terça-feira, 14 de março de 2017

DESPERTANDOO CONHECIMENTO - Ponto de vista e TAO - YIN / YANG

Ponto de vista e TAO

Resultado de imagem para TAO E O CONHECIMENTO




Entender uma nova abordagem a respeito da realidade é apenas uma questão de ponto de vista. E assim acontece com o TAO.
Podemos observar que o ponto de vista é relativo, proponho um exercício: nossa concepção primária é que tudo é feito de átomos, inclusive nós, depois células, órgãos, tecidos, sistemas orgânicos, indivíduos, depois, comunidades,..., ecossistemas, continentes, planeta, sistemas, galáxia... Todos são reais, e acontecem ao mesmo tempo. O que você considera como predominante é seu ponto de vista.
Antigamente o ponto de vista, tanto do ocidente próximo quando do oriente, era que a realidade considerava o que é invisível, simbólico e sutil. No extremo ocidente, dividiu-se tudo em quatro elementos: fogo, terra, ar e água. No oriente, dividiu-se em cinco elementos: fogo, terra, água, madeira e metal.
No ocidente, no Iluminismo, surgiu Descartes, que com seu modelo Cartesiano considerou apenas o que é provável pelo meio de provas materiais, deixando o sutil e espiritual de fora. E assim é a ciência ocidental até hoje.
Resultado de imagem para TAO E O CONHECIMENTO
No oriente, não houve esse processo, e a cultura, filosofia, medicina e espiritualidade continuaram a observar o invisível. O TAO é um ponto de vista também.
Para o ocidental cartesiano, tudo é feito de átomos em uma primeira analise. No Taoismo, tudo é feito (ou representa) o TAO, que em cada simples existir, é composto pelo eterno movimento do Yin ( o negativo, feminino e interno) e do Yang (positivo, masculino e externo), que se transformam um em outro para construir a realidade, considerando o olhar subjetivo e espiritual.
A tradução de TAO, significa “Caminhante, caminhar e caminho” que representa a sua essência. TAO é o tudo para o taoista, quem vai passar pelo caminho  material e espiritual, o caminhar para esse objetivo e o próprio caminho.

YIN / YANG











O Tao / Tai Chi deu origem aos opostos complementares Yin e Yang. Gráficamente o yin é representado como um traço interrompido enquanto o yang por um traço contínuo. Esta iconografia é a utilizada à milhares de anos e aplicada aos hexagramas do I Ching.

No entanto, a mais generalizada e difundida é a do Tai Chi Tsun. Este mostra, na perfeição, a relação existente entre estas duas qualidades energéticas. Em primeiro lugar, conseguimos depreender que yin contém um pouco de yang, e yang contém um pouco de yin. Em segundo lugar podemos verificar que após ter atingido o seu expoente máximo, a energia vai-se desvanecendo dando lugar ao seu oposto complementar que se vai começando a fazer sentir.


Tai Chi Tsun

Antes de avançarmos convém explicar que os conceitos de Yin e Yang são relativos e têm diversas formas de serem avaliados. Algumas delas são:

  1. A sua natureza individual

  2. Por comparação

  3. Por acção - reacção

1. A sua Natureza Individual
Imagem relacionada
Tanto o Yin como o Yang, na sua generalidade, têm características às quais estão associados. A título de exemplo, o Yin está associado à noite enquanto que o Yang está associado ao dia. No entanto, por forma a que entendam melhor estas associações deixo-vos a seguinte tabela: