domingo, 24 de abril de 2016

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - Aguaí, a semente milagrosa dos índios - CONHEÇA O NONI E SEUS BENEFÍCIOS

Sabedoria milenar mostra que temos a cura pra todos os males, basta nos voltarmos pra natureza




AGUAÍ também conhecida como coração de Jesus, semente elétrica, chapéu de napoleão,Jorro-jorro, Patuá de Santo Inácio é uma planta ornamental que pode medir de três a dez metros de altura seu nome científico é Cryssophyllum lucumifolium.

A semente emite vibrações que podem ser captadas pelos processos radiestésicos, pois ela emite uma vibração contínua que pode ser medida pelo pêndulo (Radiestesia) ou aurômetro (um aparelho usado para medir a energia dos corpos).

Segundo o Dr. Smith, adepto da macrobiótica e da filosofia oriental, essas sementes protegem as pessoas de doenças e vibrações negativas.

Pesquisando e estudando ele chegou à conclusão que, realmente a ela emite uma energia positiva principalmente quando usada constantemente em contato com a pele humana.

Segundo ele os resultados são surpreendentes no que tange as doenças alérgicas, renais, rinites, asma e já constatou inúmera curas.

As sementes emitem uma vibração contínua que protege o corpo do seu portador, servindo de couraça contra doenças e devolvendo ao homem o equilíbrio psíquico e o bem-estar físico.

A energia emanada pelas sementes produzem em nós um equilíbrio
completo auxiliando na resolução de conflitos internos, protegendo e ajudando a recuperar a saúde e inclusive cooperando na cristalização de riquezas garante o médico Henrique Smith professor da Universidade de São Paulo.




Essas sementes não podem ser ingeridas de forma alguma pois são tóxicas. 

Depois de muito tempo estudando as sementes de Aguaí ele as partiu e verificou que dentro de seus invólucros continha de cada lado duas amêndoas separadas por uma membrana e perfazendo um total de quatro amêndoas interligadas ao meio por uma película fina que parecia uma foto célula que interligava as amêndoas.

Obsrvou que cada amêndoa tem sua vibração própria e o conjunto das quatro vibrações somam-se num total a uma vibração que é caracterizada de Yang ou Yin. Thevetina-A Yang, Thevetina-B Yin, que são glicosídios usados pela medicina como cardiotônicos para o coração.

Se dentro de uma amêndoa contiver a Theventina A, a mesma produzirá energia Yang e por outro lado contiver a Theventina B, produzirá uma energia YIN.

O que ainda é incompressível é que colocou duas sementes Yang, juntas bem encostadas uma a outra e ao medi-las com o aurômetro a energia que delas emanavam era feminina Yin, a mesma transformação aconteceu quando coloquei duas sementes Yin juntas, a energia se transformou em energia masculina Yang e quando essas mesmas semenes separadas não perderam sua característica de origem.

Ele também constatou que não devemos usar as sementes aleatoriamente, pois se estivermos totamente yin, teremos que usar por algumas horas duas sementes Yang até que comece a aflorar a energia yin, ao contrario se estivermos totalmente yang. Após ter aflorado a energia faltosa usaremos as sementes Yang e Yin juntas.

Segundo o Dr. e professor Massuo Jorge Kato da Universidade de São Paulo, que analisou no Laboratório de Espectromia de emissão Atômica, a estrutura molecular dos glicosídeos que a semente continha afirma que é possível que as substâncias que contém a semente seja absorvidas pela pele devido a alta solubilidade de seu invólucro.

Assim a semente junto com o corpo se constituiria numa espécie de administração das mais eficientes, resultando num fluxo constate de glicosídeos cardiotônicos na dose correta.

Segundo o Dr. João Lacerda com experiências realizadas no Museu Nacional do Rio de Janeiro percebeu-se que as duas theventinas quando usadas oralmente são igualmente tóxicas e tem ação rápida sobre o músculo cardíaco, paralisando o órgão em diástole e não em sístole como o coração normalmente para. Seu veneno quando usado oralmente é eliminado pelo fígado e não pela urina.

