quinta-feira, 30 de junho de 2016

DESPERTANDO A CONSCIÊNCIA - COLHEMOS O QUE PLANTAMOS

O que buscamos é o que plantamos


Buscamos a felicidade que não demos.
Buscamos a alegria que não temos.
Buscamos o companheiro que não fomos.
Buscamos o amor eterno que não somos.
Buscamos o amigo que nunca conseguimos ser.
Buscamos o prazer que não sabemos dar.
Buscamos o tempo que já perdemos.
Buscamos reconquistar elos que o orgulho nos fez perder.
Buscamos a confiança que nunca tivemos.
Buscamos o sofrimento que não precisamos sentir.
Buscamos a luz que não queremos enxergar.
Buscamos o conforto que não queremos dividir.
Buscamos o eu que esquecemos existir.
Buscamos um olhar carinhoso que não sabemos dar.
Buscamos atenção que não queremos doar.
Buscamos humildade na prepotência do nosso ser.
Buscamos repressão pelo nosso olhar.
Buscamos a mudança sem querermos mudar.

Buscamos tudo aquilo que queremos mas agora por onde começar?

É preciso buscar a renovação de nossas atitudes e pensamentos urgentemente, pois só colheremos as nossas buscas, se as tivermos cultivado durante nossa existência terrena, tudo aquilo que buscamos, primeiro em nós... e depois no outro.

Mas nunca é tarde para mudar.

Lembre-se as pessoas não mudam, mas suas atitudes podem mudar sempre. E é isso que devemos enxergar em nós, nossas atitudes para depois julgar as atitudes dos outros.

Cada ser humano tem um potencial escondido.

Descubra o seu e se torne melhor do que você já é.