segunda-feira, 19 de setembro de 2016

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - OS CHACRAS SÃO A FONTE DO MEU EQUILÍBRIO, EU SOU PURA ENERGIA.

EU E OS CHACRAS

Resultado de imagem para DESENVOLVENDO O CONHECIMENTO - Chakras e suas vibrações.


São em número de sete e possuem basicamente três funções: manter a vitalidade do corpo físico, desenvolver a consciência e receber e transmitir energia espiritual.
Os principais chacras do nosso corpo estão alinhados em sentido vertical: os cinco inferiores vão da base da coluna vertebral até o crânio, e os outros dois, ficam situados entre os olhos e o alto da cabeça.
Cada um dos chacras (centros de irradiação) possui ligações especiais com alguns órgãos do corpo e com alguns estados de consciência. Estes centros de energia cuidam do equilíbrio do corpo físico, intelectual, emocional, mental e espiritual do homem.
São eles:
Chacra coronário (sahrasrara): é o sétimo chacra e localiza-se no topo da cabeça. Dos sete básicos, é o mais importante, pois é responsável pela irrigação energética do cérebro. Quando bem desenvolvido, facilita a lembrança das projeções da consciência. Sua vibração de cor atuante é o branco. Na umbanda este chacra corresponde à vibração de Oxalá, sendo o melhor dia de absorção de influências a sexta-feira. Seu símbolo é a Flor de Lótus. Seus cristais de energização são: topázio imperial, cristal claro, diamante, quartzo turmalinado, quartzo rutilado e citrino.
Chacra frontal (ajna): é o sexto chacra e localiza-se entre os olhos e está ligado à glândula hipófise. È o responsável pela irrigação energética dos olhos. Quando em atividade, gera uma palpitação na testa, como se fosse um coração batendo.Sua vibração de cor atuante é o amarelo. Na umbanda este chacra corresponde à vibração das Senhoras (Oxum, Yemanjá, Yansã e Nanã) sendo seu melhor dia de absorção de influências o sábado. È também chamado “chacra da terceira visão”. Seu símbolo é a estrela de seis pontas. Seus cristais de energização são: sodalita, azurita, lápis lázuli, safira, fluorita e ametista.
Chacra laríngeo (vishuddha): é o quinto chacra e localiza-se na garganta e está ligado à glândula tireóide. É responsável pela irrigação da boca, garganta e sistema respiratório. É considerado um filtro que bloqueia as energias emocionais. Sua vibração de cor atuante é o vermelho. Na umbanda este chacra corresponde à vibração de Ibeji sendo seu melhor dia de absorção de influências o domingo. Seu símbolo é a lua crescente. Seus cristais de energização são: amazonita, turquesa, água marinha, turmalina azul e topázio azul.
Chacra cardíaco (anahata): é o quarto chacra e localiza-se no coração e está ligado à glândula timo. È responsável pela irrigação do coração e considerado um canal de movimentação das emoções, sendo o mais afetado pelo desequilíbrio emocional. Sua vibração de cor atuante é o verde. Na umbanda este chacra corresponde à vibração de Xangô sendo seu melhor dia de absorção de influências a quarta-feira. Seu símbolo é a cruz. Seus cristais de energização são: malaquita, esmeralda, turmalina verde, quartzo rosa, turmalina rosa e rodocrosita.
Chacra umbilical ou solar (manipura): é o terceiro chacra e localiza-se no plexo solar. È responsável pela irrigação do sistema digestivo. Quando é bem desenvolvido, facilita a percepção de energias. Sua vibração de cor atuante é o alaranjado. Na umbanda este chacra corresponde à vibração de Ogum sendo seu melhor dia de absorção de influências a terça-feira. Seu símbolo é o círculo. Seus cristais de energização são: citrino, topázio, pirita, pedra da lua e olho de tigre.
Chacra esplênico (swadhistana): é o segundo chacra e localiza-se na região do baixo-ventre. È responsável pela irrigação dos órgãos sexuais e também pela vitalização do feto em formação. Sua vibração de cor atuante é o azul . Na umbanda este chacra corresponde à vibração de Oxossi sendo seu melhor dia de absorção de influências a segunda-feira. Seu símbolo é o triângulo. Seus cristais de energização são: rubi, pedra da lua, ágata vermelha, âmbar e olho de tigre.
Chacra raiz ou básico: é o primeiro chacra e localiza-se na base da coluna e está ligado às glândulas supra-renais. È responsável pelo estímulo direto da energia e circulação do sangue. Sua vibração de cor atuante é o violeta. Na umbanda este chacra corresponde à vibração das Almas sendo seu melhor dia de absorção de influências a segunda-feira. Seu símbolo é o quadrado. Seus cristais de energização são: turmalina negra, obsidiana, ônix, quartzo fumê, granada e cristal turmalinado.
Se prestarmos atenção quando uma entidade aplica passes, ela geralmente o faz tocando nos pontos de posicionamento dos chacras. Os passes nada mais são que uma forma de transferência de energias para equilíbrio dos centros de força do ser.
Cada um dos sete chacras básicos tem uma afinidade maior com uma das sete vibrações originais e uma das sete linhas de umbanda, mas nenhum pertence exclusivamente a um só Orixá. Em cada encarnação eles assumem padrões diferentes de energia, pois encarnamos para aprender e vivenciar novas experiências.
Resultado de imagem para DESENVOLVENDO O CONHECIMENTO - Chakras e suas vibrações.

