domingo, 14 de setembro de 2014

EQUILÍBRIO E HARMONIA - Lei de Causa e Efeito

Lei de Causa e Efeito



A Lei do ciclo é uma das maiores Leis Divinas - às vezes, também
chamada de Lei de Causa e Efeito - ou ASSIM COMO SE SEMEIA, ASSIM SE COLHE. 

Tudo que passa por vossos pensamentos, sentimento, palavra e ação,
passa primeiramente em vosso próprio ser, em vosso mundo pessoal, e depois 
atinge a humanidade, o local, a situação ou coisa - para onde os enviais. 

Como em vosso íntimo sois a fonte da vida e do poder do pensamento ou sentimento enviado, assim que sua meta for atingida retornarão a vós e, no caminho de volta, ganharão em proporção o aumento de cada qualidade ou vibração com os quais vós as carregastes. 

Recebeis portanto, em vosso mundo pessoal, aquilo que dais de vós - sem dúvida acrescentado e multiplicado - sejam construtivas ou destrutivas as vossa idéias.

Se criticais, sereis criticado; se feris, sereis ferido; se sois injusto e rude,
recebereis injustiça e rudeza. As causas que são chamadas à vida deverão ser equilibradas e organizadas antes que se possa estar livres dos efeitos. 

Quem planta milho, colhe milho; quem planta discórdia, colhe discórdia; quem planta flores, colhe flores; e quem plantar amor, amabilidade e gérmens, construtivos, colhe a mesma coisa! 

Como podem homens inteligentes crer que continuando a "plantar" a crítica, a discórdia, a injustiça e muitas outras qualidades destrutivas -
colherão saúde, amor, abundância, felicidade e todas as coisas boas da vida?!

Todo mundo tem dado de si, ódio, ganância, crueldade, egoísmo - pois bem, em todo mundo a seara está amadurecendo em desgraças, confusão ou caos.

Se o vosso viver (vibração de energia de vida) prejudicar outra vida (em
pensamento, sentimento, palavra, ação), então será colocada em movimento
causa da culpa que, em algum lugar, em qualquer tempo, retornará a vós para ser liquidada.

Muitas vezes, o indivíduo deixa seu corpo (morte) antes que possa
reajustar as injustiças que praticou ou as que praticaram contra ele. 

Para aquele equilíbrio será preparada a oportunidade onde os determinados indivíduos se encontrarão e, de forma mais natural nas circunstâncias da vida, terão oportunidade para poderem saldar suas culpas HARMONIOSAMENTE. 

Isto acontece de maneira que aquele que foi o causador das faltas possa auxiliar e servir o próximo a quem prejudicou. Esta neutralização só pode ser realizada nas futuras incorporações, quando a vida os traz, novamente, sempre e sempre, aoconvívio, até que eles aprendem a viver em harmonia.