sábado, 24 de janeiro de 2015

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - Cromoterapia e seus efeitos no cerebro.

Cromoterapia e seus efeitos no cerebro.




  • AZUL – Parte do cérebro: Córtex Pré-Frontal
EFEITO: Em tom escuro relaciona-se ao poder. Em tom mais claro, provoca sensação de frescor e higiene. Está ligado a produtividade e sucesso.
  • LARANJA – Parte do cérebro: Sistema de recompensa – responde pelo prazer e necessidade de repetição da experiência prazerosa.
EFEITO: Mudança, expansão e dinamismo.
  • AMARELO – Parte do cérebro: Sistema de Recompensa.
EFEITO: Passa a mensagem de transparência nas negociações ou no objetivo do lucro. Combinada com outras cores significa credibilidade.
  • ROSA – Parte do cérebro: Área Tegmentar Ventral – controla a sensação de recompensa pela saciedade de fome, sede e sexo.
EFEITO: Um tom claro dá a ideia de inocência. O tradicional, feminilidade e rompimento de preconceitos. O pink, o desejo de iniciar ações individuais.
  • CINZA – Parte do cérebro: Putâmen – regula a distribuição de dopamina, um neurotransmissor relacionado à sensação de prazer. Ínsula – coordena as emoções.
EFEITO: É a expressão de neutralidade. Pode significar indecisão ou ausência de energia.
  • VERDE – Parte do cérebro: Córtex Pré-Frontal – ligado às decisões, pensamento abstrato e criativo, respostas afetivas e capacidades para conexões emocional e julgamento social.
EFEITO: Remete à natureza. Transmite frescor, harmonia e equilíbrio. Reforça a ideia de ponderações e coerência.
  • MARROM – Parte do cérebro: Sistema Límbico – estrutura interna que responde pelas emoções.
EFEITO: É uma cor pesada. Sugere conservadorismo.
  • BRANCO  Parte do cérebro: Córtex Cerebral Esquerdo – responsável pelo pensamento lógico e pela competência comunicativa.
EFEITO: Sugere pureza. Cria impressão de luminosidade. Transmite ideia de frescor e calma. Combinado com outras cores proporciona harmonia.
  • ROXO – Parte do cérebro: Pólo Frontal – ligado ao planejamento de ações e de movimento e ao pensamento abstrato.
EFEITO: Pode remeter a mistério. Também se relaciona a calma e sensatez.
  • VERMELHO – Parte do cérebro: Amígdala e Núcleo Accumbens – estrutura ligada ao prazer.
EFEITO: Emoção, dinamismo, sexualidade, virilidade e masculinidade. Em relação ao consumo pode estimular, no caso de alimentos, ou evitá-los (objetos e lazer).
  • PRETO – Parte do cérebro: Amígdala – regula comportamento sexual, agressividade, medo e memória emocional.
EFEITO: Sugere mistério, curiosidade ou superioridade, além de nobreza e distinção.



AS MATIZES DANDO VIDA AOS NOSSOS SENTIDOS



O PODER DAS CORES


terapia através das cores fundamenta-se em estudos físico-químicos que comprovam que matéria e energia são manifestações diferentes de uma mesma coisa. A luz é uma onda eletromagnética e como tal apresenta frequências e comprimentos de onda. A energia da luz é proporcional à frequência, ou seja, quanto maior a frequência maior a energia. Heinrich Hertz observou que a luz quando incide em superfícies metálicas provoca a liberação de fótons e elétrons e esse efeito não é proporcional à intensidade da luz, mas à sua frequência. Os fótons são capazes de penetrar na matéria e geralmente transferem sua energia a partículas eletricamente carregadas - as células do nosso corpo, por exemplo.
       A incidência de luz sobre a pele, principalmente sobre pontos de Acupuntura, dependendo da frequência luminosa e do número de fótons envolvidos, aceleram elétrons e aumentam a quantidade de elétrons ativados. Estes devem então produzir os fenômenos biológicos da Cromoterapia.
      Segundo a teoria de Peter Mandel, os receptores da pele reconhecem informações luminosas e as transmitem para o sistema endócrino através de impulsos nervosos. O sistema endócrino é responsável pela produção hormonal do organismo. 
      Para a Colorterapia ou Colorpuntura a doença é uma informação incorreta na comunicação entre células. A terapia das cores é uma das maneiras de equilibrar essa comunicação
     Os pontos de acupuntura têm afinidade com as ondas eletromagnéticas principalmente aquelas com frequência na faixa de luz visível que começa no vermelho e vai até o violeta.


Leia mais: http://www.padmananda.com/acupuntura/cromoterapia/