sábado, 26 de março de 2016

SAÚDE E EQUILÍBRIO - Sistema Endócrino - Ayurveda e Floral - MANTENDO O EQUILÍBRIO

Sistema Endócrino




Este é um sistema que me fascina, por isso resolvi falar um pouco dele e como o Ayurveda tem seu olhar sobre sua fisiologia.

Quando falamos deste sistema nos vem à cabeça as glândulas e hormônios, mas ele inicia no Hipotálamo e este não é uma glândula. Ele localiza na parte frontal do cérebro e é conectado com o Tálamo e a Hipófise servindo como ponte entre eles.

Hipotálamo constitui uma das principais ligações entre o sistema nervoso central (SNC) e o hormonal. Ele controla; a temperatura do corpo, a fome, a sede, o equilíbrio hídrico, função sexual, dentre outras. É relacionado com as emoções e como o sono.

Ainda hoje não temos toda a compreensão de suas funções.

Pelo Ayurveda o dosha Vata e o dosha Pitta são responsáveis por controlar oHipotálamo.

Hipófise (glândula pituitária) e a segunda parte desta divisão, podemos denominar a sua função como o cérebro do sistema. 

Seu papel é completo e complexo pois é responsável por secretar uma extensa variedade de hormônios que controla o crescimento, toda a síntese de proteína, funções sexuais, metabólicas e ainda há uma profunda pesquisa em varias ações dela no organismo e que cientistas e médicos não consegue entender.

Exerce também um controle sobre as outras glândulas e também tem o papel de sistema de feedback.

Nesta fisiologia atuam os dosha Vata e o dosha Pitta.

Glândula Pineal é a terceira fase do sistema, mas realmente é a parte menos entendida pela medicina tradicional. Ela produz a melatonina junto com a serotonina.

Vamos falar um pouco da melatonina. Ele é um hormônio que foi descoberto recentemente nos anos 90 e é tido como um grande suplemento para a área da saúde. 

Mas o fato é que a ciência em pleno Sec. XXI não conhece ainda o poder e as funções reais destes dois hormônios. 

A ultima descoberta sobre estes dois hormônios que se interagem com as glândulas AdrenaisTireóide e testículo e ovário, sendo assim sabemos que um desequilíbrio da pineal pode afetar em grandes proporções os outros sistemas bem como as dosagens hormonais.

Muitos cientistas estão estudando esta glândula profundamente e esta sendo descoberta sua ligação com a espiritualidade. 

Quando uma pessoa entre em oração profunda e meditação seu tamanho é expandido, isto mostra sua ligação alem do corpo físico.

Para a ciência do Yoga e Ayurveda a Glândula Pineal é responsável por ligar o corpo físico ao corpo sutil ( corpo das emoções, do astral, mental e etérico).

Nas escrituras sagradas datadas de 3000 a.C, diz que grandes doses destes hormônios torna-se AMA (toxinas) e que leva ao enfraquecimento e as perturbações do equilíbrio sutil entre a ligação dos corpos e que este é um dos primeiros passos para a doença começar a aparecer.

Já a medicinas e cientistas envolvidos em pesquisas nos anos 90, descobriram que a melatonina em doses erradas leva a pessoa a ter doenças mentais. Para pessoas que necessitam melatonina sintética é normal que venha a ter series de pesadelos, este é um efeito colateral deste hormônio.

No Ayurveda a responsabilidade de controlar esta Glândula Pineal é do subdosha de Prana Vayu.

O que é Prana Vayu – é o subdosha Vata responsável pelo influxo de nutrientes que proporcionam combustível para o corpo e para mente, como os alimentos, o ar, a água e as impressões. Fica localizado no cérebro, cabeça e peito.

Suas Funções: Prana coordena a inspiração, deglutição, salivação, arroto e espirro. 

É responsável pela captação das impressões pelos sentidos e a conexão destes com a mente. Em um nível mais sutil faz a conexão entre a mente e a alma. todos os tipos de percepção e movimento, com ênfase ao ouvir e ao tocar, também raciocinar, emocionar-se, cheirar, degustar e ver. 

É considerado ascendente por estar ligado às funções mais elevadas. É o líder dos outros sub doshas (biotipo) e o aspecto mais importante de VATA, que lidera o corpo, portanto, devendo estar em equilíbrio.

Seus Desequilíbrio: preocupação, hiperatividade mental, insônia, males neurológicos, soluços, asma e outros problemas respiratórios, dores de cabeça devido à tensão.

Há muito ainda que estudar e entender....

O quarto e o quinto passo...

Tireóide é responsável pela função básica do metabolismo ele controla o crescimento humano, uma disfunção na infância pode não dar a oportunidade do crescimento, não aumentaria a sua estatura, não aprenderia falar e poderia estacionar seu crescimento coma a idade de aproximadamente de 1 ano.

