quinta-feira, 19 de maio de 2016

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - Você é depressivo? Faça o teste de depressão e descubra





VOCÊ É DEPRESSIVO?


É impossível viver hoje em dia sem ouvir falar ou conhecer pessoalmente uma pessoa que seja depressiva. Isso porque, se antes essa condição psicológica era considerada uma frescura, hoje em dia as pessoas estão começando a entender os perigos da depressão e o tormento que a doença traz à vida das pessoas.
Por isso, testes de depressão são cada vez mais comuns e mais fáceis de se encontrar na internet.

Nós, do Segredos do Mundo, inclusive, já fizemos uma outra matéria que lista alguns sinais que podem indicar se você está com depressão.

Clique aqui se também quiser ler essa outra matéria.

O único problema desses testes de depressão, no entanto, é que pouquíssimos deles são confiáveis.
A maioria dos testes de depressão disponíveis na internet é elaborada por pessoas leigas no assunto, que leem sobre o assunto e acabam fazendo alarmismos desnecessários por aí.

1

O teste de depressão que você vai acompanhar hoje, no entanto, foi desenvolvido por um grande psiquiatra americano, chamado Aaron Beck.

Além de outras contribuições para a psiquiatria e para a psicologia, por meio de seus estudos, o teste de depressão, sem sombra de dúvidas, foi seu maior legado para essas áreas do conhecimento.

Aaron Beck criou a versão original do teste de depressão, também conhecido como Escala de Depressão de Beck ou Inventário de Depressão de Beck, em 1961.

De lá para cá, o teste de depressão já foi adaptado duas vezes, a última em 1996, para adequar às novas descobertas com relação à depressão e para deixar o teste de depressão mais apurado.

Mas, como qualquer área de pesquisa envolvendo o comportamento humano, a eficácia do teste de depressão de Beck é contestada por alguns outros estudiosos, já que a forma de aplicação do teste dá espaço para que a pessoa testada aumente ou minimize seus sentimentos ou respostas.

Então, nosso conselho é para que você não se desespere se sua pontuação não estiver dentro do “limite” de uma pessoa considerada feliz.

3

Este, como você vai ver em segundos, é apenas uma forma de orientação, um jeito de chamar atenção para a doença e despertar as pessoas que precisam de cuidados psicológicos adequados.

Assim, caso você venha se sentindo deprimido há algum tempo e seu resultado no teste de depressão seja alarmante, procuro um profissional no assunto.

No mais, responda as perguntas com sinceridade e o mais rápido possível, para que você não fique ponderando se existe ou não uma resposta certa a ser marcada em cada grupo de questionamentos. No final do teste de depressão, tudo o que você tem a fazer é somar a pontuação das opções que você escolheu e conferir seu resultado.

Preparado?

Faça o teste de depressão e descubra se você é depressivo:

1.
0 = Não me sinto triste.
1 = Sinto-me triste.
2 = Ando sempre triste e não consigo evitá-lo.
3 = Ando tão triste ou infeliz que não consigo suportar mais isto.

2.
0 = Não me sinto particularmente desencorajado em relação ao futuro.
1 = Sinto-me desencorajado em relação ao futuro.
2 = Sinto que não tenho nada a esperar do futuro.
3 = Não tenho qualquer esperança no futuro e sinto que a minha situação não pode melhorar.

3.
0 = Não me sinto um falhado.
1 = Sinto que tive mais fracassos do que a maioria das pessoas.
2 = Quando olho para o meu passado, tudo o que vejo é uma quantidade de falhanços.
3 = Sinto que sou uma pessoa completamente falhada.

4.
0 = Sinto-me tão satisfeito como antes.
1 = Não me sinto satisfeito com as coisas que anteriormente me satisfaziam.
2 = Não me consigo sentir realmente satisfeito com nada.
3 = Sinto-me descontente e aborrecido com tudo.

5.
0 = Não me sinto culpado de nada em particular.
1 = Sinto-me culpado uma grande parte das vezes.
2 = Sinto-me bastante culpado a maior parte das vezes.
3 = Sinto-me sempre culpado.

6.
0 = Não sinto que esteja a ser vítima de algum castigo.
1 = Sinto que posso vir a ser castigado.
2 = Espero vir a ser castigado.
3 = Sinto que estou a ser castigado.

7.
0 = Não me sinto desiludido comigo.
1 = Estou desiludido comigo.
2 = Estou desgostoso comigo.
3 = Odeio-me.

8.
0 = Não sinto que seja pior do que qualquer outra pessoa.
1 = Critico-me a mim próprio pelas minhas fraquezas ou erros.
2 = Estou constantemente a culpar-me pelas minhas faltas.
3 = Acuso-me de todo o mal que acontece.

9.
0 = Não penso suicidar-me.
1 = Tenho ideias de pôr termo à vida, mas não consigo concretizá-las.
2 = Gostaria de pôr termo à vida.
3 = Gostaria de pôr termo à vida se tivesse oportunidade.

10.
0 = Não choro mais do que é habitual.
1 = Choro mais agora do que era costume.
2 = Passo o tempo a chorar.
3 = Costumava ser capaz de chorar, mas agora não consigo, mesmo quando me apetece.

11.
0 = Não ando mais irritado do que é costume.
1 = Fico aborrecido ou irritado mais facilmente do que era costume.
2 = Sinto-me constantemente irritado.
3 = Não fico irritado com o que anteriormente me irritava.

12.
0 = Não perdi o interesse pelas pessoas.
1 = Interesso-me menos pelas pessoas do que era costume.
2 = Perdi quase todo o interesse pelas outras pessoas.
3 = Perdi todo o interesse pelas outras pessoas.

13.
0 = Tomo decisões tão facilmente como antes.
1 = Evito tomar tantas decisões como anteriormente.
2 = Agora tenho muito mais dificuldade em tomar decisões.
3 = Sinto-me completamente incapaz de tomar qualquer decisão.

14.
0 = Acho que o meu aspecto é o do costume.
1 = Preocupo-me por poder parecer velho ou pouco atraente.
2 = Sinto que há constantes mudanças no meu aspecto, que me tornam pouco atraente.
3 = Acho que tenho um aspecto horrível (desagradável).

15.
0 = Sou capaz de trabalhar tão bem como era costume.
1 = Agora preciso de esforçar-me mais para começar a fazer qualquer coisa.
2 = Tenho de esforçar-me muito para fazer alguma coisa.
3 = Não consigo trabalhar.

16.
0 = Durmo tão bem como antes.
1 = Não ando a dormir tão bem.
2 = Acordo 1 ou 2 horas mais cedo do que era costume e custa-me voltar a adormecer.
3 = Acordo muitas horas antes do que era costume e não consigo voltar a adormecer.

17.
0 = Não me sinto mais cansado do que habitualmente.
1 = Fico cansado com mais facilidade do que antes.
2 = Fico cansado quando faço seja o que for.
3 = Sinto-me demasiado cansado para fazer seja o que for.

18.
0 = O meu apetite é o mesmo de sempre.
1 = O meu apetite não é tão bom como costumava ser.
2 = O meu apetite piorou muito ultimamente.
3 = Não tenho apetite absolutamente nenhum.

19.
0 = Não tenho perdido peso ultimamente.
1 = Perdi mais de 2,5 Kg de peso.
2 = Perdi mais de 5 Kg de peso.
3 = Perdi mais de 7,5 Kg de peso.

20.
0 = Não me tenho preocupado com a minha saúde mais do que o habitual.
1 = Estou preocupado com os meus problemas de saúde.
2 = Estou tão preocupado com os meus problemas de saúde que me é difícil pensar noutras coisas.
3 = Estou tão preocupado com os meus problemas de saúde que não consigo pensar em absolutamente mais nada.

21.
0 = Não notei qualquer mudança no meu interesse pela vida sexual.
1 = Estou menos interessado pela vida sexual que anteriormente.
2 = Estou muito menos interessado pela vida sexual.
3 = Perdi completamente o interesse pela vida sexual.

Pontuação e resultados:

De 1 a 9 pontos: Não tem depressão.
De 10 a 15 pontos: Tem uma depressão ligeira.
De 16 a 23: Já tem uma depressão moderada.
Mais de 23: Tem uma depressão severa.

E então, qual foi seu resultado nesse teste de depressão?

Fonte: Manual da Felicidade