segunda-feira, 10 de outubro de 2016

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - DHARMA - Viver em Harmonia com a Leis Divinas e Universais

DHARMA


Viver a prática das virtudes. Fazer "Bem Feito" o que Deus colocou na sua vida. Procurar ser "Nobre" nas pequenas coisas.
 

O dharma, palavra que significa lei, dever, direito, justiça, designa a bagagem moral, intelectual e espiritual que o homem possui na vida presente.

Com respeito ao seu significado espiritual, pode ser considerado como o Caminho para a Verdade Superior. O Dharma é a base das filosofias, crenças e práticas que se originaram na Índia.
É o resultado da aquisição individual em material pronto para se expandir. É o potencial para a vivência do karma.

Sendo assim, como o passado sempre encontra o futuro, o karma também pode ser entendido como a consequência futura da utilização do dharma, evidenciando que o que se planta hoje, colhe-se amanhã. Por isso o dharma é a tarefa a ser executada nessa vida, e que foi legada à Alma por seu próprio arbítrio.

É a retidão, conformidade à ordem cósmica, lei que rege nossa natureza essencial. Caracteriza então a possibilidade de evolução do homem no presente.
Tanto revela o que foi aprendido e deve ser revisto, como o que inexiste nele, as qualidades ainda não assimiladas.
É portanto a chave para a compreensão da missão do ser nessa vida.

É importante desmistificar a idéia de karma como "a pedra no sapato" que tenho de levar durante toda vida. Pois, assim como as mais belas flores trazem seus espinhos, o karma não é só o espinho, nossas provações, nossos fardos, nossos erros, nossas culpas e promotor dos nossos sofrimentos.

O karma é o somatório das tendências da Alma, bagagem adquirida no trilhar da Evolução Espiritual durante as várias encarnações, portanto também são nossos maiores dons, potencialidades já trabalhadas, e que, estão prontas para serem doadas nessa vida, e por isso pode nos proporcionar grandes realizações.

Aceitar o dharma, nossa missão na vida, e se perdoar diante dos medos e das falhas, pois só assim a Alma se renova e floresce no seu processo de amadurecimento espiritual.
Quando a Alma conhece a si mesma e se conscientiza de seu aprendizado e função, aí sim, a vida se abre como uma flor e transforma-se dentro de nós o nosso sentido de estar vivos.