quinta-feira, 27 de abril de 2017

DICAS TERAPÊUTICAS - HIPOTIREOIDISMO

HIPOTIREOIDISMO – VOCÊ SABIA QUE NEM SEMPRE É DETECTADO PELOS EXAMES CLÍNICOS, MAS PODE SER DETECTADO PELOS EXAMES SUBCLÍNICOS?



OBSERVAÇÕES SIMPLES QUE PODEM SER FEITAS PARA SABER SE VOCÊ TEM ALGUM GRAU DE HIPOTIREOIDISMO, MESMO QUE NÃO APRESENTEM ALTERAÇÕES NOS EXAMES CLÍNICOS.

Resultado de imagem para DICAS TERAPÊUTICAS - HIPOTIREOIDISMO


*Principalmente pela manhã, antes de se alimentar observe sua língua no espelho e veja se ela tem marcas de dentes nas laterais conforme a foto.

*Observe suas unhas. Veja se elas apresentam traços longitudinais conforme a foto.

Estas simples e duas observações são indícios que você pode estar com algum grau de Hipotireoidismo mesmo estando com os exames clínicos de T3, T4 e TSH normais.

O QUE SIGNIFICA? > Baixa atividade da Tireóide.

FUNÇÃO DOS HORMÔNIOS DA TIREOIDE: Regulam todo o metabolismo de todas as células do corpo.

CAUSAS DO HIPOTIREOIDISMO

Tem seu início com o desequilíbrio do intestino chamado de Disbiose Intestinal, ou seja, a morte das colônias de lactobacilos presentes no intestino. A morte dos lactobacilos ocorre em função de uma alimentação desequilibrada, muito ÁCIDA através do consumo desregrado de refrigerantes, carnes, doces. Os lactobacilos vivem em ambientes ALCALINOS, mas devido aos erros de alimentação, consumimos muitos alimentos ácidos que matam as colônias. O desequilíbrio no intestino, leva ao desequilíbrio do fígado e gera problemas da tireóide. Muitas doenças têm por Base o Hipotireoidismo. Falta de nutrientes que alimentam a tireóide podem levar ao hipotireoidismo.

Resultado de imagem para DICAS TERAPÊUTICAS - HIPOTIREOIDISMO

SINTOMAS DO HIPOTIREOIDISMO

Dificuldade para perder peso.
Dor de cabeça.
Constipação intestinal que leva à uma sobrecarga no fígado.
Alteração dos níveis de colesterol e triglicérides, mesmo que discretas e ou sub-clínico (a pessoa apresenta os sintomas do desequilíbrio, mas não apresenta alteração nos exames de sangue, no caso, T3, T4 e TSH).
Momentos de depressão.
Dores articulares.
Memória curta, esquecimento, dificuldade em encontrar as palavras para se expressar, dificuldade de aprendizado.
Baixa temperatura basal. A pessoa sente mais frio.
Alteração na menstruação.
Pele seca.
Queda de cabelo.
Hipertensão.
Respiração curta.
Não sente fome pela manhã.
Inchaço – Retenção de líquido.
Predisposição a problemas cardiovasculares.

VITAMINAS E MINERAIS PARA MANTER A TIREOIDE EM EQUILÍBRIO

Vitaminas A, E, C
Todas as do Complexo B. Principalmente: B2, B3, B6.
Minerais: Iodo, Selênio (castanha do Pará, caju, nozes). Porção diária e de uso constante.
Aminoácidos – L-Tirosina

PROBLEMAS METABÓLICOS CAUSADOS PELO HIPERTIREOIDISMO.

Imagem relacionada


A pessoa com hipotireoidismo utiliza pouco as gorduras, proteínas e carboidratos que tem no corpo como reserva, por isso não conseguem emagrecer. A tireóide é responsável por toda essa movimentação – queimar as reservas de gordura. 

Organismo transforma o Carboidrato em Gordura (triglicérides). A tireóide participa da queima de Gordura para transformar em Energia.

Lembrem-se: Não adoecemos ou ficamos saudáveis de um dia para outro. Vamos conquistando saúde ou doença de acordo com os nossos hábitos alimentares, padrões de comportamento e pensamento. O corpo nos dá sinais através dos sintomas. Devemos estar atentos a eles e procurar entender o que eles estão querendo nos dizer.

Assim você conquista à cada dia a Leveza de Ser.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Apresentar os sintomas não quer dizer, necessariamente, que você tem essa doença. Nosso corpo dá sinais, e devemos ficar atento à eles, de modo que possamos cuidar de nossa saúde e bem-estar. Antes de diagnosticar qualquer coisa, é preciso AVALIAR O SER HUMANO COMO SER ÚNICO QUE É. CADA UM É CADA UM. Portanto, esses indícios nos mostram que devemos DAR MAIS ATENÇÃO à certos aspectos de nosso comportamento e de nossa saúde. É uma maneira que o organismo tem de nos alertar que algo não vai bem, que se continuarmos com as mesmas atitudes as chances de desenvolver uma patologia são grandes. Precisamos cuidar melhor de nossa saúde, para que esses sinais não se tornem problemas crônicos.

Por Denise Darin