Como as sementes que vão serem usadas externamente e as suas substâncias não são ingeridas e sim captadas as suas energias,
não provocam efeitos colaterais nocivos. Segundo Dr. Renato Mayol em sua obra Câncer – Corpo e Alma. Ed. Mercuyo, 1989, a vida se manifesta pelo fluir da energia, a qual poderá ser percebida pela medida das vibrações que emanam do corpo, pois tudo o que existe é uma força manifesta de energia.

Essas vibrações podem ser observadas pelo aurômetro ou outros aparelhos radiestésicos.
Sabemos que as menores unidades da matéria têm determinada vibração que é característica para cada elemento da matéria.

A união dos elementos forma substâncias mais complexas e, portanto, com maior freqüência vibratória.

As substâncias complexas participam da constituição de uma célula, e o organismo inteiro que é composto de células, tem uma determinada freqüência vibratória que é o resultado do conjunto das freqüências vibratórias de cada órgão.

Assim sendo, cada célula é uma pequena “bateria biológica” com uma diferença de potencial entre o seu núcleo e o citoplasma, que pode ser medida e registrada através de eletrodos.

Por outro lado, uma célula doente é uma célula com seu padrão normal alterado, e um conjunto de células doentes, obviamente, vibra de forma diferente.

O aurômetro (duas varinhas) é como se fosse uma antena onde
posso captar por elas o que se passa com o paciente, principalmente no que tange seus medos, dependências, conflitos e desequilíbrios.



As sementes de Aguaí (Thevetia nerilfolia) contêm, como principais substâncias, os glicosídeos cardiotônicos thevetina-A e thevetina-B.

Estes glicosídeos cardiotônicos
são análogos à digitoxina e digoxina, que ocorrem em Digitalis purpúrea.

Esta última tem sido utilizada na medicina popular e moderna como fonte de substâncias para o fortalecimento do coração.

Essas auxiliam o movimento de contração do miocárdio no batimento cardíaco tornando-o mais ritmado, resultando numa batida mais lenta porém mais forte.

A utilização de sementes junto ao corpo constitui uma espécie de administração muito eficiente, resultando num fluxo constante de glicosídeos cardiotônicos na dose correta.
Observação importante: é fundamental não usar as sementes que outras pessoas já usaram!

Noni: uma fruta poderosa

CONHEÇA O NONI E SEUS BENEFÍCIOS 



Os curandeiros polinésios têm usado as frutas do noni por milhares de anos para ajudar no tratamento de diabetes, hipertensão, artrite e envelhecimento. Os manuscritos de cura antigos mencionam a fruta como um ingrediente principal em preparações medicinais naturais. Hoje, as preparações da fruta são vendidas como suco, na forma de frutas secas e como um extraio seco em cápsulas. Patentes destes produtos podem ser encontradas nos Estados Unidos, incluindo patentes de processamento da fruta para o pó, e para a xeronina, um alcalóide isolado para usos medicinais, alimentares e industriais; A venda do noni processado já chegou ao Brasil através de redes de distribuição porta a porta.

Benefícios
Por causa dos muitos benefícios do noni para a saúde, Morinda citrifolia ou simplesmente o noni ganhou popularidade em todo o mundo como uma possível cura para tudo. Numerosos estudos sobre este, branco, batata ceroso irregular demonstraram substâncias promotoras da saúde, alguns dos quais já foram isolados e identificados. Estas descobertas são apenas a ponta do iceberg, como a lista de doenças que são tratáveis ​​por noni continua a crescer mais. Consumo Noni produz efeitos benéficos específicos sobre os vários sistemas do corpo


Morinda citrifolia
Essa fruta, originária do pacífico, tem ajudado no tratamento do diabetes, hipertensão, nas infecções de urina alêm de combater o stress e o cançaso, é o que mostram pesquisas americanas. Embora mas frutas cultivadas em solo brasileiro essa eficácia ainda não foi comprovada.

Descrição : Planta da família das Rubiaceae. Também conhecida como morinda.

O noni é uma árvore de 3 a 8 m de altura. Suas folhas são largas, simples, de cor verde escura, com veias vincadas. A planta dá flores é fruto durante todo o ano. As flores tubulares são pequenas e brancas. As frutas são de cor branca-amarelada, de forma oval e com uma superfície irregular.

As frutas também contêm  sementes, com 3 mm de comprimento, e tem um forte odor, quando colhida, daí que seja por vezes descrita como fruta de queijo ou fruta de vómito.

Parte utilizada: Folhas, frutos.

Habitat: É nativo da Ásia, Austrália e Polinésia: Taiti e Havaí.

Para que serve o Noni.

Indicado para artrite, diabetes, dor nos olhos, hipertensão, infeções internas, malária, problemas da pele; Afecções do coração; Cefaléias; ; Afecções digestivas e hepáticas; vermífugo. Essas características se atribuem aos espécies importados, o perfil fitoquímico das plantas cultivadas no Brasil , ainda não foi totalemente testado e comprovado.

Princípios Ativos: ácido capróico, ácido caprílico, alcalóides, alizarina, ácido ursólico, acetim glucoP, aspaperulósido, antraquinonas, alanina, arginina, cisteina, cistina, caratenóides, carbonato, cofactores, clororrubina, esteroles vegetales, fenilalanina, fosfato, glicosídeos, glicina, glutamato, hierro, histadina, mationina, isoleucina, lisina, treonina, triptófano, valina, magnésio, morindadiol, morindona, morindina, nodamnacantal, prolina, proteína, proxeronasa, rubiadina, sódio, sitosterol, serina, serotonina, soranijidol, terpenos, tirosina, vitaminas, xeronina.

Propriedades medicinais: Analgésica, anestésica, antidiabética, antiinflamatória, hipotensora.

Como se preparar o noni.

Esta planta é tipicamente consumida na forma de suco da fruta; o fruto consumido "in natura" com sal, ou cozido junto com curry. As folhas vaporizadas podem ser envolvidas em tomo das articulações afetadas e aplicação local das folhas na testa nas cefaléias; Há à venda no mercado brasileiro de várias preparações à base da fruta.




Os 7 Benefícios do Noni para Saúde

1 - Benefícios do Noni contra infecções: O Noni foi conhecido primeiro por sua eficácia no tratamento de infecções de pele. Taitianos têm usando os frutos, folhas e casca no tratamento de feridas, feridas, abcessos, furúnculos, úlceras, infecções fúngicas, micoses e infecções do couro cabeludo. Além disso, o suco de noni pode ser usado como um champô, pois acrescenta brilho ao cabelo, e trata cabelo secura e piolhos.

2 - Benefícios do Noni para o Sistema Imunológico: O suco de noni tem um efeito imune-estimulante. Estudos têm demonstrado que a ingestão regular promove um aumento de glóbulos brancos no sangue a produção, por conseguinte, aumentando a imunidade contra as doenças. Tem também um efeito anti-inflamatório em condições, tais como artrite, gota, abcessos, lumbago e mastite.

As propriedades anti-câncer do noni são devidos à presença de antioxidantes tais como carotenóides, flavonóides e compostos como antraquinonas (especificamente damnacanthal) e escopoletina. Estes também são responsáveis ​​pela sua eficácia na inibição da proliferação de células tumorais e na prevenção da disseminação do tumor (metástases).

Suco de Noni é usado como desinfetante para feridas, cortes e ossos quebrados. Antraquinonas são responsáveis ​​por suas propriedades antibióticas. Infecções de Staphylococcus estão incluídos entre aqueles tratável por noni. Ele também possui propriedades antipiréticas. Em vez de comprar antibióticos e medicamentos para febre, noni é bem eficaz para tratar a febre e infecções bacterianas.

3 - Benefícios do Noni para Sistema Respiratório: Noni é bem eficaz no tratamento de Doenças respiratórias comuns, como resfriado, tosse, dor de garganta, alergias e asma.

4 - Benefícios do Noni para Sistema Digestivo: O consumo regular de suco de nonipromove a digestão eficiente através da liberação imediata de sucos digestivos no estômago e no intestino delgado, a estimulação do fluxo de bile da vesícula biliar e a regulação da evacuação. Também trata queixas comuns, como constipação, diarréia, náuseas, vômitos, úlceras gástricas, intoxicação alimentar, disenteria e cólica.

