quarta-feira, 25 de maio de 2016

EQUILÍBRIO E HARMONIA - SÓ QUANDO NOS AMAMOS ECONTRAMOS O AMOR QUE BUSCAMOS!! - O Poder do Amor

O Poder do Amor



 
Amor, tão pronunciado e tão pouco praticado.

Tantas emoções que sem razão chamamos de amor.

Sentimento que quer-se nobre
mas que por seu nome humanos em erros incorrem;

Amor não é posse, coação, domínio
é a força do divino pulsando nos corações;

Amor verdadeiro é jóia rara
é força que transforma e cura
renova a esperança, traz de volta a criança;

Amar é abraçar o mistério
sentir no terreno o etéreo;

Não permita que professem o amor em vão
dizendo com ganância
o que pede entrega e mansidão;

Amor é o encontro de si no outro
almas divididas que se buscam vida afora
e sabem quando se encontram
um sentir que é saber;

Ser humano é aprender a amar
revelação que dá sentido
ao que antes era apenas ruído;

O amor é o que mostra a grandeza
o poder do Universo que pulsa dentro;

O olhar sabe do amor
o ventre sabe do amor
o amor sabe do amor
um sentir primitivo e divino;

Deus está no amor!

As almas escolhem viver na Terra
para que a experiência do amor semeie plenitude;

Não há maior virtude do que o amor;

Mas lembre-se: amar é libertar;

O amor nada tem de escravidão ou escuridão
o amor é o templo de Deus
onde entras porque te sentes convidado;

O amor há de fazer-nos mais evoluídos
pois é o embate da alma e do ego;

Alma que transborda de sentimento
ego que quer se apoderar do sujeito...

Amar é encontrar em si
o que se imagina no outro;

Não olhe para fora buscando o amor
pois ele é sentimento que nasce dentro
e quando verdadeiro transborda
e magnético atrai as almas afastadas;

Viva o amor e terás amor
seja o amor e aprenderás a amar
deixe-se amar e terás amor
encontro de almas que há tanto tempo se buscam;

Ainda há muita estrada para trilhar
quando se trata de amar
pois amor não é teoria ou posse;

Amor é alforria
a chave do coração que leva ao céu
do divino que dorme em nós;

Ame-se e naturalmente atrairás
o coração que te pertence
não por posse
mas por ser você no outro
um outro você...