terça-feira, 21 de outubro de 2014

DESPERTANDO A CONSCIÊNCIA - Cultive a Chama do Entusiasmo , da Fé e da esperança.

Cultive a Chama do Entusiasmo , da Fé e da esperança.




Cultive o fogo do Entusiasmo , a Fé e a esperança.

Lembre-se mais uma vez de que o que você imagina e sente como verdade se concretiza em sua vida. Deixe sua imaginação ser o que precisa ser: a oficina de Deus.

A união entre o pensamento e a emoção resulta em harmonia e paz, em sintonia com o Espírito, com a Divina Presença, ou com a  Alma e quando o cérebro e o coração se juntam sua prece é atendida a vibração está no infinito Poder de Deus  atuante em sua mente.

Inúmeras pessoas estão doentes, infelizes, insatisfeitas, ineptas e ineficazes porque sua atitude em relação à vida está totalmente errada. Elas não mostram alegria no trabalho e as tarefas que realizam são malfeitas e contraproducentes.

Os sonhos, os planos, as ambições, os ideais e os propósitos desses indivíduos estão murchos e congelados em sua mente, porque eles não sabem transformar seus desejos em realidade.

 O mundo exterior nega a concretização dos seus sonhos. Como não conhecem as leis da mente e não sabem orar cientificamente, têm impressão de que suas maravilhosas idéias morrem no nascedouro, o que resulta em frustração e neurose.

Se você olhar à sua volta no seu local de trabalho, verá muita gente estagnando, como uma fruta morrendo na árvore. A vida é progresso, é crescimento. Não existe limite para nosso desenvolvimento ou criatividade.

 Destruímos nossa capacidade de atingir metas e realizar dizendo algo como: “Se eu tivesse a inteligência ou o dinheiro de John, ou os contatos de Tom, eu subiria na vida e seria alguém neste mundo.

Mas olhem para mim, sou um Zé ninguém. Nasci na contramão, esta que é a verdade. Por isso, tenho de me contentar com meu destino.” Que filosofia de vida mais idiota! É assim, porém que muita gente pensas se menosprezando e se desmotivando porque não tem noção de que dentro de cada ser humano habita o Espírito Vivo Onipotente. Ele é Onisciente, Onipresente tudo sabe e tudo vê.


Essa Presença e Poder poderia revelar às pessoas os muitos talentos escondidos em sua mente mais profunda porque cada ser humano é único, e se você não fosse capaz de fazer algo de especial Deus não o teria colocado neste mundo.

Ele precisa de você aí, onde está. Por isso, expulse aniquile e erradique de sua mente o medo, a dúvida e a má vontade. Confie completamente na Divina Presença. Respire fundo e diga com emoção e humildade:

“Tenho fé e confiança no Infinito. Posso fazer qualquer coisa com
o Poder de Deus, que me fortalece, orienta, consola e dirige.”

 Depois observe as maravilhas que você fará.

Estenda a mão para Deus, melhorando em muito o conceito que tem sobre você mesmo. Mire alto. Levante os olhos e tome consciência de que irá sempre para onde está olhando, para o lugar onde focalizou sua atenção, para sua meta mais ambiciosa.

Assim, estará estendendo a mão enquanto forma em sua mente um quadro sobre a meta já alcançada. Toque esse quadro com fé na Divina Sabedoria, que o fará se tornar realidade.

Então, você ficará satisfeito por algum tempo, até que o Divino descontentamento comece a impeli-lo para uma meta mais alta e depois para uma mais alta ainda, até o infinito.

O gesto de estender a mão a Deus, quando psicologicamente  compreendidos é a mais sadia, mais simples e mais maravilhosa filosofia de vida que alguém pode ter. Então, estenda a mão. Agora.

Um centurião romano, tendo ouvido falar de Jesus, mandou alguns judeus pedirem-lhe que viesse curar um dos seus servos, a quem estimava muito. Jesus foi com eles, mas, quando já estava perto da casa, o centurião mandou um grupo de amigos dizer-lhe:...

Senhor, não te incomodes, pois não sou digno de que entres em minha casa. Por isso, nem fui pessoalmente ao seu encontro. Mas dize uma palavra, e meu servo ficará curado. Pois eu, mesmo na posição de subalterno, tenho soldados sob as minhas ordens e, se ordeno a um: “Vai!”, ele vai; e a outro: “Vem!”, ele vem; e se digo ao meu escravo: “Faze isto!”, ele faz.

Ao ouvir isso, Jesus ficou admirado. Voltou-se para a multidão que o seguia e disse: “Eu vos digo que nem mesmo em Israel encontrei uma fé tão grande”. Aqueles que tinham sido enviados voltaram para a casa do centurião e encontraram o servo em perfeita saúde.

Esta é uma técnica de tratamento à distância descrita de maneira simples e bela. Obviamente, não existe ausência quando se trata da Única Presença, mas você pode estar orando por uma pessoa enferma internada em um hospital distante ou que mora em outro país. Quando estiver fazendo um tratamento mental ou uma terapia da prece, simplesmente corrija para o bem o que ouve ou vê mentalmente, com a certeza de que logo sentirá essa pessoa se libertar e adquirir paz de espírito.

A fé vem naturalmente quando você abandona a interpretação literal da vida e entra em uma interpretação psicológica e espiritual da nossa existência. Temos de imitar os soldados. É essencial que obedeçam sem discutir as ordens dos seus oficiais superiores.

Depois de um período de treinamento, os soldados estão disciplinados, o que significa que sua mente e seu corpo estão condicionados para realizar certas ações.

 Por sua vez, os oficiais recebem autoridade porque aprenderam a comandar. Eles, contudo, em primeiro lugar, tiveram de aprender a obedecer ordens, porque também estão sujeitos à autoridade dos seus superiores.

Eu sempre digo que pensamentos, idéias, estados de espírito, emoções e atitudes mentais são seus discípulos ou servos. Eles podem servi-lo de maneira nobre ou prejudicial, dependendo das ordens recebidas.

Se você é um empregador, dá ordens aos seus funcionários para executarem as tarefas inerentes aos seus cargos e espera ser obedecido. Afinal, paga os seus salários para que eles atuem em conformidade com seus processos de produção e comercialização, por exemplo. Da mesma maneira, você dá ordens para os seus pensamentos, porque é o patrão, o dono, não o servo ou escravo.

Por isso, jamais permita que os bandidos do ódio, do medo, do preconceito, do ciúme, da inveja, da raiva ou da crença em coisas incuráveis tomem a dianteira e façam de você um joguete, uma bola que é chutada de um lado para o outro. Lembre-se de que você está no controle e tem domínio sobre eles.

Quando começar a disciplinar sua mente, não deixe que a dúvida, a ansiedade ou as falsas impressões do mundo o intimidem. Lembre-se de que está condicionando sua mente para dar ordens claras aos seus pensamentos, mandando-os dar atenção às suas metas e ideais de vida.

Dirija e canalize suas emoções de maneira construtiva, porque você também tem domínio sobre elas. Não é possível visualizar ou imaginar uma emoção — ela é uma consequência.

 Assim, controlando seus pensamentos e imagens mentais, você assume o controle sobre suas emoções. O fato inconteste é que nenhuma pessoa, lugar ou coisa tem o poder de irritá-lo, perturbá-lo ou magoá-lo, porque não possuem autoridade para isso.

Suponhamos que alguém diga que você é uma anta. Isso é verdade? Outro o chama de burro. Isso, por acaso, é verdade? Claro que não. As sugestões e afirmações de outra pessoa só podem afetá-lo por meio do seu próprio pensamento.

Quando você “perde a cabeça” o seu adversário entra na sua mente, e lá está como um personagem da sua estória no comando da sua mente, suas emoções agora são compatíveis e a “guerra” acontece dentro de você e o outro.

