sábado, 28 de maio de 2016

Vampirismo Sexual - O QUE É? COMO ACONTECE? - Precisamos Definir Uma Ética Sexual

Vampirismo Sexual



Precisamos Definir Uma Ética Sexual (FÍSICA QUANTICA)

Vampirismo é um tipo de obsessão no campo das viciações
sensoriais que nada mais é a sucção de energias vitais da vítima por
esses astrais e espirituais ou pelo próprio companheiro encarnado. marido/esposa, namorado/namorada ou simples parceiro(a) sexual. Mas que pode ir ao nível de possessão,dominação e encantamento.

Por fim, há o que se chama de vampiros emocionais. Esses também estão em duas grandes categorias: os conscientes e os inconscientes. Acredito que mais de 90% da população dos vampiros emocionais é formada por seres inconscientes, ou seja, que não têm consciência de que são e estão vampirizando pessoas à sua volta. Há também vampiros emocionais no plano espiritual, e vampiros energéticos, que se nutrem também da energia emanada, de alimentos, bebida, cigarro, e principalmente da sensação que os vivos obtêm ao fumar, beber, tomar droga, comer, fazer sexo e etc.
Uma das formas efetivas de se defender do vampirismo sexual é manter-se focado no parceiro. E é isso que o Tantrismo e o Kama Sutra ensinam.

Lembre-se: Não deixe a mente divagando, você nunca estará só, no Plano mental,Astral e Espiritual.

Muitas mãos estarão tocando seu corpo,
Muitas bocas estarão beijando a sua,
Muitos pênis estarão lhe penetrando,
Muitas vaginas estarão sendo penetradas
Com o objetivo de produzir cada vez mais energias sexuais que começam sendo sugadas em forma de longos fios brancos se despreendendo como fluídos....


Essas energias impregnam a pessoa através da sua aura e vão agindo no campo energético e congestionando os canais que levam energias vitais aos órgãos e sistemas, desencadeando enfraquecimento e doenças físicas, emocionais, psíquicas e energéticas.

As sensações que você esta sentindo podem não estar vindo das mãos que você imagina.
Você pode estar tendo suas energias sexuais drenadas através da base da coluna vertebral.
Quanto mais excitação, melhor
Quanto mais energia sexual gerada, melhor,
Relações sexuais,
Masturbações
Nada satisfaz,
É uma tesão compulsiva
Com sensações até maravilhosas
Mas que despaupéram suas energias

Os vampirizadores adotam as formas que bem desejam, na maioria das vezes associam-se às fantasias mentais da pessoa, até mesmo aquelas escondidas no mais profundo do ser.

Você pode ser sugado energeticamente pelo seu parceiro.
Da mesma forma que pode sugar e vampirizar.
Não só o prazer e a satisfação, mas as energias sexuais.
De homem ou de mulher.
Sugar O Yin
Sugar O Yang
Sugar a Energia Vital
Sugar a Energia Sexual

Vampirismo Sexual 2 - Como se Proteger?


Pelas postagens você deve ter concluído que:
1-Durante o ato sexual as energias sexuais de ambos se expandem e aumentam de intensidade e luminosidade.
2-Essa energia sexual concentrada no ato sexual forma em ambos um campo energético de atração, que atraem seres do plano astral e formas do plano mental.
3-No orgasmo ocorre uma pequena explosão energética que atrai seres em todos os níveis, inclusive espiritual, de zonas de baixo nível de vibração, que necessitam dessas energias, fluídos e secreções para sobreviver.
4-Nosso parceiro(a), dependendo do seu nível de desorganização energética, mental e emocional, pode ser o maior vampiro da nossa energia sexual ou o canal de acesso dos vampirizadores astrais e espirituais.

Com certeza em muito pouco tempo passaremos a ser cobrados pelas responsabilidades de nossas ações energéticas.
Fazer sexo para em seguida sentir-se bem ou mal?
Fazer sexo para reforçar o amor e o carinho ou gerar indiferença logo em seguida?
Fazer sexo para sentir-se feliz e vibrante ou desenergizado?

