segunda-feira, 16 de maio de 2016

SAÚDE E EQUILÍBRIO - O CORPO FALA - OS RINS - São o filtro das emoções em relação ao futuro.- O FILTRO DA VIDA

Rins

 
São o filtro das emoções em relação ao futuro.

As pessoas que se sentem inseguras quanto ao futuro e temem naufragar nas passagens da vida entregam-se a pensamentos tensos provocando dores agudas nos rins.

Se você acredita realmente nas “pedras do seu caminho”, como reflexo dessa sua crença, crescerão pedras em seus rins.

O medo do futuro, retido em seu coração, reterá também a água do seu corpo, que simboliza o fluxo da energia vital.

As críticas que você faz são geradas por sua própria insegurança. Portanto, procure olhar os problemas como forma de aprendizagem e não como injustiças contra você.

Quando achamos que alguém está nos prejudicando, esquecemos que essa pessoa também pode estar se defendendo ou se precavendo de nós. 

Se roubaram as suas idéias ou coisas materiais, isso foi devido ao fato de seus pensamentos estarem em constante aflição e defesa e atraírem exatamente aquilo que você temia, mesmo quando você estava aparentemente tranqüilo, pois o que vale é a sua crença secreta.

Enquanto você estiver se defendendo mentalmente contra esse tipo de medo, os fatos continuarão a acontecer, como se você fosse perseguido pelo azar.

Os rins são locais importantes, pois permitem uma escuta apurada de nós mesmos. 

Eles têm o mesmo formato que as orelhas e os pés: uma forma que é semelhante a uma semente. Observe a semelhança dos rins com as orelhas.

Da mesma maneira que as orelhas descodificam as palavras que escutamos, os rins filtram o sangue, extraindo dele a água e os sais minerais excedentes, eliminando-os. 

Mas então, o que acontece quando temos problemas nessa região? A doença pode ser um esforço do corpo para se curar! 

Os sintomas podem resultar de uma palavra que precisa ser dita!

No caso comum do cálculo renal, podemos pensar que as pedras dos rins acontecem como resultado da sedimentação e da cristalização de determinadas substâncias presentes na urina em quantidade excessiva (ácido úrico, fosfato de cálcio, óxido de cálcio).

Psicologicamente falando, a pedra bloqueadora, que é feita dessas substâncias, deveria ser expelida. Por não contribuir para o desenvolvimento do corpo, corresponde aos assuntos que já deveríamos ter solucionado e que não nos trazem mais nenhum benefício. 

Quando nos fixamos em assuntos do passado que não nos trazem nenhum benefício, isso promove uma estagnação, um bloqueio, uma pedra no rim. 

"Tinha uma pedra no meio do caminho, no meio do caminho tinha uma pedra."
(Carlos Drummond de Andrade) in Arteterapia e o Corpo Secreto por Irene Gaeta Arcuri

Pedras no Rim

Restrinja o consumo de alimentos com altos níveis de ácido oxálico e que, portanto, contribuem para a formação de pedras nos rins. São eles café, cerveja, nozes, espinafre, refrigerantes, cacau, batata doce e chá;

• Evite tomar grandes quantidades de vitamina C em forma de suplementos, pois isso pode aumentar o ácido oxálico na urina, promovendo pedras nos rins;

• Coma menos sal. Está demonstrada a relação entre as pedras nos rins e o sal. Leia os rótulos dos alimentos e tenha atenção no preparo dos mesmos, evitando aqueles ricos em sal;

• Não coma carnes em excesso. A proteína animal aumenta o nível de cálcio secretado na urina o que favorece as chances de se desenvolver pedras nos rins;

• De outro norte, coma mais alimentos vegetais, legumes, frutas e grãos, especialmente os ricos em magnésio, potássio e citrato, como kiwi, banana, morango, abacate, ervilha, milho, abobrinha, caju, amêndoas, melão, feijão, uva, couve, cenoura, cebola, couve-flor, espargos e limão;

• Cuide de sua hidratação. Beba água sempre que sentir sede. Se você estiver bem hidratado será muito mais difícil que surjam pedras nos rins;

• Beba limonada. Limões são ricos em citrato, que reduz as pedras nos rins.

Por fim, lembre-se de consultar um médico para receber o devido tratamento caso haja qualquer sinal de que pedras nos rins tenham se formado.



De acordo com a metafísica:
Rim = Sentir-se como se não tivesse feito o suficiente. Medo da crítica, do fracasso, desapontamento.
Pedras nos rins = Raiva não solucionada.
Limpe seus rins:

OS RINS - O FILTRO DA VIDA
 

Limpe seus rins - A SALSA LIMPA E FORTALECE

Os anos passam e nossos rins vão filtrando nosso sangue para remover o sal e outros intoxicantes que entram no organismo.

Com o tempo, o sal se acumula e precisamos de uma limpeza. Como fazer isso?

De um modo simples e barato: Pegue um maço de salsa e lave bem. Corte bem picadinho e ponha em uma vasilha com água limpa. Ferva por 10 minutos e deixe esfriar. 

Coe, ponha em uma jarra com tampa e guarde na geladeira. Beba um copo todos os dias, e você vai perceber que o sal e outros venenos acumulados nos rins saem na urina.

