terça-feira, 1 de agosto de 2017

DICAS TERAPÊUTICAS - 6 ATITUDES PARA SE PROTEGER DAS ENERGIAS NEGATIVAS - CapaEnergias 4 TÉCNICAS PARA LIMPAR A ENERGIA NEGATIVA DA SUA AURA:

LIMPAR A ENERGIA NEGATIVA DA SUA AURA


Resultado de imagem para DICAS TERAPÊUTICAS - 6 ATITUDES PARA SE PROTEGER DAS ENERGIAS NEGATIVAS

Hoje eu quero falar sobre como limpar a energia negativa, e eu vou focar na limpeza energética pessoal. Porém é possível aplicar as técnicas que te ensinarei hoje ao ambiente onde você vive.

O que é aura?

Para entender melhor a influência das energias sobre nós, é preciso voltar pelo menos 10 mil anos na História da humanidade. Nessa época encontramos a literatura mais extensa, mais profunda e contundente que fala do campo de energia humana. Na Bíblia, há muitas referências sobre ele, citadas por Paulo de Tarso, que o chamava de corpo de luz.
Esse corpo de luz é um sinônimo para a aura, a qual os gregos chamavam de psicossoma – psico, alma e soma, corpo, ou seja, corpo da alma. Ele é totalmente construído, alterado, influenciado pelo que você pensa e sente. Em outras palavras, aura é um campo de energia que vem de cada pessoa, está relacionado a cada um de forma exclusiva, e avança para além das fronteiras do seu corpo físico.
Quer entender melhor como se comporta a aura? Ela atua como uma lâmpada, que produz luz que alcança extensões e áreas além do espaço delimitado pelo bulbo de vidro, isto é, a sua energia resulta numa luminosidade que ultrapassa limites.
É como se nós humanos fôssemos como uma lâmpada, e a nossa energia, a nossa luminosidade, que não é vista, mas sentida, transborda do nosso corpo físico. A nossa aura pode ter 1 metro de diâmetro (pode variar para mais ou para menos essa medida).
Então, quem está a menos de 1 metro de distância de mim, seja a frente, atrás, à direita ou à esquerda, está envolvido pela minha aura, e eu também estou dentro da aura da outra pessoa. Quando estamos dentro de um ônibus, de um trem, de um metrô, ou de um avião, e estão todos muito próximos, juntos, estão todos compartilhando um pouco da sua aura com os demais.

Nada em excesso é bom

Acontece que a aura é feita de energia eletromagnética; tal como um ímã, ela possui magnetismo. Mesmo que você não esteja vendo a energia, ela continua fluindo. Quando você está ligando um equipamento eletrônico que é alimentado pela energia elétrica, ele tem uma resposta, mas você não vê a energia elétrica.
O fato é que pode ser que você não veja a energia eletromagnética da aura, mas ela existe da mesma forma. E a energia eletromagnética é constituída, basicamente, por partículas positivas e negativas.
É comum o entendimento de que o excesso de energia negativa é ruim. Mas é importante sabermos que o excesso de energia positiva também é prejudicial, porque causa ansiedade, descontrole, excesso de fala, excesso de agitação.
1
Uma pessoa muito ansiosa pode ser, sim, uma pessoa com muita energia positiva, pois qualquer excesso caracteriza um desequilíbrio energético.

De onde vem a energia negativa?

Ela vem quando pensamos e sentimos coisas ruins: sofrimento no trabalho, com os parentes, com as próprias decisões, com tudo aquilo que eu penso e sinto. Então, eu fico pensando e sentindo coisas ruins e vou criando em minha aura um campo de energia negativa.
Para você ser feliz, é importante entender que a energia negativa que você absorve de uma conversa ou de um ambiente só entra para você porque há um desequilíbrio em seu campo eletromagnético. Se o seu campo estivesse equilibrado, você não seria afetado, porque a energia externa não tem ressonância com a sua aura, e assim não acontece a troca energética.
Portanto, toda energia negativa só chega de alguma maneira a você porque você também está desequilibrado. Toda energia negativa é criada por um campo de emoção, pensamento e sentimento que vem das pessoas com as quais você se envolve, e que surgem de si mesmo.
Toda vez que você chega mal em casa, cansado, sem forças, ou quando você chega de uma reunião familiar sem energia, principalmente, há uma permissão sua; você deixou ser permeado por um campo de energia desequilibrado emitido por outras pessoas.
Existe a 9ª lei da energia, que diz que quando dois corpos se encontram, eles nunca mais serão os mesmos, pois ocorre uma troca de energia. Se eu estiver a um metro de distância de você, nós já estaremos conectados por uma troca energética: o que é meu vai para você, e o que é seu vem para mim. Mas o que é essa energia? Pensamentos, emoções, sentimentos.

Técnicas de limpeza energética

E é por isso que a arruda, o sal grosso, o incenso e a respiração são tão profundos e eficientes para o segundo tópico que vamos tratar neste conteúdo. Eu vou explicar de uma forma bem básica.
O uso da arruda para uma limpeza energética é muito recomendado. Ela tem um poder de absorção sem igual. Mas não dá para você ficar usando arruda todos os dias, precisamos ir aprendendo a identificar as causas do desequilíbrio e criar o nosso próprio processo de proteção pessoal sem depender de arruda, de incenso ou de sal grosso.

A arruda

Você pode pegar um pequeno galhinho de arruda e deslizar sobre você por dois minutos, passando pelo seu corpo com uma intenção positiva. Pode passar no alto da cabeça e, principalmente, na região do estômago, do plexo solar. Essa é uma forma de se equilibrar imediatamente.
Após esse procedimento, você pode descartar a arruda no lixo. Ela não está suja, mas cedeu toda a energia vital que armazenou para reequilibrar a sua aura.

O incenso

Quando você queima o incenso e não pensa em nada, ele é só um aroma, a energia das plantas é dissipada pelo ambiente, mas você não dinamiza o campo energético delas. Para ativar a energia das ervas, basta ativar a sua intenção no momento em que começar a queimar o incenso.
Para fazer a limpeza energética, pegue o incenso, queime-o, eleve o pensamento a Deus e passe ao redor do seu corpo com suavidade, para que a fumaça te envolva, com cuidado para não se queimar com a brasa.
Você precisa acoplar a intenção de limpeza, fazendo uma oração, elevando os pensamentos e as emoções, acenda o incenso e projete nisso a intenção da limpeza energética.
2

O sal grosso

Esse é um elemento que funciona mesmo! A melhor forma de utilizá-lo é dissolvido em água. Pegue duas ou três colheres de sal grosso, coloque numa bacia com um litro de água (mineral de preferência). Ponha os pés dentro dessa vasilha e eleve seus pensamentos a Deus, serene sua mente ouvindo uma música boa, por exemplo, e fique com os pés imersos nesse líquido.
Você pode fazer qualquer uma dessas práticas todos os dias, alternadamente, ou usar todas as técnicas juntas. Mas se todos os dias você não está se sentindo bem, significa que você está errando na causa. As técnicas ensinadas nesse conteúdo são para tratar a consequência, que tem uma origem. Agora estamos aprendendo a tratar a consequência, mas também é preciso tratar a causa.
É possível fazer a limpeza com sal grosso na hora do banho, mas jogue a solução de água com sal do pescoço para baixo porque o sal eletrifica e muda a qualidade do seu cabelo. Mas, pelo escalda-pé, você pode usar a água em qualquer temperatura e o procedimento também alia os pontos de reflexologia. Por isso, todo o seu corpo já será limpo com a imersão dos pés em águia e sal grosso.

A respiração

Quando você respira, você oxigena seu sangue e muda todo o seu padrão energético. Ao respirar com intenção, sua aura cresce, expande-se e cria o efeito repelência, expulsando a energia negativa por meio dessa acomodação e expansão do campo áurico.
A respiração pausada deve ser utilizada juntamente com a técnica do sal grosso, inspire bem profundamente 20 vezes. Diminua a intensidade caso sinta tontura e procure realizar esta técnica de maneira tranquila. Entre todas as técnicas que apresentei aqui, a respiração, para mim, é uma das mais rápidas e efetivas. É normal você começar a bocejar.
Essas quatro técnicas de limpeza com esses quatro elementos não são brincadeira.