Chakra Coronário



O sétimo e último chakra é localizado bem no centro de nossa cabeça, é nosso laço com as forças superiores, o nosso canal divino que sempre busca a paz. Quando este chakra está bem sua energia é como uma cascata derramando-se por todo o corpo, muito lindo. Quando em equilíbrio proporciona a consciência cósmica, sabedoria e inspiração. Quando em desequilíbrio proporciona a desmotivação, depressão, desânimo e o bloqueio.
Rege: glândula pineal, aperte superior do cérebro, espiritualidade, meditação e expressões superiores do ser humano.
Quando for meditar posicione suas mãos cruzadas, somente com os dedos mínimos apontados para a frente e os polegares cruzados apontando para o alto, enquanto se concentra pronuncie o mantra: NG ( pronuncia-se MNNNNNNNG).
Algumas Caracteristicas Do Chakra Coronário

CHAKRA CORONÁRIO
Nome Sânscrito: SAHASRARA
Localização: No topo da cabeça
Cor: Violeta e Branco
Corpo: Eletrônico
Elemento: Todos os elementos
Zodíaco: Capricórnio, Peixes, Saturno e Netuno
Planetas: Nenhum
Funções: Revitaliza o cérebro
Cristais: Alexandrita, Ametista e Diamante
Padrões Positivos: Percepção além do tempo e do espaço, Abre a consciência para o infinito
Padrões Negativos: Alienação, Confusão, Depressão e Falta de Inspiração

Chakra Frontal



O sexto chakra também conhecido como chakra frontal, tem como função a concentração, memorização, percepção, intuição, para os projetores astrais este chakra é de suma importância pois, permite melhor discernimento e maior facilidade para tarefas como clarividência e mediunidade, também tem forte conexão com nossa consciência. Localizado entre os olhos, ligado a hipófise, quando em equilíbrio da todos os sentidos anteriores. Quando em desequilíbrio dá dores de cabeça, falta de concentração e problemas de visão e audição por dar regência aos orgãos: Visão, Ouvidos, Nariz, parte inferior do cérebro, memória, sistema nervosa e glândula pituitária.
Para melhor comunicação desse chakra, deixe os dedos meio eretos, um tocando no outros e os outros dedos se encostando pela parte do meio das três dobras que o dedo dá, os polegares se tocam nas palmas apontando para parte mais inferior do peito, enquanto se concentra com o movimento das mãos feitos repita o mantra: OM (se pronuncia OMMMMNN), ou AUM (se pronuncia AUMMMMMNN).
Algumas Caracteristicas Do Chakra Frontal

CHAKRA FRONTAL
Nome Sânscrito: AJNA
Localização: Entre as sobrancelhas
Cor: Azul Índigo (violeta escuro)
Corpo: Causal
Elemento: Luz
Zodíaco: Sagitário, Aquário e Peixes
Planetas: Mercúrio, Vênus e Urano
Funções: Revitaliza o sistema nervoso e Visão
Cristais: Azurita, Lápis Lazuli e Quartzo
Padrões Positivos: Concentração, Devoção, Intuição, Imaginação, Realização da alma e Sabedoria
Padrões Negativos: Dores de cabeça, Falta de concentração, Medo, Problema nos olhos, Pesadelos e Tensão


Chakra Laríngeo



Para nossa liberdade de expressão dependemos sem dúvidas do nosso quinto chakra, o laríngeo ou chakra da garganta, como disse antes ele irá nos fazer expressarmos bem, mostrar nossos sentimentos mais facilmente, retirar inibições e fará nós, nos tornarmos mais simples ao verbalizarmos nossas ideias. Ligado à tireóide tem muito contato com o metabolismo corporal. Quando em equilíbrio dá eloquência, comunicação e expressão. Quando em desequilibrio proporciona a falta de comunicação, isolamento, repressão, dificuldade de representar suas ideias.
Rege os orgãos: Pulmões, brônquios, cordas vocais, garganta, tireóide, boca, nariz e ouvidos.
Para equilibrar este chakra você pode fazer o moviemento meditativo que é somente você cruzar os dedos no interior de sua mão e encostar as pontas dos polegares no alto, formando um buraco redondo, enquanto se concentra e pronuncia o mantra: HAM( se pronuncia: RÃÃÃÃÃMMMNN)
Algumas Caracteristicas Do Chakra Laríngeo
CHAKRA LARÍNGEO
Nome Sânscrito: VISHUDDHA
Localização: Garganta
Cor: Azul claro
Corpo: Mental Superior
Elemento: Éter
Zodíaco: Gêmeos, Touro e Aquário
Planetas: Marte, Vênus e Urano
Funções: Som, Vibração e Comunicação
Cristais: Aquamarina, Lápis Lazuli, Sodalita, Turqueza e Topaz azul
Padrões Positivos: Comunicação, Criatividade, Conhecimento, Honestidade, Integração, Lealdade e Paz
Padrões Negativos: Depressão, Ignorância e Problemas na comunicação

Chakra Cardíaco



É local onde você sente aquela dorzinha quando tem uma relação encerrada, ou um sentimento ferido, o chakra cardíaco é responsável pelo amor incondicional de cada ser, é nele que se localiza a mais linda e pura essência do ser, onde não existem mentiras mas sim verdade do que você realmente é! Ligado ao timo tem função essencial na vida de todos, saúde, vitalidade são condições dispostas por este centro de força. Quando em equilíbrio fornece capacidade de perdoar, vontade de estar em grupo ou com amigos, tolerância, espírito de equipe, compaixão, paz. Quando em desequilíbrio os sintomas comuns são: raiva, irritação, ódio, problemas cardíacos, depressão, dores no peito e angústia.
Regente dos órgãos: timo, sangue, coração, pulmão e sistema circulatório.
Para a abertura de tal chakra basta se concentrar em sua localização, sinta-o, imagine ele começar a brilhar cada vez mais, com as mãos separadas, de pernas cruzadas, ponha o dedo indicador encostado no polegar e toque o meio do peito, e a outra mão(direita) com a mesma forma dos dedos, so que relaxada em cima do joelho, enquanto entoa o mantra: YAM(pronuncia: IÃÃÃÃÃÃÃMMMMNNN).
Algumas Caracteristicas Do Chakra Cardíaco
CHAKRA CARDÍACO
Nome Sânscrito: ANAHATA
Localização: Coração
Cor: Verde e Rosa
Elemento: Ar
Zodíaco: Leão e Libra
Planetas: Sol, Vênus e Saturno
Funções: Energiza o sangue e o corpo físico
Cristais: Esmeralda, Jade verde, Quartzo e Turmalina verde ou rosa
Padrões Positivos: Amor incondicional, Compaixão, Equilíbrio, Harmonia e Paz
Padrões Negativos: Desequilíbrio, Instabilidade emocional, Problemas de coração e circulação

Chakra Plexo Solar



Cinco centímetros acima do umbigo está localizado o terceiro centro de força, ligadodiretamente a energia emocional, domina os sentimentos. Tem conexão direto com o nosso alter-ego, tendo uma importância um tanto quanto relevante em nosso processo energético. Quando em equilíbrio proporciona força de vontade, determinação, poder. Quando em desequilíbrio os sintomas mais comuns são: enjoôs estômacais, falta de vontade, arrogância, irritação, medo, ódio e distúrbios alimentares.
Os órgãos que rege são: estômago, fígado, sistema nervoso, vesícula biliar e sistema digestivo.
Para resolver problemas quanto a abertura faça o mesmo exercício anterior, concentre-se no chakra e o imagine pulsando e brilhando cada vez mais, una as mãos e cruze os dedos na altura do estômago e um pouco abaixo do pulmão, enquanto ecoa o mantra: RAM( a pronuncia correta é RÃÃÃÃÃÃMMMNNN).
Algumas Caracteristicas Do Plexo Solar

