domingo, 11 de março de 2018

DICAS TERAPÊUTICAS - TUDO SOBRE ÓLEOS ESSENCIAIS AFRODISÍACOS....

Óleos Essenciais Afrodisíacos


Resultado de imagem para DICAS TERAPÊUTICAS - TUDO SOBRE ÓLEOS ESSENCIAIS AFRODISÍACOS....

Perfumes, cheiros, aromas…. sabemos como podem mexer com as nossas emoções, trazendo a tona lembranças e sensação de bem-estar e prazer.
Com o Dia dos Namorados chegando, nada melhor do que estimular o olfato do seu amor com óleos essenciais afrodisíacos, que aumentam a libido e despertam a sensualidade. Você pode utilizá-los diluídos em óleos ou cremes para massagem, em banhos de imersão ou para aromatizar o ambiente.
Conheça abaixo os 7 óleos essenciais afrodisíacos:

Ylang-Ylang: seu aroma adocicado e forte não agrada a todos, mas é considerado um dos mais poderosos óleos essenciais afrodisíacos, já que desperta a sexualidade, estimulando às pessoas para o contato físico (excelente para os tímidos). Porém, o uso excessivo pode causar queda de pressão e o efeito será o contrário do esperado.
Cravo e/ou Canela: aromas quentes e estimulantes, renovam a sua energia. Devem ser bastante diluídos, pois podem provocar queimaduras se utilizados diretamente na pele.
Rosa e/ou Gerânio: favorecem a aproximação e o afeto. Agradam em cheio o olfato feminino, assim, abuse desses óleos essenciais se você quiser agradar a mulher de sua vida! Cleópatra, a mais famosa rainha do Egito Antigo, já se beneficiava dos poderes afrodisíacos da rosa.
Jasmim: muito utilizado para aumentar a sensação de confiança, otimismo e euforia. Aquece e relaxa o corpo. Famosos perfumes, como o Channel nº5, utilizam o óleo essencial do jasmim em sua composição.
Baunilha: o aroma quente e doce é reconfortante e estimula você a soltar a sua imaginação.

ESSÊNCIAS DO PRAZER:



Muitos óleos essenciais e chás são afrodisíacos em razão de suas propriedades hormonais. Óleos essenciais como a sálvia esclaréia, ylang-ylang, rosa e gerânio podem ser úteis neste sentido para as mulheres.

A sálvia esclaréia, por possuir em sua composição química alto teor (acima de 3%) de esclareol, pode ser empregada no tratamento de desordens menstruais pois equilibra as taxas de estrógenos da mulher.
Sabe-se que os animais e o homem utilizam-se de substâncias químicas conhecidas como feromônios, que são liberados no suor e são os principais fatores de atração sexual entre si.

Os feromônios são elementos-chave no relacionamento e podem, apesar de não serem percebidos conscientemente, determinar a escolha do parceiro. O efeito dos feromônios sobre as pessoas é tão forte que em experiências feitas com meninas internas em colégios de freiras e que manifestavam desarranjos menstruais, todas tiveram uma redução perceptível destes problemas ao passarem a estudar em colégios onde mantinham contato com meninos, ou seja o feromônio do sexo oposto.

Empresários norte-americanos, tendo como base este conhecimento, têm borrifado sobre lingeries, revistas e outros produtos femininos o feromônio masculino que, inconscientemente, atrai as mulheres e as faz gastarem mais com tais produtos. Certos óleos essenciais possuem compostos que imitam os feromônios, causando efeito semelhante sobre as pessoas. Alguns exemplos são o aipo (principalmentre planta), cominho (todos), ylang ylang I e completo, os jasmins e o benjoim do sião.

A região do hipotálamo no cérebro recebe um número considerável de neurônios olfativos e libera diversos hormônios que passam para a pituitária, induzindo-a a segregar por exemplo, os hormônios que governam e controlam os ciclos sexuais dos mamíferos. Isto permite se entender o efeito dos feromônios masculinos sobre o sexo oposto. Alguns óleos, como o Jasmim, são considerados estimulantes da pituitária, isso por seus compostos conseguirem atravessar o cérebro chegando até esta glândula. Não somente a pituitária é atingida, mas também o glândula pineal.

Chegando lá, muitos destes compostos ao serem metabolizados liberam oxigênio e causam um estímulo destas glândulas, o que faz com que elas produzam mais de alguns de seus hormônios como a serotonina. Muitos deste hormônios, como o exemplo da serotonina, terão efeito sobre a sensação de prazer do indivíduo, o que acaba facilitando o orgasmo. Mas o efeito não é somente num sentido afrodisíaco, na vida diária estes óleos podem ser utilizados também para tratar de distúrbios depressivos, falta de auto-confiança, apatia, etc.

É possível que alguns óleos que estimulam no inconsciente uma sensação de sensualidade podem ter este efeito associado a estímulos hormonais destas glândulas. Óleos como a canela e o cravo, que sempre foram tidos como afrodisíacos, agem na verdade como estimulantes da circulação e aquecedores. Esta sensação pode favorecer, aumentando o apetite sexual dos parceiros e a excitação, mas ainda não é o fator principal de estímulo, pois sem desejo (atração) a canela ou o cravo de nada adiantam. O princípio ativo na canela que age como estimulante é o aldeído cinâmico.

Certos óleos essenciais que trabalham a autoestima e a vaidade das pessoas, acabam agindo indiretamente como afrodisíacos. No passado, as grandes rainhas, a exemplo de Cleópatra, utilizavam largamente os aromas para manterem sua beleza e sentirem-se mais sensuais. Os óleos possuem propriedades úteis dentro da cosmética contra o acne, pele envelhecida e na diminuição de rugas, o que explica este seu efeito sobre a beleza pessoal. Se nos sentimos internamente satisfeitos com nossa aparência, este estado se refletirá externamente em nossa vida e com toda certeza interferirá sobre nossa parte sexual-afetiva. Óleos como a rosa, ylang ylang (flores na foto ao lado), sândalo e gerânio são bons neste caso.

Assim, podemos ver que os óleos essenciais agem como afrodisíacos de maneira indireta, atuando tanto quimicamente no organismo, quanto em nível psicológico sobre as pessoas. Suas diferentes formas de utilização neste sentido vão desde a inalação, a banhos e a massagem, sendo também úteis na forma de perfumes ou quando empregada a planta, na forma de chá.

Sugestões:

  • Para a mulher: Rosa, Gerânio, Ylang-ylang, Jasmins, Pau rosa, Cravo da Índia, Casca e Folha de Canela, Néroli, Íris (Orquídea), Folha de Mandarina, Gerânio.
  •  Para o homem: Noz-moscada, Patchouli, Casca e Folha de Canela, Cravo da índia, Jasmins, Vetiver, Cedro, Cominho, Aipo, Mace, Baunilha, Gengibre, Benjoim do Sião, Chocolate (Cacau) e Sândalo, Tabaco.
 

Óleos Essenciais Afrodisíacos