O controle pelo ayurveda do metabolismo é o dosha Pitta e o do crescimento é o dosha Vata.

A quinta divisão é a paratireóide, ela regula o Cálcio e o Fósforo no organismo sendo assim é responsável pelo sistema ósseo da fase fetal à fase adulta. Como sempre muitas outras funções a ciência desconhece, mas sabe que tem. Aqui o único dosha que controla é o Pitta responsável pelo metabolismo.

Ah.... sexta parte é o Timo

Timo no meu ponto de vista é uma glândula bem especial e que gosto de falar e trabalhar. A grande parte da sua responsabilidade é um mistério para toda ciência moderna, mas para nós que estudamos o Ayurveda, ele esta relacionado com Kapha e com os Ojas ou “Energia Vital” -  É a essência Vital e Imunidade.  Ojas é produzido durante a nutrição de todos os tecidos e é um subproduto de Shukra/Artava Dhatus. ( Tecido reprodutor)

Vamos falar rapidamente de Ojas: É a energia fundamental por manter o ser humano vivo e saudável. Segundo a sabedoria do Ayurveda, há oito gotas de Ojas no coração, mas para falarmos corretamente ele permeia por todo o corpo. 

Quando os Ojas alimentados há vida e quando morremos e se enfraquecido uma parte do corpo adoece e quando revigoram esta parte, leva a cura.

Os Ojas são mantidos saudáveis quando meditamos todos os dias e quando apaziguamos os excessivos usos dos sentidos.
Podemos usar ervas alimentos para renová-lo. O leite a cúrcuma e o aspargo são essências.

Os Ojas diminuem com os sentimentos de raiva, ansiedade profunda, tristeza, estresse, depressão, síndrome do pânico, poucas horas de sono, descanso e relaxamento, assim como o Timo diminui seu tamanho ao deparar com estes sentimentos e isso esta mais que comprovado.

Timo desempenha um importante papel em adultos, é ligado com o subdosha Vyana Vayu (O Vyana é a porção de Prana que desce até o coração e realiza um movimento centrífugo (do centro para a periferia). 

É responsável pelo movimento exterior de energia como na extensão dos membros ou do fluxo arterial do sangue. A sede de Vyana é o coração, sistema nervoso e circulatório e pele.

Suas Funções: Coordena: a circulação, o movimento do Prana, dos braços e pernas, a abertura da boca, dos olhos e ânus. Em um nível mais sutil o Vyana Prana concede a estabilidade da mente.

Seus Desequilíbrios: pressão alta, má circulação, ritmo cardíaco irregular, stress e doenças nervosas.
Ou seja resumindo o Vyana controla o Equilíbrio do corpo, por isso que quando enfraquecido por pensamentos ruins o corpo perde a força física.

Glândulas Supra Renais ou Adrenais

De todas estas divisões que estou fazendo ele deveria ser a Sétima, mas ok, ela tem o papel de atingir todas as outras divisões. 

Esta glândula é a mais importante para a saúde geral do ser humano, olha a redundância mas é verdade estas são as glândulas menos compreendidas até hoje por toda a ciência.

Simplificando ela tem a função de dar o sistema imunológico, metabólico, digestório, a síntese de água no organismo, alem de tudo a mais importante é transmissora que leva todas as informações de do sistema endócrino pelo corpo. 

Atua como glândula defeedback para a Hipófise e que faz com que o Sistema Nervoso Central trabalhe em perfeita harmonia e responda a todos os reflexos e dosagens hormonais.

Outro fator, na pré-menopausa a glândula assume a produção de progesterona que é responsável pelos estrógenos depois da menopausa, ou seja, é um sistema muito importante para a saúde da mulher. 

Outro hormônio é o DHEA - desidroepiandrosterona é um um pró-hormônio esteróide produzido a partir do colesterol pelas glândulas Adrenais, gônadas, tecido adiposo, cérebro e pele (por um mecanismo autócrino).

A DHEA é o precursor da androstenediona, testosterona e estrógeno (e quimicamente similar a estes). 

É convertido em androgênio (hormônio masculino) ou estrogênio (hormônio feminino) dependendo do sexo da pessoa, idade, condição individual, e outros fatores individuais. 

A DHEA é o esteróide precursor quase direto (mas não o mais importante) da testosterona e do estradiol, no entanto, ele próprio possui fraca ação androgênica.

Estas funções são controladas pelo dosha Vata, principalmente, depois o dosha Kapha no controle do metabolismo da água, e rins e por fim o Pitta pelo equilíbrio metabólico geral.  

O sistema da Supra Renal esta ligado aos três doshas e por isso para o Ayurveda é um sistema complexo que vai alem do que expomos aqui.

