segunda-feira, 25 de abril de 2016

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - ENTENDEDO O CARMA - VENCENDO O CARMA - DECRETO DE LIBERTAÇÃO

DECRETO DE LIBERTAÇÃO 



“Eu (digam seus nomes completos), um Anjo de Luz, encarnado em Terra, para viver as experiências que o Todo precisava, estou neste momento, dentro desta energia, dentro deste Amor que aqui vibra, procedendo à minha libertação. 

Eu quero, agora, assumir a minha Divindade. Eu quero, agora, viver para o Espírito, na alegria, na felicidade, na abundância e na prosperidade. 

Estou ciente de que dores, tristezas, angústias, solidão e pobreza são ilusões. São ilusões que fazem parte da dualidade. 

Eu, um Arcanjo de Luz, tenho em mim toda a Luz do Universo. E assim sendo, eu quero assumir a minha maestria, a minha Luz e, toda a potencialidade do que Eu Sou.

Eu Sou o que Eu Sou.

Eu Sou o que Eu Sou.

Eu Sou o que Eu Sou.

E para confirmar tais intenções e verbalizações que estou a fazer aqui e agora, peço a minha Divina Presença que se acople comigo e juntos dizemos: 


Eu quebro todos os votos que eu tenha feito em qualquer uma de minhas vidas, qualquer voto que seja contrário a Divindade que Eu Sou. 

Eu elimino os votos de pobreza, de solidão, de castidade, de servilismo, de humilhação, de escravidão ou quaisquer outros votos que eu não tenha aqui na dualidade conhecimento, mas que a minha Divina Presença o sabe.

Autorizo também, aos Mestres de Luz, aos coordenadores e condutores deste trabalho, que através da minha Divina Presença, realizem em todos os meus corpos interdimensionais, a retirada de chips, implantes, amarras, cristalizações, que estejam no momento dentro do Plano Divino e da Harmonia Cósmica. 


Eu quero viver na Terra aquilo que é meu por Direito Divino. 

E para isto peço que a minha Divina Presença me tome em Seu colo, me coordene e conduza minha vida. 

Eu agradeço a todos os Mestres, a todos os Seres que estejam realizando este serviço, e neste momento irradio do meu Coração, da minha Chama Trina gloriosa, focando no centro desta sala, criando e potencializando uma grande energia, que estes Mestres vão estar direcionando a todos os Seres de todas as dimensões, de todos os universos, de todas as galáxias, que estiverem necessitados de ajuda e que o solicitaram.

Eu Sou o que Eu Sou.

Eu Sou o que Eu Sou.

Eu Sou o que Eu Sou.

Solicito a minha Divina Presença que mantenha acoplamento comigo, me ajude na abertura da minha Luz, da minha Divindade e a quebra de votos que realizei seja permanente e irreversível.

Meu Coração irradia gratidão por esta oportunidade de harmonização e cura.”

Em Amor a vocês,

Eu Sou Ashtar Sheran


Fonte: Blog FRATERNIDADE DOS SETE RAIOS



RESGATANDO O CARMA ANCESTRAL




Carma ancestral é a herança hereditária que herdamos de nossos antepassados.  Infelizmente quando pensamos em nos libertar do carma, o fazemos apenas em relação dos eventos negativos do passado a nível pessoal. Não é bem assim, pois temos dividas cármicas com antepassados ( avós, bisavós, tataravôs, etc), enfim, toda a arvore genealógica, como se não fosse suficiente apenas o carma individual. 

Carma pessoal e carma ancestral: como resolver esta dupla pendência? Como você encontrará seus antepassados para trabalhar as questões pendentes? Dívida requer pagamento, senão a justiça prende e executa. 

Existem escolas filosóficas que tratam deste assunto, mas foi através da Astrologia Cármica e Cabalística que pude compreender que todos nós, mesmos separados pelas distâncias dos milênios, estamos todos unidos e presentes pela força dos nossos pensamentos, nossas lembranças, e principalmente da nossa herança genética. Herdamos as mais diferentes patologias, os gens, mas também herdamos o carma, esse que nos acompanha, gruda na pele como ciclete. 

A energia destas interações cármicas ainda pode ter enormes efeitos sobre nossas vidas. O carma acumulado é um peso muito grande, um fardo que carregamos e não sabemos como controlar. O carma coletivo da humanidade é um polvo com tentáculos gigantescos mergulhados na febre do consumo. 

A grande maioria de nós já nasce com conflitos pessoais e familiares que se transformam em infecções incontroláveis. Não nascemos dentro de uma família por acaso. Temos um propósito e é nosso dever equilibrar e cumprir com esse propósito. 

Acredito que cada um de nós tem consciência do seu carma individual e ancestral. Desentendimentos com pais, filhos, cônjuges, parentes mais próximos, brigas, fatalidades são indicativos de pendências que estão se repetindo e nada fazemos para resolver. Deixamos sempre para depois e escondemos a poeira debaixo do tapete. 

