sexta-feira, 4 de julho de 2014

SAÚDE E EQUILÍBRIO - PODE FAZER SEXO DURANTE A MENSTRUAÇÃO? MITOS E TABUS

PODE FAZER SEXO DURANTE A MENSTRUAÇÃO?







sexo
Foto - Shutterstock
Fazer ou não fazer sexo durante a menstruação, eis a questão. Não se intimide se esta dúvida paira sobre sua cabeça. É muito comum que mulheres e até mesmo homens fiquem receosos em ter relação neste período, por isso, esclarecemos cinco pontos sobre este assunto que vai te deixar mais confortável na hora H.
A escolha de fazer sexo ou não durante o período menstrual deve ser um assunto conversado entre o casal.
É importante que ambos se sintam confiantes para realizar o ato.
Ginecologistas explicam que na fase menstrual a libido da mulher pode aumentar e até mesmo mais facilidade para chegar ao orgasmo, mas isso não corre com todas as mulheres, algumas, por causa da TPM se sentem irritadas logo no começo da relação. O humor alterado interfere e muito na libido.
Outra dúvida comum é sobre o aumento de chances de doença nesta época. Fique ligada! É comprovado que relações sem camisinha e sexo oral podem trazer complicações de saúde, principalmente este último. As principais doenças são HIV, sífilis e hepatites B e C.
Gravidez! Se você não está planejando ser mãe tão cedo, não marque bobeira só porque está menstruada. Mesmo sendo mais difícil a concepção, é possível que a gravidez ocorra. Especialistas explicam que mulheres com ciclos menstruais irregulares e muito curtos, de apenas 22 dias, por exemplo, podem ovular poucos dias depois de a menstruação começar. Como um espermatozoide sobrevive até três dias no corpo da mulher, é bem fácil que ele ache um óvulo maduro no período menstrual.
Vergonha é um dos sentimentos que não se pode ter na hora H. Muitas mulheres ficam desesperadas em sujar a cama de sangue, mas esse é o tipo de coisa que não dá pra controlar. O que pode acontecer é que após a penetração nenhuma gotinha seja vista, mas isso acontece porque, provavelmente, o útero não está cheio.
E se você é do time que percebe que seu fluxo aumenta durante a transa, a explicação é simples. O orgasmo provoca contrações no útero e estimula a descamação do órgão, consequente causando o sangramento.