domingo, 14 de fevereiro de 2016

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - SINTONIZADO A ENERGIA DO DINHEIRO

ATRAIA DINHEIRO AGORA

MUDE SUA FORMA DE PENSAR


 

"A riqueza é o produto da capacidade de pensar do homem"
[Ayn Rand]

As crenças limitantes são como ladrões na noite.
E algumas de suas crenças são muito mais caras que outras.

A direção de seus pensamentos e as explicações que você dá a si mesmo são extremamente importantes para determinar se você vai atrair ou repelir dinheiro. O primeiro passo para atrair dinheiro é compreender e alterar a forma como você pensa. 

Para fazer isso, você deve tratar suas crenças subjacentes - e não pense nem por um segundo que você pode simplesmente pular esta etapa e ir para as outros. Se fizer isso, você falhará completamente, então não seja tentado a tratar essa parte tão suavemente. Este primeiro passo é crucial para seu sucesso se você quer atrair dinheiro.

Geralmente as pessoas entram em meu programa ‘Miracles Coaching’ quando tudo o que tentaram falhou, ou quando tiveram apenas um sucesso relativo. Elas dizem que já ‘tentaram de tudo’ - e tentaram mesmo, exceto pelo primeiro passo!

Você tem que alinhar sua mente com o aonde você quer ir e com o quem você quer ser, antes de se tornar/estar. De maneira semelhante, você tem que compreender como o dinheiro funciona e o que ele realmente significa para você antes de superar qualquer coisa. Caso contrário, você terminará se sabotando repetidamente.

Você já se sentiu como se estivesse ao alcance de algo que desejava e, então, estragou tudo no último segundo? Isso acontece frequentemente nos esportes. Um time parece ter a vitória nas mãos e, então, comete uma asneira após outra até que termina perdendo.

Por que isso acontece?

Mentalidade.

Se você não tem a mentalidade de um campeão, você nunca será um. As pessoas frequentemente pensam que terão uma mentalidade de riqueza assim que tiverem bastante dinheiro. O oposto é que é verdade.

Você tem que ter uma mentalidade de riqueza antes de alcançá-la, pois, se não tiver, você se verá frequentemente chegando perto, mas nunca atingindo seu sonho.

Pense rico agora e você começará a atrair dinheiro agora.
Simples.

Há três crenças fundamentais que precisam ser liberadas se você quiser atrair dinheiro para sua vida. Não há como contorná-las e nem como evitar ser diligente. Você tem que sobrepujá-las ou elas roubarão seu potencial.

Ei-las:

Eu me amo

A crença mais importante que deve ser expulsa de sua mente é "Eu não amo a mim mesmo".

Este é o primeiro ladrão.

Agora, antes que você vire seus olhos e imagine o que, afinal, isso tem a ver com fazer dinheiro, escute.

Como você se sente em relação a si mesmo determina quanto dinheiro (ou qualquer outra coisa que seja boa) flui para sua vida.

Você sabia que cada pessoa que não atrai o que quer, tem essa crença limitadora?
Elas não se amam.

Até que se livrem dessa crença, não atrairão dinheiro, não experienciarão o sucesso e não terão nada do que desejam.

Elas desejarão, ou esperarão realizar seus objetivos, tentarão, mas se frustrarão, pensando “por que as coisas dão tão certo para todo mundo, menos para mim?”

Quando eu digo que você tem que se amar, isso significa que você tem que ter um tremendo nível de aceitação em relação à todas as suas boas qualidades e trabalhar nas qualidades que você quer melhorar. Esta não é uma ideia sobre a qual você chega a alcançar a perfeição. Sempre haverá mais a ser alcançado e novas questões com as quais lidar.

Conforme você cresce em conhecimento e compreensão, você vai atingindo seu potencial. Você sempre estará trabalhando em si mesmo. É como eu, e todo mundo com quem me socializo, se realiza. Não tenho todas as respostas, mas estou buscando ativamente por elas. Também estou trabalhando abertamente em qualquer coisa em mim que possa me manter longe de atrair o que eu quero.

Tudo isso é como descascar uma cebola. Toda vez que você trabalha numa camada, outra aparece. Em sua vida financeira, estas camadas e desafios não têm nada a ver com o ambiente externo. Não importa se há recessão ou não, quem é o presidente dos Estados Unidos, ou como o mercado de ações está se comportando. Tem a ver completa e totalmente com o interior - com você.

Esta é uma das razoes pelas quais as crenças limitadoras são difíceis de serem mudadas.
Elas são invisíveis e incrivelmente destrutivas.

Você provavelmente conhece pessoas que estão indo muito bem financeiramente. Se não, tenho certeza de que já leu a respeito de algumas. Provavelmente elas estão indo muito bem independente do que possa estar acontecendo no país. Se você olhar para as histórias da Grande Depressão ou para outras épocas desafiadoras, você encontrará muitas pessoas que prosperaram e tiveram sucesso - muitas que ainda estão por aí.

Pessoas como o Cel. Sanders, que criou a receita de frango com seu próprio nome durante a Depressão, abriu um restaurante e agora a empresa tem escritórios em todo o mundo. Empresas como ‘John Deere’, que você poderia esperar ter desaparecido durante a Grande Depressão, se tornaram mais forte e ainda ficarão mais fortes. Estes tipos de empresas estão ao nosso redor e servem como empresas do que pode ser alcançado.

Porém, a pergunta permanece, por que estas empresas sobreviveram quando, tantas outras, não?

Porque a mentalidade delas as fez imune às condições econômicas. Elas acreditaram que podiam resistir à tempestade e assim foi. Elas descobriram que as notícias negativas são como uma doença e que você pode escolher se permitir, ou não, ser infectado por elas.





Você merece o sucesso

O segundo dos ladrões é "Eu não mereço isso".
Ele está diretamente relacionado ao “eu não me amo”.

Se você tem um objetivo importante e acha que é digno e valoroso, como “eu quero um novo emprego. Eu quero um amento. Eu quero vender mais”, e não está conseguindo isso, você precisa olhar-se mais profundamente.

A razão pela qual você não está progredindo, muito provavelmente, é porque você acredita que não merece.

Agora, você pode pensar que isso é irracional, mas é?
Você já teve um belo terno que só usava em ocasiões ‘especiais’?
Ou talvez um jogo de louças especiais que você só usa em dias específicos?

A motivação por trás destas ações é que você sente que estes objetos são “muito bons” para que você desfrute deles todos os dias.

Uma vez eu tive um amigo que possuía um pequeno rancho.

Certa feita ele comprou um caminhão personalizado e veio me mostrar. Era lindo. Ele estava radiantemente orgulhoso e você podia detectar uma diferença distinga na forma como ele andava - como se tivesse 10 metros de altura.

Na semana seguinte eu o vi dirigindo seu velho caminhão novamente, e perguntei-lhe o que havia acontecido. Ele disse “oh, só estou reservando o novo caminhão para ocasiões especiais, ele é muito bom para que eu o dirija pelo rancho”.

O que ele estava dizendo, na verdade, era o que o pensamento do novo caminhão significava para ele. O caminhão não podia ser uma parte de sua vida diária porque ele sentia que só o merecia ter em ocasiões especiais.

Você vê e ouve esse ladrão se levantar em sua cabeça todos os dias quando as pessoas falam sobre como alguém é tão melhor do que elas e como elas possivelmente não conseguem atrair certas coisas porque simplesmente não é “para elas”.

Esta é uma indicação clara sobre onde está o foco delas - não em alcançar seus próprios sonhos, mas no motivo pelo qual não podem ou porque alguém merece mais. Isso mostra que elas não se valorizam, nem à própria contribuição para suas próprias vidas. Se você não se ama, você nunca acreditará que merece algo de valor em sua vida. Você andará em círculos com a ideia de que boas coisas só acontecem aos outros - mas que não foram feitas para você.

Agora, conscientemente você até pode se forçar a dizer “eu me amo. Veja como eu sou uma pessoa bacana e veja todas estas coisas legais que estou fazendo”. Mas se você não está vendo resultado positivos, eles estão sendo bloqueados por uma crença profundamente limitadora dentro de você. Seus resultados são simplesmente o reflexo espelhado do que está dentro de você. 

O exterior sempre reflete o interior. Quando você vivencia a falta do alcance, ou quando você chega perto de um objetivo apenas para se estrangular no último minuto, você está lutando com crenças que precisam ser trabalhadas.

Eu conheço, literalmente, milhares de pessoas que usam afirmações positivas todos os dias como uma ferramenta de mudança de crenças. Elas podem ser muito eficazes. A ideia é que quando mais frequentemente você as repete, mais rápido você as adotará como uma crença. 

Infelizmente estas afirmações não são páreo para uma crença limitante que pode estar escondida dentro de você. As ideias positivas que você está tentando adotar quicam como uma bola de pingue-pongue batendo no cimento. A única maneira de mudar a situação é reconhecer a crença encoberta e lidar com ela primeiro.

O dinheiro é uma ferramenta para o bem

Há uma crença adicional em relação ao dinheiro que pertence aos outros dois ladrões. Essa crença enorme, a maior, a pior, a mais ousada, mais insidiosa em relação ao dinheiro tem estado por aí há literalmente milhares de anos e ainda está aqui: o dinheiro é a raiz de todo mal.

Caramba!

Com esta crença, como você poderia chegar a pensar que atrairá dinheiro para sua vida enquanto continua a ser uma pessoa boa, espiritualizada, santa?

Você até pode ter algum dinheiro temporariamente. O bastante para sobreviver. Mas, no fundo sua mente subconsciente repelirá o dinheiro, para bem longe de você, pois você não quer estar associado com o mal. Isso inclui sabotar seus esforços pró sucesso.

Esta crença sozinha tem mantido gerações à beira da pobreza desde o início dos tempos. O que é pior é que isso nem é verdade. O dinheiro não é a raiz do mal, que dirá de todo mal.

Na verdade, George Bernard Shaw disse tudo quando disse “é a falta de dinheiro que é a raiz de todo mal”.

Há grande dose de verdade nisso. A falta de dinheiro põe as pessoas numa mentalidade de desespero, e isto é o verdadeiro mal. Quando, nesta mentalidade, as pessoas fazem coisas que nunca teriam contemplado e frequentemente estas coisas são muito destrutivas - para elas mesmas e/ou para as outras.

A crença de que o dinheiro é o mal na verdade decorre de uma referencia bíblica afirmando que “o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males” (Timóteo, 6:10).

O amor ao dinheiro se refere a alguém que persegue um centavo à custa de tudo o mais na própria vida.

Este princípio permite que a ganância e o egoísmo se manifestem em suas vidas.

Perseguir o dinheiro indica uma mentalidade competitiva que fará qualquer coisa para ter mais dinheiro.

Isso não significa que o dinheiro em si é mau, mas que as pessoas que amam o dinheiro estão propensas a essa característica.

O personagem de Charles Dickens, Ebenezer Scrooge, é o exemplo perfeito desta mentalidade.
Ele amava seu dinheiro e só queria mais - excluindo todo o mais na vida.

É claro, quando você tem uma referencia bíblica com todo este poder, é fácil entender como ela pode ser distorcida ao longo do tempo.

Quanto mais e mais pessoas acreditam que o dinheiro é mal, pode ser difícil mudar o preceito e perceber a verdade.

Lembra-se, no último capitulo, quando eu disse que o dinheiro não tem emoções e só faz você mais do que você já é? Pense sobre isso.

As pessoas mais ricas no mundo, milionários e até bilionários, não amam dinheiro. NÃO. Elas não amam. Elas amam a liberdade que o dinheiro proporciona. O dinheiro é apenas um medidor. Lembre-se sempre que você não pode realmente alcançar grande sucesso financeiro a menos que você siga sua paixão. O dinheiro é secundário. 

O dinheiro flui para os ricos porque eles não o perseguem apenas para possuir mais. Eles desejam liberdade. Eles não desejam dinheiro. Esta é uma distinção importante!

Quando você compreender que o dinheiro é neutro e simplesmente uma troca acordada de valor, você atrairá o dinheiro para sua vida imediatamente. Enquanto você pensar que o dinheiro é ruim, mal, corruptivo, ou que pessoas más são ricas ou que pessoas ricas são más - você não permitirá que a riqueza financeira entre em sua vida. 