O suco de noni também mata vermes intestinais e outros parasitas. É usado como um tratamento adjuvante para a icterícia e outras doenças hepáticas.

5 - Benefícios do Noni para Sistema Cardiovasculares: A escopoletina no noni é responsável por sua eficácia no tratamento de hipertensão, palpitações, arritmias e outros problemas cardiovasculares.

6 - Benefícios do Noni para Sistema Urinário e Reprodutor: Além de sua eficácia no tratamento de infecções do trato urinário, o consumo regular de suco de noni ajuda no tratamento de doenças sexualmente transmissíveis, como gonorréia e sífilis. Ele também ajuda na diminuição dos alargamentos da próstata e miomas uterinos, alívio de cólicas menstruais e a normalização da menstruação irregular.

7 - Benefícios do Noni para o Sistema Nervoso: O consumo do suco de noni ajuda a aliviar dores após cirurgias e parto.

Ele também proporciona alívio da dor para vários neuralgias, incluindo telhas.

Estudos têm demonstrado que o suco de noni ativa os receptores de serotonina no cérebro. Serotonina ajuda na regulação do sono, trata enxaqueca e depressão, e ajuda a aliviar os sintomas da doença de Alzheimer.

Também alivia os tremores da doença de Parkinson e pode inibir os processos neurodegenerativos em esclerose múltipla.



Farmacologia

A fruta madura contém o ácido n-capróico, que é presumido ser responsável por seu odor distintivo, conhecido por atrair insetos tal como a drosófila sechelia. As plantas frescas contém antraquinonas, morindona e alizarina; Um novo glicosídeo de antraquinona da morinda heartwood foi recentemente descrito.

O investigador havaiano Ralph Heinicke descobriu um alcalóide pequeno da planta que foi denominado xeronina.

O compostos damnacantal, morindona e a alizarina são presentes nas culturas celulares da planta; Teoricamente a xeronina funciona a nível molecular no reparo de células danificadas, regulando sua função.

Acredita-se que todas as células e sistemas do corpo, incluindo digestivo, respiratório, o osso e a pele podem ser beneficiados;

No rato, o composto damna-cantal da raiz da Morinda citrifolia induziu uma morfologia normal e estrutura citoesquelética em células renais normais transformadas com o oncogene Kirstenras (precursores de determinados tipos de câncer).

Este extraio foi encontrado ser o mais eficaz em inibir a função de ativação do sistema reticular (RÃS) entre os 500 extratos testados;

A Morinda citrifolia tem sido usada medicinalmente como remé-dio para o coração, a artrite (envolvendo as folhas em torno das articulações afetadas), dor de cabeça (aplicação local das folhas na testa), e doenças gastrointestinais e do fígado; Uma revisão das aplicações tradicionais da planta na cultura samoana foi publicada.

O noni foi avaliado por sua atividade anticancerosa no carcinoma pulmonar de Lewis em ratos.

O extrato repetidamente aumentou o tempo de vida em grupos diferentes de ratos, rendendo resultados semelhantes em todos as experiências.

O mecanismo proposto é uma melhora do sistema imunológico, com participação de macrófagos e linfócitos;

Os extratos alcoólicos da Morinda citrifolia pro-duzem uma atividade vermífuga in vitro boa contra o parasita humano Ascaris lumbricoides.

Os extratos aquosos liofilizados da raiz da planta mostraram possuir uma atividade analgésica central, entre outros efeitos, sugerindo propriedades sedativa da planta; A fruta da planta é usada como um alimento, geralmente coberto de açúcar.

As folhas também são consumidas cruas ou cozidas. As raízes produzem um pigmento vermelho, e a casca um pigmento amarelo.


Read more: http://www.plantasquecuram.com.br/ervas/noni.html#.VGM2ioJlzwE#ixzz3IqhRBn9j

Fonte: http://cybercook.terra.com.br/aguai-equilibrio-pela-natureza-forum.html?cod_forum=33864