terça-feira, 26 de abril de 2016

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - A BUSCA DE UM RELACIONAMENTO - NAMORO NA INTERNET DÁ CERTO ? NAMORO A DISTÂNCIA DA CERTO?

NAMORO NA INTERNET DÁ CERTO ?



Mais do que nunca os namoros pela internet estão na moda, há alguns anos atrás era impensável um namoro pela internet acabar em relacionamento sério ou casamento mas atualmente isso já é perfeitamente possível e até muito comum. 

Que estes casamentos sejam duradouros e felizes já é outra história.

Após entrevistar diversas pessoas e até mesmo conhecer pessoas próximas que já tiveram um namoro virtual que acabou em relacionamento sério ficam aqui algumas dicas para quem pensa namorar pela internet ou para quem já tenha um namoro virtual:

- Procure não se envolver emocionalmente muito rápido para que a razão ajude você a identificar se realmente a pessoa está sendo sincera;

- Faça perguntas sobre os amigos e família e se a pessoa tiver um perfil numa rede social pesquise o que a família e amigos dizem da pessoa em questão, poderá saber mais sobre a sua personalidade, passatempos, gostos e etc.;

- Antes de assumir um compromisso marque encontros, de preferência em local público e bem movimentado e se tiver amigos por perto ainda melhor, por mais séria que uma pessoa possa parecer o melhor é sempre ter cuidado, principalmente nos primeiros encontros;

- O ideal nestes encontros é ter atenção aos detalhes, na forma como a pessoa se relaciona com você, como a pessoa te trata, se tudo o que a pessoa diz em emails e chats realmente fazem sentido quando estão juntos;

- Uma dica muito importante - Não ignore os sinais por mais insignificantes que possam parecer pois podem revelar muito da pessoa em questão;

- Seja totalmente sincero(a) com o seu namorado(a) virtual se deseja que um dia este relacionamento evolua para a vida real.

Estas são apenas algumas dicas para que um namoro virtual possa dar certo, o maior "perigo" é a pessoa que você se apaixonar ser apenas virtual e não existir na vida real, o que eu quero dizer com isso é que a pessoa pode se fazer passar por alguém que gostava de ser mas que na realidade não é.

Se isso acontecer será uma grande desilusão para ambos porque um não será aceito pelo que realmente é e o outro se sentirá enganado, ou seja, resultará numa relação sem futuro.
 

A tecnologia já faz parte do nosso dia a dia, isso é fato. 

Mas quando se tratam das coisas do coração, coisas que não são possíveis de explicar fica difícil associar à tecnologia, não é mesmo? 

Não. Pois é, não mesmo. 

O namoro na internet é cada vez mais comum. Mas será que realmente é possível dar certo um namoro virtual

Há quem diga que sim, que tudo é questão de ponto de vista, de como você encara a situação.

Mas há também aqueles que rebatem essa ideia dizendo que tudo não passa de uma grande idealização e fruto da imaginação, impossível de se tornar realidade. 

Mas, “achismos” à parte, vamos analisar os dois lados da moeda.

Relacionamento convencional

Casal de namorados
Você conhece a pessoa, passa a conviver com ela, conhecer seus costumes, seus hábitos e a ama-la por aquilo que você vê, ouve e passa a sentir. Apaixona-se por um ser real que está perto de você, mesmo que seja um namoro à distância, lá de vez em quando vocês se encontram.

Relacionamento virtual

Namoro virtual

Você conhece alguém através dos chats, sites de relacionamentos e se apaixona por um perfil bem detalhado, com frases perfeitas e fotos mais ainda. Mas até onde tudo isso é verdade?

Tenha cuidado

Lupa

Tenha cautela para não idealizar tanto uma pessoa que não existe e depois vir a se decepcionar. Há pessoa que não levam a serio um relacionamento virtual e estão na internet para brincar, por isso, se você tem um namoro via internet atente-se para essas dicas, pois quem sofre é quem está apaixonado.

O encontro

Conversando na praça

Quando for se encontrar, marque em lugares públicos, durante o dia, afinal você não conhece a pessoa de verdade, conhece apenas o que ela disse e isso não é garantia nenhuma, dê preferencia a lugares descontraídos para não ficar aquela sensação estranha e super constrangedora.
Se depois disso o relacionamento deslanchar vá em frente e conte a todos que um namoro virtual pode sim dar certo, mas não se esqueça de que é preciso ter cuidado na hora da escolha, pois um clic muda toda sua vida, afinal como dizia Renato Russo “quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração?”.

NAMORO A DISTÂNCIA DÁ CERTO?


Recebemos uma centena de perguntas do tipo: “Relacionamento a distância pode dar certo?” e a maioria das pessoas já tem suas respostas prontas. 

Muitos acreditam que sim, e muitos outros, que já tentaram afirmam que não. 

Mas como relações humanas não são exatas, começo respondendo com um zeloso “pode ser que sim, mas pode ser que não!”. 

PARA COMEÇAR A RESPONDER A ESTA PERGUNTA, PRECISAMOS DESTACAR DUAS SITUAÇÕES DISTINTAS: 

Namoro Casais que já se relacionavam e por algum motivo (estudo, profissão, família, etc.) precisaram se distanciar temporariamente. 

Neste caso, se o relacionamento já está maduro e consolidado, a distância quase sempre fortalece o relacionamento. 

Ficam longe de corpos, mas parece que ficam mais próximos diante da dificuldade e a saudade é o fator positivo nesta situação. 

Enfrentarão suas crises, mas as chances de permanecerem juntos são maiores que a de terminarem. 

A segunda situação é a de casais que se conhecem a distância, se apaixonam e engatilham um romance a distância. 

No Brasil, a cada quatro namoros que começam pelo menos um é virtual. Sites de relacionamentos amorosos são os que mais crescem. 

Principalmente aqueles que oferecem um par perfeito e têm como único objetivo unir pessoas e formar novos casais. 

Engraçado (ou não), eles também se tornam responsáveis pelo término de muitos namoros. 

As pessoas que estão em relacionamentos desgastados, acabam conhecendo alguém mais interessante e engatam com facilidade um novo romance. 

Não é todo mundo que consegue manter um relacionamento a distância, mas muita gente garante que pode sim dar certo. 

Qualquer relacionamento já é por si só complicado, mas se relacionar com uma pessoa que não está fisicamente perto de você torna o relacionamento mais desafiador e para algumas pessoas pode se tornar algo muito mais complicado. 

Nesse segundo tipo de situação, tudo se potencializa: o ciúme é maior, a saudade é maior (lógico), as discussões bobas acontecem com mais frequência, pelo simples fato de não ter a pessoa ali do seu lado. 

E para quem fez essa escolha, precisa lidar com uma companhia chamada: insegurança; e o casal precisará aprender a lidar com ela.
 
Namoro Apesar do desafio, não podemos afirmar que um namoro a distância não pode dar certo. Conheço a história de alguns casais que deram tão certo que já se casaram e estão felizes. 

Mas não posso deixar de esconder que conheço muito mais histórias de casais que tentaram, mas o relacionamento não deu certo e naufragou. Isso é um fato, mas não é o fim. Sim, é possível e para ajudar seguem algumas dicas caso esse seja o seu caso. 

– AUTOCONHECIMENTO: 

seja muito sincero(a) consigo mesmo e analise: 

“Será que eu consigo namorar a distância? 

Será que não sou ciumento(a) demais para entrar em uma relação assim?” 

Você precisa avaliar se está disposto(a) a pagar o preço que o relacionamento a distância exige de cada um de vocês. 

– AUTOCONFIANÇA: 

Um relacionamento a distância deve ser baseado, essencialmente, na confiança, embora nem sempre seja fácil mantê-la. 

A inseparável dupla ciúme e insegurança é possivelmente a maior ameaça para um namoro desse tipo dar certo. 

E a melhor receita de evitá-los é com bastante diálogo e maior transparência possível. 

Se forem francas e constantes, essas conversas vão aumentar o grau de confiança do casal, que ficará menos vulnerável a essas emoções negativas. 

– SEJAM POSITIVOS: 

se esforcem para não se aterem aos elementos negativos de um namoro a distância. Valorizem o lado bom e quando se falarem busque transmitir segurança e sentimentos positivos um ao outro. 

É fundamental o empenho dos dois para “dar certo”. Sem a proximidade frequente, o relacionamento pode se tornar muito superficial. namoro– 

ABUSEM DA TECNOLOGIA: 


hoje graças à tecnologia é possível fortalecer o relacionamento com diversas formas de contatos: aproveitem as promoções que oferecem vantagens de comunicação para linhas da mesma operadora, e-mail, whatsApp, chats e redes sociais. 

Dica importante para quem está começando um relacionamento agora: combinem os dias e horários que estarão se falando e com que frequência farão isso, para que o outro não se sinta invadido ou monitorado. 

Para casais que já se relacionam há algum tempo, a dica é aumentarem o contato gradativamente até que se torne diário, mas cuidado para não ser sufocante. 

E se você for ciumento(a) esta dica pode ser um tiro no seu pé, vigie para não usar a tecnologia como um rastreador ou policiamento constante.

– PRATIQUE O ROMANTISMO VIRTUAL: 


mande mensagens, declarações de amor para seu amado(a). Que tal também mandar fotos ou vídeos de algum momento divertido, uma paisagem ou uma situação que lembram vocês? 

Use a tecnologia a seu favor e mantenha seu(sua) parceiro(a) ligado no seu dia a dia. Mensagens de voz e de texto também são perfeitas para os dias mais corridos, pois, além de práticas, é uma forma de mostrar que você está pensando nele(a). 

