sábado, 20 de fevereiro de 2016

SAÚDE E EQUILÍBRIO - Metafísica dos pés - CUIDAR DOS PÉS É MELHORAR A AUTOESTIMA

Metafísica dos pés



O LIVRO “DIGA-ME ONDE DÓI E EU TE DIREI PORQUÊ: OS GRITOS DO CORPO SÃO AS MENSAGENS DAS EMOÇÕES”, EXPLICA O SENTIDO DE SENTIRMOS DORES E NOS MACHUCARMOS OU CRIARMOS DOENÇAS CRÔNICAS EM DETERMINADAS PARTES DO CORPO, FUNDAMENTADO NA SABEDORIA DA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA (MTC), QUE ENXERGA O INDIVIDUO COMO UM TODO, FORMADO POR CINCO ELEMENTOS (FOGO, MADEIRA, METAL, ÁGUA E TERRA), 

QUE POSSUEM UM CICLO DE DEGRADAÇÃO 

– ONDE UM ELEMENTO DESTRÓI O OUTRO 

– E UM CICLO DE CRIAÇÃO 

– ONDE UM ELEMENTO NUTRE O OUTRO.


QUANDO FALTA A ESCUTA ACURADA E ATENTA DA PROPRIOCEPÇÃO E DA INTUIÇÃO, QUE É A PROPRIOCEPÇÃO ESTABELECIDA, CULTIVADA E COORDENADA NO CORPO-EMOÇÃO-MENTE, RESTA AO CORPO DISPARAR O SINAL AMARELO – PEQUENOS TRAUMAS E “DOENCINHAS” – E DEPOIS O VERMELHO – GRANDES TRAUMAS, DOENÇAS GRAVES E/OU CRÔNICAS.


SEGUEM OS TRECHOS DO LIVRO:


O PÉ


É O NOSSO PONTO DE APOIO SOBRE O SOLO, A PARTE NA QUAL TODO O NOSSO CORPO REPOUSA E CONFIA QUANDO SE TRATA DE MUDANÇAS, DE MOVIMENTOS. É ELE QUE NOS PERMITE “CRESCER”, E, POR CONSEGUINTE, AVANÇAR, MAS PODE TAMBÉM, BLOQUEAR NOSSO SUPORTE, E POR CONSEGUINTE MANTER FIRMEMENTE AS NOSSAS POSIÇÕES. 


LOGO, O PÉ REPRESENTA O MUNDO DAS POSIÇÕES, A EXTREMIDADE MANIFESTADA DA NOSSA RELAÇÃO COM O MUNDO EXTERIOR. ELE SIMBOLIZA AS NOSSAS ATITUDES, AS NOSSAS POSIÇÕES DECLARADAS E RECONHECIDAS, O NOSSO PAPEL OFICIAL.


NÃO DEVEMOS COLOCAR O PÉ NA PORTA PARA BLOQUEÁ-LA. ELE REPRESENTA OS NOSSOS CRITÉRIOS QUANTO À VIDA, ATÉ MESMO NOSSOS IDEAIS. TRATA-SE DA CHAVE SIMBÓLICA DOS NOSSOS SUPORTES “RELACIONAIS”, O QUE EXPLICA A IMPORTÂNCIA DO RITUAL DE LAVAGEM DOS PÉS EM TODAS AS TRADIÇÕES. TAL COISA PURIFICAVA NOSSA RELAÇÃO COM O MUNDO, ATÉ MESMO COM O DIVINO. ENFIM, É UM SÍMBOLO DE LIBERDADE, POIS POSSIBILITA O MOVIMENTO.


ALIÁS, NÃO É POR ACASO QUE OS PÉS DAS MENINAS ERAM ENFAIXADOS NA CHINA. SOB O PRETEXTO DE UMA SIGNIFICAÇÃO ERÓTICA E ESTÉTICA, NA VERDADE ISSO PERMITIA QUE A MULHER FICASSE FECHADA, APRISIONADA NUM MUNDO RELACIONAL DE DEPENDÊNCIA DIANTE DO HOMEM, LIMITANDO SEU POTENCIAL DE MOBILIDADE.


O MESMO FENÔMENO EXISTE NAS NOSSAS SOCIEDADES OCIDENTAIS EM QUE AS MULHERES “DEVIAM” USAR SALTO AGULHA PARA CORRESPONDER A UM DETERMINADO ESQUEMA. COMO QUE POR ACASO, FOI POSSÍVEL CONSTATAR QUE A ALTURA DOS SALTOS DOS SAPATOS DIMINUÍA PROPORCIONALMENTE À “LIBERDADE” SUCESSIVA DAS MULHERES. HOJE EM DIA, MAIS E MAIS MULHERES, SOBRETUDO AS GERAÇÕES MAIS JOVENS, SÓ USAM SALTO BAIXO.


OS DEDOS DOS PÉS



REPRESENTAM AS TERMINAÇÕES “FINAS” DESSES PONTOS DE APOIO. ELES SÃO OS “DETALHES”, O “ACABAMENTO” DESSES PONTOS E, ASSIM, AS TERMINAÇÕES DAS NOSSAS POSIÇÕES, OS DETALHES DAS NOSSAS CRENÇAS OU AS PONTUAÇÕES DAS NOSSAS ATITUDES RELACIONAIS.


CADA DEDO REPRESENTA, POR SUA VEZ, UM DETALHE PARTICULAR, UM MODO OU UMA FASE ESPECÍFICA QUE DECODIFICAMOS, GRAÇAS AO MERIDIANO ENERGÉTICO QUE TERMINA OU COMEÇA NO DEDO EM QUESTÃO. ENQUANTO ELEMENTO PERIFÉRICO E DE ACABAMENTO DA RELAÇÃO, ELE PERMITE QUE O INDIVÍDUO SE SIRVA DELE COMO SE FOSSE UM MEIO DE ‘FEEDBACK’, DE RETROAÇÃO.


GRAÇAS A CADA UM DOS PÉS E AOS PONTOS ENERGÉTICOS QUE SE ENCONTRAM NAS EXTREMIDADES DELES, O INDIVÍDUO PODE ESTIMULAR OU ELIMINAR, CONSCIENTE OU INCONSCIENTE, PORÉM EFICAZMENTE, AS TENSÕES EVENTUAIS 


QUE ALI SE ENCONTREM.


ASSIM SENDO, OS DEDOS DOS PÉS SÃO, COMO OS DAS MÃOS, AO MESMO TEMPO OS LUGARES E OS MEIOS QUE FAVORECEM MÚLTIPLOS PEQUENOS ATOS “FALHOS” COTIDIANOS, QUE NOS PARECEM OCASIONAIS E SEM SIGNIFICAÇÃO.


PORÉM, NA REALIDADE, NUNCA É POR ACASO QUE QUEIMAMOS, ESMAGAMOS OU TORCEMOS TAL OU QUAL DEDO DO PÉ. TRATA-SE DE UM PROCESSO “LEVE”, PORÉM CLARO, DE UMA BUSCA DE EXPRESSÃO E/ OU ELIMINAÇÃO DE UMA TENSÃO RELACIONAL.


ESSE PROCESSO PODE EXISTIR PORQUE O PONTO ENERGÉTICO QUE SE ENCONTRA NA EXTREMIDADE DE CADA UM DOS DEDOS DOS PÉS SE CHAMA “PONTO FONTE” OU “PONTO DA PRIMAVERA”, É O PONTO DO RENASCIMENTO POTENCIAL DA ENERGIA, GRAÇAS À QUAL UMA NOVA DINÂMICA PODE APARECER OU ATRAVÉS DA QUAL A ANTIGA PODE SE “RECARREGAR” E MUDAR DE POLARIDADE.


OS MALES DOS DEDOS DOS PÉS


VOU FAZER AQUI UMA SIMPLES REPRESENTAÇÃO DA SIGNIFICAÇÃO GLOBAL DE CADA UM DOS DEDOS DOS PÉS E DOS SOFRIMENTOS QUE VÃO SER EXPRESSOS.

 

PARA COMPREENDER MAIS DETALHADAMENTE TODA A DINÂMICA QUE ESTÁ POR TRÁS DISSO, BASTA SE REFERIR, NESTA OBRA, À PARTE QUE DIZ RESPEITO AO MERIDIANO ENERGÉTICO EXATO QUE ATINGE O DEDO EM QUESTÃO E AO QUAL ELE IMPRIME SUA DINÂMICA GERAL. 


SE A TENSÃO SE MANIFESTAR NUM DEDO DO PÉ DIREITO, ESTARÁ RELACIONADA À SIMBÓLICA YIN (MATERNA); NUM DEDO DO PÉ ESQUERDO, À SIMBÓLICA YANG (PATERNO).


