sábado, 8 de julho de 2017

DICAS TERAPÊUTICAS - Os Benefícios da Aveia para sua Saúde

Os Benefícios da Aveia para sua Saúde

Resultado de imagem para Os Benefícios da Aveia para sua Saúde
Um dos mais Importantes Alimentos Funcionais que existe; um Grão que é uma Verdadeira Benção da Natureza...
Os Benefícios da Aveia para sua Saúde
São tantos os benefícios já comprovados do Nutriente, que fica difícil descrever todos em apenas uma matéria...




















Introdução
Bastam 3 colheres por dia, ou meia xícara de chá, para controlar o colesterol e manter as taxas de açúcar no sangue sob medida. Ainda fortalece as defesas e afugenta os tumores.
Ela é o típico ingrediente que está no topo da lista de qualquer repertório dos Nutrólogos, ou dos especialistas em nutrição.
Foi um dos primeiros alimentos a receber o título de funcional – além de fornecer substâncias essenciais ao organismo, ela é capaz de prevenir um número considerável doenças.
As Pesquisas: O que já se sabe e as novas Descobertas
Centro de atenção dos pesquisadores, todos querem descobrir o que ela tem de especial. É versátil para o consumo, uma vez que pode ser misturada às saladas de frutas ou folhas; no preparo de massas para pães e biscoitos, nos mingaus e sucos, e outros.

Resultado de imagem para Os Benefícios da Aveia para sua Saúde

Entre os seus nutrientes, um merece destaque singular. Trata-se de uma fibra mais que especial denominadaBetaglucana[1], que depois de fermentar no intestino grosso é responsável pela a criação de moléculas que atuam no combate a microorganismos nocivos e também reduz o colesterol, dentre outros benefícios.
Um novo estudo da Universidade do estado de Iowa do Estados Unidos, realmente constatou a eficiência dessa fibra no combate aos microorganismos nocivos ao intestino e na redução do colesterol, não só inibindo a produção dessa gordura nociva, como também proporcionando a diminuição da obsorção desta pelo organismo, o que lhe rendeu o título de amiga das artérias.
Há estudos em andamento também sugerindo que o consumo regular do cereal serve para controle da pressão arterial, talvez devido à redução do colesterol.

Os Benefícios já Comprovados
Rica em fibras, a aveia é um item obrigatório de quem pretende conservar os níveis de açúcar no sangue sob controle. Isso mesmo, o cereal ajuda a evitar a sobrecarga de glicose e de insulina, o hormônio que leva os compostos açucarados para dentro das células. As fibras permitem que a glicose seja absorvida de maneira lenta e gradual, o que, por sua vez, regulariza a liberação de insulina.
Não é a toa que o cereal já é um forte aliado para quem sofre de Diabetes tipo 2, uma vez que suas fibras diminuem os picos de glicemia. Como ela prolonga o efeito de saciedade, o organismo entende que não mais precisa liberar glicose, o que ocorreria caso a pessoa ainda não se sentisse plenamente saciada, ou seja, com fome.
Dicas simples para consumo
A recomendação dos nutrólogos é consumir, no mínimo, três colheres de sopa de farelo de aveia por dia, algo equivalente a meia xícara de chá.
Vale polvilhá-lo sobre a salada de frutas ou de folhas, ou usá-lo no preparo de uma massa para bolos, pães ou biscoitos.
Se preferir, invista em quatro colheres de sopa da farinha obtida do cereal.
Mas os benefícios da aveia vão além de frear a obesidade e a Diabetes. As poderosas Betaglucanas contidas nela proporcionam um extraordinário papel em nosso sistema imune.
Pesquisadores constataram que esse tipo de fibra intensifica a ação das forças imunológicas, diminuindo a chance de sucesso das infecções.
Elas ainda modulam as células de defesa que estão envolvidas nos processos inflamatórios. Isso quer dizer que esse nutriente ajuda a impedir inflamações recorrentes – cenário ideal para o desenvolvimento de diversas doenças.
No cereal também encontramos vitaminas e minerais antioxidantes, ou seja, capazes de eliminar os radicais livres que danificam nossas células.

Apresentação do Cereal para o Consumo
Conheça a 3 principais versões para consumo e as características de cada uma.
  • Flocos: Trata-se do grão prensado integralmente – um processo que conserva seus principais nutrientes. Pode ser polvilhado sobre frutas, saladas e iogurtes. A versão de flocos finos – quando eles são submetidos à moagem – é tradicionalmente usada no preparo de sopas, mingaus e tortas.
  • Farelo: Esse tipo provém da camada externa do grão e, por isso, conta com a maior concentração de fibras Betaglucanas – são 9 gramas para cada 100 do farelo. Pode ser salpicado sobre um prato já pronto, sucos, ou ser misturado à massa de pães, bolos, biscoitos e outros.
  • Farinha: Costuma ser obtida da parte interna do grão e, assim, perde na porção de fibras para o farelo e o floco. É empregada principalmente nas receitas de pães, panquecas e bolos, e devido aos seus nutrientes, torna-se uma alternativa mais saudável à farinha de trigo, apesar do alto teor de Glúten de ambos.
Mas, Afinal de contas, o Que a Aveia Tem?
Conheça os ingredientes que tornam esse cereal tão importante e nutritivo.
  • Fibras: A aveia contém duas versões da substância: as insolúveis, que dão consistência ao bolo fecal, e as solúveis, ricas em Betaglucana, que, ao serem fermentadas no intestino, protegem o mesmo e diminuem o colesterol.
  • Vitaminas: Ela é reduto de vitaminas do complexo B - Niacina (Vitamina B3), Tiamina ( Vitamina B1) -, fundamentais para manter a saúde mental e a energia do corpo. Além disso, tem vitamina E, cuja ação antioxidante previne estrago às células causados pelos radicais livres.
  • Minerais: Ali vamos encontrar o Zinco, que também acaba com as colônias de radicais livres. Ainda temos silício, um mineral importante na produção de colágeno, aquela substância responsável pela firmeza e elasticidade da pele, e que mulheres e homens com mais de trinta anos começam a perder. Ele também fortalece unhas e cabelo. 
    Outros: Selênio, Ferro, Magnésio, Fórforo e Cobre.
  • Proteínas: É um dos grãos com maior valor protéico, disponibilizando nutrientes essenciais a diversos tecidos e funções do corpo. Nesse ponto, deixa concorrentes como o trigo a anos luz de distância.
E Ainda tem mais...
Os benefícios da aveia parecem não ter fim. Ela ainda é uma forte aliada na prevenção de tumores. Esse potencial vem justamente das heróicas fibras, que atuam na linha de frente na defesa do intestino. “Elas são importantes para eliminar compostos cancerígenos formados pelo nosso próprio organismo durante o processo de digestão das gorduras. Por se ligarem a essas substâncias, conseguem anular seus efeitos.”, justificam os especialistas.
Os Possíveis efeitos colaterais são mínimos...
Como o farelo da aveia causa saciedade, para os gulosos pode ser um tiro no pé.
Pode aumentar o volume da evacuação e provocar gases intestinais.
Casos raros de Dermatite de Contato (Coceira na pele em contato com o farelo) foram relatados em pessoas mais sensíveis.
AVISO: Os Celíacos deverão evitar o consumo pois o grão contém Glúten. Também já existe a variedade sem Glúten, basta procurar um pouco mais nas casas especializadas em produtos naturais.
Como o nutriente dá volume ao bolo fecal, o que facilita sua expulsão, permanece pouco tempo no intestino grosso, impedindo que os resíduos alimentares se acumulem e agridam suas sensíveis mucosas, o que reduz de forma significativa a chance de causarem lesões.
Mas isso não é tudo. Os cientistas já sabem da sua ação anticâncer, graças aos efeitos da Betaglucana. Experimentos realizados em vários países, Brasil inclusive, comprovam sua ação protetora do nosso material genético.
Age como um protetor do DNA. Isso diminui o risco de um gene sofrer mutação e, modificado, lançar suas sementes para a germinação de tumores.
Conclusão: O que você está esperando para adicionar imediatamente em sua dieta regular a ingestão de aveia?
Mas, aqui vale uma ressalva. E apenas lembrando aquilo que já foi dito anteriormente, A Aveia contém Glúten, desse modo, alérgicos ou intolerantes a esse tipo de agregado nutricional deverão evitar o consumo do grão, ou procurar pela variedade sem Glúten.

E por fim...

O site não se presta a fazer o papel do seu Médico, nem de prescrever medicações de qualquer natureza para qualquer tipo de patologia, mas apenas de servir como fonte de informação para seu esclarecimento.