terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

DESPERTANDO A CONSCIÊNCIA - O que faz você ter ciúme? Como controlar o ciúmes?

O que faz você ter ciúme?















A possessividade.

O ciúme propriamente dito não é a raiz.

Você ama uma mulher, você ama um homem, e quer possuir essa pessoa só por medo de que amanhã ela talvez possa abandoná-lo por outro. 

O medo do amanhã destrói o seu hoje, e trata-se de um círculo vicioso.

Se o dia-a-dia é destruído por causa do medo do amanhã, mais cedo ou mais tarde a pessoa vai procurar outro parceiro, porque você é simplesmente um chato de galocha.

E, quando o homem começa a procurar outra mulher, ou a mulher começa a se voltar para outro homem, você acha que tinha razão de ter ciúme. Na verdade, foi o seu ciúme que provocou a coisa toda.

Portanto, a primeira coisa a lembrar é: não se preocupe com o dia de amanhã. 
O hoje é suficiente!
 
Alguém ama você — deixe que hoje seja um dia de alegria, um dia de celebração. 
Viva esse amor tão totalmente hoje que a sua totalidade e o seu amor seja suficientes para evitar que a outra pessoa se afaste de você.

O seu ciúme só vai distanciá-la; só o seu amor pode mantê-la ao seu lado. O ciúme da outra pessoa vai afastar você; o amor vai mantê-lo ao lado dela.
Não pense no amanhã.
 
No momento em que pensa no amanhã, você passa a viver o hoje sem entusiasmo. 
Viva simplesmente o hoje e esqueça o amanhã, ele seguirá o seu próprio curso. 
E lembre-se de uma coisa: o amanhã é fruto do hoje. Se o hoje for uma experiência de grande beleza, for uma bênção, por que se preocupar com ele?

Osho

Como aprender a controlar os ciúmes

Como aprender a controlar os ciúmes
Os ciúmes e as inseguranças podem tornar-se num dos piores inimigos do relacionamento num casal, e uma vez que se instalam em força é difícil fazer desaparecê-los. Quando aparecem ocasionalmente através de um olhar ou de um elogio de uma terceira pessoa até pode ser bom pois é um sinal de que a outra pessoa está interessada em si, mas no momento em que se tornamexagerados e surgem sem motivo aparente, o que antes parecia uma graça torna-se num conflito. Se este é o seu caso aprenda como controlar os ciúmes para melhorar a sua relação.
Também lhe pode interessar: Como saber se sou ciumento

Instruções

Determine de onde provêm os seus ciúmes, por vezes é falta de confiança em si mesmo, o que o faz acreditar que a outra pessoa o pode abandonar por outra qualquer, por vezes poderá ser devido a experiências anteriores, nesse caso está na hora de o superar e entender que cada relação é diferente. Para além disso, a influência de ter crescido num ambiente familiar onde os seus pais têm ciúmes de parte a parte poderá torná-lo mais predisposto ao assunto, por isso é importante determinar a raiz do sentimento.

Trabalhe a confiança em si mesmo, saber o que vale, perceber quais são as suas qualidades e saber porque é que o seu parceiro ou as pessoas à sua volta escolhem a sua companhia é muito importante para aprender a controlar os seus ciúmes, pois à medida que se sente mais seguro, menor será a obsessão de ser abandonado.
Lembre-se de que todos nós precisamos do nosso espaço, absorver o seu parceiro ou querer estar com ele em todos os momentos, não só não evitará que o outro o engane, como pode desgastar a sua relação rapidamente,pois todos queremos um espaço pessoal. À medida que vai trabalhando a confiança no seu parceiro, conseguirá obter espaço.

Faça as suas próprias atividades e hobbies sem o seu parceiro, não se esqueça que antes da pessoa entrar na sua vida, você era um ser um humano individual com gostos e paixões próprias, é importante que durante a relação o mantenha, e assim como a outra pessoa deve ter um espaço próprio, você também. Fazer outras atividades ajudarão a acalmar ansiedades e a sentir-se seguro de si mesmo descobrindo outras coisas em que é bom.

Evite os pensamentos negativos e destrutivos e separe a realidade da ficção. Por vezes, os ciúmes fazem perder a objectividade e ver coisas onde não existem, por isso é importante controlar a hostilidade tanto física como verbal numa situação em que considera ameaçadora.

Dado o início iminente de um ataque de ciúmes, faça um esforço para parar, pensar e manter a calma. Procure um espaço tranquilo para acalmar os ânimos e pense sobre o que o está a incomodar, por vezes com a cabeça fria conseguimos ver melhor e mais claramente a situação que nos incomoda e detectar se faz parte do nosso exagero ou se é uma situação real.

Preste atenção à questão da "propriedade", ninguém pertence a ninguém, o casal existe porque duas pessoas decidem voluntariamente estar juntas, mas as relações também sofrem mudanças ou acabam, quando vê que o mundo não acaba porque uma relação o fez, entenda que em muitas ocasiões os ciúmes e as reações irracionais levam a um possível abandono ou a nada, pois isso não fará que a união dure mais tempo.

Se o seu atual parceiro lhe foi infiel várias vezes e isso fez com que se torna-se numa pessoa demasiado ciumenta, talvez seja o momento certo para pensar e avaliar se realmente estar a seu lado é o mais indicado para si. Os ciúmes excessivos são um círculo vicioso que nos esgotam e desgastam, se está constantemente submetido a situações de infidelidade, será muito mais difícil ser objectivo, superar os seus medos e melhorar a sua auto-estima.

Se deseja ler mais artigos parecidos a como aprender a controlar os ciúmes, recomendamos que entre na nossa categoria de Sentimentos.

Conselhos

Se notou que os seus ciúmes são excessivos, traduzindo-se em violência psicológica ou física, poderá estar na hora de falar com um especialista.

Pode recorrer a um conselho de um amigo, mas não procure alguém demasiado ciumento como você, pois só irá aumentar as suas inseguranças, recorra a alguém mais objectivo.

Lembre-se que, apesar de todos os casais terem os seus problemas, o objetivo é ter uma união feliz e não uma montanha-russa emocional negativa.

Sara Veiga