Ela saltará para longe de você como se você fosse feito de borracha e você nem chegará a perceber isso, exceto quando olhar para seu talão de cheques. Você saberá que você não tem nenhum dinheiro e ficará imaginando o motivo pelo qual é assim.

Eu fui a Ohio visitar minha família há algum tempo e vi um de meus irmãos, o mais novo de nossa família. Ele tem uma família agradável e um bom pequeno pedaço de terra. Ele é mecânico, então está fazendo um dinheiro decente. 

Ele trabalha duro e vive o que a maioria consideraria uma vida mediana completamente normal. Mas ele olha para minha vida e se maravilha com ela. Eu sei que de certa forma ele realmente fica confuso, já que não entende como todo este dinheiro foi atraído por alguém como eu - uma pessoa com quem ele cresceu e vê tão normal quanto medianamente.

Num determinado momento ele me perguntou “como você fez isso?”.

Para responder a ele, eu, basicamente, rearranjei toda essa informação que estou dando a você agora. Eu disse a ele como o dinheiro funciona, o que nos trava, como eu superei minhas crenças e como eu ajudo os outros a fazer a mesma coisa. Ele disse “isso nunca vai funcionar pra mim. Eu nunca conseguiria fazer isso.”

Eu fiquei atordoado.
Eu me perguntava: "Como ele pode pensar assim?"

Mas em sua mente, em seu mundo, baseado em sua experiência passada, ele não tem ideia de como atrair dinheiro para a própria vida.

Ele se convenceu de que é um mecânico - tão somente um mecânico - e é isso o que ele será para o resto de sua própria vida. Isso significa que ele sempre ganhará bastante dinheiro por hora, e isso é bom o bastante.

Quando você olha para isso a partir da perspectiva dele, você pode entender esse processo de pensamento limitador. Ele está aumentando sua família e há pessoas que ele ama e de quem cuida. 

Ele tem sua pequena propriedade e seu veiculo. Ele está indo bem. É bom o bastante para ele. Mas ele não vê seu próprio processo mental, nem reconhece que suas crenças limitadoras estão impedindo-o de uma vida ainda melhor.

Então começamos a falar sobre minha coleção de carros - que o surpreendeu.

Meu irmão me perguntou “como é possível você não ter um Corvette?”

Eu respondi “eu não tenho um exatamente agora. Ele pode ser o próximo da lista, você sabe. Eles vêm com o tempo”.

Esta não é uma crença limitadora de minha parte, mas minha garagem é apenas grande (embora eu esteja construindo uma maior enquanto escrevo esse livro). Contudo, há apenas muitos carros que caberão dentro dela a qualquer momento determinado!

Ele disse “eu nunca conseguiria ter um Corvette.”

Novamente, fico espantado. Estou me perguntando “o que acontece na mente dele ou na mente de todo mundo que define estas limitações?”

A mentalidade de meu irmão é apenas como a maioria das outras. Ele trabalha num emprego por certa quantia de dinheiro. Isto é o que ele sabe e isto é o que ele vê como seu futuro. Ele não vê o panorama geral, ou as possibilidades. Mesmo comigo à sua frente, como um exemplo do que é possível, ele ainda não vê isso.

Enquanto ele está falando, estou pensando comigo mesmo “eu poderia citar três maneiras pelas quais ele poderia ter um Corvette”.

Neste momento realmente fiquei impressionado com como nossos processos de pensamentos são diferentes. Meus processos de pensamento vêm à tona com todo tipo de opção, todo tipo de oportunidade. 

Eu escuto à maioria das pessoas e, em 20 minutos ou algo assim, estou pensando “há uma ideia que elas nem ao menos ativaram. Há algo do qual elas podem extrair e transformar num produto. Mas elas não estão fazendo isso. Na verdade, não estão nem vendo isso”.

Às vezes, eu ainda fico surpreso pelo fato de minha própria mentalidade tenha mudado tanto. Não que eu esteja dizendo que sou “o desperto”. Eu ainda estou trabalhando em mim mesmo todo o tempo - todo dia - e estou partilhando com você o que está funcionando para mim. Isso só me prova que se você fizer o trabalho, todo dia, você fará progressos mesmo sem perceber.

