domingo, 21 de agosto de 2016

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - COMO POSSO USAR OS CHACRAS PARA ESTAR EM EQUILÍBRIO COMIGO MESMO E AUMENTAR MINHA AUTO-ESTIMA?

Na Pratica como usar as Energias do Chakras?


Registros AKÁSHICOS sobre a Cura

 

Como posso usar os Chacras para me alinhar melhor comigo mesmo e ter mais auto-estima?

Para aqueles que trabalham com os Chacras, o melhor modo de usá-los para facilitar a auto-estima é amar cada um dos Chacras. 
O sistema de Chacras é apenas um modelo que descreve todas as maneiras diferentes em que a energia humana é ativada. Todos os seres humanos possuem Chacras, mas eles não são os únicos pontos de energia do campo do seu corpo. 
Se você está trabalhando com Chacras, repare como o modelo humano para os Chacras descreve cada um deles como tendo significado individual e um tipo individual de energia e movimento. 

Então, ao ler sobre Chacras e se sintonizar com a energia dos seus próprios Chacras, é provável que você descubra que tem preferências. Talvez se sinta um pouco culpado em relação aos seus Chacras superiores, pensando que eles deveriam estar mais abertos do que estão. Muitas vezes, sem sequer se aperceber disso, você impõe os julgamentos que tem a respeito de si mesmo à sua definição de Chacras ou ao relacionamento com o conceito de Chacras.

A primeira coisa a fazer em relação ao seu sistema de Chacras é analisar cada um deles e como você o ama pelo que ele representa, pela energia que ele mantém e movimenta. Encontre um modo de amar o fato de que um dos seus Chacras esteve fechado por muito tempo. Considere esse bloqueio não como uma coisa errada em você, mas como um brilhante mecanismo de sobrevivência que o campo energético do seu corpo estabeleceu há muito tempo para proteger você. 
Reflita sobre a beleza de como os seus Chacras podem formar bloqueios que num instante conseguem protegê-lo de um trauma devastador e de como eles são suficientemente flexíveis para se reabrirem quando você está pronto, no seu próprio tempo. 

Ao amar cada Chacra e ser grato à capacidade que ele tem de se fechar e se abrir de acordo com as suas necessidades momentâneas, você fica mais apto a aceitar a sua própria história e a abraçar carinhosamente os modos com que sobreviveu à sua história, e a acolher a linda versão de si mesmo, incluindo as falhas e bloqueios que você está trazendo para o momento atual. 
A partir dessa perspectiva de carinho, compreensão e gratidão, você consegue encontrar muito mais flexibilidade no seu sistema de Chacras. Será muito mais fácil abri-los. O primeiro e melhor modo de trabalhar com seus Chacras é encontrar o seu amor por si mesmo através de cada um deles.

A segunda coisa é lembrar que seus Chacras estão sempre dançando. Eles brilham como luzes, eles abrem e fecham, eles cintilam e diminuem a luz, e fazem tudo isso de acordo com o que você necessita a cada momento. 
Muitas vezes pode ser bem fácil imaginar que o melhor é que seus Chacras estejam abertos o tempo todo; que isto seria a coisa mais Iluminada que você poderia fazer. Mas, na verdade, enquanto você for um ser humano, vai encontrar situações, pessoas e lembranças que são difíceis. Seus Chacras são incrivelmente sábios; eles são flexíveis. Isto quer dizer, que eles podem reagir a cada momento. 
Cada um dos seus Chacras pode se fechar e se abrir de novo, mais tarde, quando você estiver pronto. Essa capacidade que eles têm de dançar uns com os outros é que lhe proporciona a capacidade de mudar sua energia de acordo com o que o momento está pedindo.

Não se prenda ao modelo de desempenho que lhe diz que é bom ter todos os seus Chacras abertos e é ruim ter bloqueios em qualquer um deles. Em vez disso, perceba como a abertura e fechamento deles frequentemente lhe oferecem a flexibilidade para ser exatamente o que você precisa ser a cada momento. Isto lhe oferece uma ampla gama de ferramentas energéticas para ajudá-lo a reagir ao seu ambiente e se manter centrado na sua energia, porque você pode ajustar os seus Chacras. Considere a possibilidade de confiar nos seus Chacras em vez de lutar contra eles e tentar forçá-los a se abrirem. Esta confiança e interação é que vão ajudá-lo a abri-los mais tarde e utilizá-los para seu melhor proveito.

Existem determinadas orações, músicas, cristais, ervas ou essências florais que podem me ajudar a obter auto-estima?

Sim, incontáveis! E existem também outros tipos de ferramentas que o ajudarão a sintonizar-se com a auto-estima. Os Guardiões dos Registros Akáshicos já deram vários exemplos disso em leituras e canalizações anteriores. Por ora vamos lhe dar um exemplo para cada um dos itens que você pediu. Primeiro, existem certas orações que o ajudarão a sintonizar-se com a auto-estima. 
Um exemplo bem conhecido é a Oração de São Francisco. Ela ativa as partes do seu ser onde o amor reside. Ao meditar com essa oração, você se transforma no seu melhor eu e inevitavelmente isto quer dizer que fica apaixonado por si mesmo.



