quinta-feira, 13 de abril de 2017

DESPERTANDO A CONSCIÊNCIA - CULPA E CASTIGO - SER FIEL A SIM MESMO É O CAMINHO PARA SE TORNAR FORTE.


CULPA E CASTIGO


culpa e castigo.jpg
Vocês vivem em uma sociedade de culpa e vergonha.
Desde que nascem começam a ser tratados como culpados e lhes fazem sentir vergonha de quem são.
São corrompidos no nascimento para que fiquem cativos.
Seu Cristo lhes ensinou o amor, mas preferem acreditar em um deus cruel e vingativo.
Vivem em um ambiente de crime e castigo e sentem-se culpados pelo que fazem e envergonhados pelo que pensam.
Quando sofrem um infortúnio, passam por dificuldades, ficam acamados ou sem dinheiro, ficam procurando por uma culpa. Acham que estão sofrendo porque fizeram alguma coisa errada e merecem ser punidos.
Entendam de uma vez por todas que o Universo é amor puro e incondicional, que vocês são seres de amor e luz. Não existe culpa nem castigo, mas simplesmente o amor puro e incondicional.
Se você está sofrendo, acolha este sofrimento e não o renegue. Pare de se sentir uma vítima, um coitadinho que fez alguma coisa errada e está sendo punido.
O mais importante no sofrimento, é a acolhida.
Você não consegue entender nada que não aceita.
O primeiro passo para o entendimento é a aceitação, e não a negação.
Se você nega uma coisa, você não a conhece, não se permite olhar direto para ela e compreende-la.
Então, pare de procurar por alguma coisa que tenha feito errado e se entregue incondicionalmente. Esta entrega não é capitulação ou covardia, mas a sua doação ao Universo, ao seu Deus. Confie e se entregue, aceite o sofrimento em seu coração e viva-o completa e intensamente. Não procure os motivos do sofrimento, apenas aceite.
Entenda que você veio aqui para aprender, para transformar sua consciência e evoluir. Se isto não acontece pelo autoconhecimento, pelo amor, acontece pela dor. Mas não precisa ser um castigo por algo que cometeu. Você apenas veio para aprender esta lição.
Se você está passando por uma situação difícil, agradeça pela oportunidade de aprendizado e se entregue, viva intensamente a situação e pergunte-se qual é o ensinamento e não porque isto está acontecendo. 
A entrega requer aceitação, e não questionamento. 
Em vez de perguntar a causa, pergunte o objetivo, o que você vai aprender e agradeça por que vai sair desta melhor do que era.
Pare de se sentir uma vítima.
A vítima não aprende nada, e a pior desgraça é a desgraça não aprendida.
Recupere sua dignidade e a fé em seu Deus, acolha o sofrimento, entenda-o e aprenda.
O seu caminho não é de sofrimento, mas de aprendizado. E somente o aprendizado aplaca o sofrimento. 
Quando você tiver consciência do sofrimento, este cessará.
Entenda que este é mais um passo para você sair desta roda de apego e sofrimento.
Não olhe o passado e não se preocupe com o futuro. Confie, se entregue e viva apenas o agora.
Se viver o agora, este exato e minúsculo momento, verá que aqui só há amor e felicidade.
A dor emocional não existe no presente, apenas no passado e no futuro.
Mesmo a dor física irá desaparecer se você a acolher. Medite nesta dor, abra-a como se estivesse aumentando o zoom de um microscópio. Examine-a em cada detalhe, em cada detalhe do detalhe, e assim sucessivamente. E verá que no final existe apenas você, existe apenas o amor.
Lembre-se, não existe culpa, apenas Amor.
Apenas ame incondicionalmente, a você, a tudo e a todos.
Apenas Ame e seja Feliz.
através de Prama Shant

SER FIEL A SIM MESMO É O CAMINHO PARA SE TORNAR FORTE.


Resultado de imagem para O CORPO E ALMA SE UNE DE FORMA REAL E VERDADEIRA TANTRA - UM CASAMENTO REAL - OSHO

HONESTIDADE E FIDELIDADE A SI MESMO 


“Seja honesto consigo mesmo. O mundo não é honesto com você. O mundo adora a hipocrisia. Quando for honesto consigo mesmo, você encontrará o caminho para a paz interior”. (Paramahansa Yogananda)
Essa é mais uma das frases de Yogananda que vai de encontro com a frase da música do filme Tinkerbell, 

“Siga o seu coração, e as estrelas dirão: seja leal à você”. (Disney – Tinkerbell)

São dois princípios que se completam. Apenas sendo auto-honestos, conseguimos nos autoconhecer, conseguimos nos descobrir como somos enquanto criatura divina, conseguimos perceber como Deus se manifesta em nós, como Ele nos criou, quais talentos Ele nos deu e além disso, o que está em nós e não é reflexo Dele, mas do mundo, e portanto, temos que ir eliminando. 
E então, descobrindo-nos como somos, podemos compreender qual nosso papel na Harmonia Universal. 

E daí em diante precisamos apenas sermos leais à nós, fiés à nossa centelha divina, permitindo que nossa essência se expanda cada vez mais, fluindo o amor de Deus através de nós.
Desenterrar os nossos talentos é descobrirmo-nos enquanto potencialidades divinas, é nos conhecer e reconhecer, é compreender “como o amor de Deus vai se manifestar através de nós”. 

E usar esses talentos é sermos leais à nós.
Por tudo isso, se queremos crescer espiritualmente, se queremos encontrar a felicidade e a paz interior, aquela paz que apenas aqueles que operam junto à Deus possuem, temos que começar a ser honestos conosco, e depois fiés à quem somos enquanto potencialidades divinas que foram criadas para manifestar o amor de Deus. 

E é exatamanente por isso que não existe crescimento espiritual sem o autoconhecimento como primeiro passo.

Fonte:http://jyotiprema.wordpress.com/