quinta-feira, 3 de novembro de 2016

SAÚDE E EQUILÍBRIO - TRANSTORNO BIPOLAR, CAUSAS, SINTOMAS E TRATAMENTO

Transtorno Bipolar Causas e Sintomas - CUIDANDO DA SAÚDE


Resultado de imagem para Transtorno Bipolar Causas e Sintomas - CUIDANDO DA SAÚDE
O Transtorno Bipolar é um distúrbio psiquiátrico que é caracterizado por alternações de humor, entre depressão e euforia, esse último podendo ser chamado de mania ou hipomania. Esses períodos podem durar horas, dias, semanas ou meses e também podem variar na intensidade (moderada ou grave).
Esse distúrbio tem como principal público alvo homens e mulheres entre os 15 e 25 anos. Porém não se limita somente a esse público, atingindo também crianças e pessoas mais velhas.
Existem tipos diferentes de Transtorno Bipolar, sendo que cada um deles possui características distintas. São eles:
Tipo I: As fases de euforia (mania) duram em menos que as fases de depressão. Em ambas as fases os sintomas são sempre intensos, provocando mudanças de comportamento e conduta do paciente, e que podem afetar o relacionamento com familiares e amigos, além do desempenho profissional ou escolar. Na fase depressiva, o paciente pode tentar cometer suicídios, de acordo com o caso de gravidade do quadro clínico.
Tipo II: Uma alternância entre episódios de depressão e hipomania. A hipomania é um estado mais leve de euforia e excitação. Nesse tipo do transtorno não há prejuízo para o comportamento e as atividades do portador.
Misto: Os sintomas são característicos do Transtorno Bipolar, porém o tempo e o grau de intensidade que eles ocorrem não são suficientes para classificá-lo como tipo I ou II.
Ciclotímico: É um quadro mais leve, apresentando sintomas que são oscilações de humor entre hipomania e depressão leve. As alternâncias podem ocorrer durante um único dia, e os sintomas podem ser entendidos como temperamento instável.
Resultado de imagem para Transtorno Bipolar Causas e Sintomas - CUIDANDO DA SAÚDE
Causas
Não há ainda uma causa comprovada do Transtorno Bipolar, porém alguns fatores podem ser indícios ou dar início ao distúrbio em questão, como: fatores genéticos; alterações em áreas do cérebro que afetem os neurotransmissores; episódios frequentes de depressão ou estresse prolongado; remédios que inibem o apetite; hipertireoidismo ou hipotireoidismo.
Resultado de imagem para Transtorno Bipolar Causas e Sintomas - CUIDANDO DA SAÚDE
Sintomas
O paciente para ser diagnosticado com o Transtorno Bipolar deve apresentar alguns sintomas, como:
Mania: estado de euforia; altoestima e autoconfiança em um nível elevado; perda do sono; agitação; desvio de atenção; aumento da libido; compulsão por falar; irritabilidade; impaciência; agressividade e etc. Em casos mais graves, o paciente apresenta delírios e alucinações nessa 
fase.
Hipomania: os sintomas são semelhantes ao da mania, porém em menor intensidade, não resultando em prejuízo para o paciente ou para as pessoas próximas a ele.
Depressão: humor deprimido; tristeza profunda; apatia; desinteresse; alterações de sono e apetite; redução da libido; cansaço; isolamento social; culpa excessiva; ideias suicidas.
transtorno bipolar é caracterizado por episódios radicais de mania ou depressão, que incluem sintomas de psicose. O humor dramático vão das elevações extremas e felicidade para níveis extremamente baixos e tristeza. 
Pessoas com transtorno bipolar estão em alto risco de suicídio. Eles podem abusar do álcool ou outras substâncias. Isso pode tornar os sintomas e risco de suicídio pior. Episódios de depressão são mais comuns do que episódios de mania. O padrão não é o mesmo em todas as pessoas com transtorno bipolar. Depressão e mania tem sintomas que podem ocorrer em conjunto. Isso é chamado de um estado misto. Os sintomas também podem ocorrer logo após o outro. Isso é chamado de ciclo rápido.

Exames e testes para o transtorno bipolar

Resultado de imagem para Transtorno Bipolar Causas e Sintomas - CUIDANDO DA SAÚDE


Para diagnosticar o transtorno bipolar, o médico pode fazer alguns ou todos os exames seguintes:
  • Perguntar se outros membros da família têm transtorno bipolar;
  • Perguntar sobre suas mudanças de humor recentes e por quanto tempo você teve elas;
  • Realizar um exame minucioso e solicitar exames de laboratório para procurar outras doenças que podem estar causando os sintomas que se assemelham ao transtorno bipolar;
  • Falar com os membros da família sobre os seus sintomas e saúde em geral;
  • Perguntar sobre quaisquer problemas de saúde que você tem e os medicamentos que toma;
  • Cuidados com o comportamento e humor.

