terça-feira, 18 de outubro de 2016

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - O QUE É A MEDICINA ORTOMOLECULAR?

Saiba Tudo Sobre a Medicina Ortomolecular

Resultado de imagem para Medicina Ortomolecular: entenda

Você já deve ter ouvido falar da Medicina Ortomolecular certo? A Medicina Ortomolecular afirma que as doenças são consequências diretas de desequilíbrios químicos pela falta de nutrientes no organismo. Esta especialidade, diz que nesse caso, há como tratar e prevenir doenças, e até alcançar a cura, deixando os nutrientes em um nível excelente no organismo, usando muitas vezes suplementos químicos.
Entenda tudo sobre medicina ortomolecular
A medicina Ortomolecular tem por vantagem, fazer uso das próprias moléculas do corpo, para incentivar a cura ou melhora na pessoa, através de suplementos vitamínicos. Por ser menos invasiva, tem menos contra indicações e efeitos colaterais que a medicina comum.

A dieta Ortomolecular, baseia-se em estudos laboratoriais super modernos e testes de vitaminas, funções do estômago e intestino, hormônios e outros órgãos. A medicina Ortomolecular não é reconhecida como uma medicina segura, pois todos os exames não tem uma base real de um diagnóstico preciso do problema da pessoa, apenas de baseando em testes e pesquisas sem uma segurança de 100% de que a pessoa tem aquele problema ou necessite de determinado tratamento.
A dieta Ortomolecular, se vale apenas de suplementos vitamínicos para tratar a pessoa. Substâncias como aminoácidos, enzimas, hormônios entre outros tipos, são administrados e utilizados nos pacientes.
As doses são tão altas, que causam muitas vezes, problemas sérios no organismo da pessoa, fazendo com que ela comece a ter problemas de saúde, originado do excesso de nutrientes no organismo. A medicina convencional condena essa prática, pois as doses ultrapassam e muito o consumo recomendado e aprovado por especialistas da área de nutrição.
Ao contrário do que muitos pensam, a medicina Ortomolecular é reconhecida como prática alternativa, assim como a Homeopatia. Os médicos são experientes especialistas que migraram de suas áreas de origem para essa nova medicina e ainda muito contraditória.

ENTENDA MELHOR O PROCESSO DA MEDICINA ORTOMOLECULAR

O tema é polêmico e divide a opinião de especialistas. Para entender melhor sobre o assunto, confira a entrevista com uma especialista em terapia ortomolecular


A terapia ortomolecular consiste em repor os nutrientes e vitaminas que não são absorvidos 
na alimentação 
Foto: Shutterstock  
A prática é cercada de polêmica. 
Profissionais da terapia a defendem, com o argumento de que somente a alimentação não é suficiente para eliminar os radicais livres. Já alguns cientistas alegam que ainda faltam estudos que a comprovem. 
O fato é que a especialidade tem sido indicada como coadjuvante na prevenção de doenças como diabetes e câncer. 
A médica ortomolecular Sylvana Braga explica à VivaSaúde como é o tratamento.

Afinal, o que é a medicina ortomolecular?

Sylvana Braga – terapia ortomolecular tem a finalidade de repor de minerais, vitaminas e corrigir e eliminar os radicais livres (que causam envelhecimento das células) no organismo. É baseada no equilíbrio das funções vitais do corpo e trabalha com substâncias naturais e reeducação alimentar 

Como a terapia pode prevenir doenças?

Braga- A prevenção acontece à medida que são eliminados os radicais livres e metais pesados, responsáveis pelo aparecimento de artrite, câncer, doenças inflamatórias e degenerativas.

Como é sua ação no corpo?

Braga- No organismo há uma reposição de vitaminas e mineraisque, em geral, não é absorvida na alimentação. Com a falta dos nutrientes necessários e a ingestão dos que fazem mal, há a formação de radicais livres, tão nocivos à saúde. As substâncias naturais entram em ação para eliminá-los.

Quem pode se beneficiar?

Braga – A terapia auxilia qualquer paciente, de crianças a idosos. Tiram mais proveito aqueles que ainda não possuem nenhuma doença e estão fazendo prevenção devido à hereditariedade ou apenas por controle.

Texto: Sílvia Dalpicollo