quarta-feira, 20 de abril de 2016

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - APATITA A PEDRA DA GLÂNDULA PINEAL

A GLÂNDULA PINEAL E O CRISTAL APATITA


APATITA AZUL





Os minerais estão presentes em nosso corpo e a Apatita contém um alto teor dos mesmos
na composição da glândula pineal, detectou-se na sua estrutura cristais de apatita, esse cristal capta campos eletromagnéticos e o plano espiritual age por meio desses campos. 

A interferência divina sempre acontece obedecendo as leis da própria natureza. “Os médiuns, pessoas capazes de entrar em contato com outras dimensões espirituais, apresentam maior quantidade de cristais de apatita na pineal por esta razão é que é  um cristal consagrado ao divino.

Na meditação,traz à nossa alma uma sensação de calor e de equilíbrio, o uso dela ativa a conexão da alma com o plano espiritual,faz com que se aproxime mais dos ideais espirituais de sua alma, facilita a comunicação com os dois mundos, ela atraia a paz a harmonia e o equilíbrio espiritual, amplia a conexão mediúnica e ativa corretamente a energia Kundalini.

No físico trabalha no sistema respiratório, no sistema nervoso central, os ossos, ajuda na absorção de cálcio e nas cartilagens, funções motoras e articulações eatua sobre a digestão das gorduras.

No psíquico ela traz  o contentamento, a autoconsciência, a força, diminui a timidez e favorece  a comunicação clara e centrada , a facilidade de se comunicar em grupo, de falar sobre si mesmo, ela aumenta a motivação, extroversão e a apatia , minimiza a raiva e aumenta a paixão pela vida. Ajuda a  pessoa se tornar mais concentrada e facilita o direcionamento , a ação correta.

Trabalha  emoções como o medo, a tristeza a depressão, propicia a paz interior ,o amor, alívio nas angústias do coração, diminui a ansiedade, cura indisposições emocionais em geral , ela também  traz a  pessoa para a realidade quando esta está muito iludida com algo ou alguém.

Deve ser usada nos chakras laríngeo e o cardíaco também, não tem contra indicação para o uso em crianças.

A GLÂNDULA PINEAL E O CRISTAL APATITA



A glândula que rege o chacra coronário, localizado no alto da cabeça, popularmente chamado de "moleira", é a epífise ou pineal. Seu nome foi herdado pelo formato de pinha e seu tamanho é comparado ao de uma ervilha, mas a função que esta glândula exerce no ser total é grandiosa.
A ação biológica da pineal é a de produzir hormônios para informar ao organismo humano os ciclos da vida - procriação, gravidez, puberdade, velhice, assim como para controlar os ritmos diários de sono e vigília.
Como regente do sétimo chacra, o coronário- considerado um dos mais elevados centros de vibração do corpo sutil, a glândula pineal está associada a uma profunda busca interior, a chamada busca pelo próprio espírito ou Eu Superior e esta é sua função espiritual.
Esta pequena glândula possui em sua constituição cristais de apatita e segundo esta comprovada teoria médica, estes cristais vibram conforme as ondas eletromagnéticas que captam, o que explicaria a regulação do ciclo menstrual conforme as fases da lua, ou a orientação de uma andorinha em suas migrações. 

No ser humano, ela vai interagir com outras áreas do cérebro como o córtex cerebral, por exemplo, que seria capaz de decodificar essas informações e ninguém pode aumentar ou diminuir essa concentração de cristais, pois é uma característica biológica, assim como a cor da pele ou dos olhos. Já nos outros animais, essa interação seria bastante baixa.
A pineal bem trabalhada e desenvolvida através de meditações, equilibra a polaridade energética entre os hemisférios cerebrais direito e esquerdo, e esta teoria mística pretende explicar fenômenos paranormais como a clarividência, a telepatia e a mediunidade, trazendo contato com outras dimensões, portanto, diz-se que a pineal está diretamente ligada à Consciência Cósmica.


Por sua vez, o cristal de Apatita é usado comumente na terapia com cristais facilitando o clarear dos pensamentos, aliviando a exaustão psíquica, a irritação, o estresse, a hipertensão, trazendo equilíbrio aos dois lados do cérebro- razão e emoção. Oferece também novos estímulos à vida cotidiana ajudando na falta de ânimo, aumentando a vivacidade e a criatividade, atraindo a atenção para circunstâncias mais felizes e para um sentido mais positivo da vida. O nome Apatita, em grego, significa "trapaceira, enganadora", porque este cristal existe sob tantas formas e cores que pode facilmente ser confundida com várias outras pedras, mas a cor que vai predominar em seu uso no sexto ou no sétimo chacras (frontal e coronário), é o azul índigo.
 
 
 
 
 
 
Não é por acaso que ambas, pedra e glândula, estão juntas neste sagrado ofício de acalmar o espírito mostrando caminhos como um farol luminoso para que possamos elevar nossa consciência e alma como seres espirituais em ascenção. Se soubermos manter nossos pensamentos, palavras e atitudes equilibrados, não seremos "enganados e trapaceados" pela mente concreta ou emoções descontroladas!


















FONTES :Bíblia dos Cristais I - Judy Hall
                   Prevenções e Curas com Pedras -Karl Stark e Wener Meier.