sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

DESPERTANDO A CONSCIÊNCIA - VOCÊ É UM SOL QUE ILUMINA OU UM BURACO NEGRO QUE AFUNDA AS PESSOAS?

PREFIRO SER UM SOL!






















Já observou que em alguns dias não dá para chegar perto de algumas pessoas? Que elas estão de cara amarradas... Cara de poucos amigos... A fala se torna ácida... Estão estúpidas, agem como crianças mimadas, falam somente de coisas ruins, só se queixam...

Pois bem, o que fazer quando você está diante de uma pessoa assim? RECUE! Seja paciente... Essa pessoa não está bem... Na verdade, ela nem percebe o quanto ela está lhe fazendo mal.. O quanto ela afasta as pessoas desse jeito... O quanto isso mostra que ela é instável... Entre outros...
Não adianta conversar com essas pessoas num dia como esse... 

ELAS NÃO ACEITARÃO QUALQUER TIPO DE COMENTÁRIO... 

É preciso dar-lhes espaço, no fundo, nem elas estão se aguentando!!! 
Muito cuidado para não levar para o lado pessoal o que elas lhe falarem quando estiveres junto... Calma... 

Este estado dessa pessoa é passageiro... O comportamento dela vai melhorar... Mas, e se não melhorar? Pode ser que essa pessoa esteja viciada em agir desta forma. Neste caso, ou você aceita ela como é ou você se afasta. Porque ninguém muda ninguém... São as pessoas que precisam sentir vontade para se melhorar... Essa vontade pode vir a partir de muito sofrimento ou de um despertar interior dela.

Enquanto a pessoa não se der por conta do quanto ela afasta as pessoas do seu convívio pessoal e profissional com essas atitudes, pouco se pode fazer por ela. Dicas: reze para que ela possa ter o merecimento de enxergar o que está fazendo consigo mesma... Não queira falar para ela como ela está, porque isso só trará o orgulho dela à tona e a discussão será inevitável.

Resultado de imagem para VOCÊ É UM SOL QUE ILUMINA OU UM BURACO NEGRO QUE AFUNDA AS PESSOAS?

Caso uma pessoa que esteja junto a você esteja agindo como um buraco negro é preciso se perguntar por que ela está no seu convívio... O que há em você que o faz se tornar um ímã para esse perfil de pessoa?  
Pode ser que você seja igualzinho... 

Com oscilações no humor, com dias de “poucos amigos”, onde transforme quem está perto de você em “lixinhos ambulantes”, descontando neles a sua insatisfação com algo.
Compaixão pelo seu próximo, porque ele não sabe o quanto está se prejudicando primeiro. 

O quanto está fadado ao isolamento, a tristeza, as poucas amizades, a revolta, entre outros, se mantendo nesse tipo de comportamento. Inspire-se nessa pessoa e seja diferente! Seja você o exemplo e sorria, mesmo que ela não sorria. 

NÃO DEIXE QUE ESSAS PESSOAS MUDEM O SEU COMPORTAMENTO!!! MESMO QUE PAREÇA IMPOSSÍVEL NÃO SE CONTAMINAR, ENCONTRE EM VOCÊ MOMENTOS DE PAZ, DE ALEGRIA E FOQUE-SE NISSO!!!

É possível sobreviver aos dias que estamos junto a essas pessoas que NÃO estão bem e tentam puxar a todos para baixo TAMBÉM!!! 

ACORDE VOCÊ PARA O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM ELA... 

Abstraia cada momento de mau humor, cada estupidez, cada palavra malcriada, cada atitude infantil, birras, orgulho disfarçado que não permite essas pessoas reconhecerem o quanto é preciso elas olharem para si mesmas e fazerem, URGENTEMENTE, um reforma íntima.

Se não der para abstrair, ouse dar limites. Sem grosserias, mas com firmeza. Sem raiva, mas com doçura e diga o que é preciso ser dito. Entenda que a chance de não haver entendimento é de quase 100%, porque eles não estão vibrando em uma energia boa... Não desanime... É nesse momento que essas pessoas mais precisam do nosso amor. 

Resultado de imagem para VOCÊ É UM SOL QUE ILUMINA OU UM BURACO NEGRO QUE AFUNDA AS PESSOAS?

AMAR QUEM NOS AGRADA É FÁCIL!!! 

Difícil é exercitar nosso amor incondicional quando elas decidem e escolhem agir como buracos negros... Quando um não quer, o outro não briga! Lembre disso... Se for preciso, dê uma volta no quarteirão, de carro, escute música, busque na sua lembrança momentos em que vocês estavam juntos e felizes... Assim, será possível conviver com ela, até mesmo nos momentos que ela quer te puxar para baixo e nem se dá por conta...