segunda-feira, 14 de julho de 2014

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - ÍNDIGO, VIOLETA E CRISTAL

ÍNDIGO, VIOLETA E CRISTAL


A pesquisa viva sobre os fenômenos Índigo e Cristal é parte diária de meus pensamentos, sentimentos e energia, e agora como adulto índigo, responsável por esclarecer as demais consciências quanto a estes fenômenos evolutivos, desenvolvi este breve artigo para facilitar a compreensão destas energias de luz, paz e amor.

A primeira grande consideração que devemos fazer quando nos referimos ao fenômeno Índigo-Cristal, é que estas energias conscienciais que estão se manifestando em nossas crianças representam o próximo passo na nossa evolução como espécie humana.

Analisando o ponto de vista Teosófico, a evolução dos seres humanos é dividida em grandes ciclos, representados pelas diversas raças-raiz, representadas em número de sete, cada raça raiz dividida em sete sub-raças.


Nós estudiosos da espiritualidade já ouvimos por diversas vezes histórias sobre a Lemúria e Atlântida, continentes lendários que foram respectivamente a terra da terceira e quarta raça raiz. Somos a evolução destas raças e atualmente identificamos como a raça Ariana. Os erros de interpretação da doutrina secreta levaram os alemães nazistas a acreditarem que somente eles eram os seres arianos, causando os terrores da guerra e do holocausto.

A humanidade como um todo está vivenciando a transição energética de um novo ciclo evolutivo, conhecido como Nova Era, Era de Aquários e que particularmente chamo de Era Consciencial. No auge da transição planetária, representada pelo final do grande ciclo da contagem egípcia do zodíaco de Dendera, e do Calendário dos Maias, as consciências sementes da sexta raça-raiz estão sendo ancoradas nas energias de nosso amado planeta.Nós estamos todos, de certa maneira, evoluindo nossas energias caminhando como índigos e violetas, para atingirmos a pureza da manifestação do veículo cristal.

As informações deste artigo são resultado da minha autopesquisa , uma consciência índigo, livre dos condicionamentos mentais adquiridos e pronta para receber e expressar as verdades das dimensões superiores. Por este motivo, algumas informações poderão conter certas novidades e pontos de vista expandidos, resultados de pesquisa feitas no Brasil, Bolívia e Peru nos anos de 2008, 2009 e 2010.


Os Índigos


As consciências humanas conhecidas como índigos, representam a evolução dos corpos mais sutis do ser humano, e apresenta basicamente a cor azul índigo em sua aura. Esta representação energética simboliza os membros que ancoram a energia de luz da sexta sub-raça da raça ariana. Assim como no final da Era Atlante, os índigos vieram liderar a transição para a nova era.

Noé pode ser reconhecido como um grande índigo, membro da sexta sub-raça Atlante, preparando seus filhos violeta para plantarem as sementes cristal da raça ariana. Como numa escala musical, ao atingir a oitava de luz, ocorre um salto evolutivo, uma transição que implementa definitivamente uma raça mais evoluída.

A missão principal das consciências índigo é libertar a humanidade dos condicionamentos das velhas energias, já ultrapassadas em nosso legado evolutivo, e que são utilizadas conscientemente por seres de esferas menos evoluídas para manipular e escravizar os seres humanos.

Alguns traços que facilitam a identificação das 
consciências índigo:


- Aura fortemente azul índigo, representando todas as 

potencialidades do Ajna chacra (chacra frontal), 

conhecido como terceira visão, apresentando os dons 

de clarividência, telepatia, comunicação extrafísica;

- Seres muito espiritualizados e com grande 

necessidade de expansão da consciência. (Este traço é 

muito importante, e quando não observado com 

carinho pode levar o índigo a buscar a expansão da 

consciência pelas drogas.)

  • - Normalmente apresentam características que podem ser mal interpretadas pelos médicos e psicólogos, sendo muitas vezes rotulados e medicados erroneamente classificados com diagnósticos psiquiátricos de Transtorno do Déficit de Atenção com HiperAtividade (TDAH) ou Transtorno do Déficit de Atenção (TDA);

- Energia de guerreiro da luz, com grandes virtudes 

como autoconfiança, coragem e determinação

- Filósofos natos, apresentam grande interesse pela 

busca da sabedoria

Amantes das artes, trabalham as artes para a 

expansão da consciência planetária;

- Líderes das reformas sociais, políticas, educacionais e 

ambientais na Era Consciencial;

- Encarnam no planeta há muito tempo, porém

 começaram a nascer massivamente a partir de 1980

- Dificuldades para aceitar hierarquias e ordens 

impositivas, a não ser que estas sejam representações 

de justiça e amor;


Os Violetas


Existe uma variação energética para as consciências 

índigos, que são os transmutadores, mensageiros da 

paz, e que representam a transição final da raça 

ariana. Os irmãos violeta são basicamente iluminados 

pela chama violeta, representada fortemente em suas 

auras. Estes seres maravilhosos representam a sétima 

sub-raça da raça Ariana, e vimos estas consciências 

manifestas nos diversos avatares que encarnaram no 

planeta. Krishna, Buda, Jesus e vários outros 

iluminados nasceram emanando a energia da Chama 

Violeta. Esta representação energética normalmente é 

escolhida pelos seres mais evoluídos com tarefas de 

transformação coletiva, no nível planetário. Para que 

esta energia seja ancorada, as consciências que 

encarnam neste nível evolutivo já transmutaram pelo 

menos 51% de seus débitos cármicos, nascendo como 

consciências despertas, plenamente preparadas para 

cumprirem seus propósitos cósmicos de evolução.