Você tem a capacidade de amaldiçoar ou abençoar. O melhor é dizer: “A paz de Deus satura minha alma. Estou sintonizado com o Infinito. Deus está me guiando.” A respeito da pessoa que supostamente o ofendeu, diga: “A paz de Deus está saturando a mente de fulano.”

Ao agir assim, a paz também estará enchendo sua própria alma. Você ( Alma) é o único responsável pelos movimentos de sua mente, e pode controlar a raiva, o ódio ou vingança, e assim  viver em paz, harmonia e boa vontade.

Jamais dê aos outros poder para perturbarem-no. Isso seria como colocar alguém num pedestal e fazer dele um deus ou um ídolo. Conscientiz5e de que ninguém tem o poder de perturbá-lo, porque o poder está em você.

 “O Eu sou, o Senhor que te cura, a Única Presença, o Único Poder.” Ele é Onipotente e Supremo. Por que, então, permitir que as emoções do outro dominem a sua mente?

A mente que espelha a Luz da Divina  Presença é disciplinada  e está acostumada a tomar um medicamento espiritual chamado de sintonia com o Infinito.

No instante em que se sentir tentado a reagir dc maneira negativa identifique-se imediatamente com sua meta, que é paz, harmonia, sabedoria, ação correta e realização. Ponha seu pensamento em seu ideal e será vitorioso. Você é uma  pessoa de autoridade e pode dizer aos seus servos: “Vá embora!”, e eles irão; ordenar: “Venham!”, e eles virão. Simples, não? Até uma criança é capaz de entender.

Você pode mandar seu poder de imaginação criar um quadro mental negativo dc carência, perda ou infortúnio, ou discipliná-lo e dirigí-lo para uma  focalização no sucesso, na saúde e na prosperidade.

 Lembre-se mais uma vez de que o que você imagina e sente como verdade se concretiza em sua vida. Deixe sua imaginação ser o que precisa ser: a oficina de Deus.

Vou dar um exemplo de mau uso da imaginação. Uma mãe, cujo filho está demorando para chegar em casa, começa a imaginar que ele sofreu algum tipo de desastre.

 Nos seus quadros mentais distorcidos, negativos ela o vê num leito de hospital ou preso nas ferragens de um automóvel acidentado. A atitude correta seria enviar ao filho uma mensagem de paz e uma ordem de equilíbrio emocional para si mesma.

 Essa criatura precisa aprender a orar cientificamente e comandar os seus soldados ou discípulos; mas, mesmo tendo ascendência sobre eles, você também é um oficial que cumpre ordens — as ordens da Presença e do Poder que habitam em seu interior.

A esta altura você entregou seu ego e orgulho intelectual pelos próprios pensamentos, perspectivas e pontos de vista à Sabedoria Divina que habita em seu interior. Agora, está sob as ordens do seu superior para gerar harmonia, saúde, paz, alegria e beleza, e fazer sua luz brilhar de modo a despertar a atenção das pessoas que o cercam para o progresso que você está obtendo pela glorificação do Pai Eterno.
 Sim, identifique-se com a Divina Presença, tendo fé e total confiança na onipotência, na onisciência e no ilimitado amor do Infinito, que deseja se expressar por seu intermédio. Saiba e sinta que é um canal para a manifestação de todos os atributos, qualidades e potências de Deus, e que Ele flui pelo seu ser como equilíbrio, paz, serenidade e abundância.

À medida que você estabelecer o hábito de orar dessa maneira, afirmando e repetindo as verdades divinas, sentirá que está sendo competido a trazer o que é bom e belo para a sua vida. Você se colocou sob as ordens do Altíssimo, da Presença de Deus, do Espírito Vivo que habita em seu interior. Agora, é uma pessoa dirigida por Deus, ungida por Ele para mostrar ao mundo que vale a pena servir fielmente o Pai Eterno.