Sintomas de mania

Um transtorno maníaco é diagnosticado quando o humor elevado é acompanhado com três ou mais dos outros sintomas em uma grande parte do dia, quase todos os dias, durante 1 semana ou mais. Se o humor for de irritação, podem estar presentes mais quatro sintomas. Um nível  suave de mania é denominado como hipomania. Com a  hipomania a pessoa pode-se sentir bem momentaneamente, e possivelmente pode ter um bom funcionamento e maior produtividade. Em todo o caso, se não tiver um acompanhamento adequado,a hipomania pode-se transformar em mania e possivelmente,  em algumas pessoas,  pode mudar para a depressão.

Sintomas mais comuns de um episódio maníaco do transtorno bipolar:

  • Euforia
  • Comportamento provocativo, intrusivo ou agressivo
  • Aumento da energia e vivacidade
  • Corrida de pensamentos, dificuldade de concentração e distração
  • Crenças exageradas e irrealistas em suas habilidades e competências
  • Julgamento pobre
  • Aumento da pulsão sexual

Tratamentos para o transtorno bipolar

Resultado de imagem para Transtorno Bipolar Causas e Sintomas - CUIDANDO DA SAÚDE


Embora o Transtorno Bipolar não tenha cura, ele pode ser controlado por uso de medicamentos, psicoterapia, mudanças de estilo de vida, eliminar consumo de substâncias como cafeína, anfetaminas, álcool, cocaína e etc.

O principal objetivo do tratamento é fazer os episódios de humor menos freqüentes e graves. Isso para que a pessoa seja capaz de funcionar bem e desfrutar de sua vida em casa e no trabalho, evitando a auto-mutilação ou até o suicídio.
Os medicamentos são uma parte fundamental do tratamento de transtorno bipolar. Na maioria das vezes , os primeiros medicamentos utilizados são chamados estabilizadores de humor Eles ajudam a evitar alterações de humor.
Com medicamentos, o paciente pode começar a se sentir melhor. Para alguns , os sintomas de mania podem deixá-los se sentindo bem. Ou efeitos secundários dos medicamentos podem ocorrer. Como resultado, você pode ser tentado a parar de tomar o medicamento ou alterar a maneira em como você estava tomando os medicamentos. Mas parar seus medicamentos ou tomá-los de forma errada pode causar sintomas a voltar ou tornarem-se muito piores.
Os membros da família ou amigos podem ajudá-lo a tomar medicamentos da maneira correta. Eles também podem ajudar a certificar-se de que os episódios de mania e depressão são tratados o mais cedo possível.
Outros medicamentos , como os antipsicóticos ou antidepressivos, podem ser tentados.
São necessárias visitas regulares com um psiquiatra para falar sobre seus medicamentos e efeitos colaterais. Os exames de sangue são muitas vezes necessários também .
A eletroconvulsoterapia (ECT) pode ser usada para tratar a fase de mania ou depressão, se a pessoa não responder à medicação. Pacientes que estão no meio de um episódio maníaco ou depressivo grave podem precisar de ficar no hospital até que seu humor fique estável e seu comportamento esteja sob controle.
Programas de apoio e terapia da conversa pode ajudar muito, já que muitas pessoas com transtorno bipolar não reconhecem quando estão se tornando mais deprimidos ou mais maníacos. Participar de um grupo de apoio pode ajudar você e seus entes queridos. Envolver os familiares e cuidadores em seus programas de tratamento pode ajudar a reduzir a possibilidade de regresso dos sintomas no paciente. Habilidades importantes que podem ser aprendidas em tais programas incluem:
  • Lidar com os sintomas que estão presentes mesmo quando tomar medicamentos;
  • Dormir o suficiente e ficar longe de drogas recreativas;
  • Tomar medicamentos corretamente e como gerenciar os efeitos colaterais;
  • Assistência para o retorno dos sintomas, e saber o que fazer quando eles retornam;
  • Descobrir o que desencadeia os episódios de humor e como evitar esses gatilhos;
  • Psicoterapia com um profissional de saúde mental pode ser útil para as pessoas com transtorno bipolar.

Prognóstico do transtorno bipolar

Os períodos de depressão ou mania retornam na maioria dos pacientes, mesmo com tratamento. Os pacientes também podem ter problemas com abuso de álcool ou drogas. Eles também podem ter problemas com relacionamentos, escola, trabalho e finanças.
O suicídio é um risco muito real durante mania e/ou depressão. Pessoas com transtorno bipolar que pensam ou falam sobre suicídio precisam de atenção de emergência imediatamente.
Resultado de imagem para Transtorno Bipolar Causas e Sintomas - CUIDANDO DA SAÚDE

Considerações Finais

O transtorno bipolar é uma das doenças mentais de mais difícil diagnóstico. Isto ocorre pois além de ser um transtorno relativamente novo, muitos profissionais da saúde mental confundem os episódios de mania e/ou depressão com outros problemas, iniciando um tratamento errado que pode até agravar o problema do transtorno bipolar. Não há cura ainda para o transtorno bipolar.
Por isso, o papel de familiares e amigos par ao acompanhamento e diagnóstico completo é extremamente importante, afim de ajudar no diagnóstico dos períodos de mania e depressão com maior facilidade.