CHAKRA DO PLEXO SOLAR
Nome Sânscrito: MANIPURA
Localização: Centro do Peito
Cor: Amarelo
Corpo: Emocional
Elemento: Fogo
Zodíaco: Leão, Sagitário e Virgem
Planetas: Sol, Júpiter, Marte e Mercúrio
Funções: Digestão, Emoções e Metabolismo
Cristais: Âmbar, Olho de Tigre e Ouro
Padrões Positivos: Auto controle, Autoridade, Energia, Humor, Imortalidade, Poder pessoal e Transformação
Padrões Negativos: Medo, Ódio, Problema digestivo e Raiva

Chakra Esplênico



Localizado 4 a 5 centímetros abaixo do umbigo o chakra esplênicotambém conhecido como chakra sexual, possuí a maior concentração de energia dos sete centros de força, é nele que reside a criatividade, o desejo e o amor pela terra. Quando em equilíbrio produz energia sexual para as mulheres, está diretamente relacionado com a mediunidade, e quando em desequilíbrio proporciona problemas sexuais, problemas no sistema urinário, no útero, e problemas de coluna, os sintomas mais perceptíveis são: possessividade e ciúmes em exagero.
Tem regências dos órgãos: baço, órgãos sexuais ou sistema reprodutivo.
Caso tenha problemas na abertura coloque as mãos em cima de suas pernas cruzadas, sendo que a mão esquerda fique em baixo da mão direita, e que os polegares se encostem, assim formando uma espécie e buraco ovalado, enquanto se concentra na localidade do chakra pronuncie o mantra: VAM( se pronuncia VÃMMMMMMMMMNNN).
Algumas Caracteristicas Do Chakra Umbilical

CHAKRA ESPLÊNICO
Nome Sânscrito: SVADISTHANA
Localização: Umbigo
Cor: Laranja
Corpo: Duplo Etérico
Elemento: Água
Zodíaco: Câncer, Libra e Escorpião
Planetas: Lua, Vênus, Marte e Mercúrio
Funções: Força e Vitalidade física
Cristais: Âmbar, AventurinaCarnélia e Coral
Padrões Positivos: Assimilação de novas ideias, Dar e Receber, Desejo, Emoções, Mudanças, Prazer, Saúde e Tolerância.
Padrões Negativos: Confusão, Ciúme, Impotência, Problemas da bexiga e Problemas Sexuais.



Chakra Básico



Também conhecido como chakra base o chakra raiz tem função de conexão com a terra, localizado na base da coluna vertebral, nos liga a energia da terra, se você se sente seguro, firme, forte, parabéns teu chakra raiz esta plenamente aberto. O chakra raiz esta relacionado com as pernas e os instintos básico, como a sobrevivência. Em equilíbrioproporciona o bem-estar físico, ligação com a terra e vitalidade, nos homens equilibra a sexualidade. Em desarmonia provoca raiva irritação, pânico, desânimo, impotênciasexual, constipação e medo de viver.

Rege os órgãos como: Aparelho reprodutor, espinha, membros inferiores, rins, irriga osórgãos sexuais e ajuda na assimilação das energias vindas da terra.
Caso você tenha problema com o chakra raiz, um ótimo modo de abri-lo é meditando e praticando um mantra específico para abertura do mesmo. Toque a ponta do dedo indicador com a ponta do polegar, concentre-se no chakra raiz, imagine uma luz, entre o ânus e o aparelho reprodutor começar a brilhar, e enquanto você pronuncia o mantra: LAM(se pronuncia: LÃÃÃÃMMMMM).

Algumas Caracteristicas Do Chakra Básico

Nome Sânscrito: MULADHARA
Localização: Base da espinha
Cor: Vermelho
Corpo: Físico
Elemento: Terra
Zodíaco: Áries, Marte, Touro e Escorpião
Planetas: Nenhum
Funções: Traz vitalidade para o corpo físico
Cristais: Obsidiana, Quartzo fumê, Rubi e Turmalina Preta
Padrões Positivos: Coragem, Estabilidade. Individualidade, Paciência, Saúde, Sucesso e Segurança.
Padrões Negativos: Insegurança, Raiva, Tensão e Violência.

Chakras e suas vibrações.

Resultado de imagem para DESENVOLVENDO O CONHECIMENTO - Chakras e suas vibrações.

Tudo é vibração, e tudo é impermanente, pois tudo está o tempo todo em movimento. Nossa mente também é movimento, e movimento precisa de harmonia para criar eficiência. Harmonia é ritmo. Assim, afinamos nossa mente como afinamos um instrumento musical, até que ela funcione em harmonia e emita um "som afinado".