O carma é uma responsabilidade da alma, uma situação que ainda não foi resolvida. É um desafio. 


INDICATIVOS DE LIBERAÇAO DO CARMA PESSOAL E ANCESTRAL: 

Pela Astrologia Cármica Saturno identifica o carma pessoal imediato a ser trabalhado; por exemplo: Saturno na casa 6 representa um Carma de Saúde; se estiver retrógrado, a identificação é que o problema de saúde é genético. 

E o carma ancestral? Você conhece através dos signos dos familiares e a localização na Casa Zodiacal. Ex.- se o seu filho é do signo de Leão, e se estiver na casa 9, esse carma é de ordem espiritual e lhe convida a orientá-lo no melhor caminho a seguir em termos de filosofia de vida e religião, principalmente se Netuno também estiver retrógrado, que é um indicativo de uso de drogas, bebidas, fumo etc. Pode não ser um vício próprio do filho, mas de algum ancestral que desencarnou e era usuário de drogas e anexou essa tendência na pessoa. 

Se você é do signo de Câncer, o seu carma é com a família, e essa família vem de longas eras.

Uma outra maneira de resgate cármico é mergulhar fundo na Missão que foi confiada por Deus. Mergulhar fundo significa agir, ação, realização, sair da acomodação e ir para a arena, para a luta por um mundo melhor. O que fizemos está feito, mas ainda há tempo para reparar o plantio, adubar as mudas para que nasçam viçosas e gerem sombra e frutos. 

"Carma não é punição, mas, acima der tudo, uma oportunidade para aprender. Este planeta é uma enorme escola e nossa tarefa é aprender e crescer.  Uma vida dura e difícil não é um castigo, mas uma oportunidade de desenvolvimento. 

A graça divina pode suplantar o carma. A graça divina é a intervenção sagrada, uma mão amorosa descendo do céu em nosso auxilio, para diminuir nossas dificuldades e sofrimentos. 

Estamos aqui para aprender e amar, e não para sofrer"/ Dr. Brian Weiss). 

Um outro ponto de vista: A questão é: 


QUEM É ESSE ANCESTRAL QUE ANEXOU UMA TENDÊNCIA NOÇIVA NO DESCENDENTE? 

A pergunta que não quer calar é: QUEM SÃO OS NOSSOS ANTEPASSADOS? O QUE ELES FIZERAM? O QUE APRONTARAM? QUAIS APARÊNCIAS ELES TINHAM? ONDE ELES ESTÃO AGORA? Você conhece seu avós, bisavós, tataravôs...? É provável que conheça a linhagem mais próxima, daí prá trás fica mais difícil. 

O Carma Ancestral ou o Carma da Linhagem Familiar, sangue, o DNA, a hereditariedade. Hereditariedade é a herança genética, ou seja, o atributo energético que se anexou ao DNA e passa de geração em geração. É a arvore genealógica, nossos ancestrais desde eras milenares que passaram até os dias de hoje. 

A informação que vou transmitir para vocês é importantíssima para a compreensão dessa questão de herança genética. Antes, uma pergunta? O que eu tenho a ver com as dívidas cármicas dos meus antepassados? O que eu tenho a ver com o pecado de Adão e Eva? Faz sentido você e eu, todos nós pagarmos pelo que os outros fizeram? O que você acha? 

NÓS SOMOS, NA GRANDE MAIORIA DAS VEZES, NOSSOS ANTEPASSADOS ( BISAVÓS, TATARAVÓS, ETC.), ENFIM, SOMOS AS REENCARNAÇÕES  DELES. 

Então , você não vai resgatar carma de ninguém, é de você mesmo! Não faz sentido você pagar carma alheio. Ninguém paga dívida do vizinho. A afirmação  não é minha, é lá do alto, da JUSTIÇA DIVINA, dos Mestres Ascensionados . 

O Tribunal Divino  é perfeito e se fundamenta na Balança do Equilíbrio e da Justiça. Em outras palavras, sua linguagem sanguínea, a sua árvore genealógica é a linhagem de suas vidas passadas, de você mesmo. Isso significa afirmar o seguinte: 

CARMA ANCESTRAL É CARMA DE VOCÊ MESMO! 

Quando você reencarna, na grande maioria  das vezes vem para a mesma família, outras vezes muda de linhagem para aprender novas lições em diferentes ambientes. 

Quero contar uma história verdadeira que aconteceu na minha família: tenho uma neta de 7 anos, do signo de Leão, cuja estrela principal é REGULUS. Certo dia perguntei a ela: "o que você fazia lá na sua estrela antes de nascer?"- Sabe o que ela respondeu? 

- “ EU ESCOLHIA UMA MÃE PARA NASCER.” 

São esses ensinamentos sábios que só a alma de uma criança tem para dizer. Ela é a reencarnação de uma pessoa muito querida que desencarnou não faz muito tempo, e que agora voltou. Simplesmente voltou para a mesma família! 

