% eram homens. Além disso, 44% eram de raça branca, 38% eram afro-americanos e 16% hispânicos. 93% do grupo 1, 100% do grupo 2 e 93% do grupo 3 haviam consumido cocaína na semana anterior ao início do estudo.

Dos 82 pacientes que iniciaram o tratamento, 63% (52 pacientes) completaram o esquema de 8 semanas: 46% do grupo 1, 63% do grupo 2 e 81 % do grupo 3. Os pacientes que realizaram tratamento com acupuntura completaram menos semanas de tratamento que os pacientes dos outros grupos. Não houve diferenças no estado prévio dos pacientes ou variáveis prévias que possam justificar o baixo nível de retenção do grupo que realizou acupuntura.

Analisaram-se os pacientes que começaram tratamento e comparou-se o tratamento com acupuntura com o de relaxamento (grupo 3). O primeiro tratamento foi associado de forma significativa à possibilidade de encontrar um teste de urina negativo (p=0.01, OR 3.41 95% CI 1.33-8.72). Comparando o tratamento com acupuntura com o grupo controle 2, a acupuntura foi associada também de forma significativa a uma detecção negativa para cocaína (p=0.05, OR 2.4 95% CI 1-5.75). Isto é, os pacientes que de forma randomizada haviam recebido tratamento com acupuntura segundo os princípios da NADA teriam maior probabilidade de apresentar ausência de metabólitos de cocaína na amostra de urina.

Dos pacientes que completaram as 8 semanas de tratamento, os que realizaram tratamento com acupuntura auricular tiveram mais amostras consecutivas negativas, comparados aos que fizeram tratamento de relaxamento (p=0.002) e tratamento com agulhas em sítios "inativos" (p=0.02). Os pacientes que completaram o tratamento de 8 semanas com acupuntura teriam mais probabilidade segundo a análise estatística de entregar três amostras consecutivas negativas na última semana de tratamento (54% do grupo 1, 25% do grupo 2 a 9% do grupo 3 p=0.01).

Segundo os resultados deste estudo a acupuntura auricular, realizada segundo os protocolos da NADA, leva a uma redução no consumo de cocaína. A efetividade desta terapêutica demonstra-se analisando os pacientes que iniciaram tratamento assim como aqueles que o completaram. Na avaliação dos pacientes que completaram a terapia foi evidenciado que a acupuntura auricular realizada durante 8 semanas produz uma abstinência significativamente mais prolongada e que estes pacientes têm mais probabilidade de apresentar abstinência ao terminar a terapia. 

Estes resultados são similares aos de estudos preliminares não controlados. Porém os estudos controlados realizados previamente não mostraram um benefício similar; isto pode dever-se ao fato dos controles dos outros estudos utilizarem sítios de punção próximos aos sítios ativos ou sítios que eram ativos para outras patologias e de ação desconhecida na dependência de cocaína. 

Avants e colaboradores se asseguraram que no grupo controle o tratamento foi administrado sobre sítios de punção realmente inativos. O outro fato que pode ter influenciado nos diferentes resultados deste estudo, é uma distinta avaliação do efeito placebo que têm os tratamentos com agulhas. O elemento mais valioso do estudo de Avants e colaboradores é a formação dos controles, com o qual os resultados adquirem solidez. Ademais, o método de randomização que foi utilizado e a detecção de consumo de cocaína de forma contínua e estrita, também outorgam valor a este trabalho.

As terapêuticas para o vício em cocaína são limitadas e de baixa efetividade. Por isto realizam-se esforços constantemente para buscar tratamentos alternativos. O fato de que um tratamento não pode ser incluído dentro da medicina tradicional, não significa que não devam ser empregados métodos tradicionais para demostrar sua utilidade. 

Avants e colaboradores sugerem mediante este estudo que a acupuntura auricular pode ser uma ferramenta de suma validade para tratar a dependência de cocaína. Esta técnica quase não tem efeitos adversos e pode-se realizar em quase todos os pacientes (inclusive os pacientes que não podem adaptar-se às técnicas psicossociais). Ademais é um tratamento de baixo custo e que pode ser feito em uma grande quantidade de pessoas simultaneamente. 

Porém este estudo tem várias limitações, não foi duplo cego, os acupunturistas conheciam o tratamento que recebia cada paciente e os pacientes conheciam parcialmente a terapia. De qualquer forma, comprovou-se durante o estudo que os pacientes acreditavam por igual nos tratamentos que recebiam. Mesmo que este tipo de estudo não tenha o mesmo valor que os estudos duplo cego é bastante difícil empregar esta modalidade para avaliar um procedimento. Talvez o ponto mais débil do estudo seja o baixo nível de retenção do tratamento com acupuntura auricular, apesar de não ter havido diferença na incidência de efeitos adversos entre os três grupos. De igual maneira o nível de retenção do tratamento com acupuntura encontrado neste estudo é similar ao dos outros tratamentos farmacológicos ou psicológicos do vício a cocaína.

Devem-se realizar esforços para encontrar métodos que aumentem o nível de retenção do tratamento com acupuntura auricular e aplicá-los em futuros estudos randomizados e controlados. 