Estas observações são o resultado de dois anos pesquisando 

as crianças índigo e cristal, e que mostraram esta realidade 

evolutiva de perdão e transformação. Os violetas começaram a 

nascer massivamente a partir de 1992. As consciências violeta 

são pacificadoras, com plena sabedoria dos poderes da mente 

humana, e trazem em suas atitudes e vivências os princípios de 

cosmoética e universalismo.
Noé pode ser reconhecido como um grande índigo, membro da 

sexta sub-raça Atlante, preparando seus filhos violeta para 

plantarem as sementes cristal da raça ariana. Como numa 

escala musical, ao atingir a oitava de luz, ocorre um salto 

evolutivo, uma transição que implementa definitivamente uma 

raça mais evoluída.

A missão principal das consciências violeta é curar e transmutar 

as energias de baixa vibração, já ultrapassadas em nosso 

legado evolutivo, e utilizar conscientemente seus incríveis dons 

de amor e reconstrução.


Traços que facilitam a identificação das Consciências Violeta:


- Aura fortemente violeta, representando todas as 

potencialidades do chacra coronário, o lótus de mil pétalas, 

apresentando os dons de consciência cósmica, transmutação e 

conexão com o veículo cristal;

- Seres muito espiritualizados e com grande afinidade com as 

energias mais sutis. Reconhece e trabalham com as energias 

elementais, minerais, vegetais e animais.

- Assim como os índigos podem ser mal interpretadas pelos 

médicos e psicólogos, sendo muitas vezes rotulados e 

medicados erroneamente classificados com diagnósticos 

psiquiátricos de Transtorno do Déficit de Atenção com 

HiperAtividade (TDAH) ou Transtorno do Déficit de Atenção (TDA);

- Energia de mensageiros da paz e magos do amor, com 

grandes virtudes como perdão, compaixão e amor 

incondicional;

- Líderes de cura e purificação, responsáveis pela transmutação energética do planeta;

- Encarnam no planeta há muito tempo, porém começaram a 

nascer massivamente a partir de 1992;


As Crianças Cristal

Conviver com estes seres de luz é a verdadeira benção 

concedida aos seres humanos no fim deste grande ciclo. O 

amor, pureza, luz e paz destas crianças são a nossa certeza 

que 

o planeta será totalmente curado e recuperado, e que a Era 

Consciencial realmente será uma era abençoada com uma 

fraternidade universalista.
Normalmente com olhos grandes e penetrantes que 

representam seu poder de ver além dos véus e cabeças mais 

alongadas para captar toda a sabedoria cósmica. Assim como 

os índigos e violetas existem seres cristais jovens, e alguns 

adultos que vieram testar as vibrações do planeta, para 

confirmar que Gaia estava vibratóriamente preparada para 

ancorar a energia do veículo cristal.

Os Cristais trabalham coletivamente e são integrados em uma 

consciência unificada, sendo os homo sapiens noosfericos, 

citados por Valum Votam no Calendário da Paz. Esta 

representação energética também representa o inconsciente 

coletivo de Carl Jung e as demais explicações arquetípicas para 

explicar a função coletiva da consciência planetária, conhecida 

como noosfera.

Podemos compreender os nossos lindos irmãozinhos cristal 

como sendo os primeiros membros da sexta grande raça-raiz. 

Eles são a oitava de luz, a nova energia que permite a conexão 

com o novo ciclo evolutivo que a humanidade irá vivenciar 

durante os próximos milênios.

A missão principal dos Cristais é curar e reconstruir a sociedade humana, completamente integrada em uma consciência 

planetária unitária, onde o amor, respeito, paz e abundância são 

constantes universais nas relações humanas e com a natureza.

Traços que facilitam a identificação das Consciências Cristal:


- Aura fortemente colorida, com cores vivas e expandidas, 

representando todas as potencialidades do ser crístico, 

alinhado com as dimensões superiores, apresentando os dons 

de consciência cósmica, e realização de qualquer milagre;

- As consciências Cristais funcionam como uma consciência de 

grupo em vez de individuais, e vivem pela "Lei da Unidade" ou 

Consciência de Unidade. 

- São consideradas como seres mais ligados, mais comunicativos, carinhosos e amorosos; 

- Assim como os Índigos e Violetas, os Cristais podem ser mal interpretadas pelos médicos e psicólogos, sendo muitas vezes 

rotulados e medicados erroneamente, classificados com 

diagnósticos principalmente o autismo;

- Seus discursos e ensinamentos são extremamente filosóficos 

e espiritualistas, ensinando o amor, a cosmoética e universalismo;

- Possuem dons espirituais jamais presenciados pela raça 

ariana. São caridosos, abraçam e preocupam-se com pessoas 

carentes, cuidando também dos animais e plantas com o 

mesmo amor.
- Tem maior controle sobre as energias conscienciais que os Índigos e Violeta, e as vezes podem apresentar 

comportamentos agressivos se estiverem em ambientes 

impróprios.

- Apresentam um silêncio amoroso, e comunicam-se 

mentalmente, em alguns casos começam a falar depois de 2 a 3 

anos de idade;

- São vegetarianos natos, preferindo frutas, verduras e produtos naturais.

- Encarnam no planeta há muito tempo, porém começaram a nascer massivamente a partir de 2004; 
----------------------------------------------------------------------------


Texto Publicado em: