terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

SAÚDE E EQUILÍBRIO - O CORPO FALA.... DORES DE MAMAS E SEIOS QUAL O SIGNIFICADO E COMO RESOLVER.

Mamas ou seios


Quando uma mulher nutre em seu coração sentimentos de revolta contra o pai ou marido, seus seios passam a ter problemas. 

Nódulos, mastite ou tumores nos seios significam descontentamento ou ressentimento profundo em relação às pessoas que desempenham o papel simbólico de pai, tais como marido, sogros, cunhados, etc.

Se uma mulher está com insuficiência de leite materno, isso simboliza a falta de consideração para com o pai ou para com o marido. 

A insuficiência de leite materno indica também que a mãe tem medo de que o bebê esteja roubando as proteínas de seu corpo.

Quando a mulher se reconcilia com todas as pessoas que a palavra pai evoca, ela se cura completamente, pela associação de idéias.

Quando a mulher sente dores ou pontadas nos seios isto significa que ela está muito irritada com alguém próximo ou ainda que está tentando controlar a vida de alguém. 

Normalmente as mulheres possessivas passam a ter problemas nos seios - que simbolizam doação e fluxo livre da vida. 

Estes problemas ocorrem também se a mulher tiver comportamento de domínio sobre a pessoa amada, tirando-lhe a liberdade ou impondo-lhe suas opiniões, e aparecem principalmente quando a pessoa dominada começa a reagir ao comportamento da mulher.

Se você está suportando todos os problemas da casa; está aflita com um filho doente; tem muitas responsabilidades e sente que está sem o mínimo apoio de seu marido (que nem reconhece seus esforços) com certeza esse seu sentimento de “fera ferida” causará danos nos seus seios e, mais provavelmente, no seio esquerdo, que significa revolta contra o sexo masculino. 

Se você pretende ter algum reconhecimento por parte de alguém do sexo feminino e não o tem, terá problemas com o seio direito. 

Se você se cobrar demais a respeito do seu fracasso em possuir a atenção alheia, também sofrerá com o seio direito.

Somos todos passageiros de um mesmo barco que navega por este universo, buscando a felicidade sob formas diferentes.


fonte: (trechos do livro “A LINGUAGEM DO CORPO” de Cristina Cairo)