Em resumo, os resultados deste estudo apoiam o uso de acupuntura auricular para tratar o vício à cocaína. De todas formas este estudo é complexo, tem pontos débeis devido às dificuldades metodológicas inerentes aos estudos controlados que avaliam procedimentos. Deverão ser realizados no futuro estudos mais vastos e que aperfeiçoem o rascunho para que a medicina atual possa aplicar sem pudor a acupuntura para o tratamento do vício a cocaína.

Álcool, cocaína, nicotina e heroína
- Shenmen (a porta divina) ponto mestre da acupuntura auricular, que diminui o ritmo cardíaco e elimina a ansiedade
- Sistema neurovegetativo, que relaxa os nervos, reduz a síndrome de pânico, melhora a digestão e auxilia o sistema respiratório
- Rins, que auxilia a reduzir as toxinas através da urina e está relacionado à restauração, ao rejuvenescimento e a um nível profundo de purificação e cura do sangue
- Fígado, que limpa o corpo de toxinas e está vinculado ao equilíbrio e à estabilidade emocional 


- Pulmão, um órgão nutriente que fortifica o sistema imunológico e facilita a respiração
Fumo Escola Chinesa
- Shenmen
- Ponto da Asma
- Diafragma
- Laringe e faringe
- Pulmão
Fumo Escola Francesa
- Ponto “O”
- Ponto agressivo
- Hélice ponto de 2 à 7
Alcoolismo Escola Chinesa
- Shenmen
- Ponto alcoólatra
- Estômago
- Pulmão
- Occipital
Obesidade Escola Chinesa
- Shenmen
- S.N.V.
- Estômago
- Pulmão
- Ponto Fome
Obesidade Escola Chinesa
- Olho
- Boca
- Estômago
- ID
- S.N.V
Obesidade Escola Chinesa
- Fome bilateral
- Estômago
- Pulmão
- Shenmen lado D
- S.N.Simpático
- Sede ou Víscio
Diurético Escola Chinesa
- Rim
- BP
- Pulmão
- Endócrino
Laxante Escola Chinesa
- IG
- BP
- TA
- Centro concha simba
- Pulmão

Tratamento de diferentes Doenças com o Ponto do Ápice da Orelha

A função do ponto auricular (Erjian MHN1O} é discutido neste trabalho e anamneses mostraram o tratamento eficaz de herpes zoster, conjuntivite aguda, febre alta, faringite e afonia pela sangria no apice da orelha com a agulha trifacetada são discutidos. Em cada caso o sofrimento do paciente foi aliviado dentro de poucos minutos.

Introdução


A auriculoterapia é microsssitema do corpo humano e a área de confluência dos doze canais primários. O ponto do ápice auricular é localizado no topo da helix. Com a metade posterior da orelha dobrada para frente, o pontoe localizado na parte mais alta da prega superior Sua ação é promover o Qi e a circulação de Sangue, limpar calor umidade e patogenos tóxicos, remover estagnação de Qi e sangue, resolver edema e aliviar a dor, É muito efetivo para doenças de cabeça e pescoço, especialmente aquelas caracterizadas pelo excesso de Yang, calor e dor.

Neste artigo, nós contamos algumas historias de casos de pacientes cujas desordens foram tratados pela sangria do ápice auricular com a tradicional agulha trifacetada usando o método de pinçar e beliscar. Com esta técnica, o ponto a ser tratado é pinçado entre o dedo polegar e indicador. Este ação isola o ponto e promove uma concentração venosa de sangue, que facilita o sangramento. O ponto a ser sangrado é limpo com 70% de álcool isopropilico e deixado secar naturalmente. O desconforto do sangramento pode praticamente ser eliminado através de uma inserção rápida para a profundidade superficial desejada de 0,05-0,1 cun.

Relato de caso 1- Herpes zoster


Um homem de 60 anos queixou-se de severa dor em queimação com vermelhidão em seu pescoço e atrás de sue orelha direita durante os últimos cinco dias. Ele tinha hipersensibilidade ao toque, anorexia e inquietação. Associado com os sintomas, inclui-se um gosto amargo na boca, um apetite ruim, garganta seca, constipação e urina escassa e escura. 

Sua maior preocupação era que ele tinha dormido mal durante cinco dias e noites. Sua condição não apresentava melhora após tomar medicação e seu amigo recomendou o para mim. No exame ele tinha pequenos aglomerados de bolhas cheias de um liquido claro, vermelhidão na ponta da língua e laterais com revestimento fino amarelado e pulso em corda e rápido. O diagnóstico foi herpes zoster e a Diferenciação de Síndromes foi calor umidade e patógenos tóxicos afetando os canais de fígado e vesícula biliar. Depois de rigorosamente esterilizado o ápice auricular com betadyne e álcool, piquei os pontos bilateralmente para deixar sair sete ou oito gotas de sangue. 

