sábado, 8 de julho de 2017

DICAS TERAPÊUTICAS - MAÇÃ - ESSE ALIMENTO CURA

MAÇÃ - ESSE ALIMENTO CURA



Provavelmente, os frutos da árvore do bem e do mal de que fala a bíblia, não eram as maçãs. Não obstante, a cor vibrante da maioria das espécies, o sabor delicadamente ácido, o perfume inebriante e a forma peculiar renderam-lhe a fama de fruto da tentação.

Praticamente todo mundo pode e deve comer maçãs: 
diabéticos, inclusive, já que é pobre em açúcar.(http://www.cuidebemdevoce.com/livro-vinagre-de-mac.php)

Uma das mais completas frutas, sob o ponto de vista nutritivo, a maçã ativa a secreção das glândulas salivares e gástricas, facilitando a digestão. Seu conteúdo em celulose estimula o funcionamento intestinal, de onde provém a ação benéfica na prisão de ventre, sobretudo quando ingerida à noite, crua e com casca. De quebra, é poderoso remédio contra insônia.

Fortificante do sistema nervoso pelo conteúdo em fósforo, a maçã estimula o funcionamento do cérebro e predispõe ao sono tranquilo. 

Valor terapêutico


A maçã tem notáveis virtudes curativas. O próprio termo “pomada” teve origem nos ungüentos cicatrizantes à base de maçãs e azeite, já que seu nome antigo, conservado até hoje em alguns idiomas, era poma.

Às maçãs atribui-se a propriedade de dissolver cálculos biliares e renais. Sua ação opõe-se à formação do ácido úrico, que dissolve junto com outros venenos orgânicos. É, pois, depurativa do sangue.

Digestiva, é alimento inestimável na má digestão infantil. Crua ou assada é eficaz no combate às afecções das vias respiratórias. Graças ao seu conteúdo em ferro apresenta excelentes resultados na tuberculose, bronquite e asma. Caldo de maçã cura catarros pulmonares.

Garganta, coração e olhos são beneficiados

Outra indicação para o uso terapêutico da maçã é nas afecções da garganta em geral. Gargarejos do suco quente curam rouquidão. O suco de maçã age ainda contra difteria, febres, inflamações da bexiga e do aparelho urinário, catarros intestinais, transtornos da gravidez.

Maçãs em purê combate palpitações cardíacas. Inflamações dos olhos cedem com a lavagem duas vezes ao dia com algodão embebido em suco de maçã ácida. Alguns, para o mesmo problema, utilizam cataplasmas de polpa de maçã bem madura, aplicadas diretamente sobe os olhos (fechados, naturalmente) e fixadas com atadura, por uma ou duas horas.

Resultado de imagem para DICAS TERAPÊUTICAS - MAÇÃ - ESSE ALIMENTO CURA



Reumatismo e diarréia infantil

Cozidas, em forma de geléia, as maçãs dão excelente ungüento para dores reumáticas, podendo ser aplicadas livremente em fricções nas partes afetadas.

O uso terapêutico mais importante, no entanto, é na diarréia infantilEficaz no combate à prisão de ventre, a maçã singularmente é útil também no tratamento de diarréia. Basta usar maçãs maduras, descascá-las, tirar-lhes as sementes e raspá-las, obtendo assim um purê cru.

Cura de maçãs

Regime à base de maçãs é recurso dietético dos mais eficazes em várias enfermidades. Para realizar uma cura de maçã procede-se assim:

No primeiro dia, come-se um quilo da fruta repartido em várias refeições. Nos dias seguintes, aumenta-se progressivamente a quantidade, até chegar a dois ou mais quilos.

A duração da cura varia de alguns dias a duas ou três semanas. A quantidade, forma de preparo etc, depende da enfermidade a ser combatida. Nas curas prolongadas, acompanhamento médico ou orientação especializada é indispensável.

Nas disfunções intestinais

Na diarréia infantil pode-se dar, às crianças maiores de um ano, 4 colheradas do purê de maçã anteriormente explicado, a cada uma ou duas horas, ou 200 a 300 g cinco vezes ao dia. Tal dosagem corresponde aproximadamente a um quilo e meio por dia, como único alimento.

Quando o tratamento é para adultos, pode-se aumentar a quantidade para o dobro.

Apesar de ricas em água, o regime à base de maçãs não supre as necessidades orgânicas neste particular. É necessário dar ao doente água mineral ou infusões leves, adoçadas com mel.

Com a cura das maçãs, entre 24 e 72 horas cedem dispepsias (má digestão) agudas e crônicas, colite mucosa e disenteria. A temperatura baixa e as fezes recuperam a consistência normal.

O retorno à alimentação normal exige um período de transição em que as refeições devem consistir em torradas, caldos vegetais e queijo suave. Gradualmente, ao fim de dois dias, serão incluídos leite, verduras, frutas etc.

Outras enfermidades

Obesidade, reumatismo, gota, artrite, arteriosclerose, diabetes, sífilis, cálculos, albuminúria, dermatoses crônicas, enfermidades crônicas do sistema nervoso, especialmente debilidade nervosa, são outras tantas indicações para a cura de maçãs.