O DEDO GRANDE DO PÉ (O “POLEGAR” DO PÉ)


É O ÚNICO DEDO DO PÉ EM QUE COMEÇAM DOIS MERIDIANOS ENERGÉTICOS: O DO BAÇO E PÂNCREAS E O DO FÍGADO. 


É O DEDO DE BASE DE NOSSO SUPORTE RELACIONAL, DO QUE NÓS SOMOS. É ISSO QUE, DURANTE A MENOPAUSA (PERDA DA FECUNDIDADE, LOGO, DO VALOR FEMININO) FREQUENTEMENTE TESTEMUNHAMOS O DESENVOLVIMENTO DE UMA DEFORMAÇÃO DESSE DEDO DO PÉ QUE SE CHAMA HALLUS VALGUS. 


OS TRAUMATISMOS OU AS TENSÕES NESSES DEDOS SIGNIFICAM QUE SENTIMOS UMA TENSÃO EQUIVALENTE NA NOSSA RELAÇÃO COM O MUNDO, SEJA NO PLANO MATERIAL (PARTE INTERNA DO PÉ) OU NO PLANO AFETIVO (PARTE EXTERNA DO PÉ).


O SEGUNDO DEDO DO PÉ (O “INDICADOR” DO PÉ)


É O DEDO EM QUE SE ENCONTRA O MERIDIANO DO ESTÔMAGO, OU SEJA, AQUELE QUE GERA A NOSSA RELAÇÃO COM A MATÉRIA, A NOSSA DIGESTÃO DESSA MATÉRIA. AS BOLHAS, OS JOANETES, MALES OU TRAUMATISMOS NESSE DEDO VÃO NOS FALAR DA NOSSA DIFICULDADE PARA GERAR CERTAS SITUAÇÕES MATERIAIS OU PROFISSIONAIS.


O TERCEIRO DEDO DO PÉ (O DEDO “MÉDIO” DO PÉ)


NÃO HÁ MERIDIANO ORGÂNICO NESSE DEDO DO PÉ, MAS ELE TEM UMA CERTA RELAÇÃO “INDIRETA” COM O TRIPLO AQUECEDOR. 


LOGO, É O DEDO DO PÉ CENTRAL, AQUELE DO EQUILÍBRIO E DA COERÊNCIA DAS NOSSAS ATITUDES RELACIONAIS. OS MALES DESSE DEDO SIGNIFICAM ENTÃO, QUE TEMOS DIFICULDADE PARA EQUILIBRAR AS NOSSAS RELAÇÕES, ESPECIALMENTE NO QUE DIZ RESPEITO AO FUTURO. 


O MEDO DE SEGUIR ADIANTE E DE UMA FORMA JUSTA, PODE SER EXPRESSO POR ESSE DEDO.


O QUARTO DEDO DO PÉ (O “ANULAR” DO PÉ)


É O DEDO DO PÉ EM QUE SE ENCONTRA O MERIDIANO DA VESÍCULA BILIAR. ELE REPRESENTA OS DETALHES DAS NOSSAS RELAÇÕES COM O MUNDO, NO SENTIDO DO JUSTO E DO INJUSTO, DA BUSCA PELA PERFEIÇÃO. 


A PRESENÇA DE TENSÕES, CAIMBRAS OU SOFRIMENTOS NESSE DEDO, SIGNIFICA QUE VIVEMOS UMA SITUAÇÃO RELACIONAL DIFÍCIL.


QUANTO AO QUE É JUSTO OU INJUSTO. TRATA-SE DE UMA RELAÇÃO QUE NÃO NOS SATISFAZ NO QUE DIZ RESPEITO ÀS CONDIÇÕES E À QUALIDADE DESSAS CONDIÇÕES.


O DEDO PEQUENO DO PÉ (O DEDO “MINIMO” DO PÉ)


O DEDO PEQUENO DO PÉ É O DEDO NO QUAL TERMINA O MERIDIANO DA BEXIGA. 


É O MERIDIANO DA ELIMINAÇÃO DOS LÍQUIDOS ORGÂNICOS E DAS “MEMÓRIAS ANTIGAS”. 