Um orgasmo pode ser uma explosão de energias densas, que impregnam a aura do parceiro e atraem vampiros e larvas de regiões de baixíssimas vibrações...carregados de vampirizações do companheiro, escravizações egoísmos...nunca trazem união e harmonia, sempre após, trazem rejeições,irritações, até agressividade em relação ao parceiro, desenergização, cansaço, depressão...normalmente são provocados por parceiros cuja a aura já está impregnada de energias densas...podem gerar doenças e desequilíbrios no parceiro.

Doenças contínuas e repetitivas, principalmente que envolvam o aparelho reprodutor tanto masculino quanto feminino, impotências e frieza sexual, precisam ser questionadas.

Perceba que cada um dá o que tem...
Se as energias de um dos parceiros estiverem impregnadas de sentimentos de opressão, de raiva, infelicidade, energias coléricas irão, sem dúvida alguma, impregnar a aura do parceiro, e teremos aquele relacionamento doentio, como que se "fazer sexo despertasse raiva e nojo no momento seguinte", após o prazer o desejo é de solidão. Também é característico de parceiros ou pessoas alcoolizadas, o elemento "fogo" dos polos energéticos é estimulado, possivelmente a relação até o orgasmo, será marcada por muita desinibição e loucuras, ma o momento seguinte será de afastamento, evitando beijos e carinhos mais sutis.


Mais cedo ou mais tarde seremos responsabilizados pelas nossas ações energéticas.
Um homem que leva para o leito conjugal seu corpo energético, sua aura, seu corpo etérico, contaminados, como uma grande lixeira, como um aspirador que captou esses fluídos densos e doentios, deletéricos e destruidores, impregnadores de fluidos que comprometem o físico, emocional, energético e espiritual, colhidos nos finais de festas e camas de prostitutas/prostitutos e do sexo fácil e desequilibrado, certamente não ama sua(seu) companheira ou companheiro, pois além disso tudo expõe o leito dito de amor aos ataques dos vampiros sexuais.

Por que? O que eu tenho a ver com as falhas dele/dela?

Lembra-se que você estudou no segundo grau os níveis quânticos?

Pois é, o excesso de energia (Boa ou Ruim) de um salta para a Aura do Outro, na necessidade de diluir sua concentração, contamina o outro ou, em alguns casos é purificado pela aura do outro/outra, que super-carregado(a) de energia mais sutil re-equilibra o excesso de energias densas do(a) companheiro(a). É um acontecimento raro de acontecer, geralmente a outra aura, pelo estresse, pelo cansaço, pela desestabilização do dia a dia, na relação com outras pessoas, em casa, no trabalho e em outras circunstâncias, sucumbe.

Mas daí nasce a primeira regra, se assim podemos dizer, para a auto-defesa contra o vampirismo sexual:

REGRA 01 - Nunca envolva-se numa relação sexual sem estar com suas energias e emoções harmonizadas. (Em postagens futuras veremos como isso é possível).Hora de raiva, de ódio, de desequilíbrio, de mágoas profundas não resolvidas, é hora de diálogo e outras manifestações de carinho e erotismo, mas não de uma relação sexual e muito menos de um orgasmo.

PRECEITO MORAL? CARETA? COISA DE RELIGIÃO?

Para seu conhecimento não estamos preocupados com os aspectos morais e religiosos, apenas com os energéticos.
Se isso resultou em leis morais, pela falta de esclarecimento e condições de explicar ao povo realidades que apenas hoje, através da Física Quântica são compreensíveis, o que nos importa é que esse mundo energético existe e interagimos com ele.
Por acaso, alguém carregado de raiva e energia ruim, é capaz de fazer um prato de comida saudável? Animais não se irritam com determinadas pessoas e até avançam ou se afastam? Plantas não murcham com a presença de determinadas pessoas? 
Como explicar isso tudo numa era em que nem o átomo era conhecido?

Portanto existe um ÉTICA SEXUAL, baseada na lógica de que quem AMA não quer descarregar LIXO na pessoa AMADA.

De forma alguma queremos estimular a segregação de prostitutas e profissionais do sexo, pois dentro dos conceitos do livre arbítrio todos tem seu espaço e função no universo.

Fonte: mensageiroscaridade.blogspot