Comece, agora, a estender a mão, sabendo que não existem limites para suas possibilidades. Creia e sinta que a Divina Presença é seu chefe e parceiro silencioso, que o guia, aconselha e dirige. Sua vida será maravilhosa, mais útil e construtiva do que jamais foi.

 Comece a se conhecer, experimente o poder da verdadeira prece. A prece também pode ser a contemplação das verdades de Deus. Quando você diz: “Deus me ama e cuida de mim” ou “Deus está me guiando agora”, está fazendo uma prece.

“Ele me invocará e eu responderei. Na angústia, estarei com ele (...) Porque a mim se apegou e eu o livrarei, eu o protegerei, pois conhece o meu nome.” A natureza do Poder de Deus ao invocar seu Nome é  atender quando chamado. Alinhe-se com a Divina Sabedoria e você terá uma vida muito melhor do que jamais sonhou.

“Levanta-te, toma tua maca e vai para tua casa.” A maca é seu novo estado de espírito. Curado da paralisia mental, você caminha pela terra livre, alegre e feliz, sabendo que por meio do Poder do Altíssimo poderá realizar grandes feitos.

Ao se aproximar da cidade, coincidiu que levavam a enterrar um morto, filho único de mãe viúva; e grande multidão estava com ela. O Senhor, ao vê-la, ficou comovido e disse-lhe: “Não chores!” Depois, aproximando-se» tocou o esquife» e os que o carregavam pararam. Disse ele, então: “Jovem, eu te ordeno, levanta-te!” E o morto sentou-se e começou a falar.
Esta história ou metáfora do Novo Testamento descreve mais um drama psicológico e espiritual acontecendo na consciência humana. O jovem morto pode significar um o desejo que você não conseguiu realizar.

 Pode ter sido o desejo de se tornar um cantor profissional porque sabe que tem o dom da música e da voz, mas não encontrou meios de expressá-los. Então, lamentou: “Acho que sonhei em vão. Não conheço as pessoas certas, não sei como me apresentar a um empresário” e assim por diante. Por isso, o desejo começa a morrer dentro do seu coração. Talvez até já tenha morrido.

Porém, se você agora mesmo começar a afirmar que já é o que sempre desejou ser e que, por meio do poder do Onipotentes logo estará cantando hinos de triunfo, estará ressuscitando o desejo morto em seu interior.

Suponhamos que você tenha uma doença grave e persistente, que pode simbolizar a morte da saúde. Então, você precisa se dar conta disso:

“Eu sou o Senhor teu Deus; eu virei e o curarei. Virei e restaurarei sua saúde e curarei tuas feridas’, disse o Senhor.” Então, sinta o milagroso poder de Deus fluir pelo seu organismo, curando, revigorando e restaurando todo o seu ser para se adequar ao modelo que Deus tinha quando o criou, um modelo com harmonia, saúde e paz.



O filho da viúva, o desejo que ela guarda em sua mente, não permanecerá morto porque ela se volta para a Divina Presença, sabendo, no fundo do seu coração, que o Espírito Vivo atenderá a sua súplica silenciosa. Entregando-se a um clima de total aceitação, seu triunfo é o Senhor ordenando ao morto: “Levanta-te!”
Uma amiga me contou que ficou paralisada quando uma máquina pesada caiu sobre ela. Foi com enorme esforço que conseguiu voltar a andar e falar, mas como tinha absoluta fé na existência de um Poder Maior, continuou clamando, orando e confiando durante todo o tratamento, abençoando seus médicos, terapeutas e outros profissionais da saúde que a ajudaram.


“Tudo o que pedirdes com fé vós recebereis”.o. Acreditar em alguma coisa é aceitá-la como verdade. A viúva, mãe do jovem morto, também perdeu o marido, o que significa que, quando não estamos mental e emocionalmente casados com Deus e suas verdades, perdemos a paz, a alegria, a saúde, a felicidade e a inspiração.

Este texto é resultado de uma pesquisa,inspirada em vários autores como  Tracy  Cline, Prendice Mulford e outros.