QUANDO BATEMOS COM ESSE DEDO, O QUE É EXTREMAMENTE DOLOROSO, PROCURAMOS ELIMINAR MEMÓRIAS ANTIGAS OU ESQUEMAS RELACIONAIS ANTIGOS. 


PROVAVELMENTE ESTAMOS TENTANDO MUDAR HÁBITOS 


ANTIGOS, MODOS DE RELAÇÃO COM O MUNDO E COM O OUTRO, QUE NÃO NOS SATISFAZEM MAIS. ATRAVÉS DO TRAUMATISMO E DO SOFRIMENTO (CORPO, FERIDA, ENTORSE, ETC.), ESTIMULAMOS NOSSAS ENERGIAS PARA FACILITAR ESSA ELIMINAÇÃO DOS MODOS ANTIGOS A FIM DE SUBSTITUÍ-LOS POR OUTROS.



(trechos do livro do Michel ODoul, “DIGA-ME ONDE DÓI E EU TE DIREI PORQUÊ: OS GRITOS DO CORPO SÃO AS MENSAGENS DAS EMOÇÕES”)



10 MOTIVOS PARA CUIDAR DOS SEU PÉS


dicas-para-cuidar-os-pes-na-viagem
Cuidar dos pés é algo que vai muito além do simples cortar unhas, lixar e passar esmalte. Além de bonitos, os pés precisam estar saudáveis para evitar doenças, bactérias e até mesmo calos. O uso excessivo de sapatos fechados e saltos altos podem trazer alguns problemas como frieiras, calosidade e rachaduras. Por isso, cuidar dos pés com um profissional pode trazer benefícios para eles e para a vida.
Segundo a podóloga do salão Monde K, Cleide Trindade, quando bem cuidados os pés ficam macios e apresentam sinais de saudáveis. “Além de evitar doenças decorrentes do dia a dia, a podologia relaxa e trás benefícios até para a autoestima”, comenta Cleide. Abaixo, a profissional do Monde K indica 10 motivos para você cuidar de seus pés:
1 – Corte correto das unhas: o corte correto é fundamental e merece cuidado. “O ideal é deixar as unhas em formato quadrado, assim evitamos que ela corte os cantos dos dedos e encrave”, explica a profissional do salão Mondek
2 – Cuidar das fissuras dos calcanhares: elas devem ser desbastadas e lixadas para evitar dor ou até mesmo sangramento.
3 – Cuidado com micose de unhas: as unhas merecem atenção especial, pois podem acumular bactérias e gerar micose. ”As micoses podem ser tratadas com limpeza e medicamentos apropriados para que não se proliferem e se espalhem paras as outras unhas”,comenta Cleide.
4 – Evitar fungos entre os dedos: a podóloga dá como dica secar bem os pés diariamente após o banho, para evitar fungos causadores de mau cheiro e odor.
5 – Evitar calos e calosidades: os calos devem ser desbastados e lixados, pois, além de causar dor, podem interferir no caminhar.
6 – Cuidar de unhas encravadas para evitar infecções: unhas encravadas podem infeccionar, trazendo muito incomodo e dor forte. “Elas devem ser cortadas e tratadas para evitar uma piora do quadro e demais complicações”, orienta Cleide.
7 - Prevenção, recuperação e reabilitações dos problemas dos pés: elas são necessárias para manter os pés saudáveis e livres de desconforto. Certifique-se de procurar o profissional mais apropriado com frequência de acordo com o seu problema para manter uma vigilância dos pés.
8 – Ativar a circulação: massagens como a reflexologia, massagem que utiliza pressão em determinados pontos dos pés, e outras são sempre indicadas para estimular pontos que trazem conforto e tranquilidade.
9 – Relaxar: com os cuidados corretos e atenção, cuidar dos pés pode ser uma atividade relaxante e agradável que não pode ficar de fora das atividades diárias.

10 – Melhora da autoestima: pés bem cuidados, bonitos e saudáveis podem melhorar a autoestima e o bem estar.


Quem não gosta de uma boa massagem nos pés? É muito, muito agradável e alivia a tensão do dia, e também deixa os pés mais saudáveis, estimulando o fluxo sanguíneo e exercitando os músculos.
E falando em exercitar os músculos, os médicos explicam que esta é uma prática preventiva, quanto mais forte os músculos dos pés, menores serão as chances de lesão na prática de esportes ou longas caminhadas.
Mas, a massagem não pode ser feita de qualquer jeito, o ideal é que seja aplicada por um profissional da área, mas nada impede de você aprender algumas manobras e desfrutar desta delícia em casa.
O primeiro passo é escolher um local tranquilo da casa e se você quiser pode preparar o ambiente com velas perfumadas e iluminação confortável. Faça um relaxamento aquecendo os pés. Você pode mantê-los mergulhados durante alguns minutos em água quente ou aplique uma compressa aquecida.
Sente-se de modo confortável e apoie o pé sobre o joelho da outra perna, coloque a sola do pé para cima e espalhe creme hidratante. Com os polegares, massageie a sola em movimento circulares e profundos, calmamente. Comece pelos dedos e siga em direção ao calcanhar. Depois, massageie o todo o peito do pé usando os polegares, sempre com calma. Os dedos não podem ser esquecidos, puxe-os um a um suavemente. Faça isso nos dois pés. 
Quem resiste a pés tratados, com pele lisinha e unhas bem feitas? Faz um bem enorme para a autoestima (Foto: GB Imagem)
Quem resiste a pés tratados, com pele lisinha e unhas bem feitas? Faz um bem enorme para a autoestima (Foto: GB Imagem)
E vão aqui algumas dicas preciosas, se quiser você poderá usar um creme com mentol para a massagem. O produto proporcionará uma gostosa sensação de refrescância. E tem mais, há quem aproveite o momento da massagem para aplicar creme esfoliante, específico para os pés. Depois, basta lavar os pés novamente e hidratar. Além de relaxar, a pele ainda ficará lisinha e pronta para um carinho.
E continuando a falar dos pés, eles merecem todo o carinho do mundo, afinal sustentam o corpo e nos levam a todos os lugares. Os pés também são motivo de fetiche e cobiçados por homens e mulheres. A palavra de ordem é mantê-los hidratados e livres das rachaduras que costumam “atacar com tudo” no inverno.
Um erro grave é achar que lixar, e lixar sempre, garante pele lisinha. Os especialistas garantem que, quanto mais se lixa, mas pele se forma e mais áspero fica. Passe uma lixa fina ou pedra-pome na planta dos pés, sem esfregar muito; outra solução é esfoliar com uma mistura caseira de vaselina e sal grosso, massageie os pés com esta mistura, lave bem e passe um bom hidratante.
Bom, tem essa dica de uma solução caseira, mas é verdade também que no mercado tem produtos indicados para esfoliar, os preços são acessíveis e talvez proporcionem melhor resultado. Você escolhe. Se a pele apresentar rachaduras, invista em cremes específicos que contenham ureia em sua formulação. Caso não consiga resolver a situação, o jeito é procurar o dermatologista.
Outro motivo de pés feios é a unha, sendo que atenção especial deve ser dada às unhas encravadas. O tratamento deve ser feito com podólogos ou dermatologistas, pois existe o risco de infecções graves. Cuidado com a picaretagem!
Para uma pedicure caprichada, remova a sujeira debaixo das unhas com uma espátula de metal e retire o esmalte velho com um removedor (evite o uso de acetona). Corte as unhas em formato quadrado e lixe-as em linha reta.
Espalhe um creme removedor de cutícula em volta das unhas, deixe agir e a seguir empurre a cutícula com instrumento apropriado. Com um alicate, retire apenas a cutícula que se soltar facilmente. Passe uma camada de base comum e, a seguir, o esmalte escolhido.
Os pés e mãos não precisam ser necessariamente da mesma cor, mas é preciso ter bom senso. Por exemplo, se as unhas dos pés são vermelhas, opte por uma misturinha nas mãos, ou tom sobre tom, nunca use cores fortes como os derivados de pink, por exemplo. Mas, também, se você gosta de misturar cores, cobrir as unhas com desenhos, ninguém tem nada com isso. O importante é sentir-se bem e ser feliz com o visual escolhido.
Dicas de ouro: nada mais desagradável do que pés transpirados. Por isso, tenha sempre à mão lenços umedecidos, basta dar uma corridinha ao toilette e passá-los nos pés, eles contem ingredientes umectantes que hidratam a pele deixando um cheirinho de limpeza. Usar desodorantes específicos também é necessário, nos dias quentes de verão e nos dias frios de inverno também, afinal pés enfiados em meias e sapatos transpiram e, ainda, aplique protetor solar no peito dos pés para evitar o envelhecimento da pele no local.