Assim como fico surpreso com quão longe cheguei, também há aqueles momentos quando se torna óbvio quão longe eu ainda tenho que ir.

Recentemente eu jantei com Kevin Trudeau, autor da serie de livros "Curas Naturais". Eu estava dizendo a ele como publiquei mais de 30 livros, vários dos quais se tornaram best-sellers. 

Eu me sentia realmente bem contando para ele.

Então ele me disse como ele vendeu 30 milhões de cópias de um de seus livros. De repente eu pensei “eu não consegui nada!”. Mas meu ponto é que ele está pensando de modo diferente. 

Ele está pensando maior do que eu tenho pensado a este ponto e isso significa que eu ainda tenho caminhos a seguir. Sempre haverá mais a ser alcançado e mais a ser conseguido. O processo de mudar seus pensamentos para aceitar cada novo nível de alcance para sua vida é o desafio real.

O dom da liberação




A primeira pergunta que qualquer pessoa faz quando falo sobre os três ladrões é “como posso mudar minhas crenças e pensamentos em relação ao dinheiro?”

O primeiro passo é avaliar o que você acredita e por quê. A consciência é um dever, já que você deve identificar o que está lhe prendendo a fim de lidar com isso. Uma vez que você tenha identificado as ideias que quer mudar, então você tem que limpá-las e liberar o poder que elas têm sobre você.

Tenho escrito muitos livros e oferecido muitas técnicas para limpar antigas crenças e estou sempre aberto a novas, ou diferentes, técnicas.

A premissa básica de qualquer técnica de limpeza é que você, primeiro, se conecte com aquela crença e se torne ciente da emoção que você tem atada a ela. Se você sente que não é merecedor, então a primeira coisa a fazer é se conectar com aquele sentimento. 

Você se sente triste, doido, ou sem valor? Agora, perceba que isso é apenas uma percepção de sua parte. Você escolheu sentir-se do modo como se sente e pode escolher liberar isso.

Normalmente eu encontro essa crença com pessoas que foram maltratadas, ou abusadas. Elas não se sentem merecedoras porque lhes disseram isso quando elas eram crianças. Mas isso é verdade? NÃO.

Abordar suas crenças antigas significa expô-las à luz do dia e examinar o que elas são e se são válidas.

Normalmente, 99,9% do tempo, estas crenças não são válidas.
Nós carregamos uma enorme quantia de crenças desde a infância.

Se as pessoas se divertiam com você na segunda série porque você tinha medo de falar em frente à classe, isso pode ter criado um medo duradouro de falar em público. Mas de onde vem esse medo? Se você embicar numa palavra, a audiência vai pular no palco e lhe devorar? 
NÃO. 

Seu cérebro adulto lógico pode lidar com isso, mas você também tem que liberar a conexão emocional. Este é o desafio real.

Pense no passado, num incidente específico e lembre-se daquelas emoções.

Você sente um nó no peito?
Você suspende a respiração ou se encolhe de medo?

Estas reações não vêm em resposta a um perigo real - elas são a mente revivendo um incidente antigo, que não pode mais nem afetar você, a menos que você se agarre a essa emoção antiga - que bloqueia seu progresso.

Muita gente acha que as afirmações positivas farão com que as crenças limitadoras sejam superadas, mas eu discordo. 

Se você não abordar diretamente a questão e ficar só usando afirmações positivas, você não libera as emoções negativas que estão bloqueando seu progresso. 

É por isso que se você apenas usar afirmações, sem lidar com as questões subjacentes, você terá um sucesso limitado, porque a crença limitadora ainda está aí.

Há muitas variações diferentes de técnicas de limpeza.

Brad Yates e eu temos todo um programa de áudio chamado ‘Money Beyond Belief”. Ele está disponível em 
http://www.moneybeyondbelief.com/. Esta série se foca inteiramente em eliminar crenças relativas a dinheiro, crenças que estão lhe segurando.

Você pode fazer isso por si mesmo, para crenças limitadoras como “eu não me amo”, “eu não mereço dinheiro” e “o dinheiro é o mal”. Nenhuma destas crenças são verdadeiras, então deixe-as ir.

