terça-feira, 18 de abril de 2017

SAÚDE E EQUILÍBRIO - 11 Formas de Melhorar o Funcionamento do Sistema Linfático

 Melhorando o Funcionamento do Sistema Linfático 


Resultado de imagem para SAÚDE E EQUILÍBRIO - 11 Formas de Melhorar o Funcionamento do Sistema Linfático


Sinta-se bem com dicas simples!
 
O sistema linfático, ou linfa, é um sistema composto por glândulas, gânglios linfáticos, pelo baço, timo e pelas amígdalas. Este banha as células no nosso corpo e transporta os resíduos excretados pelas células dos tecidos para o sangue, onde pode ser filtrados por dois órgãos de desintoxicação: o fígado e os rins.
Este líquido é composto pelos subprodutos resultantes de alguns processos corporais, tais como: medicamentos, drogas ilícitas, toxinas de cigarro, poluentes do ar, aditivos alimentares, pesticidas entre outras toxinas.
Cerca de 80% das mulheres têm um sistema linfático lento. Contudo, quando este começa a fluir normalmente, pode conduzir a perda de peso fácil e ao aumento do bem estar.

 

 
Se sofre de lesões, excesso de peso, celulite, transtornos de dor como artrite, bursite, dores de cabeça ou outros, um sistema linfático lento pode ser a principal causa. Aqui estão 11 maneiras para por a sua linfa a funcionar normalmente:

1. Respire profundamente. Os nossos corpos têm 3 vezes mais linfa do que sangue, contudo não existe nenhum órgão para bombeá-la. O sistema linfático depende da acção do bombeamento da respiração profunda para ajudá-lo no transporte das toxinas no sangue antes de serem desintoxicadas pelo fígado. Inspire oxigénio e expire as toxinas.
2. Mantenha-se activo. exercício também garante o bom funcionamento da linfa. Um exercício indicado é saltar num mini trampolim, melhora drasticamente o fluxo de linfa. Alongamentos e exercícios aeróbios também funcionam bem.
3. Beba muita água. Sem água suficiente, a linfa não pode fluir correctamente. Para garantir que a água é facilmente absorvida pelas células adicione sumo de limão fresco.
4. Esqueça os refrigerantes. Estas bebibas estão carregados de açúcar, de corantes e conservantes que são uma  adição de toxinas que sobrecarrega e manipula o sistema linfático.
5. Coma mais fruta crua com o estômago vazio. As enzimas e os ácidos das frutas são um poderoso antioxidante da linfa. Comê-los com o estômago vazio melhora a digestão e traz grandes benefícios. A maioria das frutas são digeridas em 30 minutos e rapidamente ajudam qualquer pessoa a sentir-se melhor.
6. Coma bastantes vegetais verdes para obter a clorofila suficiente que ajudará a purificar o seu sangue a a linfa.
7. Coma sementes e nozes cruas e sem sal. A ingestão destes alimentos melhora o funcionamento do sistema linfático graças aos ácidos gordos contidos na sua composição. Escolha avelãs, amêndoas, nozes, sementes de girassol e sementes de abóbora.
8. Beba alguns chás de ervas que ajudam a melhorar o funcionamento do sistema linfático, como astrágalo ou equinácea. Consulte um ervanário ou um especialista em medicina tradicional antes de combinar duas ou mais ervas, se está a tomar medicação ou se sofre de algum tipo de doença. Não consuma estas ervas se está grávida ou em período de aleitamento, sem antes consultar um especialista.
9. Elimine a pele morta antes do duche com uma escova de cerda natural. Massage o corpo em movimentos circulares, desde os pés até ao torso e dos dedos das mãos até ao peito, ou seja, a mesma direcção em que a linfa circula.
10. Alterne entre duches quentes e frios durante alguns minutos. O calor dilata os vasos sanguíneos e o frio obriga à sua contracção. Evite esta terapia se tem alguma patologia relacionada com a pressão sanguínea ou se está grávida.
11. Faça uma massagem suave. Estudos indicam que uma massagem suave pode colocar em circulação até 78% da linfa estagnada, libertando as toxinas armazenadas no corpo. Pode também fazer uma massagem de drenagem linfática. Seja qual for a sua escolha, certifique-se que é uma massagem suave para obter os efeitos desejados de estimulação da linfa.






Adaptado de 11 Ways to Boost Your Lymphatic System for Great Health por Michelle Schoffro Cook