quinta-feira, 25 de maio de 2017

Dicas Terapêuticas - A Terapia das Aguas para cura

A Terapia das Aguas 


O assunto da hora é beber água para termos saúde.
 


É fato que o nosso corpo é formado por líquidos, cerca de 70%. Por isso, desde a infância ouvimos que beber água é essencial para a saúde, mas na prática, a coisa é diferente. Na correria do dia-a-dia, muita gente sequer toma um copo desse presente dos céus.
E acredite, por não termos o hábito de berber água, a nossa sensibilidade à sede diminui, isto é, passamos a sentir menos sede com o passar dos anos, com efeito, o processo de envelhecimeto acelera e outros sintomas aparecem, como dor de cabeça, prisão de ventre e pele seca.
Segundo a tradicional medicina indiana, a água é uma verdadeira fonte de juventude. Além de muitos outros benefícios.
Mas quanto de água devemos beber? Bom, fala-se sempre para ingerirmos até dois litros por dia, mas acredito que essa medida é bastante individual. Existem pessoas com massa corporal maior, portanto, o consumo deverá ser maior.
E como é essa água que devemos beber? Para começar, límpida, cristalina e inodora. É bom dar preferência para água mineral.

Outra coisa, é recomendável que evite água gelada, pois a bendita apaga a possibilidade de uma digestão saudável, ocasionando o acúmulo de toxinas dos alimentos, que não foram diregidos perfeitamente, levando-nos assim, a envelhecer.
Mas, depois que você ler toda a matéria postada aqui neste blog sobre a água, que é pura fonte de vida, certamente mudará os seus conceitos.

A seguir, trechos sobre a cura da água, publicada por uma associação japonesa.
Resultado de imagem para Dicas Terapêuticas - A Terapia das Aguas

OBJETIVO DA CURA:

Tratamento das seguintes doenças.
Medicina interna: dores de cabeça, hipertensão, anemia, artrite, reumatismo, paralisia geral, obesidade, taquicardia (palpitação do coração), astenia ( cansaço geral), tosse, asma, bronquite, tuberculose, meningite, doença hepática (fígado), uropatia (rins), mipo-acide, piose gástrica, disenteria (ulceração dos intestinos), prolapso reta (queda do órgão) ,constipação, hemorróides, diabetes. Oftalmologia: menorragia ou pálmica dos olhos, astena ( cansaço na vista) Otorrinolaringologia: zumbido nos ouvidos, rinite (infecção na garganta). Ginecologia: câncer do útero, menstruação irregular, leucorréia, câncer no seio. Esta cura d água pode parecer, para alguns, inconcebível, mas os fatos comprovam que ela é fundamentada e recomendada. * Beber uma quantidade considerável de água de uma vez só, torna o cólon mais eficaz para produzir mais sangue renovado, realidade reconhecida em termos médicos como "HEMATOPOESE": formação e renovação de glóbulos sangüíneos. * Isto é possível pela ativação das dobras das mucosas que se encontram no cólon e intestino e que absorvem os elementos nutritivos dos alimentos que ingerimos e que transformam em um sangue novo e fresco. 

* Esta teoria foi publicada em um artigo escrito por um professor japonês de uma universidade médica, há sete anos. 
* Em geral devido a insuficiência do cólon, o homem sente-se esgotado, adoece e dificilmente consegue se curar.
 * O cólon de um adulto mede aproximadamente 2,5 cm de comprimento, podendo absorver os elementos nutritivos que o corpo recebe. Se o cólon estiver limpo então os nutrientes dos alimentos que ingerimos várias vezes por dia serão completamente absorvidos pelas dobras da mucosa do cólon que os conduz a corrente sangüínea , gerando assim um sangue novo e fresco para o organismo. 
* Esse sangue novo se encarregará de curar as nossas doenças e ele é considerado a principal força do restabelecimento da saúde. Em outras palavras: a terapia d água nos tornará sadios e prolongará a nossa vida. 

Imagem relacionada

PONTOS A CONSIDERAR :

Existem alguns particulares que devemos observar a respeito da cura da água:
Uma pessoa que está doente pode achar difícil beber 6 copos de água de uma vez, mas, deve ter paciência, experimentar andar ou correr alguns momentos (entre 2 a 3 copos para o outro fazer um espaço de alguns minutos). Poderá então conseguir tomar toda a quantidade de água exigida. Após ter bebido toda a água, deve-se fazer exercícios, durante 20 minutos, seja correndo ou jopping ( pular no mesmo lugar). Uma pessoa doente que não consegue levantar-se, após tomar a água, fazer respiração profunda no leito e massagem no abdômen, o que ajuda a conduzir a passagem da água no colón, de modo a lavar as dobras da mucosa intestinal. Passado sete anos, esse professor da Universidade do Japão, publicou uma tese sobre a função da hematopoese (formação dos glóbulos sangüíneos) e até hoje, sua teoria não foi contestada. As pessoas que fazem essa terapia, podem beber durante as refeições, a bebida habitual (que está acostumado), mas, não deve tomá-la antes de duas horas após as refeições. Devem também evitar ingerir comida sólida antes de deitar-se, sobretudo massas.

ALGUMAS INSTRUÇÕES GERAIS:

O muito ou pouco de água, que se consegue tomar, principalmente no inicio, seguramente trás bons resultados. Aconselha-se aumentar aos poucos (se não se conseguir da primeira vez), até chegar aos seis copos. Aconselha-se, ainda colocar a água que se vai beber de noite, num único recipiente, de modo que os resíduos, ou elementos químicos, depositem-se, no fundo da vasilha durante a noite. É importante, após tomar água, massagear o abdômen, ou fazer ginástica. Sabendo-se, que 90% do nosso corpo é composto de água, esta terapia, não pode ser prejudicial de modo algum. Está provado que ela é benéfica. 


Fonte: Ana Benicia /vidaeartenamesa.blogspot.com.br