O Pâncreas é a sétima divisão deste sistema. Funciona como uma glândula com ducto e sem ducto. Seu funcionamento é bem parecido com as Adrenais.

O controle da função digestiva dos carboidratos, açúcares, proteínas e gordura são feitos pelas Adrenais, mas é no pâncreas que secreta a bile para digerir estes nutrientes. 

Também tem ligação com o sistema metabólico da água, ou seja, é uma glândula mista ou anfícrina – apresenta determinadas regiões endócrinas e determinadas regiões exócrinas (da porção secretora partem dutos que lançam as secreções para o interior da cavidade intestinal) ao mesmo tempo. 

As chamadas ilhotas de Langerhans são a porção endócrina, onde estão as células que secretam os dois hormônios: insulina e glucagon, que atuam no metabolismo da glicose. 

O pâncreas é um órgão do sistema digestivo com aproximadamente 15 cm

Ele é composto por dois órgãos, chamados de pâncreas exócrino e o endócrino.

O pâncreas exócrino fabrica uma série de enzimas digestivas como a amilase, a tripsina e a lípase que facilitam a digestão de determinados alimentos. 

O pâncreas endócrino fabrica o glucagon e a insulina que controla a quantidade de glicose do corpo. 

Se o pâncreas estiver com algum problema que impossibilite a produção de insulina, é muito provável que a pessoa desenvolva uma doença chamada diabete.

Vamos a ultima divisão e nela estão os Ovários e Testículos. A relação deles é com o sistema imunológico, pelo ayurveda é o sétimo tecido (dathus) ( nível residual) é a fonte de Ojas e imunidade. O abuso frequente de relações sexuais, principalmente as sem uso do amor faz com que tenhamos um sistema imunológico fraco.

Para que haja produção de estrogênio e estrógeno, é produzido pela Hipófise o hormônio foliculoestimulante (FSH) e que assim participa do amadurecimento do óvulo deixando pronto para liberação. Entra aqui o papel do hormônio luteinizante (LH) e este libera o óvulo para ovulação, fertilização e também a produção de progesterona que prepara mais ainda o revestimento uterino para receber o óvulo fertilizado.

Também é responsável pela testosterona e a boa qualidade do esperma para produção.
Na visão do ayurveda o Vata é responsável pela regularização do ciclo menstrual e a gravidez. O Pitta participa da qualidade da menstruação em si. O Kapha esta relacionado com a fertilidade, com o óvulo e espermatozóide.

Se tivermos um sistema hormonal equilibrado teremos saúde, isto também depende de uma boa alimentação, boa nutrição, boas excreções (fezes, urina, suor e menstruação) pratica de yoga, meditação, bons pensamentos e boas condutas.




Outro fator bem importante é saber que os Chakras tem ligação com o sistema hormonal, a frente de cada glândula destas há um vórtice de energia trabalhando para que sejam dosados os hormônios perfeitamente. Os Chakras não é esotérico como parece sua função vai muito alem desta.

  
Deixo uma dica para que quiser usar um floral muito bom para estabilidade e saúde.

Equilíbrio 7 Chákras
Composição: infusão aquosa de flores 0,02% preservada em brandy.
Flores: Rosa canina, Tabebuia impetiginosa, Mimosa bimucronata, Eugenia uniflora, Campomanesia littoralis, Ocimum basilico, Tropaeolum majus, Plectranthus nummularius, Aloe vera, Begonia semperflorens, Sphagneticola trilobata, Olea europaea, Averrhoa carambola, , Cinnamomum zeylanicum, Cymbopogon flexuosus, Spathiphylum walisii, Malva sylvestris, Rosa lucieae. Verbena officinallis, Rosmarinus officinalis.

Cada flor, além de sua beleza (formato, cor, aroma) possui uma vibração sutil que visa corrigir padrões negativos que alteram o campo de energia humana, conhecido popularmente como chakras, que são centros energéticos que captam energias e as canalizam para as células do corpo físico. Por não serem centros físicos e sim sutis, eles não podem ser vistos. 

O corpo humano conta com centenas destes centros de força, mas existem alguns que são considerados mais importantes, sendo sete os principais, com função de transformar a energia captada do cosmos e do meio ambiente em combustível de saúde e equilíbrio para cada órgão físico ou glândula sob sua jurisdição. 

Se nossa energia não circula livremente, iremos sofrer consequências a nível físico, mental, emocional e espiritual, desencadeando doenças, mas, se estivermos com nossos chakras em equilíbrio, consequentemente, estaremos com harmonia em todos os setores de nossa vida, vibrando positivamente e atraindo tudo que é positivo para nosso campo energético. 

Nossa mente funcionará bem, nosso corpo será saudável, estaremos alegres, vibrantes e prosperando financeiramente. 

Esta fórmula ajuda na integração alma-corpo-mente e emoções, promovendo o equilíbrio dos chakras.