terça-feira, 10 de janeiro de 2017

DESPERTANDO A CONSCIÊNCIA - VOCÊ ESTÁ NO 'EU' OU NO 'SER'?

“Onde você se encontra? Na mente ou na essência? No externo ou no interno? Na falta ou na abundância?"



Passamos a vida inteira em busca de algo. 

Vivemos sempre nos identificando e nos alimentando diariamente com alguém que precisamos ser, com algo que precisamos ter, com coisas que necessitamos fazer, e com tudo que precisamos amar, e nos esquecemos de que tudo isso está na mente, não na essência. 

Está no EU, não no SER. Vivemos constantemente no 'EU QUERO', 'EU DEVO', 'EU PRECISO', e deixamos de lado uma das questões primordiais para nossa paz, nosso real 'descanso', o 'integral', que é o 'EU SOU'. O tão desejado alívio que sentimos ao dizer: 'UFA' !!!

Quando entendemos que 'NÃO TEMOS QUE' querer nada, 'NÃO TEMOS QUE' ser alguém, 'NÃO TEMOS QUE' fazer algo, 'NÃO TEMOS QUE' amar nada, nos deparamos com algo maravilhoso, que é a certeza, que vem junto com a paz, de que 'JÁ SOMOS' e 'JÁ TEMOS'.

Quando se chega a isso, nos conectamos com a fluidez natural do universo, com a integralidade da natureza, e tudo começa a acontecer apenas no 'AGORA', apenas no 'PRESENTE', que é onde tudo acontece de verdade, de forma real, fluídica, sem forçar, sem precisar, sem necessitar e sem querer. 

Simplesmente acontece, pois está fora da mente, fora do eu, onde tudo só acontece no passado e no futuro. 
O ser integral só existe no presente, onde tudo é real. Fora do presente só existe ilusão, prisão e expectativa.

No EU só existem faltas, pois existe a constante busca, e se buscamos algo, é porque está faltando algo. No SER tudo já existe e sempre existiu, e a busca se torna desnecessária.

No EU sempre queremos alguma coisa a mais, pois sempre acreditamos que temos menos. No SER, não existe nem o mais e nem o menos, pois já existe o tudo.

No EU precisamos viver nos auto afirmando dentro da necessidade de ser alguém. No SER não precisamos nos tornar nada nem ninguém, pois no SER, nós já SOMOS.

No EU existe a necessidade de amar e sermos amados. No SER, isso não é necessidade, é compartilhamento, pois já somos o próprio AMOR.

Abandone o EU e permita-se SER. Saia da mente por alguns momentos, uma vez por semana que seja, para começar, e perceba que na mente só existe a falta, a eterna busca e o incompleto, e sinta a essência, onde tudo existe e onde tudo é completo e integral. 

Seja paz, seja amor, seja completo, seja livre e seja simples, além da própria simplicidade. 
Sua mente sempre 'precisa' de alguma coisa, você não precisa de nada, você já É tudo!!! Então... experimente o SER!!!"

Mude seu jeito de ver e de pensar! 


Por Ricardo Prado