Garantindo total aproveitamento

A maior parte das vitaminas encontra-se imediatamente sob a casca, razão pela qual deve-se comer maçã crua e sem descascar sempre que possível (isto é, bem limpa e não contaminada quimicamente). Quando necessário descascá-la, pode-se fazê-lo com rapidez e em grandes perdas mergulhando-a em água fervente por um minuto.

Quando a ingestão de maçã crua for desaconselhável por algum motivo, pode-se consumi-la fervida, assada, em compota, levando em consideração que: assada a maçã perde água; fervida impregna-se dela; os minerais diluem-se na água; a vitamina A se perde em qualquer dos casos; as demais vitaminas se reduzem em três quartas partes - o açúcar da fruta (sacarose) também se perde, obrigando ao acréscimo de adoçante ao assá-la ou servi-la.

Ação da pectina

A pectina é substância gomo gelatinosa presente na casca da maçã e ao redor das sementes, que age beneficamente sobre toda a mucosa digestiva.

Na maçã madura transforma em ácido péptico e preservas suas propriedades antidiarréicas mesmo depois do cozimento. Age como emoliente (amaciante) das paredes do intestino, fixa e retém água e sais minerais. Grande conteúdo em tanino, também presente na maçã, atua como adstringente contra inflamação.

Introduzida na circulação do sangue, a pectina acelera o processo de coagulação, o que faz dela poderoso remédio para hemofilia.

Fruta versátil

Sais minerais e vitaminas, ácido málico, fermentos, tanino e pectina que entram na composição da maçã tornam-na largamente indicada no período pós-operatório imediato das cirurgias de estômago e intestino. O Dr. Flávio Rotman (A Cura Popular pela Comida) a chama de “fruta cirúrgica”.

Para emagrecer, alguns nutricionistas recomendam iniciar as refeições com uma maçã crua, bem mastigada. E bom lembrar que a maçã é uma das duas frutas que, segundo nutricionistas, podem integrar a mesma refeição em que se consomem hortaliças (a outra é o abacate).

A riqueza em tanino afaz da maçã tonificante das mucosas intestinais. Deve-se comê-la ralada, mastigando bem.

Água fervente sobre um punhado de cascas de maçã (frescas ou secas) proporciona infusão desintoxicante, benéfica nos transtornos artríticos. Uma xícara pela manhã e outra à noite auxiliam no combate ao reumatismo e à gota.

Crianças que comem regularmente uma maçã por dia estão eficazmente protegidas contra infecções.

Desjejum à base de maçãs

Müsli. Fortificante excelente constitui o desjejum à base de maçã, que os suíços chamam de müsli. O preparo é simples.

Deixa-se de molho durante a noite 1 colher de sopa de flocos de aveia em 3 colheres de sopa de água. Pela manhã adiciona-se o suco de meio limão, 1 colher de leite adoçado com mel e 1 maçã inteira crua, ralada com a casca. Mistura-se e polvilha-se com um pouco de nozes ou amêndoas trituradas. Deve-se ingerir em seguida para evitar oxidação.

Sopa Bircher. Também à base de maçã e recomendável para o desjejum, é o mingau ou sopa Bircher (de Bircher, médico alemão que o inventou).

Deixa-se a aveia de molho à noite, como indicado para o müsli, e na manhã seguinte acrescentam-se uma maçã crua, ralada com a casca, suco de meio limão, raspas de casca de limão ou laranja, 3 colheres de sopa de iogurte, 1 colher de sopa de uvas passas, 1 colherinha de chá de mel. Ocasionalmente, 1 ou 2 amêndoas ou nozes trituradas (substituíveis pela castanha-do-pará).

Imagem relacionada

Fonte:  http://www.vidaintegral.com.br/nutricao/macas.php

UM LIVRO  IMPERDÍVEL DA MEDICINA DOS POVOS QUE TODOS DEVEM TER EM SUA CASA:  "FOLK MEDICINE - O Guia Médico Vermontês para a boa saúde: Vinagre de maçã vivo, suas qualidades extraordinárias para a saúde e os segredos da Medicina Popular do Vermont" - Dr. D.C. Jarvis - O maravilhoso conhecimento herdados dos povos durante séculos de história: "Vinagre de maçã vivo dissolve sais carbonatados precipitados no corpo humano;  que são na verdade cristais mortais, à base de cálcio, principalmente, causadores de calcificação ou esclerose,  que provocam o endurecimento e desidratação dos tecidos e órgãos e consequentemente provocando inúmeras doenças; dependendo de onde se alojam. Tomando diariamente vinagre de maçã vivo, com água e mel ou somente com água,  esses cristais tornam-se solúveis em poucas semanas e o sistema excretor os elimina naturalmente. É uma das mais revolucionárias descobertas de todos os  tempos em medicina, porém, ignorada pela maioria das pessoas." Dr. D.C. Jarvis, repopularizou no mundo moderno os usos de  vinagre de maçã vivo. Ele pesquisou durante muitos anos, chegando a conclusões seguras e  revolucionárias sobre os benefícios de vinagre de maçã para a saúde e qualidade de vida.

©2013 Solange Christtine Ventura
http://www.curaeascesao.com.br