Para se proteger das energias negativas


Todos nós sabemos, as energias negativas são uma das preocupações
do ser humano. Procurar fugir delas é complicado. Elas nos
alcançam em qualquer lugar do planeta. Mas, podemos nos defender,
começando a tomar uma série de atitudes e providências.
Abaixo, seguem seis dicas pessoais para começar a combatê-las
.
1. NÃO TEMER NINGUÉM

Uma das armas mais eficazes na subjugação de um ser é impingir-lhe o medo. Sentimento capaz de uma profunda perturbação
interior, vindo até a provocar verdadeiros rombos na aura, deixando o indivíduo vulnerável a todos os ataques.
Temer alguém
significa colocar-se em posição inferior, temer significa não acreditar em si mesmo e em seus potenciais, temer significa falta de
fé. O medo faz com que baixemos o nosso campo vibracional, tornando-nos assim vulneráveis às forças externas.
Sentir medo de alguém é dar um atestado de que ele é mais forte e poderoso. Quanto mais você der força ao opressor, mais ele se fortalecerá.

2. NÃO SINTA CULPA

Assim como o medo, a culpa é um dos piores estados de espírito que existem. Ela altera nosso campo vibracional, deixando nossa aura (campo de força) vulnerável ao agressor.
A culpa enfraquece
nosso sistema imunológico e fecha os caminhos para a prosperidade. Um dos maiores recursos utilizados pelos invejosos é fazer com que nos sintamos culpados pelas nossas conquistas. Não faça o jogo deles e saiba que o seu sucesso é merecido. Sustente as suas vitórias sempre!

3. ADOTE UMA POSTURA ATIVA

Nem sempre adoptar uma postura defensiva é o melhor negócio. Enfrente a situação. Lembre-se sempre do exemplo do cachorro: quem tem medo do animal e sai correndo, fatalmente será perseguido e mordido. Já quem mantém a calma e contorna a situação pode sair ileso.

Ao invés de pensar que alguém pode influenciá-lo negativamente, por que não se adiantar e influenciá-lo beneficamente? Ou será que o mal dele é mais forte que o seu bem?
Por que será que nós sempre nos colocamos numa atitude passiva de vítimas? Antes que o outro o alcance com sua maldade, atinja-o antecipadamente com muita luz e pensamentos de paz, compaixão e amor.

4. FIQUE SEMPRE DO SEU LADO;

A maior causa dos problemas de relacionamentos humanos é a "Auto-Obsessão". A influência negativa de uma pessoa sobre outra sempre existirá enquanto houver uma ideia de dominação, de desigualdade humana, enquanto um se achar mais e outro menos, enquanto nossas relações não forem pautadas pelo respeito mútuo.

Mas grande parte dos problemas existe porque não nos relacionamos bem com nós mesmos. 'Auto-Obsessão' significa não se gostar, não se apoiar, se auto boicotar, se desvalorizar, não satisfazer suas necessidades pessoais e dar força ao outro, permitindo que ele influencie sua vida, achar que os outros merecem mais do que nós.
Auto - obsequiar-se é não ouvir a voz da nossa alma, é dar mais valor à opinião dos outros. Os que enveredam por esse caminho acabam perdendo a sua força pessoal e abrem as portas para toda as pessoas dominadoras e energias de baixo nível. A força interior é nossa maior defesa.

5. SUBA PARA POSIÇÕES ELEVADAS;

As flechas não alcançam o céu. Coloque-se sempre em posições elevadas com bons pensamentos, palavras, acções e sentimentos nobres e maduros.
Uma atmosfera de pensamentos e sentimentos de alto nível faz com que as energias do mal, que têm pequeno alcance, não o atinjam. Essa é a melhor forma de criar 'incompatibilidade' com as forças do mal e energias incompatíveis não se misturam.

6. FECHE-SE ÀS INFLUÊNCIAS NEGATIVAS.

As vias de acesso pelas quais as influências negativas podem entrar em nosso campo são as portas que levam à nossa alma, ou seja, a 'mente' e o 'coração'. Além de manter o coração e mente sempre resguardados das energias dos maus pensamentos e sentimentos negativos, fuja das conversas negativas, maldosas e depressivas.

Evite lugares densos e de baixo nível. Quando não puder ajudar, afaste-se de pessoas que não lhe acrescentam nada e só o puxam para o lado negativo da vida. O mesmo vale para as leituras, programas de televisão, filmes, músicas e passatempos de baixo nível.
Se é Reikiano use e abuse com (respeito) de todos os simbolos de protecção que tiver acesso, faça-os em sua casa, trabalho, carro em fim use e sinta, essa força em si.