terça-feira, 18 de julho de 2017

DICAS TERAPÊUTICAS - Óleo essencial de GERÂNIO - “O óleo do Amor”

“O óleo do Amor”

 


Regido por Vênus, possui uma energia feminina/yin tão intensa que transmite uma vibração a quem o utiliza de calma e de muita sensibilidade. Favorece a conexão com os nossos verdadeiros sentimentos, despertando o carinho, a suavidade, a ternura e o afeto, que por alguma razão deixamos de lado para sobreviver no dia a dia.

Este óleo estimula fortemente o amor próprio, elimina o medo permitindo a entrega aos desejos e prazeres da alma. Indicado para quem tem deixado a intuição, a imaginação e a percepção extra-sensorial de lado.

A mensagem deste óleo para quem o utiliza é: 
Qual o ritmo natural do meu corpo? 
Quais os meus verdadeiros desejos e vontades?
Ameniza as emoções representativas do órgão fígado (MTC), como a raiva e a irritabilidade, e pacifica os três doshas (vata, Pitta e kapha).
Ideal para os que estão passando por momentos de excesso de trabalho, estresse e extremos de exigência física e mental, deixando seu verdadeiro eu de lado, acreditando que poderão “viver a vida” em outro momento.

Gerânio

P1040357
Nome latinoPelargonium graveolens, P roseum, P asperum
FamíliaGeranieacecae
Guia de compra:
  • Cor: Incolor a verde-claro
  • Viscosidade: Úmido
  • Aroma: Doce, suave, fresco, lembrando o da rosa
Países de origem: Ilha Reunião (para o gerânio tipo burbom), Madagascar, Egito, Argélia, Marrocos, Rússia, China, França, Estados Unidos
Descrição: Pode crescer até 1 m de altura; pequenas folhas bem esparsas e florzinhas branco-rosadas.
Partes usadas: Folhas e hastes
Método de extração: Destilação com vapor.
Rendimento:  0,1 a 0,2%
Usos mais importantes: Problemas de reprodução femininos, fertilidade, distúrbios circulatórios, antidepressivo, menopausa, machucados, feridas, hemorroidas, bactericida, anti-infeccioso, cansaço, nervoso, equilíbrio emocional.
Propriedades terapêuticas: Adstringente, hemostático, diurético, anti-séptico, antidepressivo, regenerador, tônico, antibiótico, antiespasmódico, anti-infeccioso.
Principais componentes químicos: Citronelol, geraniol, citronelil fromato, linalol, terpineol, iso mentono
Mistura-se bem com: limão, grapefruit, Lavanda, alecrim, camomila-romana, hortelã pimenta, cravo-da-índia, esclareia, gengibre, palmarosa, tangerina, ilangue-ilangue, sândalo, pimenta-do-reino, erva doce, zimbro, cipreste, rosa-damascena, rosa-marroquina, jasmim, olíbano, laranja.
Fatos interessantes: Introduzido na Europa, vindo da África no século 17. Há aproximadamente setecentas variedades de gerânio, mas apenas dez são usadas na feitura do óleo essencial. O tipo ornamental de gerânio, conhecido dos jardineiros, normalmente não se presta ao óleo essecila. O aroma exclusivo, que lembra o da rosa, é capturado colhendo-se as flores assim que as folhas ficam amarelas, antes disso o aroma lembra mais o do limão.
Contra indicação: Não se tem notícia de nenhuma. 
Retirado do livro: A – Z Aromaterapia – Susan Worwood