Perguntem a um audiófilo como deve ser a colocação das caixas de som de um home teather. Os graves ficam melhor se estiverem embaixo, sem concorrência sonora, enquanto os médios e agudos são melhor percebidos se atingirem diretamente o ouvido (direcionados pra linha do ouvido, nem mais alto, nem mais baixo). O conjunto final é harmonioso, completo, pois o TODO (que é a sala) vai estar imerso nas mais diversas faixas sonoras, sem que uma elimine a outra (diversas freqüências ocupando o mesmo lugar no espaço, que é mesmo princípio pelo qual temos sobreposto ao nosso corpo físico o corpo Etérico e o Astral).

Assim, aquele que sabe manipular a vibração pode transformar as coisas ao seu redor, ou quem sabe até CRIAR. Toda oração é invocação ou chamado. Toda palavra/som, primeiramente influi no corpo de quem o emite, e só depois alcança seu objetivo externo. É por isso que tudo que desejamos (e pela palavra cristalizamos) para o próximo, a nós mesmos estamos desejando. De toda palavra inútil teremos que prestar conta. Nossa palavra é nossa lei.

Os mantras são palavras ou sons especiais, que se criam por meio do ritmo e da nota-chave de cada pessoa. O íntimo (Atman), de acordo com nossos pensamentos e aspirações puras, pode nos dar a verdadeira pronúncia das palavras sagradas. O poder magnético da palavra humana é conhecido pelos estudiosos do oculto. Por isso, dar nome a uma pessoa é definir sua vibração magnética exterior, é entregar seu destino a uma ou mais potências ocultas (dar nome a um filho, então, é um ato de extrema responsabilidade, pois é como dar um selo energético para toda aquela encarnação da pessoa).

Nossa mente trabalha com as mais diversas faixas vibratórias (freqüências), até porque nosso corpo foi criado para captar e processar todas essas energias. Esses receptores são os chakras, que só são visíveis por sensitivos (pois ficam no corpo etérico). Eles captam as energias que nos circundam no etérico, astral e mental e, como um transformador, "convertem" pra um padrão que o corpo possa assimilar.

Informações mais "sérias" podem ser encontradas nos livros de Leadbeater e Blavatsky, então vou só falar por alto: chakra (roda, em sânscrito) é um centro de Força, que gira como uma roda, captando e irradiando energia como um vórtice, ou, de forma mais poética, como uma galáxia microscópica. Muita gente acha que os chakras são apenas 7, como no desenho abaixo, mas praticamente cada poro do corpo é correspondente a um chakra no corpo etérico (também chamado de "duplo etérico").

Esses chakras são interligados por uma vastíssima rede de canais, chamados nádis, que por sua vez estão ligados às glândulas endócrinas do corpo físico. Os nadis principais são chamados de Ida (Vai da narina esquerda ao chakra básico. Qualidades: Frio, introspectivo, feminino, yin) e Pingala (Vai da narina direita ao chakra básico. É uma energia ativa, masculina, yang), por onde descem o prana captado pela respiração (que é o meio mais normal de se abastecer de prana, mas não o único).

Elas partem de um ponto entre as sobrancelhas (Kutasha - Do sânscrito o ponto mais alto. É o equivalente ao terceiro olho e um ponto importantíssimo para práticas de clarividência) e descem pelo corpo até o chakra básico, onde fica em estado latente a energia Kundalini (do sânscrito enroscada, por isso - e pelo perigo de se controlá-la - se compara a Kundalini a uma serpente). Muito se fala sobre os perigos da ativação da Kundalini, e não sem razão. É preciso haver uma "maturidade energética" para que o corpo etérico desenvolva o canal Sushumna, que é por onde vai ascender a Kundalini.

Se esse canal não estiver pronto, a energia descontrolada irá subir pelos nadis Ida e Pingala, que não foram feitos para agüentar uma energia tão forte (equivalente a ter energia de alta tensão correndo por fios caseiros) e poderá trazer seqüelas, desarmonia, doenças, etc. Além do "corpo", é preciso equilibrar a mente, pois a ascensão da Kundalini simboliza o encontro do Céu com a Terra, a energia Criadora, sutil, Divina, que vem do chakra coronário, com a energia Criadora e poderosíssima da Mãe Terra: pensamento e ação em perfeita harmonia.