Quero que você esteja ciente de que todas as coisas que lhe impedem de atrair dinheiro podem ser liberadas exatamente agora. Sua vida pode mudar num nanossegundo.

Lembro-me que quando comecei a realizar seminários, as pessoas me perguntavam “eu posso realmente aprender isso num final de semana? Eu realmente posso mudar minha vida num final de semana?”

Tudo o que eu posso dizer a elas é de minha própria experiência. Já me aconteceu de eu ter mudado por causa de uma história que alguém me contou durante o jantar. Já me aconteceu de eu mudar por causa de algo que vi num filme. 

Já me aconteceu de eu estar num seminário e alguém dizer uma coisa - uma simples frase ou explicação de um conceito, e aquilo podia nem ter vindo do líder do seminário - e algo mudou em mim e eu despertei.

Você pode ter um despertar em qualquer ponto de qualquer tempo, inclusive exatamente agora quando você lê estas palavras. Eu conheço muitas pessoas cujas vidas foram mudadas pela leitura de um livro. 

Por qualquer motivo, fosse uma ideia nova que elas nunca tenham visto ou uma ideia antiga que elas finalmente estavam prontas para ouvir. As palavras as despertaram e mudaram suas vidas.

Escrevi este livro com a intenção de lhe ajudar a quebrar suas barreiras financeiras. A maioria das pessoas mudará outros aspectos de suas vidas - mas o dinheiro é a área mais difícil de elas dominarem. 

Você não deve se sentir preso por estar na arquibancada enquanto os outros atraem o dinheiro que você deveria estar partilhando. E você não tem que fazer isso.

Mas você tem que decidir.

Você está pronto para olhar para estas crenças escuras, antigas e bani-las para sempre?

Você está disposto a fazer o que é necessário ao invés de o que é fácil?

Você está pronto para dizer “ei, dinheiro! Estou aqui! Estou pronto para receber!”?

Se você está, então você está pronto para aprender o resto dos passos que levará você lá, mas você tem que se comprometer a realizar todos eles. Cada um completamente. Daí, e apenas daí, você abrirá as comportas para seu novo futuro abundante.

Lembre-se, o primeiro passo é alterar como você pensa sobre dinheiro. Quando você perceber que ele é uma força neutra para o bem, e que você o merece, então você pode começar o processo de atrair dinheiro agora.

Mas, compreender e alterar como você pensa é apenas o primeiro passo.
Vamos nos mover para o segundo passo.

Passo 1: Altere como você pensa

Verdades & Permissões

• Crenças limitadoras são como ladrões na noite. O primeiro passo para atrair dinheiro é mudar seus pensamentos e abordar estas crenças limitadoras subjacentes.

• Você deve ter uma mentalidade de riqueza antes de alcançar a riqueza, pois, se você não tiver, frequentemente se pegará chegando perto, mas nunca o bastante para atingir seu sonho.

• Tudo isso é como descascar uma cebola. Toda vez que você trabalha com uma camada, outra aparece.

• Se você não ama a si mesmo, você acreditará que merece valor em sua vida.

• Abordar crenças antigas significa expô-las à luz do dia e examinar se e por que elas são válidas - 99.9% do tempo, elas não são.

Obter passado suas velhas crenças significa expô-los à luz do dia e examinar se e por que eles estão válidos - 99,9% das vezes eles não são.

Passos da Ação

• Reflita sobre três principais crenças limitantes e anote quais podem ser verdadeiras para você no momento.

• Anote o oposto das crenças limitantes e reflita sobre como é sentir-se como merecedor e desfrutador de dinheiro.

• Considere outras crenças que podem estar limitando-o em atrair dinheiro, e reflita sobre o oposto dessas crenças, assim você sabe que merece dinheiro agora.

(Passo 1) - Por Joe Vitale 
Do Livro: "Atraia Dinheiro Agora", de Joe Vitale, Inédito no Brasil

Tradução: Luciene Lima, São Paulo, SP, Brasil

Fonte: 
http://espacocriando.blogspot.com.br/2012/08/atraia-dinheiro-agora-7.html