terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - O que são as Constelações Familiares?


O que são as Constelações Familiares?

 

A Constelação é uma nova abordagem terapêutica, um processo de cura experiencial desenvolvido por Bert Hellinger que descobriu que parte dos problemas que enfrentamos se deve a fatos que aconteceram com outros membros de nossas famílias e não a eventos da nossa própria hora.


Bert Hellinger nasceu em 1925, estudou filosofia, teologia e pedagogia. Trabalhou como missionário na África do Sul por 16 anos.
No início dos anos 70 deixou a ordem religiosa católica dedicando-se então à psicoterapia.
Através de Dinâmicas de Grupo, Gestalterapia, da Terapia Primal, da Análise Transacional e Hipnoterapia, chegaram à sua própria terapia Sistêmica e Familiar, as Constelações Familiares e mais tarde "Movimentos da Alma".


Nos últimos anos dedicou-se a expandir sua Visão Sistêmica em diversos países tanto dentro como fora da Europa, EUA, América do Sul, América Central, Oriente Médio e Ásia.
Esteve no Brasil nos anos de 1999 (RJ), 2001(SP), 2005(BH) , 2006(Goiânia), 2007(Brasilia), 2008 (São Paulo).
Sua vinda está programada novamente em 2009 para São Paulo novamente.


Hellinger escreveu diversos livros sobre o tema e muitos já foram traduzidos para o português e são comercializados pelas editoras Cultrix e Atman.

Através dos trabalhos das Constelações, podemos entender como as ações e destinos de nossos antepassados podem influenciar a nossa vida atual causando problemas de saúde, dificuldades financeiras, ou conflitos em nossos relacionamentos familiares e afetivos.

Todos os membros de uma família estão ligados por profundos laços de amor e lealdade. Movidos pela esperança de diminuir o sofrimento do outro, trazemos a infelicidade e a doença para nossas próprias vidas, sem sequer nos darmos conta desta dinâmica, que acontece de maneira absolutamente inconsciente.

Em que princípios esse trabalho se baseia?

Depois de décadas de observação e experiências com milhares de pessoas, três linhas básicas ou “Ordens de Amor” foram mostradas para ajudar as famílias:

• Toda pessoa tem o direito de pertencer a sua família.
• Deve existir um equilíbrio entre dar e receber. O dar e receber equilibrado leva ao desejo de dar mais espontaneamente e receber com gratidão.
• A ordem familiar precisa ser respeitada. Algo dá errado quando as crianças sentem que elas têm que cuidar dos seus pais. Quando o senso de ordem é restabelecido, há um novo sentimento de segurança do conhecimento de qual é o seu lugar na família.

Os padrões que afetam certos membros das nossas famílias podem ser revelados e resolvidos através das Constelações, tornando-se visíveis as dinâmicas ocultas que atuam através das gerações.


“Tudo está ligado, como o sangue que une uma família. Todas as coisas estão ligadas. O que acontece a Terra recai sobre os filhos da Terra. Não foi o homem que teceu a trama da vida. Ele é só um fio dentro dela. Tudo o que ele fizer à teia estará fazendo a si mesmo.” Chefe Seattle

“A reverência aos antepassados não é uma questão de crença, mas uma questão de prática – a prática de olhar para o fundo de nós próprios para reconhecer a presença dos nossos antepassados em nós, em cada uma das nossas células. ” Thich Nhat Hanh
 




por Nathalie Favaron