Claro que qualquer desequilíbrio provocará um mal. O excesso de energia sutil poderá atrapalhar o funcionamento do corpo em certas funções, o que é ruim, mas resolvível, enquanto o excesso da Kundalini irá afetar logo a mente, o que é bem mais difícil de solucionar, podendo trazer conseqüências danosas. É por isso que os verdadeiros Mestres não incentivam o desenvolvimento da Kundalini de forma artificial, e sim pela vivência e aprendizado, pois este é um processo natural (evoluir é o nosso destino, mas cada um a seu tempo).

O espectro visível da luz é decomposto em sete cores primárias, e o que define essas cores é a sua freqüência de ondas (vibratória). A freqüência mais alta - violeta - "vibra" com mais intensidade, ou seja, tem movimentos de onda muito mais rápidos (pois o comprimento de onda é mais curto, fazendo com que mais ondas aconteçam num menor espaço de tempo). O inverso é verdadeiro para a freqüência mais baixa - vermelho. Na matéria densa, sabemos que quanto mais sutil o seu estado, maior a velocidade de movimento das moléculas.

Tomemos por exemplo o gelo, que tem uma velocidade de moléculas mais baixa do que a água em estado líquido, e esta, por sua vez, possui uma freqüência mais baixa do que as moléculas de vapor. Como vemos, quanto mais rápida é a velocidade das moléculas, mais "sutil" e sem forma se torna a matéria. Cada chakra "decodifica" uma certa freqüência (e cada uma delas é necessária ao bom funcionamento do corpo), e o que os clarividentes vêem são cores. Então, o chakra que trabalha com as energias mais densas (Muladhara) fica na parte inferior do corpo, e vibra na cor vermelha. Vejamos todos os chakras principais, da freqüência mais alta à mais baixa:

Cor - posição - Nome sânscrito - tradução - bija mantra
violeta - coronário - Sahashara - Lótus de Mil pétalas - Sem mantra
índigo - frontal - Ajña / Agnya - Comando - OM
azul celeste - laríngeo - Vishuda - Purificador - HAM
verde - cardíaco - Anahata - Inviolável - YAM
amarelo - plexo solar - Manipura / Nabhi - Cidade da Jóia - RAM
laranja - umbilical - Swadsthana - Morada propícia - VAM
vermelho - Base da coluna - Muladhara - Raiz / Suporte - LAM

Wagner Borges explica: "No corpo físico há órgãos especializados para cada sentido: os olhos, para ver; os ouvidos, para ouvir; e assim por diante. No campo astral, entretanto, não é esse o caso. As partículas do corpo astral estão fluindo e girando constantemente, como as da água fervente: em conseqüência, não há partículas especiais que permaneçam continuamente em qualquer dos Chakras. Pelo contrário, todas as partículas do corpo astral passam através de cada um dos Chakras.

Cada Chakra tem a função de despertar um certo poder de resposta nas partículas que fluem nele; um dos Chakras faz isso com o poder da visão, outro com a audição, e assim por diante. Conseqüentemente, nenhum dos sentidos astrais está, estritamente falando, localizado ou confinado a qualquer parte do corpo astral. É, antes, o conjunto das partículas do corpo astral que possui o poder de resposta.

Um homem que desenvolveu visão astral usa portanto qualquer parte da matéria de seu corpo astral para ver, e assim pode ver igualmente os objetos que estão à frente, atrás, acima, abaixo e de ambos os lados. O mesmo se dá com todos os outros sentidos. Em outras palavras: os sentidos astrais estão ativos em todas as partes do corpo.

Não é fácil descrever o substituto da linguagem por meio do qual as idéias são astralmente comunicadas. O som, no sentido comum da palavra, não é possível no mundo astral - não é possível, aliás, mesmo na parte mais alta do mundo físico. Não seria correto dizer que a linguagem do mundo astral é a transferência de pensamento: o máximo que se poderia dizer é que se trata da transferência de pensamento formulada de maneira particular. No mundo mental, um pensamento é instantaneamente transmitido à mente de outro sem qualquer forma de palavras; portanto, nesse mundo, a linguagem não é o que importa, absolutamente.

Mas a comunicação astral fica, por assim dizer, a meio caminho entre a transferência de pensamento do mundo mental e a fala concreta do mundo físico; ainda é necessário formular em palavras o pensamento. “Para esse intercâmbio é necessário, portanto, que as duas partes tenham uma linguagem em comum”.

Referência: "O corpo astral" de Arthur Powell; Caminhos de luz (chakras); Música, meditação e iluminação; História da música Indiana

Resultado de imagem para DESENVOLVENDO O CONHECIMENTO - Chakras e suas vibrações.