sábado, 9 de maio de 2015

SAÚDE E EQULÍBRIO - O câncer segundo a Medicina Tradicional Chinesa

O câncer segundo a Medicina Tradicional Chinesa




Medicina Tradicional Chinesa (MTC) é composta de diversos tipos de tratamentos. O mais conhecido é a acupuntura, mas existem outros métodos, como a massagem, o moxabustão, a fitoterapia (ervas medicinais) e dieta, além de exercícios que lidam com a energia do corpo (chamada qi ou chi).

A MTC lida e interpreta de forma diferente as questões do corpo, da mente e das emoções, do que a medicina ocidental.

Veja o caso do câncer.

Você conhece a acrilamida? É um causador de câncer, e é criada quando os alimentos ricos em carboidratos são preparados em altas temperaturas, sejam cozidos, fritos, assados ou tostados. Como regra geral, o produto químico é formado quando o alimento é aquecido o suficiente para produzir uma superfície relativamente seca e castanha / amarela.

E você sabia que se uma pessoa ficar perto de uma fogueira ou fogão à lenha, aumenta as chances de ela ter câncer?

E pesquisas recentes têm demonstrado que o uso de celular e internet wi-fiaumentam as chances de câncer. E não se esqueça do sol, dos produtos químicos, agrotóxicos etc, os quais estamos expostos cotidianamente.

Sem contar que, segundo pesquisas recentes, tratamentos oficiais, como aquimioterapia, e a radioterapiaaumentam as chances de desenvolvimento de câncer. E a própria mamografia também aumentam as chances de câncer.

Pensando nisso, não seria esperado que todos nós tivéssemos câncer? Apesar de que atualmente o câncer é uma epidemia, e mata um número cada vez maior de pessoas no mundo, nem todos ficam com câncer, e isso a medicina ocidental não explica.

Segundo a MTC, o câncer é uma doença gerada por três fatores principais.

O primeiro é uma deficiência de yin. O yin representa tudo que é mais frio, mais escuro, mais parado, mais calmo, mais denso, mais lento, mais úmido. O yangseria o oposto: quente, claro, agitado, rarefeito, rápido e seco.

A deficiência de yin gera um excesso de yang no corpo. Ou seja, a pessoa tende a ficar mais agitada, mais magra, mais ansiosa, apesar disso, sem energia e sem vontade. A deficiência de yin é causada principalmente por uma dieta pobre em vitaminas e nutrientes frescos de frutas, verduras, legumes e castanhas, todas crúas. A alimentação industrializada é altamente cancerígena porque é altamente yang - especialmente o açúcar, que é comprovadamente um combustível do câncer.

O segundo fator é um excesso de yang externo - é o caso de excesso de sol, de fogo, de agitação, de produtos tóxicos, fumaça etc. Isso aumenta a deficiência de yin da pessoa.

O terceiro fator é uma deficiência de wei qi (sistema imunológico). O sistema imunológico fica fraco quando a pessoa não dorme bem, não se alimenta bem, tem uma vida estressada, sem qualidade.

Existe um quarto fator que agrava o quadro, que é a estagnação de qi (energia vital). Esta estagnação é causada por fatores emocionais reprimidos, falta de atividade física e alongamento e falta de espreguiçar. A energia acumulada pode estagnar o sangue, e este por sua vez pode virar um nódulo, e até um tumor, dependendo se a pessoa tem os outros três fatores mencionados acima.

Portanto, se quiser se livrar do câncer, coma mais alimentos crús (de preferência sucos de verduras), evite alimentos processados, evite ambientes agitados, excesso de sol, fumaça, estresse, procure dormir bem e ter uma vida equilibrada, tanto fisicamente quanto psicologicamente.