quarta-feira, 3 de maio de 2017

DESPERTANDO A CONSCIÊNCIA - Auto-imagem: Como anda sua auto-estima?

Auto-imagem: Como anda sua auto-estima?


É muito comum encontrar pessoas com um padrão de auto crítica elevado que vai minando a auto-estima e comprometendo até mesmo a saúde. Esse padrão é criado ainda na infância, quando os pais criticam constantemente seus filhos, na tentativa de educá-los: 'não faça isso', 'isso é errado', 'que coisa feia', notas baixas de novo?', 'está fazendo tudo errado', e assim por diante.

Eventualmente os pais não precisam mais fazer esse papel e aprendemos direitinho a nos punir e continuar esse modelo mental de criticar a nós mesmos durante a vida. Apenas pare um momento e perceba se, talvez, não esteja sendo muito duro consigo mesmo e deixando de dar-se a permissão de errar, para continuar seu desenvolvimento.

Certo dia, me sentindo um pouco triste e desmotivada, tive a intuição de parar um pouco para pensar nisso. Comecei a refletir a fim de entender de onde estavam surgindo essas sensações e logo notei que estava sendo muito impaciente comigo, sem respeitar meu tempo de aprendizado e era como se aquelas vozes da minha infância ainda estivessem presentes na minha cabeça, repetindo as crenças que foram adotadas naquele período.

Assim que me tornei consciente, a sensação foi sumindo, as vozes se calaram. Estava de volta no controle da minha experiência. Respirei fundo e fiz um exercício de gratidão, para comigo mesma, meu corpo, minha mente, minha alma, e fui percebendo o quanto deixamos de nos dar esse amor e atenção de que tanto precisamos, e como essa simples ação pode mudar rapidamente nossa energia.

Imagem relacionada

As vezes não temos consciência desses padrões, mas uma forma fácil de identificá-los é começar a prestar atenção a como você fala de si para outras pessoas. Que imagem você procura passar aos outros? 'Eu não consigo...,eu não posso...,nada dá certo na minha vida..., etc.'

Se prestar atenção a um bezerrinho quando nasce, ele já sai andando, se alimenta sozinho, em poucas horas tem autonomia sobre sua vida. Mas nós, seres humanos, somos mais complexos e ao nascer levamos muito mais tempo para alcançar essa autonomia. Só para andar leva em média 1 ano. Não conseguimos nos alimentar sozinhos e somos totalmente dependentes.

Quais são as crenças que você está alimentando? Talvez sinta que precisa ser perfeito o tempo todo, que não pode errar, que tem que ser de uma determinada maneira e assim por diante. Perceba todos os "Tenho que´s" da sua vida. Se você "tem que" ser, ter, fazer algo, é provavelmente uma crença implantada que gera esforço e desgaste, além de estar em desalinhamento com sua essência.

Portanto, cuide de si com o mesmo amor que cuidaria de uma criança que está aprendendo a dar os primeiros passos. Vão haver quedas, erros, tropeços, mas respeite o seu tempo e pare de se auto flagelar, por não estar ainda onde gostaria. Já dizia Renato Russo: "Temos nosso próprio tempo...", portanto ame-se profundamente por estar trilhando esse caminho de auto-descobertas e curta a jornada, aproveite cada passo que der na direção dos seus sonhos. Cada pedaço da nossa vida é importante e cheia de presentes. Comece a abrir os seus!

Resultado de imagem para O PODER DA INTUIÇÃO - Cura Intuitiva: Deixando sua alma promover a saúde

Terapeuta Holística
Coach Metassistemica