Você vai notar a diferença!

Há muitos anos a salsa é reconhecida como o melhor tratamento de limpeza dos rins. E é um remédio natural!

A salsa é uma das ervas com propriedades terapêuticas menos reconhecidas. Ela contém mais vitamina C do que qualquer outro vegetal da nossa culinária (166 mg por 100g). Isso é três vezes mais que a laranja.

A salsa contém também ferro (5.5mg /100g), magnésio (2.7mg / 100g), cálcio (245 mg / 100g) e potássio (1 mg / 100g) ... Sendo recomendada para pedra nos rins, reumatismo e cólica menstrual.

Sua alta concentração de vitamina C ajuda na absorção de ferro.

O suco de salsa, sendo uma bebida natural, pode ser tomado misturado com outros sucos, 3 vezes ao dia.

As folhas podem ser mantidas no congelador, e seu uso é recomendo na culinária diária, pois além de saudáveis, dão ótimo sabor a qualquer receita.

A função dos rins como regulador do metabolismo da água na prática da Medicina Tradicional Chinesa se relaciona intimamente com sua função na medicina ocidental, mas sua influência tem um alcance muito maior. 

Os rins são o local de armazenamento da essência vital (jing), uma substância sutil responsável pelo crescimento, desenvolvimento, reprodução e fertilidade.
Os rins também são considerados a fonte de yin e yang para todos os outros órgãos, assim, uma disfunção crônica em suas funções pode potencialmente afetar qualquer outra parte do corpo. Os rins são a fonte do qi pré-natal, que é herdado dos pais e interpretado como a constituição inata de uma pessoa. Em última análise, a saúde e força dos rins é o fator determinante mais importante na vitalidade duradoura de uma pessoa e em sua longevidade. Os sintomas de desequilíbrio nos rins incluem dores lombares, infertilidade, impotência ou desejo sexual excessivo, problemas urinários, zumbido ou surdez, edema ou asma.

As funções tradicionais dos rins.

Os rins armazenam a essência (jing). Jing, ou essência, é uma substância sutil que sustenta todos os processos da vida orgânica. Ao mesmo tempo em que os rins incluem os fluídos reprodutivos, seu alcance vai muito além dessa área. 

Existem dois tipos principais de essência: pré-natal e pós-natal.
A essência pré-natal é derivada do material genético dos pais, assim como de sua vitalidade, seu estilo de vida, hábitos e nutrição. Ela é essencialmente a constituição herdada por uma pessoa no nascimento.
A essência pós-natal, por outro lado, está ao alcance do controle da pessoa porque ela deriva da alimentação e do ar. Uma pessoa com uma essência pré-natal fraca pode levar uma vida ativa e saudável através da manutenção de uma forte essência pós-natal.

Uma dieta e estilo de vida saudáveis, juntamente com exercício e práticas de respiração, como o qi gong, são os meios para conseguir uma essência pós-natal forte. De fato, uma pessoa com uma constituição fraca e um estilo de vida saudável está em melhor condição do que uma pessoa com uma forte constituição e um estilo de vida não-saudável.

Esse último, geralmente vive anos sem nenhuma doença e então, subitamente, sucumbe a um câncer ou doença cardíaca. 

Por outro lado, uma pessoa com essência pré-natal mais fraca, é incapaz de se livrar de um estilo de vida não-saudável porque ela retrocede imediatamente na forma de doença ou fadiga.
Os rins controlam o metabolismo da água. 

O equilíbrio do yin e do yang nos rins determina a eficiência do metabolismo da água no corpo. 

Quando o yang do rim ou o qi do rim estão deficientes, urina em excesso ou edema (suor devido à retenção severa de fluído) podem ocorrer. Os rins retêm o qi.
Enquanto os pulmões são o principal órgão de respiração do corpo, os rins proporcionam a força de "retenção" necessária para a inalação total. Portanto, quando o yang do rim ou o qi do rim está deficiente, uma pessoa pode ter dificuldade de inalação, como ocorre com as pessoas com asma. 

Os rins controlam os ossos. 

De acordo com a fisiologia chinesa, os rins também são responsáveis pelo desenvolvimento de ossos fortes. 

Quando os rins estão deficientes, uma pessoa pode ter ossos quebrados e, subseqüentemente, ferimentos recorrentes e saúde dental deficitária.
Os rins produzem medula e estão conectados ao cérebro. 

A medula tem uma função muito mais ampla na Medicina Tradicional Chinesa do que na medicina ocidental. 

Na medicina ocidental, ela está envolvida primariamente com os ossos e o crescimento das células sangüíneas. Na fisiologia chinesa, a medula é derivada diretamente da essência e é a fonte da substância que compõe o cérebro. 

Deficiências na essência ou na medula podem aparecer em casos de retardamento mental. 

Os rins se abrem dentro do ouvido.

Essa função tem grande significado clínico: as dificuldades de audição geralmente podem ser tratadas com a nutrição dos rins. 

A capacidade auditiva dos bebês é tida como subdesenvolvida devido à falta de maturação da energia do rim.
 
As pessoas idosas são propensas a ter oscilações nos ouvidos (zumbido) ou audição prejudicada devido ao esgotamento do qi dos rins com o tempo.