segunda-feira, 24 de abril de 2017

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - O que é a Divina Providência? Nossa Senhora, Mãe da Divina Providência

Divina Providência

Resultado de imagem para MÃE MARIA MÃE DE TODOS NÓS! QUEM É ESPIRITUALMENTE MÃE DIVINA OU DIVINA MARIA ?

O que é a Divina Providência?

A Divina Providência consiste nas disposições pelas quais Deus conduz, com sabedoria e amor; todas as criaturas, para o seu último fim.
Cristo convida-nos a abandonarmo-nos filialmente à Providência do Pai do Céu (Cf. Mt 6, 26-34); o apóstolo São Pedro retoma o seu pensamento ao dizer: “Lançai sobre Deus toda a vossa inquietação porque Ele vela por vós” (1 Pd 5, 7).
A Providência Divina também age pela ação das criaturas. Aos seres humanos, Deus permite-lhes cooperar livremente com os seus desígnios.
A permissão Divina do mal físico e do mal moral é um mistério, que Deus esclarece por seu Filho Jesus Cristo, morto e ressuscitado para vencer o mal. A fé dá-nos a certeza de que Deus não permitiria o mal, se do próprio mal não fizesse sair o bem, por caminhos que só na vida eterna conheceremos plenamente.
fonte:
Catecismo da Igreja Católica

Nossa Senhora, Mãe da Divina Providência


Por que Nossa Senhora é chamada a Mãe da Divina Providência?
nossa-senhora-da-divina-providencia
Nossa Senhora da Divina Providência

Podemos nos perguntar por que Nossa Senhora é chamada a Mãe da Divina Providência. Ela o é, não por ter gerado a Providência Divina, e sim porque, segundo os desígnios do Altíssimo, está destinada a aplicar maternalmente os decretos d’Ele. Donde o governo de Deus sobre nós se fazer com uma plenitude de carinho, de comiseração, de afeto, que esgota de modo completo tudo quanto o homem possa imaginar.
Em meio ao nosso peregrinar por esta terra de exílio, a razão de nossa confiança é a tutela da Providência Divina, exercida por meio de Nossa Senhora.
É através de Maria que Deus provê a cada um de nós em nossas necessidades espirituais e temporais, a fim de realizarmos aquilo para o que fomos criados, ou seja, cumprirmos nossa vocação e chegarmos à pátria celeste.
O fato de termos uma Mãe que dirige nossa vida espiritual, nosso apostolado, nossas ações diárias é, pois, o motivo superior pelo qual confiamos.
Amor de Nossa Senhora pelas almas
O amor de Nossa Senhora pelas almas faz com que a Divina Providência lhes conceda, através das mãos d’Ela, abundantes graças, mesmo nas mais difíceis situações. Pois Maria é Mãe de Deus e usa dessa altíssima condição para favorecer a cada um de nós.
São Caetano de Tienne terá sido de certo modo quem levou mais longe a confiança na Providência Divina. Com efeito, proibiu aos religiosos da ordem fundada por ele, que pedissem esmola: quando os teatinos precisavam de alguma coisa, deveriam ficar na rua, em atitude de oração a Nossa Senhora, certos de que Ela os atenderia. Quer dizer, colocavam-se inteiramente nas mãos da Divina Providência por intermédio de Maria Santíssima.
 Resultado de imagem para MÃE MARIA MÃE DE TODOS NÓS! QUEM É ESPIRITUALMENTE MÃE DIVINA OU DIVINA MARIA ?

Sublime misericórdia do amor materno

Nossa Senhora é Mãe. Vejamos o alcance concreto que este titulo Lhe dá na questão da confiança.
nossa-senhora-sede-da-sabedoria
Nossa Senhora sede da Sabedoria
Aquilo que sempre tornou sublime os laços entre a mãe autêntica e seu filho reside no fato de que ela, por sua natureza retamente desenvolvida, é levada a ter uma forma de dedicação à sua prole que nem o pai possui. Este, mesmo que seja ótimo, conserva em relação ao filho uma espécie de austeridade, pois representa de modo mais vigoroso certos princípios como a justiça, a ordem, a força, etc., mais próprio do elemento punitivo do casal.
Já o característico da mãe é demonstrar uma forma de carinho tal pelo filho que, mesmo nas ocasiões em que se impõe a ela admoestar o seu rebento, ela o faz mais suave e lentamente. Pelo contrário, é mais rápida em perdoar, em condescender, em esquecer, porque representa quase que só a misericórdia.
Na mãe, o traço de justiça se acha um tanto diluído, segundo a ordem natural das coisas, enquanto que o da indulgência é levado o mais longe possível.
O genuíno amor materno ama o filho porque é filho, ainda que este seja ruim; sobrepuja tudo e se vincula por misericórdia ao fruto de suas entranhas. Razão pela qual, todos têm em relação ao amor materno certas condescendências excepcionais, sabendo que ele pode atingir o mais alto grau de sublimidade.
Inimaginável ternura que regenera e santifica
nossa-senhora-do-parto
Nossa Senhora do Parto

Isto que diz respeito às mães terrenas, com maior propriedade se aplica a Nossa Senhora. Sua ternura para conosco é levada ao inimaginável. 
Segundo São Luís Grignion de Montfort, Maria Santíssima ama a cada um de nós mais do que todas as mães existentes no mundo amariam, juntas, um filho único. Isso diz respeito tanto a nós quanto a qualquer ímpio.
Nossa Senhora é Mãe da graça, e o amor d’Ela a um indivíduo ruim não consiste em fechar os olhos para sua maldade, mas em obter-lhe de Deus favores seletíssimos para que ele possa se arrepender e se emendar. 
Quer dizer, o amor materno de Maria tem força regeneradora para elevar e santificar uma alma; 
Ela é a Medianeira das graças necessárias para a justificação daquele a quem Ela ama. Por causa disso, sua misericórdia nunca é susceptível de uma condescendência errada, embora sua contemporização vá mais longe do que a de qualquer mãe terrena.

 Imagem relacionada

Confiar em Maria, sem desanimar jamais

Confiemos, confiemos e confiemos a todo instante em Nossa Senhora, lembrando-nos sempre de sua extrema meiguice para conosco, de sua compaixão para com as misérias de cada um de nós. Tenhamos presente que, na Salve Rainha, Nossa Senhora é chamada “Mãe de misericórdia”, e que a oração do Lembrai-vos acentua a bondade d’Ela para com o pecador arrependido.
Sem nos compenetrarmos da misericórdia de Maria Santíssima, nada de bom faremos. Cultivando-a, nossa alma se cumula de confiança, de alegria e de ânimo. Tendo a Mãe da Divina Providência como nossa própria Mãe, nada nos deve abater. Ela tudo resolverá se, confiantes, implorarmos seu maternal socorro.
Fonte: