segunda-feira, 2 de novembro de 2015

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - Energia Prana e os Raios Cromáticos

Prana é o Alimento Divino que recebemos a cada respiração. NOSSA FONTE DE VIDA!

Foto de Cromo Caio.








O Prana é a energia vital que permeia todo o universo, incluindo a nós, humanos, significa “energia absoluta”. É o princípio... de energia ou força, o princípio activo da vida, ou força vital. O prana penetra tudo, está em tudo, em toda parte.

Nele está a essência de todo o movimento, de toda a força, de toda a energia, quer seja essa energia a gravitação, a electricidade ou qualquer outra forma de vida.

É um princípio activo da natureza que está em toda a forma da matéria, mas não é matéria. Está no ar, mas não é ar, no entanto respiramos o prana como o ar.

O prana é absorvido pelo organismo juntamente com o oxigénio, mas não é oxigénio. Através da qualidade da nossa respiração podemos extrair e armazenar no nosso organismo, mais ou menos prana.

Dessa forma fortalecemos não só o nosso corpo físico como também o nosso cérebro. Quanto mais prana armazenamos, mais vitalidade possuímos.

O Prana circula por toda a parte do sistema nervoso, trazendo-lhe força e vitalidade. Se levarmos em conta que a maior quantidade de prana que possuímos vem através da respiração, podemos compreender a importância da mesma nas nossas vidas.

O Prana tem características semelhantes às da corrente eléctrica. O plexo solar é um grande depósito e reservatório de prana. A nossa força vital possui duas polaridades, uma positiva e outra negativa. O equilíbrio dessas polaridades promove uma boa saúde e bem-estar.

Quando acontece o desequilíbrio, há uma ruptura na harmonia do corpo, uma baixa de nossa frequência vibratória e tornamo-nos vulneráveis a agentes patogénicos que vivem ao nosso redor. Em resumo, ficamos doentes.

Normalmente, respiramos mal. As nossas inalações são fracas, provocando a redução da quantidade de oxigénio e a exalação é igualmente deficiente, pois não conseguimos expulsar grande parte do gás carbónico produzido pelo nosso corpo.

Esse gás não expelido acumula-se na parte inferior dos pulmões. Além disso, como o ar é também carregado de prana, a quantidade de ar que inalamos e expelimos tem influência directa no nosso corpo psíquico. Como você pode perceber, prana é simplesmente a energia promotora da vida.

Prāna (em sânscrito:प्राण , sopro de vida) é, segundo os Upanishads, antigas escrituras indianas, a energia vital universal que permeia o cosmo, absorvida pelos os seres vivos através do ar que respiram.

A energia vital que circula pelo corpo está em tudo: na natureza, nos alimentos, nos líquidos que bebemos, mas é absorvida principalmente através do ar que respiramos.
Esta energia desprende-se do sol e impregna toda a atmosfera. Você pode vê-la como pontinhos brancos movimentando-se rapidamente em todas as direções ao fixar seu olhar num céu azul.

Quando trabalhamos em excesso, comemos alimentos congelados, industrializados, ficamos em ambientes artificialmente refrigerados por muito tempo, tornamo-nos desanimados, pesados e cansados e de sensação falta de energia se agrava.

Cada ponto é constituído por sete átomos carregados com energias (raios do espectro solar). Cada raio é composto por cinco combinações cromáticas (azul, verde, amarelo, laranja e rosa).

Quando o glóbulo de vitalidade cintila na atmosfera é de brilho quase incolor e brilha como uma luz branca ligeiramente dourada. Ao adentrar no vórtice do chacra Esplênico se decompõem e se quebram em raios coloridos permanecendo cada cor fixada no chacra correspondente.

- Raio Azul – dirige-se ao chacra umeral, laríngeo, frontal e coronário, permanecendo a sua função.

- Raio Amarelo – dirige-se ao coração e depois de efetuada a sua obra, uma porção passa para o cérebro completando a sua função.

- Raio Verde – inunda o abdome vivificando todo o aparelho digestivo exceto baço.

- Raio Rosa – circula por todo corpo ao longo dos nervos (vitalidade do sistema nervoso).

Ex. Se os nervos não receberem essa vitalidade rosada a pessoa não poderá permanecer muito tempo na mesma posição, tornando um continuo sofrimento. À medida que os nervos se banham por esse raio logo é aliviado, experimentando assim uma sensação salutar.

Um individuo de boa saúde absorve muito mais vitalidade rosada que o necessário ao seu corpo, por isso fica continuamente irradiando essa corrente de átomos. Inconscientemente as pessoas fracas ficam mais próximas sem que isso diminua sua vitalidade.

E também por um esforço de sua vontade pode deliberadamente infundi-la a quem deseja auxiliar.

No estado de vigília essa energia esta em constante vigilância em atitude de defesa, mantendo em tensão músculos e nervos.

Durante o sono essa tensão relaxa cumprindo a sua função (defesa), até a primeira metade da noite. Na segunda metade já estará quase toda consumida, exemplo disso é a sensação de moleza que nos acomete de madrugada, e também a causa de muitas mortes nessa hora.

A vitalidade é o alimento do Duplo Etérico, como o nosso alimento é o sustento para o corpo denso.

- Raio Laranja – penetra pelo chacra Básico dirigindo-se aos órgãos genitais com os quais esta intimamente relacionada a uma parte do seu funcionamento.