domingo, 3 de agosto de 2014

EQUILÍBRIO E HARMONIA - Pindas Chinesas - Equilibrando a Energia Interior

Pindas Chinesas - Equilibrando a Energia Interior




Originário das antigas terapias orientais, e reconhecido através dos seus resultados esta técnica encontra-se de certa forma ligada ao fundamento da moxibustão, através da aplicação de calor em pontos de shiatsu ou da acupuntura.

Esta foi transmitida ao longo do tempo, de geração em geração, tendo esses ensinamentos conseguido 
chegar até aos dias de hoje, graças à preservação das tradições.

As Pindas, são saquinhos de linho que no seu interior têm ervas medicinais, aromáticas e especiarias com propriedades tanto relaxantes como estimulantes, as quais são previamente aquecidas, de forma a criar o efeito terapêutico desejado, equilibrando a energia interior.

Esta técnica pode ser aplicada recorrendo a várias manobras de massagem, criando um relaxamento 
profundo e uma conexão com o nosso interior, através de uma paz e harmonia, subtilmente proporcionadas com o auxílio de aromas, de música, de toques e descompressão de energias retidas pelo nosso corpo.

A massagem envolve primeiramente o toque para espalhar o óleo no corpo do cliente para em seguida o deslizamento das Pindas já aquecidas. A sensação é diferente de uma massagem tradicional. É áspera e quente. Causando um relaxamento tão profundo que adormecer é quase impossível de não acontecer.

Rusticamente falando, a massagem com Pindas Chinesas teria como principal definição de relaxar e, de uma certa forma, esfoliar a pele devido a sensação áspera.

A parte terapêutica está ligada ao equilíbrio do sistema respiratório que é indicada para pessoas asmáticas e para desintoxicação e proteção do sistema respiratório dos fumantes. Harmoniza os Chackras, trabalha os pontos de acupuntura, nódulos de tensão  e dores musculares.

O método também ativa a circulação sanguínea, drena as toxinas e previne contra o envelhecimento. 

Pessoas com problemas de retenção de líquidos, obesidade, celulite, TPM, insônia, dores musculares e 
fibromialgia também podem recorrer às Pindas. Além disso, ajudam a reforçar as defesas imunológicas do organismo.

Querendo ou não, a massagem com Pindas Chinesas está ligada à Aromaterapia, pois as ervas aromáticas causam todas as sensações anteriormente citadas.

Os benefícios gerais são: Calmante, energético, equilibrador, estimulante, regulador, relaxante, bem-estar, fortificante, adstringente, afrodisíaco e anti-séptico.

Durante o outono e inverno essa terapia constitui uma forma saudável e 100% natural de equilibrar o 
sistema respiratório, liberando fadiga associada aos resfriados, sinusites, bronquites, constipações e 
estados de obstrução de vias respiratórias. As pindas chinesas são indicadas ainda para pessoas asmáticas e para proteção e desintoxicação do sistema respiratório dos fumantes.

As ervas aromáticas mais utilizadas são a alfazema/lavanda, camomila, jasmim, rosa, neroli, laranjeira, 
erva-limão e a canela, tendo sempre em conta o tratamento pretendido.

Como também se trata de Aromaterapia, só é contra-indicado quando houver: câncer, gravidez, hipertensão, ferimentos na pele, problemas cardíacos, infecção, inflamação e febre.

Se você se indentifica com algum ítem da lista de contra-indicações, consulte seu médico para ter certeza se poderá ou não desfrutas das Pindas antes mesmo de consultar seu terapeuta.







Fontes:

- Kátia Kioki -Terapeuta Holística e Massoterapeuta
- saudeintegral.webnode.com.br
- www.fibromialgia.com.br