Em relação à música, considere que todas as músicas pendem para um dos dois lados de uma cerca metafórica. Todas as músicas ou perpetuam mais amor do que medo, ou mais medo do que amor. Não existe meio-termo. A primeira forma de se trabalhar com música, em relação à auto-estima, é perguntar a si mesmo, sempre que ouvir qualquer peça musical:- 
“Sinto mais medo, mais tensão? Sinto-me mais irritado, mais incerto, mais dissonante, enquanto ouço isto? Ou me sinto mais calmo, mais centrado, mais energizado, mais alegre e mais amoroso, enquanto ouço isto?” 
Não existe um gênero específico – há versões disto na música clássica, no rock, na música country, em todos os diferentes gêneros de música. Não existe um gênero que seja necessariamente bom ou mau, mas peças individuais de música e o modo que os artistas juntaram essas peças. 
A melhor forma de trabalhar com música, no que se refere à auto-estima, é se recusar a ouvir música que crie dissonância para você. Preste atenção ao seu estado emocional enquanto a música está tocando e recuse-se a suportar música que crie desarmonia em você.

Quanto aos cristais, existem vários exemplos. Assim como os Chacras, eles mudam de acordo com o que você traz para eles. Um exemplo para agora é a hematita. Ela ajuda a absorver a falta de auto-estima. Ela pega qualquer parte sua que esteja na sombra e não o ame, e ajuda a absorver a raiva por si mesmo. Ela absorve a autodepreciação. A ametista ajuda a auto-estima, assim como o quartzo rosa. Simplesmente meditar com esses cristais ou carregá-los consigo pode ajudar a facilitar a auto-estima.

Ervas. Existem ervas que ajudam a facilitar a auto-estima. Uma delas é a camomila, outra é a matricária. Outra é o alcaçuz e outra, a canela. Todas estas ajudam a facilitar a auto-estima.

O último item pedido foi sobre as essências florais. 
Existem essências florais que ajudam a auto-estima. Você pode olhar para a garrafinha da essência floral e lá estará escrito para o que ela é feita. Mas uma coisa que você deve saber a respeito das essências florais é que elas são muito mais individualizadas do que as empresas que as comercializam desejam que você acredite. 
Essas empresas têm que colocar um rótulo para que você saiba o que uma essência individual pode lhe oferecer. Mas, no final, as essências florais interagem com cada corpo de forma diferente. 
O floral de violeta pode perpetuar a auto-estima em uma pessoa, e pode perpetuar a expansão ou a clarividência em outra. É importante que você ouça cuidadosamente o seu corpo e preste atenção a como o seu corpo, seus pensamentos e sua energia reagem a cada essência floral. Você pode começar com o que está escrito no rótulo, mas a partir daí, fique aberto para experimentar e reconhecer quando alguma coisa não estiver funcionando, independentemente do que diz o rótulo.
Se a alma é tão magnífica, amorosa, bonita e poderosa, então o que a fere?

A resposta é nada. Nada pode ferir a sua alma. Há uma frase que as pessoas usam; elas dizem que sua alma está ferida ou que foram feridas “na alma”. Esta é uma expressão que ajuda a pessoa a comunicar a profundidade do sentimento, a profundidade da intensidade do ferimento que ela está vivenciando no fundo do seu coração. Mas o fato é que a sua alma não pode ser ferida. O seu eu humano está ferido e você pode sentir isso no fundo da sua alma, mas nada pode realmente ferir a sua alma. 
Sua alma, ou seu Eu Superior, é parte da Criação, e na sua alma verdadeira não existe nada além de paz, porque na sua alma verdadeira é como se você estivesse sentado no topo de uma montanha e pudesse ver tudo à sua volta. 
Nada surpreende a sua alma, e você está numa posição em que enxerga tudo porque está conectado com tudo no nível da alma. Então nada fere a sua alma.

As coisas ferem o seu eu humano e o seu espírito humano no fundo do seu ser. Geralmente o que fere as pessoas é a profundidade da desconexão entre elas. Abandono, traição e decepção são as experiências humanas que mais ferem. Estes tendem a ser os acontecimentos que mais “sacodem a alma” de um ser humano, por assim dizer. 
Mas a verdade é que, assim que sua vida humana termina e você deixa sua concha humana e reintegra o seu ser total à sua alma, você imediatamente reconhece que nada foi danificado. Você esteve numa viagem, mas não sofreu nenhum dano nem deixou cicatrizes. A idéia de estar ferido é puramente tridimensional, embora ressoe na quarta e quinta dimensões.