Deus não escreve certo por linhas tortas, não, Deus escreve certo por linhas certas, nós é que não entendemos o mecanismo celeste. E assim é.

O Fim do Karma 

Partindo da idéia inicial de que o carma é criado em algum ponto do continuum da nossa existência, por uma perda energética causada por um trauma ou, mais especificamente, por um acontecimento que tenha gerado sentimentos de baixa frequência, é natural que ao transmutarmos esse tipo de vibração, eliminemos a sua consequência. 

Para exemplificar, tomemos uma pessoa que em algum ponto do espaço e do tempo, passou pela experiência da perda de todos os seus bens materiais. 

Essa pessoa pode encarar o fato de duas maneiras diferentes e consequentemente, pode optar por dois futuros diferentes. 


Normalmente, de acordo com a ética vigente até então, a perda é encarada de uma maneira muito negativa e causa muito desgosto e medo, fazendo com que grande quantidade de energia se desprenda do corpo energético e fique paralisada naquele acontecimento. 

Nesse caso, a pessoa em questão, pode se sentir extremamente injustiçada e vitimizada, ficando incapaz de ter um afastamento crítico e de mudar seu julgamento sobre a situação. É então que se cria o carma negativo, que nada mais é, do que a necessidade de restaurar a integridade do corpo energético, formado com a energia de mais alta vibração, que é o amor. 

Essa necessidade se cria a partir do momento em que acontece a perda de energia devida ao trauma. Forma-se então um "buraco" no nosso corpo emocional que é onde ficam gravadas todas as nossas experiências e esse vazio vibra com freqüência muito mais baixa do que a da nossa energia original. 

O protagonista do nosso exemplo vai ficar atraindo situações parecidas até que seu ponto de vista mude e ele passe a encarar o fato vivido, apenas como mais uma experiência da qual se pode aproveitar sempre alguma lição. 

Quando há a mudança de enfoque sobre acontecimentos vistos como "negativos", a energia que possa ter se perdido, volta a seu lugar de origem e o carma desaparece, pois o caminho da unidade é retomado e a vibração do amor é restaurada, voltamos para a nossa integridade primitiva. 


Os espíritos puros ou virgens que passaram e ainda passam pela Terra, são todos isentos de carma porque estão livres da dualidade do bem e do mal, possuem uma visão superior da vida e não tecem julgamentos, aceitam todos os acontecimentos igualmente, aproveitando toda oportunidade como degrau para o auto-desenvolvimento. 

São chamados virgens por estarem na Unidade de sua energia, vibram na freqüência mais alta e não abandonaram "pedaços" ao longo das encarnações. 

Têm consciência plena de suas múltuplas dimensões e da sua ligação íntima com o Divino. 

Suas mensagens e testemunho são sempre de amor, tolerância e compaixão, sentimentos que nos reconectam com a Totalidade. Quando o Planeta se prepara para realizar mais um salto quântico, é essencial que a Humanidade se conscientize da necessidade de uma mudança de ponto de vista. 

O aumento da vibração da Terra tem que ser acompanhado por nós humanos, ou seja, o Ser que não se sintonizar com as novas freqüências, fatalmente estará impedido de "ascender". 

É imprescindível que reintegremos toda a energia que deixamos para trás, em outras vidas e mesmo nessa, para que nossos corpos sutis e mesmo nosso corpo físico, agüentem a mudança vibracional. 

Não podemos seguir em frente, com nosso corpo emocional incompleto energeticamente. 



Usando uma analogia física: quando um elétron muda de órbita, ele absorve um quantum de luz equivalente à diferença energética entre as duas órbitas, a antiga e a nova. Conosco, ocorrerá a mesma coisa! Se não estivermos com a soma de toda a energia que trouxemos inicialmente para a nossa vida tridimensional, mesmo com a absorsão do quantum adicional, não conseguiremos atingir a quantidade de "luz" necessária para a ascensão. Nesta nova etapa, não haverá mais carma. 

Os aprendizados poderão ocorrer sem sofrimento, a vida na Terra será encarada como um período de experiência voluntária, como, na verdade, sempre foi. 

Esses conceitos deixarão de ser simples conhecimento, passarão a ser incorporados e sentidos como verdade absoluta. 

Estaremos vivendo como humanos sem esquecer de nossa origem divina e de nossas várias dimensões espalhadas pelo Universo. 

Poderemos finalmente, nos ver livres de todo medo para usufruir de toda a alegria e prazer que esse maravilhoso Planeta tem para nos oferecer e que fazem parte da nossa natureza Divina. 


Márcia Caminada Física e pesquisadora, especialista em Metodologia da Pesquisa e do Ensino Superior, sócia-diretora da Empresa IMD Consultoria, onde realiza pesquisas e estudos nas áreas de agricultura, fontes alternativas de energia e indústria química. marciacaminada@hotmail.com                             www.epidauro.com.brcomo ganhar dinheiro na internet

Por Márcia Caminada