Ele imediatamente relatou que a maior parte das dores foi aliviada e que ele sentiu uma sensação de relaxamento em sua cabeça e pescoço. Em seguida sementes de Wang Bu Liu Xing (semente de Vaccaria) foram aplicadas em sua orelha esquerda nos pontos de fígado, vesícula biliar, pescoço, cabeça e shenmen da orelha e foram mantidas por sete dias. Quando ele visitou-me no dia seguinte, ele relatou que se sentiu muito melhor e havia tido cinco horas de sono profundo na noite anterior. Depois de mais um tratamento, sua doença foi curada.

Relato de caso 2: Conjuntivite aguda

Um homem de 35 anos que estava sofrendo de dor ocular e prurido nos olhos por dois dias. Ele tinha dor de cabeça, fotofobia, olhos vermelhos com secreção abundante pegajosa e amarela , dor em pontada, lacrimejamento e a sensação de um corpo estranho nos olhos, mas sua visão estava normal. A ponta da língua estava vermelha e seu pulso estava levemente em corda. O diagnóstico foi conjuntivite aguda e a Diferenciação de Síndromes foi vento calor afetando o canal do Fígado. O ápice auricular foi sangrado como descrito acima. Durante o tratamento, ele relatou que seus olhos estavam confortáveis e refrescados. Seguindo mais um tratamento no dia seguinte, ele estava curado.

Relato de caso 3: Febre alta

Um homem de 22 anos que tinha sofrido de febre por um dia. Ele tinha leves calafrios, dor em todo corpo, fraqueza, dor de garganta e um apetite ruim. A temperatura estava 40 C. A contagem de células brancas estava em 10.300 cel/mm . A sua língua estava vermelha com uma saburra fina amarela e seu pulso estava rápido e flutuante. O diagnóstico foi febre alta e a diferenciação foi Hiperatividade de Calor Perverso no Nível do Qi. Depois da picada do ápice para deixar sair sete ou oito gotas de sangue, ele instantaneamente sentiu-se mais confortável e sua dor de garganta tinha quase desaparecido. Sua temperatura caiu para 39,5 C e uma hora depois reduziu paro 38 C. Foi lhe dado Ban Lan Gen [Radix Isotidis seu Bophicocanthi) para que ele levasse consigo. Dois dias depois sua febre tinha desaparecido completamente.

Relato de caso 4 : Faringite

Um homem de 40 anos teve resfriado e subsequentemente sofreu de dor e coceira na garganta por duas semanas, acompanhado por uma secura na boca e tosse seca sem catarro. Sua garganta estava vermelha e suas amígdalas estavam inchadas. A ponta e as laterais da língua estavam vermelhas e seu pulso estava flutuante e um pouco rápido. O diagnóstico foi faringite e a Diferenciação de Síndromes foi vento e calor perverso no aquecedor superior. Depois da sangria no ápice, perfuramos uma mancha vermelha próxima ao Feishu (BI 3) e deixamos sair 3-4 gotas de sangue. Seguindo o tratamento, ele disse que sua dor de garganta tinha quase desaparecido. No dia seguinte a sua boca seca tinha se resolvido, ele apenas ocasionalmente tinha tosse seca, sua faringe estava ligeiramente vermelha e o inchaço nas suas amígdalas tinha reduzido. Picamos o ápice da orelha novamente e ele se recuperou totalmente.

Relato de caso 5: Afonia

Uma mulher de 26 anos tinha um frio por cinco dias e estava incapacitada de falar por dois dias, com a garganta dolorida e boca seca. Sua garganta estava vermelha sem inchaço das amígdalas. A ponta e lateral da sua língua estavam vermelhas e seu pulso estava flutuante. O diagnóstico foi afonia e a diferenciação (de síndromes) foi deficiência de pulmão pelo ataque de vento calor perverso. Depois de picar e sangrar o ápice da orelha, ela sentiu sua garganta fresca e confortável e poderia falar em voz baixa. Depois de mais um tratamento no dia seguinte, ela estava totalmente curada.

Discussão

A terapia auricular tem diversas vantagens em relação a acupuntura sistêmica, por exemplo a simplicidade, praticidade e fácil aceitação pelos pacientes. Picar e sangrar o ápice auricular é um método ideal para tratamento de algumas doenças da cabeça e pescoço causados pela invasão do corpo pela umidade calor, vento calor e patógenos tóxicos.
Durante o tratamento, atenção deve ser dada para os seguintes ponto.
1- Não tratar pacientes que estão fracos, em jejum ou em estados nervosos.
2- Não usar este tipo de tratamento para pacientes que sofrem de anemia, hipotensão, qualquer doença hemorrágica etc.

3- Durante o tratamento, certeza, precisão e velocidade são a chave para uma boa técnica.

4- Se um capilar distinto do ápice auricular é observado, seu sangramento ao invés de sangrar a localização mais convencional, pode produzir resultados dramáticos.

Jornal de Medicina Chinesa. Número 82. Outubro de 2006
Journal of Chínese Medicine (tradução autorizada)
Traduzido por Aline Saltão Barão, MSo, Acupunturista e Biomédica, Revisado por Dr. Reginaldo de C. S. Filho, Fisioterapeuta e Acupunturista
Fonte: Revista Medicina Chinesa Brasil