sábado, 30 de julho de 2016

POESIAS, PENSAMENTOS, REFLEXÕES - EM SILÊNCIO MEUS PENSAMENTOS TE BUSCAM

Instante mágicos


Venha alguém que me explique
porque insisto na loucura de bordar sonhos
com o teu nome inscrito na lembrança
E embora sabendo que a ternura
é a mãe de todas as loucuras
que não mede nem cores, nem distâncias
que encurta as ausências
e tem no coração o motor e a sua alavanca
Que mesmo assim venha alguém
que me explique
porque me sinto despida
que nem uma criança
quando não tenho a tua mão a embalar-me o sono
a transpirar na minha
a mover músculo de encontro a músculo
a dançar na minha
a entrelaçar-se na minha
Alguém que me explique
porque uma coisa tão simples como uma mão
me faz tanta falta
e aconchega tanto…

AUTOR DESCONHECIDO