sábado, 20 de setembro de 2014

PENSAMENTOS, POESIAS E REFLEXÕES - Eu te devoro - Djavan

Eu te devoro 




Hoje não quero pureza, docilidade ou ócio...
Quero a facilidade dos versos ousados, diretos e breves
Que toquem o coração, mas não esqueçam o corpo.
Cumprindo com eficácia o dever de seduzir!

Mas, afinal, será dever ou será paixão?
Estou reconhecendo tudo isso em mim!
Só sei que desejo para agora – sem mais reticências...
A ti, a mim e a tudo ao nosso redor!

Diante do elo que nos envolve, tomar-te inteiramente.
Expressar minha alma ao sabor de tua formosa tez...
Enrolar-me em teu corpo como brisa de verão
Suprir esse fervor que me invade e pede bis!

Vem ao meu encontro, antes que amanheça...
Mesmo que nunca se faça cedo ou tarde para nós.
Vem que eu te abraço e te resplandeço a alma
Sonhando devaneios uníssonos, na exaustão do prazer!


Devotando tua presença... devorando-te!

 (- letra: Djavan - canta: Luiza Possi)