quinta-feira, 25 de maio de 2017

DICAS TERAPÊUTICA - PODER NUTRIVIO E MEDICINAL DO MANJERICÃO

MANJERICÃO - Anti-Envelhecimento


 

O poder nutritivo e medicinal do manjericão é notável, dada sua quantidade de vitaminas, minerais, e fito nutrientes. É conhecida desde os tempos antigos, quando era usada pelos gregos como símbolo de paz, harmonia e felicidade. Primo do funcho, do cominho e da erva-doce, contém químicos naturais, como o sabineno eugenol, cimeno, linalol, acetato de linalilo, e terpineol, compostos conhecidos por suas propriedades anti-inflamatórias e anti-bacterianas.

O manjericão possui níveis impressionantes de Vitamina C (ácido ascórbico). Por cada 100 gramas, fornece 51,4 mcg ou 86% da DDR, a Dieta Diária Recomendada. O Ácido Ascórbico é um dos melhores antioxidantes naturais para o combate aos radicais livres, também reforça o Sistema Imune, é anti viral e acelera a cicatrização de feridas.

Esta erva também impressiona a Comunidade Científica por sua quantidade excepcionalmente alta de Vitamina A, luteína, betacaroteno, criptoxantina e de xanthins. Estes 3 últimos, quando juntos, formam um dos trios mais potentes contra o envelhecimento da pele, e contra doenças que possam atacar a pele.

Conhecida como antioxidante, e Vitamina A também é necessária para a manutenção de uma visão saudável, sendo ainda essencial para manter a saúde das membranas mucosas. Vegetais que conjugam Vitamina A e betacaroteno, como o manjericão, são conhecidos pela proteção que dão ao pulmão e à cavidade oral contra o câncer.

Esta erva é uma das melhores fontes de Vitamina K, que por sua vez é dedicada à construção da massa óssea e à manutenção da saúde da pele. Estudos científicos estabeleceram que limita os danos neuronais no cérebro, fazendo com que a Vitamina K seja relevante no tratamento da Doença de Alzheimer.

O manjericão com seu sabor levemente adocicado e picante, também nutre o corpo humano como manganês, zinco, ferro, cálcio, potássio, cobre, fibras, folatos, riboflavina, e tiamina. Para beneficiar-se de tantas propriedades pode-se usar esta erva diariamente como tempero. O detalhe é que deve ser adicionada no último instante de preparo, já que a cozedura destrói a maioria de suas propriedades naturais.

Para tratar dores musculares ou provocadas pela artrite, e também a flatulência, recomenda-se um chá morno de manjericão. Para a artrite reumatoide ou artrose, em especial, pode-se massagear a área a ser tratada com o seu óleo essencial.

Este óleo também pode ser usado no tratamento de infecções intestinais, para reduzir dores provocadas pelo período menstrual, ou para aliviar náuseas.


 
Popularmente leva outros nomes, como: Alfavaca, Alfavaca-cheirosa, Alfavaca-de-jardim, Alfavaca-doce, Alfavaca-d’américa, Basilicão, Basílico, Erva-real, Manjericão-branco, Manjericão-de-folha-larga, Manjericão-de-molho, Manjericão-doce, Manjericão-grande.
Já a séculos o manjericão é conhecido e utilizado por diversas culturas, para diversos fins, sejam místicos, religiosos, medicinais ou culinários, isso porque possui características peculiares das quais falaremos um pouco melhor agora.

Propriedades

As propriedades medicinais dessa planta geralmente não são bem difundidas, entretanto são muitas e vale a pena destacar algumas delas:
  • Combate o cansaço, depressão, enxaqueca e insônia
  • É antiespasmódico (suprime a contração do tecido muscular liso, especialmente em órgãos tubulares), digestivo, diurético e carminativo (eficaz no controle de gases)
  • Combate à falta de apetite, parasitas intestinais e dispepsias nervosas
  • Pode aumentar a secreção de leite em mulheres grávidas
  • Diminuir estados febris
  • Excelente para melhorar irritações cutâneas
  • Eficaz na cura de laringite e faringite
  • Desinflama aftas e mamilos doloridos
  • Combate à acne
  • Tem propriedades analgésicas, antissépticas e cicatrizantes
  • Além do mais, lhe atribuem características afrodisíacas
  • Ativa o sistema imunológico
  • Trabalha contra inflamações ósseo articulares

Como utilizá-la

Para que possamos desfrutar das propriedades dessa maravilhosa planta é possível utilizá-la de diferentes formas: infusões, pomadas, cozimentos, cataplasmas (práticas médicas homeopáticas), tinturas, loções, xaropes, bálsamos, em pó, sabões, cremes, seco ou fresco (uso externo), ou como condimento em saladas, comida vegetariana, sopas, carnes, macarronadas, molhos e ensopados (uso interno). Pode-se consumi-lo com azeite de oliva ou alho picado para todos os alimentos.

O cultivo de manjericão

Uma vantagem para essa planta é que não necessita de demasiado espaço para ter alguns ramos. O manjericão cresce abundantemente em vasos ou com plantio em solo se você dispõe de uma horta ou jardim, é importante que a planta receba sol sempre (6 – 8 horas de luz por dia), por isso é mais suscetível a crescimento no verão, apesar de poder-se colher folhas de manjericão durante todo o período que o tenha em cultivo. É importante mantê-lo “abrigado” de temperaturas mais baixas durante o inverno.
Resultado de imagem para DICAS TERAPÊUTICA - PODER NUTRITIVO E MEDICINAL DO MANJERICÃO

Se te interessa cultivar essa planta, todo o processo é bem simples, basta semeá-la diretamente em solo naturalmente fertilizado. Um dos segredos pra manter a planta saudável é sempre cortar as flores para prevenir que as mesmas o deixem crescer.
Sem dúvidas essa planta aromática possui propriedades maravilhosas e você pode começar a empregá-la não apenas na culinária, mas também na prevenção e combate a doenças mais comuns dentre as quais expusemos aqui. E que faça bom proveito!