– INVISTA NOS MIMOS: 

todos gostam de ganhar surpresas e pequenos mimos da pessoa amada – isso é uma das coisas que mantêm as relações vivas. 

Mandar cartões apaixonados ou presentinhos um para o outro é uma forma de quebrar a rotina e mostrar que ambos estão se esforçando para que o romance dê certo. 

Dê um ao outro um objeto pessoal, para que nos momentos de necessidade, quando estiverem sentindo muita falta um do outro, vejam algo que era da outra pessoa. Isso vai proporcionar conforto, felicidade e o pensamento de estarem juntos. – 

COMEMOREM: 

casais que se relacionam a distância devem comemorar o fato de terem alguém sempre disposto a viajar quilômetros para se encontrar, enquanto muitas pessoas ainda estão em busca ou a espera de um par. 

Um namoro a distância pode sim dar certo, e, com foco nos pontos positivos deste tipo de relação, tudo fica ainda mais fácil. 

– FAÇAM VISITAS: vocês devem planejar juntos uma frequência de visitas um ao outro, demonstrando que ambos estão se dedicando de maneira equilibrada. 

Para que o relacionamento dê certo, os encontros presenciais são importantes, então, busquem se ver constantemente, não só nos feriados, mas também em momentos inesperados. 26– 

E O MAIS IMPORTANTE PARA DOIS 

26

Falem sobre o seu futuro juntos. Assumindo que o objetivo final de vocês é se casarem, falem sobre como vocês chegarão e o que farão para chegarem neste alvo, o casamento. 

Esse ponto vai ajudar a provar um ao outro que o relacionamento tem expectativas e que seus esforços e frustrações não são em vão. Além disso, a ideia de que num futuro definido essa separação vai acabar, ajuda diminuir a insegurança e a segurar a barra da situação atual. 

Planejem juntos, sonhem juntos e estipulem (com ajuda de conselheiros) prazos para o noivado e casamento. 

Será difícil continuar se não houver planos em incluir o outro no futuro e projetos. Tenham a certeza que ambos terão que ceder para ter a pessoa por perto. 

Quando chegar essa hora, é importante avaliar o que cada um poderá ceder, e também refletir o que significará abrir mão de algumas coisas e ter o outro por perto. 

É preciso equilíbrio, os dois terão que se adequar, sem se anular. Os combinados e limites terão que ser feitos pelos dois. 

Embora muita gente encare um amor a distância como sinônimo de dificuldade, ciúmes e saudades, esse tipo relacionamento pode dar certo se ambos estiverem dispostos a fazer o romance acontecer. 

O importante é o amor. 

A Bíblia diz que o amor é paciente, tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta (1Co 13.4-7).



Namoro na internet dá certo, diz estudo

Após bate-papos online, e-mails e presentes, 94% dos internautas inscritos em sites de encontros no Reino Unido costumam sair mais de uma vez.


Quem procura um par no Dia dos Namorados do hemisfério Norte (Valentine´s Day), nesta segunda-feira, ainda pode apostar na internet. 

Segundo um estudo realizado com membros de sites de encontros no Reino Unido, 94% dos internautas, que se encontram pessoalmente após diversas trocas de e-mails ou conversas por chat, costumam sair mais de uma vez.

A pesquisa conduzida pelos doutores Jeff Gavin e Adrian Scott, daUniversidade de Bath, e pelo doutor Jill Duffield, da Universidade de West of England, envolveu entrevistas online com 229 pessoas, com idade de 18 a 65 anos, que utilizaram sites de relacionamentos no Reino Unido. 

Dos relacionamentos pesquisados, 39% ainda estavam em andamento durante o estudo e 24% haviam durado pelo menos um ano, sendo 8% pelo menos dois anos. 

Dentre os participantes que já haviam terminado com seus parceiros online no período da pesquisa, 14% se relacionaram por mais de um ano e 4% por mais de dois anos.

O estudo surpreendeu ao revelar que os homens são mais dependentes emocionalmente de seus ciberparceiros, do que as mulheres, e mais comprometidos com os relacionamentos.

Apesar do potencial da web, os românticos à moda antiga não estão ultrapassados: a pesquisa ainda apontou da que a troca de presentes era a melhor forma de assegurar o compromisso no relacionamento.

"Nós tambpem observamos que as pessoas tímidas costumam evitar o uso de webcams porque sentem que é importante não ver seus parceiros por algum tempo - há algo de especial nos relacionamentos baseados em textos", avalia Gavin.

O Dr. Gavin acredita que o uso de chats online e do telefone antes do encontro "ao vivo" favorecem os relacionamentos pessoais porque são métodos de comunicação simultânea e menos formais do que o e-mail.

Fonte:http://www.zun.com.br/